5 dicas de como decorar seu jardim e deixá-lo encantador

O pátio de uma casa pode ter várias serventias. Quase sempre, os designers propõem que toda a área livre disponível seja transformada em “massa verde”.

Isso porque as plantas valorizam muito a arquitetura das edificações; fora que o contato com a natureza faz muito bem para a saúde humana. Mas um jardim não precisa ser apenas repleto de flores e folhagens. Ele pode ter também equipamentos e elementos de decoração.

TT Interiores

Quais as diferentes funções que pode ter um jardim

O jardim de uma casa pode ser apenas contemplativo. À vista disso, ele serviria somente para ser admirado pelas pessoas. Teria muitos cenários diferentes, todos conectados por percursos e áreas para descanso.

E, nesse caso, as espécies verdes – assim como outros elementos, como a água e o fogo – ficariam em primeiro plano, sendo de extrema importância para o desenho da paisagem.

Alalou Paisagismo

Agora, os jardins também podem ser pensados para ter outras funções. Se neles fossem inseridos certos equipamentos, os espaços, então, poderiam servir para a prática de exercícios, por exemplo.

Ou talvez para o relaxamento do corpo e meditação. Emais: produção de legumes, frutas e temperos; culinária, divertimento e confraternização. E, por fim, pedagogia e aprendizagem. As opções são mesmo ilimitadas!

Eliane Mesquita

1- Que tipos de equipamentos podem ser instalados nos jardins

Devido às limitações de espaço, as áreas abertas de imóveis nas grandes cidades são altamente valorizadas. Porém, muitas vezes elas não são corretamente bem tratadas. Em um jardim comum, entre árvores e canteiros de flores e folhagens, muitos equipamentos podem ser instalados.

Mas isso vai depender do gosto e das necessidades do proprietário, assim como da proposta do arquiteto paisagista.

Não se pode cobrir todo um pátio com piso; ou ter uma piscina de fora a fora. Certa porção de solo deve ser destinada aos canteiros. O motivo não é baseado na questão da estética do projeto.

Na verdade, tem a ver com ajudar a escoar parte da água das chuvas que caem nos terrenos para a terra, diminuindo o fluxo no esgoto pluvial, evitando alagamentos e garantindo a manutenção dos lençóis freáticos.

Revista Viva Decora

Em parte, por tudo que foi dito antes, os municípios estipularam, por meio de seus códigos de edificações, uma área conhecida como “recuo de jardim”.

Essa foi a melhor solução encontrada para que as pessoas tivessem árvores e outras espécies naturais plantadas em suas casas, melhorando a qualidade de vida nas cidades.

Qualquer sobra de área de terreno – considerando a subtração – deve ficar disponível para, então, os equipamentos.

Aquiles Nicolas Kilaris e Kali Arquitetura

Falando especificamente dos equipamentos para jardim, muita coisa legal pode ser feita. O arquiteto pode prever – de preferência para uma área reservada do pátio – a instalação de uma piscina ou jacuzi. Também a construção de uma quadra de esportes.

Talvez um quiosque com churrasqueira. Um coreto ou pergolada para trepadeiras. E um deque para dispor mesas, bancos, poltronas e cadeiras.

Amanda Peu e Ana Flavia Teixeira

2- Como separar adequadamente os setores de um jardim

Não precisa haver, necessariamente, uma separação entre um setor e outro do jardim. Um bom projeto de paisagismo deve saber integrar todas essas áreas.

Mas para que principalmente haja uma melhor preservação das espécies, é melhor que certas coisas sejam feitas. Por exemplo, dar limites aos canteiros – uma ideia é usar pedriscos, blocos de pedra, tijolos ou limitadores plásticos.

Outra coisa importante é fazer vários percursos bem marcados com placas de madeiras, cimento ou cerâmica;e pontuando, a cada metro, com estátuas, vasos ou luminárias.

Isso pode evitar que as pessoas pisem nas flores e folhagens ou queiram cortar caminho por sobre os gramados. É uma forma amistosa de forçar – ou induzir que elas respeitem o traçado.

Analu Andrade

3- Como decorar corretamente um jardim

Como já foi dito, o pátio de uma casa pode ter muitas funções e ser divido em vários setores diferentes. É possível que sua área seja mais ajardinada ou repleta de equipamentos instalados – isso ficará a critério do proprietário do imóvel e de seu arquiteto.

Agora, é provável que algo, em todo esse cenário, se destaque mais; um detalhe que foi pensado especialmente para valorizar o conjunto e servir de ponto focal principal.

Atelier de Paisagem

Numa área verde, o próprio colorido das flores, folhas e frutos já é, de certa forma, uma espécie de decoração.

Não por acaso, as plantas são escolhidas pelo paisagista de modo a, com o tempo, criar um panorama bonito, dinâmico e alegre. Mas, claro, tem coisas que ele pode colocar entre as espécies para deixar o local ainda mais atrativo ao olhar. E é aí que entram os elementos ornamentais.

Cristina Lembi

4- Quais ornamentos podem fazer os jardins parecerem mais bonitos

Quando se fala em decoração, as possibilidades são muitas. Atualmente, existem vários produtos a venda no mercado que servem para ambientar e ornamentar áreas externas.

Angela Meza

Entram nesta lista as lareiras, redes, balanços, mesinhas, pufes e almofadas para áreas externas; as fontes; os ombrelones; as estantes para hortas verticais; as lamparinas; e muito mais além disso.

Basta você pesquisar ou se inspirar nas imagens que trouxemos e começar a decorar seu jardim agora mesmo!

Estas dicas de decoração de jardim foram, criadas pela equipe Viva Decora.

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se concorda com isso, clique no botão ao lado. AceitarLer mais