Você já ouvir falar disso e não sabe do que se trata o beiral de telhado? Pra que ele serve? Quais são suas funções?

É estranho, não é? Pra que deixar uma pontinha de sobra de telhado na sua casa? Não é desperdício de material e dinheiro?

Saiba que ele possui sim, uma funcionalidade, mas não apenas isso, também é algo que aumentar o nível estético da sua casa.

Quer saber mais? Continue a leitura sem precaução.

Beleza e funcionalidade, o beiral de telhado

Durante a história, as construções arquitetônicas foram se tornando cada vez mais e mais complexas, incorporando vários tipos de elementos, sejam funcionais ou simplesmente estéticos. O telhado também não escapa disso, o primeiro elemento que vem à cabeça quando o quesito é funcionalidade e estética, é o beiral. O beiral pode ser usado tanto como elemento estético e decorativo, quanto uma forma de proteção da vida útil da construção.

Em Portugal, os beirais eram mais utilizados para embelezar a construção do que para protegê-la.  Entretanto, quando eles começaram a construir obras aqui no Brasil, perceberam que a incidência de raios solares era mais agressiva do que em Portugal. Por isso começaram a adotar beirais como solução para proteção contra os raios solares e da água das chuvas.

O que é beiral de telhado?

O chamado beiral de telhado é o prolongamento para além da vedação vertical externa, elas são as últimas fileiras de telhas que se formam na aba do telhado, a “pontinha” que fica sobrando na telha. Pode ser feita tanto com madeira ou também pode ser uma pequena laje inclinada de concreto.

Se o telhado possuir um beiral, não uma platibanda, a calha fica fixa a ele.

Tamanho do beiral de telhado

O tamanho e dimensões do beiral variam bastante e necessitam ser proporcionais à edificação, já que a ajuda a protegê-la, proporcionando sombra e um ótimo equilíbrio estético.

Nas casas, é recomendável o uso de 80 cm de beiral. Se caso dono da obra desejar uma maior, se deve ficar atento a alguns códigos municipais de obras no requisito de área construída, que é toda a área recoberta por telhado, exceto beirais, até certo limite de largura, que pode ser de cerca de 1 metro.

Entretanto, essa medição varia de município para município, algumas cidades podem aceitar beirais de 1 metro, em outras 0,69m e ainda outras que aceitam 1,20m!

Cuidado para não se confundir

Não confunda varandas ou alpendres com beiral. Mesmo sem o uso de pilares, espaços de telhado aonde uma pessoa pode ficar são consideradas áreas construídas.

Se o beiral for feito com peças de madeira, é fundamental prever o seu revestimento, tanto nos vãos das telhas, como na parte inferior do beiral. Um beiral sem revestimento é porta de entrada de animais para o interior do telhado, gerando dores de cabeça para qualquer morador.

Os beirais não são recomendados para edificações que ultrapassam limites de algum terreno, para que não ocorra a invasão nas propriedades vizinhas. Em casos assim, se usa platibandas ou calhas sobre a parede da divisa.

Vantagens na adoção do beiral

Uma das principais funções do beiral é evitar que a água escorra sobre a fachada.  Como um dos maiores inimigos das obras de construção civil é o excesso de água ou umidade, os usos de beirais prolongam surpreendentemente a vida útil das paredes e revestimentos externos, sem contar que a pintura quanto à própria alvenaria estarão totalmente livres das influencias intempéries das chuvas.  Além disso, graças a sombra projetada à partir do beiral, ajuda a proteger as paredes dos raios solares. Evitando calor desnecessário dentro do ambiente.

Mas é válido salientar o fato que essa proteção contra intempéries é apenas parcial. Já que necessitaria um beiral com dimensões extremamente maiores para proteger totalmente a casa contra as ações da natureza, além de torná-la muito sombria.

Além da proteção contra intempéries, o beiral oferece proteção para paredes e janelas, como em peles de vidro das fachadas.

Telhados embutidos x telhados com beirais

A diferença mais critica entre os dois, é o seu preço.

O telhado com beirais geralmente necessitam de telhas coloniais ou outro tipo de modelo mais caro. Além disso, toda a estrutura da casa precisa ser mais resistente por causa do peso das telhas, que são bastante pesadas. Tudo isso, consequentemente, eleva o preço da obra. Entretanto, como já dito anteriormente, oferece mais proteção para a vida útil do edifício.

No caso dos telhados embutidos, é possível utilizar as telhas de fibrocimento, que são mais leves, baratas e fáceis de instalar. Por isso, as cargas da estrutura diminuem consideravelmente, barateando o projeto todo. Porém, esse tipo de telhado é mais expostos a intempéries, absorve muito calor, que por sua vez transmite por toda a residência, tem maior risco de infiltrações e menos proteção na pintura da casa, sendo necessário repintar muitas vezes conforme o tempo for passando.

Platibanda x Telhado com beirais

A platibanda é uma espécie da continuação da parede externa, se assemelhando a uma mureta feita após o fim da construção das paredes e lajes.  Seu objetivo principal é esconder o telhado.

Aliás, a platibanda tem menos funcionalidade do que os beirais. Ele é mais usado para projetos arquitetônicos que buscam mais a beleza e sofisticação do projeto, pois apresentam um aspecto mais “geométrico” e mais limpo à obra. Além disso, possuem preço mais barato em comparação aos beirais.

Entretanto, ela permanece mais exposta à ação de chuvas e dos raios solares, sendo necessário repintar com mais frequência, além de um sistema de escoamento eficiente para descida da água.

A platibanda pode ser mais barata no quesito construção, mas é mais cara quando o assunto é manutenção. Já que ela tem mais riscos de infiltrações e menos proteção contra as ações da natureza, sendo uma obra mais cara em longo termo.

Agora, o beiral de telhado oferece mais funcionalidade do que a platibanda e como já foi dito anteriormente, proporciona mais proteção contra intempéries, aumentado à vida útil da obra.

Apesar do alto custo da construção do beiral, ele tem baixo custo de manutenção, tanto no telhado quanto das pinturas externas.

Tipos de beirais

Elas podem ser de madeira ou metal, ser uma extensão em balanço da laje ou das telhas metálicas, de barro ou de cerâmica da cobertura.

Encerrando

E aí? Todas as suas dúvidas foram respondidas? Maravilha!

Saiba que se optar por usar os beirais de telhado, será mais uma carta na sua manga para prevenir manutenções na sua casa, algo que gasta dinheiro e tempo.

Gostou do texto? Então compartilhe para que mais pessoas aprendam sobre esse detalhe do nosso dia a dia.

Write A Comment