120+ Fachadas de Casas Simples e Pequenas – Fotos Lindas!

Advertisements

A fachada de um imóvel é a que transmite sua primeira impressão aos visitantes. Ela pode indicar, por exemplo, a criatividade presente em seu interior, a modernidade, ou quem sabe a propensão por peças mais rústicas. Por isso, é sempre uma ótima pedida investir numa bela fachada! Fachadas de casas simples e pequenas, aliás, também podem ser lindas! Confira algumas dicas neste texto.

Dicas para o projeto

Antes de escolher tipos de revestimento, estilo da fachada e mais, é importante considerar alguns pontos. Pontos que vão garantir tanto uma fachada bonita, quanto sua completa satisfação com o resultado da obra.

A primeira questão a se considerar é o seu financeiro. No mercado da Construção Civil e Decoração há inúmeras opções, e cada uma pode ser adequada ao bolso do consumidor. As alternativas mais baratas, aliás, oferecem a mesma beleza que as mais requintadas. Além disso, é fundamental fazer a pesquisa de preços, pois eles variam bastante de um profissional para o outro.

No momento da obra, você também precisa avaliar bastante seu gosto pessoal. De nada adianta seguir a decoração “da moda” em vidro, por exemplo, se você tem preferência por estilos rústicos. Afinal, mesmo que momentaneamente o resultado seja agradável, o consumidor pode logo “se cansar” da fachada. E então será preciso conviver com algo que não te agrada tanto, ou então realizar novas obras.

Se o imóvel possui uma varanda, o projeto precisa ser ainda melhor planejado, e com a sua cara. Isso porque mais do que mudar a fachada, a varanda deverá ser um espaço de descanso, de repouso ou diversão nos momentos de lazer.

Nesse caso, é possível utilizar o telhado dessa varanda como um item de destaque na decoração. De estilo colonial, para um visual mais clássico; cheio de curvas, mais moderno; com plantas, para criação de um ambiente mais verde e fresco; e diversas outros. Os móveis e objetos dispostos nessa área podem da mesma forma tornar a fachada interessantíssima!

Veja também: Placas Solares na Arquitetura

No que investir?

Antes de tudo, é fundamental lembrar que a fachada de uma casa é composta por uma série de elementos. Os muros, os portões, a parte frontal do imóvel em si, a varanda, como já citado, e até a garagem. Por isso, trabalhe um projeto avaliando o todo da sua casa. Combinar os estilos e móveis por toda a fachada trará um resultado incrível!

Com essa percepção em mente, você pode, por exemplo, investir no paisagismo. Com pequenos jardins, plantas trepadeiras, muros ou paredes verdes com o jardim vertical, flores coloridas e variadas. As alternativas, nesse caso, são as mais diversas. Basta apenas escolher a planta mais indicada ao espaço, verificar a incidência do sol e a necessidade de regar os vegetais. Afinal, plantas são vivas, e por isso merecem um cuidado maior.

Telhados com desníveis e curvas são interessantes quando o objetivo é algo moderno e diferente. Pilastras, espaços arredondados, cores, tudo pode ser utilizado num projeto desse tipo. Lembre-se apenas de utilizar o bom senso, e de escolher o que exatamente será o destaque da fachada. A mistura em excesso pode criar um visual com “informação demais”, o que dificilmente será agradável.

Se optar por um mix de cores, balanceie bem tons fortes e claros. Um “arco-íris” de cores provavelmente trará um resultado exagerado. Mas o mix de três a quatro cores, balanceadas pelos tons, pode entregar uma fachada bela e diferente.

Finalmente, independentemente da sua escolha de estilo ou materiais, invista na iluminação da fachada! A iluminação focada na fronte da casa dá destaque a esse espaço à noite, podendo destacá-la inclusive em relação às demais casas de seu bairro.

É possível, além de tudo, escolher luzes coloridas, ou com formatos diferentes, que darão visual ainda mais interessante! Os tipos de lâmpada (led, solares ou outras) também oferecem diferentes resultados. No fim deste post você vai encontrar alguns belos exemplos para se inspirar. Continue acompanhando!

Fachadas de casas simples e pequenas: tipos de revestimentos

Como explicado até aqui, para conseguir fachadas de casas simples e pequenas é preciso apenas alguns passos: um bom projeto, a escolha do estilo da decoração e o cuidado em balancear todos os elementos dessas composições. O último “estágio” da criação dessas fachadas, no entanto, é tão importante como os demais. É a escolha dos tipos de revestimento das paredes ou muro, que dará o tom da decoração como um todo.

  • Pintura

A primeira alternativa para uma fachada, e uma das mais comuns, é a pintura. Afinal, esse método é um dos mais baratos. Tem também utilização fácil. Com os tipos de tintas presentes no mercado é ainda possível criar diferentes texturas e efeitos, fugindo do “mais básico” quando este for o objetivo.

Quando a escolha for por esse tipo de revestimento, é importante também tomar alguns cuidados. Como a escolha da tinta: o melhor é que ela seja resistente ao sol e à umidade. Ainda assim, a tinta exige manutenção, normalmente de algumas demãos ao longo dos anos. Casas com muita umidade, no entanto, devem aproveitar de outro tipo de fachada, pois a tinta dificilmente será duradoura nesse ambiente.

  • Madeira

O uso da madeira é algo que pode criar um visual charmoso, mas também deve evitado em espaços de muita umidade e sol. Isso porque o material “queima” e “incha”, demandando manutenção ainda maior. Porém, se seu imóvel não sofre com esses aspectos, ou se você está disposto a “correr o risco”, a madeira pode agregar demais à fachada!

Nas janelas, por exemplo, a madeira cria um visual colonial e mais clássico. Se aplicado diretamente na parede, e com tonalidades mais claras, cria-se, por outro lado, a sensação de aconchego e modernidade. Agregar esse material a jardins verticais tem resultado ainda mais bonito. As portas em madeira são igualmente interessantes.

A madeira também pode ser envernizada e impermeabilizada, o que garante maior durabilidade. O cuidado contra cupins também deve existir, mas essas modificações logo na construção costumam ser suficientes

Coberturas “secas”

Dentre os revestimentos mais clássicos e “secos” para uma fachada estão o concreto, tijolo e pedra. O concreto, por exemplo, é um recurso barato, e pode ir além da cobertura lisa. Nesse caso, camadas e “rabiscos” na parede criam as aspecto diferenciado. O uso de blocos de concreto, aliás, é igualmente possível, e nesse caso cria um resultado mais rústico.

O tijolo aparente, por sua vez, tem um visual mais colonial. Isso claro, desde que os tijolos sejam do tipo colonial, pequenos e trabalhados. O resultado é cuidadoso e charmoso.

Já o uso de pedras pode ter efeitos bastante diversos, variando do delicado proporcionado por pequenas pedras, ao rústico de pedras maiores e mais desiguais. Basta apenas escolher o tipo que melhor se adequa à sua preferência. As pedras ainda têm como vantagem a durabilidade e pouca necessidade de manutenção.

  • Porcelanato

A cobertura de fachadas com o porcelanato ainda não é algo tão comum quanto a pintura, o que torna a opção ainda mais interessante. Afinal, seu imóvel terá um visual diferente dos demais. O porcelanato é uma das opções mais interessantes para ambientes de muita umidade, pois ele é impermeável e resistente ao calor e a impactos. Suas cores e estilos são bastante variadas, e então é possível adequá-lo facilmente ao seu objetivo.

  • Aço corten

O aço corten é um material de aparência enferrujada que atrai a muitos. Essa aparência, aliás, é responsável por garantir maior durabilidade, e com efeito moderno.

  • Vidro

Dentre todos os tipos de revestimento para fachadas de casas simples e pequenas, o vidro é o que oferece o efeito mais elegante. O material proporciona a sensação de poder, e por isso é também moderno. Nesse caso, é fundamental aderir a um vidro de segurança, como o temperado, laminado ou outros. Esses têm maior resistência a impactos, e então garantem durabilidade e segurança no dia a dia.

Outra vantagem do vidro é a luminosidade interna que o material proporciona. Assim como o isolamento térmico e acústico. Ele pode ser aplicado no muro, parede, janelas e portas.

De qualquer forma, é importante lembrar que o componente permite a visualização interna do imóvel, mesmo que pequena – afinal, o vidro esfumaçado ou mais escuro bloqueiam parte dessa visualização. Se esse não for o objetivo, é mais interessante aplicar o vidro em detalhes da fachada, e não como material principal da composição. Lembre-se ainda que ele deixa passar raios solares, destacando a necessidade de escolha por um material que bloqueie o calor.

Fachadas de casas modernas

Fachadas de casas modernas, geralmente, têm uma característica destacável: formatos incomuns. Não incomuns estranhos, mas sim diferente das bordas apenas quadradas de uma construção. Isso significa que é possível perceber contornos arredondados, ou triangulares da fachada. Algo como as grandes obras de arquitetura de Oscar Niemeyer – guardadas, é claro, as devidas proporções.

Outro aspecto importante das fachadas modernas são os revestimentos. No mercado, é possível encontrar os mais diversos materiais, que criam efeitos elegantes. Como a madeira, que dá aspecto mais luxuoso ou rústico, dependendo da sua textura.

O uso do vidro, por outro lado, dá origem a um visual clean e elegante. Enquanto pedras na fachada criam aspecto diferenciado. Já o aço tem efeito ainda mais impactante e moderno.

Pinturas e rebocos, mais comuns, também podem dar origem a fachadas modernas. Aqui, porém, é necessário optar por outras opções de paisagismo. Como o uso de plantas, ou os formatos diferenciados da estrutura, como já citado. Estes serão os elementos responsáveis por criar o diferencial do imóvel.

Muitas das fachadas deste tipo não contam com muro. Apenas um jardim em frente, bem cuidado, tem efeito mais interessante. O visual remete às clássicas casas norte-americanas. Caso o modelo não seja possível, porém, você pode investir no cuidado com o muro. Escolher materiais diferentes do concreto e pintura terão repercussão incrível!

Fachadas de casas simples

O “truque” principal para criar fachadas de casas simples é investir em elementos convidativos a entrar. Ou seja, uma decoração que torne o visual aconchegante. Como um jardim minimalista e com belas plantas. O cuidado no exterior sugere igual cuidado interior imóvel.

Assim, é interessante investir, por exemplo, em um telhado decorativo. O simples fato de pintar a estrutura torna-a mais atraente e bonita. Se formato inclinado é dos mais clássico. Já trechos retos da estrutura podem dar aspecto mais moderno e também imponente ao imóvel. Assim, mesmo que simples, ele vai se destacar na vizinhança.

Na pintura das paredes, cores neutras são as mais atrativas, pois aumentam a sensação de bem-estar visual. Ou seja, o nude e o branco são as mais indicadas para este tipo de fachada. Os tons claros também são indicados para o muro, inclusive num portão ornamentado. A menos que você deseje manter a fachada sempre à vista. Nesse caso, o cercado pode ser feito em vidro. Além de resistente, o material é muito elegante.

Você também pode inserir um caminho de pedras até a porta de casa. O cuidado com este detalhe potencializa bastante o visual do imóvel, uma vez que sugere, novamente, minimalismo. Toda e qualquer característica minimalista tem resultado incrível para fachadas de casas simples.

Fachadas de casas pequenas

Fachadas de casas pequenas têm um pequeno “problema”: não é interessante “carregá- lo” demais. Ou seja, nada de inserir detalhes e ornamentos demais no visual. Caso você opta por um jardim, tenha o cuidado de escolher tom claro para as paredes. Nesse caso, evite também aplicação de pedras, ou tijolos decorativos.

Por outro lado, caso não tenha um jardim, a fachada pode ganhar cores mais intensas. Desde que o telhado permaneça numa cor claro, para que o aspecto não fique “pesado”.

Aliás, o teclado é parte importante de fachadas de casas simples. Colocá-lo à vista vai criar novo detalhe ao visual, e por isso vai demandar maior cuidado. Especialmente na manutenção da estrutura – você não deve deixá-la “encardir”, por exemplo. A água da chuva e ação do sol costumam ter esse efeito maléfico ao longo do tempo.

Já a opção por deixar o telhado escondido demanda menor trabalho conservação. Neste caso, porém, é fundamental criar outro ponto focal na fachada. Como aplicação na parede ou muro, ou um gramado frontal bem aparado.

Numa casa pequena, é também comum inserir garagem logo na entrada do imóvel. Aqui, é fundamental ter o cuidado de cobrir a garagem. Isso para que o automóvel não sofra ação direta de fatores naturais quando estacionado.

Fachadas de casas térreas

Fachadas de casas térreas costumam ser mais simples de trabalhar. Para deixá-las mais bonitas, o primeiro passo é utilizar um caminho de pedras. No mercado, existem diferentes tipos deste material, cada um com um visual diferente. Ter este cuidado torna os espaço mais convidativo e atraente.

Neste tipo de imóvel, os telhados quadrados costuma ser os mais interessantes. Afinal, o aspecto é mais imponente e moderno. Não há método mais cativante, porém, do que investir numa iluminação noturna. Posicionar lâmpadas brancas para iluminação intensa da fachada tem ótimo resultado. Especialmente se elas forem direcionadas para pontos específicos, e combinadas com plantas de paisagismo.

Se a pintura do muro e/ou paredes for branca, há a incrível opção de investir em iluminação colorida. Luzes verdes, por exemplo, criam a sensação de frescor e tranquilidade. O roxo, por outro lado, é mais vibrante e convidativo a visitas.

Peças de vidro são igualmente interessantes em fachadas de casas térreas. Deixando visíveis partes internas da casa, o material tem resultado elegante e encantador. Assim, pode ser utilizado em grandes janelas, ou na porta frontal. Em situações deste tipo, é mais vantajoso ter estruturas e inteiramente em vidro, ao invés de emoldurá-las em madeira.

A principal vantagem de um imóvel está na facilidade de locomoção. Por isso, ela é ideal para a moradia de crianças e pessoas idosos. Afinal de contas, a existência de uma escada poderia aumentar as chances de quedas destes indivíduos.

Fachadas de casas populares

Quando você ouve “casa popular”, provavelmente pensa num imóvel simples e igual a diversos outros num mesmo lote. Afinal, esse tipo de construção se tornou comum com programas de habitação do Governo Federal. Apesar de popular, porém, uma casa desse tipo não precisa ser igual à outras, nem “sem graça”.

Para fachadas de casas populares, é uma boa pedida investir em vasos de plantas. Ornamentadas, as peças conseguem levar a natureza para esses ambientes, mesmo que muitas vezes o espaço seja diminuto. Além desse, uma ótima alternativa é colorir a fachada com pinturas específicas, inclusive criando padrões. Você pode, por exemplo, inserir pintura de cor mais clara, e investir em apenas uma faixa de cor intensa.

Um recurso igualmente bonito é fazer um caminho de pedras. Como em muitas das outras, as fachadas de casas populares ganham ar de cuidado e minimalismo com este recurso. Criando um trecho a ser percorrida, dá-se também a ideia de acolhimento das visitas.

Atenção ainda às janelas do seu lar. O vidro em toda a estrutura tem resultado visual bastante mais atrativo que o metal. É também mais simples de ser conservado, especialmente se comparado a peças de madeiras. Isso uma vez que a madeira tende a inchar com a umidade e queimar ao sol.

Fachadas de casas com telhado

Como citado em tópicos anteriores, o telhado de um imóvel faz enorme diferença em seu visual. Caso esteja manchado e desgastado, por exemplo, pode fazer parecer que toda casa também o está. Assim, é sempre interessante conservá-lo bem. Além de escolhê-lo com cuidado.

O mercado oferece diversas opções de telhados. Como o uso do teclado clássico, aparente. Há também o teclado embutido, que não aparece e deixa os contornos da casa. Além do teclado misto, que mistura as duas alternativas anteriores.

Na decoração, a opção mista costuma ser a mais atrativa. Para utilizá-la, você pode optar por deixar o telhado do hall de entrada exposto. Isso ainda vai criar certa proteção na parte frontal da casa, contra o sol e a chuva. Já o telhado da garagem, inserido embutido, cria um contraste interessante na fachada. Basta apenas utilizar a criatividade.

Para que a aparência visual do telhado seja mantida, é preciso cuidado em sua instalação. Sua construção deve ser realizada, por exemplo, com sistema para o escoamento da água da chuva. Caso não seja bem estruturado, esse sistema pode evitar problemas como a infiltração.

Os tipos de telha também precisam ser escolhidos com atenção. Isso porque cada uma delas tem visual bastante diferente. A colonial é a mais comum, com efeito clássico. A ardósia retangular, por outro lado, tem resultado minimalista e elegante. Já a esmaltada produz certo brilho, enquanto a translúcida deixa passar luz à parte debaixo da instalação. As cores de cada a peça também influi bastante no resultado das fachadas de casas com telhado.

Fachadas de casas simples com varanda

Ter uma varanda em casa é um privilégio. O espaço pode funcionar pode funcionar bastante bem para o descanso, com uma rede ou cadeiras de balanço. Pode ainda ser um espaço para cultivar plantas que não requerem muito sol, e que podem decorar belissimamente a parte frontal do imóvel.

Na hora de decorar fachadas de casas simples com varanda, é importante combinar seu visual. Combinar com os tons de pintura e decoração da entrada, e com o ambiente frontal à ela. A combinação, no entanto, deve ser feita por meio do balanceamento de cores. Se suas paredes possuem tons intensos, invista em móveis e decoração de cores claras para a varanda. Se os muros forem claros, inverta essa lógica com os objetos.

Uma varanda precisa também ser convidativa. Por isso, é interessante contar com móveis confortáveis, sejam eles bancos ou sofás. A escolha, de qualquer modo, deve considerar a incidência da chuva e do sol na área. Os materiais de cada objeto precisam ser adequados a cada incidência, para que não se desgastem tão facilmente. Um espaço com muitos raios solares, por exemplo, não será tão interessante com móveis de madeira. Afinal, as peças tendem a “queimar” com o calor.

Outro ponto fundamental é inserir no local iluminação adequada. Não muito intensa, para que não “cegue” os indivíduos à noite. Nem muito fraca, pois deve permitir a fácil visualização do local. A meia-luz costuma ser a solução ideal.

Fachadas de casas com portão

Quando sua casa possui um muro, vai precisar, necessariamente, de um portão. O visual da estrutura, no entanto, não precisa “perder” nada com o acessório. Pelo contrário: pode ser ainda mais destacada e bonita.

Isso porque existem diversos materiais e modelos de portão disponíveis aos consumidores. Os mais comuns são os de ferro, que bloqueiam por completo a visualização interna do lote. As peças com grades são igualmente clássicas, podendo formar diferentes desenhos com suas barras de ferro. Portões de madeira são igualmente interessantes e bonitos, apesar de mais pesados. Assim como os de vidro, que criam visual mais elegante e moderno.

Além do material de que é feito, um portão pode ter diferentes efeitos de acordo com sua abertura. O portão de abrir é o que possui estrutura mais básica. Ele requer espaço interno para sua abertura, uma vez que é puxado em direção a este espaço.

Já as peças de correr deslizam para o lado. Elas são as ideais para otimização do espaço. Isso pois não necessitam do espaço interno do lote, como a opção anterior. Por fim, a alternativa basculante tem abertura para cima, e é a opção mais imponente da peça.

Além disso, os portões podem ser instalados como manuais ou automáticos. Tudo depende do desejo de comodidade do consumidor. As alternativas, porém, não influem tanto na decoração das fachadas de casas com portão.

De qualquer forma, a escolha pelo portão automático deve ser realizada com cuidado. É preciso regular bem o tempo de abertura e fechamento da porta, para que a segurança e privacidade de casa seja conservada.

Fachadas de casas de campo

Finalmente, existem as fachadas de casas de campo. Geralmente, as frontes tem aspectos mais rústicos, mas nem por isso precisam ser menos requintados. Para isso, você precisa investir, primeiro, na iluminação do espaço. O melhor resultado é obtido quando ela oferece visual quente, aconchegante. Especialmente porque o campo costuma ter temperatura climática mais fria. Assim, as peças mais interessantes são de luzes amarelas.

Os detalhes da fachada são igualmente importantes. Um belo visual pode ser obtido por meio do uso da madeira, que automaticamente já remete ao campo. Pedras aplicadas nas paredes ainda trazem pouco mais da natureza para perto, inclusive criando certa rusticidade.

Tijolos à mostra tem resultado mais aconchegante. É fundamental, porém, que os tijolos sejam decorativos, e não os comuns de alvenaria. Do contrário, o imóvel poderá parecer não acabado. Outros elementos naturais, como a palha e plantas, em vasos especialmente, podem ter efeito incrível!

Por fim, é sempre bom ter uma varanda posicionada na fronte da casa de campo. Sentar neste espaço, quase ao ar livre, é ótima opção de lazer. Se possível, insira ainda uma fogueira, ou bloqueador de vento numa das extremidades deste espaço. Assim, mesmo à noite será possível aproveitar o ar puro da fachada.

Confira algumas fotos e se inspire para criar sua fachada:

Fachada de casa com coqueiro e portão de vidro

Casa branca com calçada branca

Casa com ótima arquitetura com detalhe em árvore vermelho

Casa com arquitetura moderna com detalhes em madeira

Casa com detalhes arredondados e detalhes em vidros.

Casa com 2 portões e detalhes com tijolinhos à vista

Casa americana

Casa luxuosa com detalhes em vidros e porta de madeira

Fotos de casas fachadas de frente

Veja também

Fachada de casa moderna bonita pequeña dos niveles

Fotos de casas de dois andares simples

Fachadas de casas simples com varanda

Fachada de casa moderna de vidrio

 

 

Single family small house

você pode gostar também
1 comentário
  1. Eduarda Diz

    Uma fachada mais linda que a outra. Um sonho!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.