Cozinha Vermelha: com preto, simples, pequena

Advertisements

Aplicar cores na decoração da casa é sempre uma opção interessante. Azul, rosa, amarelo, alaranjado. Os tons mais vivos dão ao ambiente maior vigor e alegria, e diferenciam-no da decoração padrão cinza-marrom-bege. Por isso, se você deseja investir numa cozinha vermelha, fez a escolha certa!

A cor vermelha é intensa, independentemente de sua tonalidade. Ela deixa a decoração de qualquer espaço mais chamativa, marcante, e transmite calor. Tanto que é tomada sempre como a cor do amor. Sua vibração é bastante alegre, e por esse motivo combina com a cozinha de sua casa.

Pense no que você realiza na cozinha. O espaço é um local onde você prepara suas refeições, normalmente com carinho para toda a família. É também o cômodo onde reúne os amigos para conversas animadas, enquanto saboreiam um petisco ou uma refeição. Ou seja: o espaço é um local de receptividade e, porque não, aconchego. O que combina bastante com as sensações transmitidas pelo tom.

Quando, então, a cor vermelha é aplicada ali, torna o cômodo ainda mais atraente. Se o tom for bastante forte, o resultado é mais moderno e jovem. Se mais claro, pode dar a sensação de algo retrô e clássico.

Por isso, é importante escolher a intensidade que mais combina com a personalidade dos moradores, e com o restante da decoração do imóvel. Se os móveis e objetos são modernos em todo o espaço, o tom forte do vermelho vai combinar com os demais cômodos e reafirmar a personalidade promovida.

Já os tons mais puxados para o rosa, mais brandos, dão à cozinha maior delicadeza, a sensação de tranquilidade mesmo com um tom quente. Combinado com peças retrô pelo resto da edificação, como espelhos redondos e peças com aparência “gasta”, o resultado é incrível!

Como fazer?

Para investir numa cozinha vermelha, é preciso primeiro definir um bom planejamento. Como o vermelho chama a atenção, sua aplicação pode ser tornar um “desastre” se não for bem pensada. Imagine, por exemplo, que sua cozinha já possua tons em amarelo berrante. Colocar o vermelho também no cômodo pode pesar o ambiente e torná-lo cansativo visualmente.

Dessa forma, a primeira opção é por aplicar o tom em detalhes. Em móveis, como um banco; na bancada do espaço; em eletrodomésticos específicos; ou então em pequenos objetos de decoração, como flores, imãs de geladeira ou jogos americanos. Essa alternativa evita o cansaço visual do ambiente, e é interessante para que o consumidor se acostume com a tonalidade intensa.

Aplicar o vermelho em armários é igualmente interessante, e cria um belo ponto focal para o cômodo. Dentre todas as opções, porém, colocar o vermelho na geladeira ou fogão costuma ser a mais “ousada”. Os eletros coloridos dão enorme personalidade ao lugar, além de serem bastante diferentes das peças comuns em branco ou inox.

Outras opções de decoração

Outra ótima dica é aplicar o vermelho na parede. Alternativa também mais “ousada”, essa aplicação pode ser feita por meio da simples tinta. Dependendo da parede, porém, é importante que a pigmentação tenha proteção contra a umidade. Sem isso, manchas poderão aparecer ao longo do tempo, estragando a decoração. A tinta com a acabamento brilhante também tende a ser mais bonita.

A escolha por pastilhas e azulejos vermelhos, de qualquer modo, costuma ser a mais comum e vantajosa. Afinal, as peças são mais fáceis de limpar, além de resistentes à umidade. A área em que esse revestimento é aplicado faz toda a diferença: numa parede inteira, cria sensação mais intensa; apenas sobre a pia, destaca a área; se próxima à geladeira, oferece belo contraste com o eletrodoméstico claro.

Os azulejos também não precisam aparecer completamente em vermelho. Peças brancas com desenhos no tom avermelhado são igualmente interessantes, principalmente se os desenhos forem flores, peças geométricas ou “bordados” estampados. Nesses casos, a cor é aplicada de modo a não pesar o ambiente, e por ser mais delicada, dá a mesma percepção retrô já citada antes.

Cuidados especiais

É importante destacar que o exagero na aplicação do vermelho na cozinha é “perigoso”. Nunca invista na cor em eletrodomésticos, armários e paredes ao mesmo tempo. A coloração vibrante, neste caso, poderá tornar o visual do espaço enjoativo.

Por isso, o ideal é sempre associar a tonalidade com cores claras. Como o branco, o bege ou o cinza. O contraste entre as colorações cria certo equilíbrio, além de um belo destaque ao tom avermelhado.

Além dessas combinações, no entanto, é possível aderir a algo mais “inovador”. Como juntar o vermelho e o preto. Por ser uma cor muito intensa, o preto cria um ambiente mais sóbrio e, ao mesmo tempo, mais moderno. Só que o uso exagerado de ambos os tons pode “pesar” o ambiente. Logo, é bom distribuir: o preto nas bancadas e prateleiras; o vermelho nos armários e bancos. E no máximo o branco ou o inox para completar a decoração. O ar de requinte é garantido!

Se os eletros da cozinha são em aço inox, a combinação com o vermelho é ainda mais bonita. Isso porque a capacidade refletora dos móveis cria um belo jogo de cores e luzes no cômodo. O cinza por si só já possui essa característica mais elegante.

Equilíbrio é a chave!

Para cozinhas integradas, ou seja, que se juntam à sala ou à copa, as alternativas de decoração são ainda mais variadas. O vermelho também pode aparecer em detalhes do segundo cômodo, ou então ser “substituído” por outra cor quente. Como o azul ou o amarelo. Assim, o tom se torna o foco da cozinha, e o contraste com outra cor intensa é bastante destacável. É fundamental, porém, não misturar as tonalidades no mesmo espaço, como já explicado. Senão, o resultado será uma confusão!

De qualquer modo, é essencial dizer que a cor requer a certeza – se você sempre preferiu peças claras e clássicas, investir no colorido pode ser motivo de arrependimento. Essa é a razão do planejamento bem feito: imagine a posição de cada objeto antes de colocar os tons em prática. Com a ajuda de um decorador ou um arquiteto, essa tarefa pode ser mais fácil. Assim como se você optar pelo uso de programas ou jogos de decoração, disponíveis na internet.

Confira algumas ideias de como investir em uma cozinha vermelha:

Armários vermelhos

Projeto de cozinha com armarios vermelhos

Pia preta com armarios vermelhos

Balcão da pia vermelho com armários brancos

 

Red Kitchen Appliances Best Elmira Works Green Kitchen Appliances Red Appliance Set Ideas

Armários de cozinha em tons de vinho

Papel de parede aplicado no armário da cozinha

Bancada central de cozinha vermelho.

Led no teto da cozinha com móveis vermelhos

Banquetas vermelhas

Cozinha inteira vermelha

Cozinha vermelha com preta

Cozinha preto e branco e vermelho

 

black and red kitchen designs Luxury Lovely Red and Black Kitchen Ideas Taste

Cozinha rustica com pintura em vermelho

 

Coifa preta com fogão em vermelho

Armários de vidros vermelhos

 

Linda cozinha em vermelho

Cozinha com chão vermelho quadriculado com branco

Banquetas vermelhas

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.