Que atire a primeira pedra quem nunca abriu o armário e achou que não tivesse roupas para vestir! Mesmo com o guarda-roupas lotado, temos a impressão de quem ele está vazio. E não é por falta de opção, a realidade é que temos muitas coisas que deixamos de gostar, que não servem mais ou que não sabemos como combinar.

É ai que o armário cápsula entra como solução. E você já ouviu falar sobre ele? Hoje vamos sanar suas dúvidas sobre essa técnica que vai te ajudar a ter um closet organizado e bem aproveitado, confira:

O que é o armário cápsula?

O conceito de armário cápsula surgiu em 1970 e foi criado pela estilista Susie Faux. A ideia principal desse método é permitir construir um armário composto por poucos itens que sejam atemporais e essenciais e que possibilitem inúmeras combinações.

Assim, você teria um guarda-roupas eficiente e muito versátil. As combinações são maximizadas e você ganha a possibilidade de usufruir de todas as peças disponíveis. Uma técnica prática e que vai fazer bem a você e ao seu bolso.

Esse conceito ganhou mais popularidade em 1985 quando a estilista Donna Karan lançou uma coleção com apenas sete peças que se complementavam, colocando em prática o conceito de Susie.

Com essa técnica, você terá uma quantidade limitada de peças e criará combinações apenas com elas. É ideal tanto para homens quanto para mulheres. Existem versões que admitem 24 ou 33 peças a cada três meses e um que permite 50 peças por ano.

Algumas regrinhas para o armário cápsula:

Para ter um armário cápsula que funcione, você precisa seguir algumas regras que irão te ajudar a não perder nenhuma das vantagens que esse método tem a oferecer. Confira:

1- Comprando Roupas

Quando você sair as compras, precisará ter em mente quais são as roupas disponíveis no seu guarda-roupas, pois as peças novas deverão permitir combinações com o que você já tem. Faça um exercício sempre que segurar uma peça na mão, repita perguntas como: “Essa calça combina com as camisetas que eu tenho?” caso a resposta seja negativa, continue sua busca por um outro item, se for positiva, se jogue e leve para casa!

Além disso, é preferível que você opte por padrões e formas clássicas, pois eles são atemporais e se mantém firmes por muito mais tempo. Já as estampas da moda, passam muito rápido e quando trocar a estação, você vai perder aquela peça.

2- Número de peças

Não existe uma regra para a quantidade ideal de peças, mas a ideia é ter uma quantia que permita inúmeras combinações. Por isso, não será necessário um grande número de roupas. Com 12 peças bem selecionadas, como 3 calças, 6 camisetas e 3 calçados, você terá disponível 54 looks diferentes. Serão dois meses sem repetir a mesma combinação. Com 50 peças, você poderá aproveitar o ano todo.

3- Pensando nas cores

A cor das peças é primordial para a criação do seu armário cápsula. Você precisa investir em tons mais neutros e que combinem facilmente entre si. Cores vivas e chamativas tornarão essa tarefa muito difícil já que não são muito versáteis. Preto, marrom, cinza, caqui, azul-marinho conseguem combinar com tudo e são as melhores apostas.

Comece por elas e depois pense em algumas peças coloridas que combinem facilmente com esses tons.

Mas nada te impede de ter alguns itens de destaque, como uma camiseta com uma estampa divertida. Eles poderão dar um toque especial ao look de vez em quando. Tenha em mente que peças assim vão expandir o seu armário, então compre-as com cuidado.

4- Pensando na sua necessidade

Esse é o ponto fundamental para o armário cápsula. Ele não é algo definido rigorosamente, podendo ser adaptado para cada estilo de vida. Você tem duas opções, a primeira é investir em peças de acordo com o dress code do seu trabalho e usá-la todos os dias. A segunda, você pode criar pequenas cápsulas dentro do seu armário, ou seja, organizar conforme as atividades que você desempenha, como trabalho, esportes e as roupas para ficar em casa relaxando.

A opção dois, é mais indicada para quem tem uma vida mais movimentada e sabe que não pode usar as mesmas roupas em cada uma das situações. Dessa forma, a quantidade de peças se torna um pouquinho menos restrita, mas nada de exageros, ein?!

5- Desenvolvendo seu estilo pessoal

Com o armário cápsula, você poderá conhecer melhor o seu estilo pessoal. Conseguindo identificar se você é mais moderno, sofisticado ou despojado. Quando estiver começando, é interessante seguir por um caminho mais seguro, usando roupas básicas e combinações clássicas.

Conforme você for pegando o jeito, você vai poder inserir um pouco do seu estilo nas combinações e na escolha das peças.

Vantagens de um armário cápsula

Pode parecer que não, mas ter um armário limitado vai te apresentar muitas vantagens. Com ele, você poderá aproveitar melhor as roupas que já tem e economizar. Quem nunca comprou uma blusinha por puro impulso? Elas acabam ficando paradas no nosso guarda-roupas porque não era realmente o que precisávamos no momento. Outro ponto importante, é que ter muitas opções dificulta a criação de combinações.

Você vai ter muito mais facilidade na hora de escolher suas roupas, pois a variedade é bem menor. E fique tranquilo, caso você sinta falta de alguma peça, você pode, livremente, comprá-la, desde que seja um item coringa que proporcione ótimas variações.

Peças indicadas para cada guarda-roupas

Homens e mulheres contam com necessidades diferentes, sem contar que o armário feminino possui mais opções como vestidos e saias. Para te ajudar com o seu primeiro armário cápsula, fizemos uma seleção de peças que não podem faltar.

1- Armário Feminino

O armário feminino é um pouco mais complexo e pede por mudanças em todas as estações. No primavera, você pode optar por um vestido longo soltinho, um vestido jeans curto, uma blusa preta, blusa de alcinha, saia longa lisa, calça jeans, um shorts, rasteirinha, sapatilha e um tênis.

Para o verão, invista em vestidos soltinhos lisos e estampados, regata básica, blusinha estampada, shorts liso, camiseta lisa, vestidinho de alcinha, rasteirinhas e tênis. No outono, não pode faltar uma camisa jeans, camisa preta, blusa preta, cardigã preto, calça legging, vestido jeans e vestido de moletom, fora os calçados, como tênis e botinha.

Por fim, o inverno conta com bata jeans, vestido de lã, calça de veludo, blusa de moletom, blusão, casaco em cor neutra e sobretudo.

2- Armário Masculino

As estações do ano pedem por peças diferentes. No verão e na primavera, o guarda-roupas masculino pode contar com 12 peças específicas e que sejam mais leves e frescas, como: regata preta, camiseta colorida, camiseta neutra, short, bermuda, bermuda jeans, camisa polo, camiseta de linho, pijama de manga curta, chinelo, tênis e um sapato.

Já no outono/inverno, você precisará de: camiseta branca, camisa jeans, suéter preto em gola V, calça jeans clara, calça jeans escura, blusa de moletom, conjunto de tactel, jaqueta grossa, cachecol, pijama de frio, tênis e sapato.

Agora que você conheceu melhor essa técnica, que tal testá-la no seu armário? Você ganhará agilidade e praticidade no dia a dia. Sem contar que todas as suas roupas serão usadas e terão uma utilidade. Chega de guarda-roupas abarrotados e bagunçados.

O armário cápsula é um estilo de vida incrível de ser adotado. Você não vai se arrepender!

Write A Comment