Pisos Industriais: Concreto e Epoxi

Substituir ou instalar um piso industrial dá bastante trabalho, mas nada que uma construtora experiente não tire de letra. No entanto, é preciso se certificar de que o tipo de piso industrial é o mais adequado para a sua finalidade. Isso porque existem tipos diferentes de revestimento utilizados em ambientes industriais. Ou seja, existem tipos de pisos industriais distintos para as mais variadas demandas.

Na indústria, por exemplo, em que o maquinário pesado se faz presente, o pavimento mais empregado é o de epóxi industrial. Já para as quadras esportivas, usa-se mais o piso industrial de concreto polido. Já nos locais onde há umidade excessiva, a solução mais adequada para o piso é industrial vinílico. E, por fim, o piso industrial emborrachado é mais adequado aos locais com intensa circulação de pessoas, devido a sua maior resistência e segurança.

Portanto, dependendo da finalidade do ambiente, a escolha dos tipos de pisos industriais certos vai influenciar diretamente na sua eficiência, já que possuem funções determinantes nas edificações. Além disso, eles deverão atender todos os requisitos de qualidade, resistência e durabilidade.

Sendo assim, saiba um pouco mais sobre os tipos de pisos industriais disponíveis no mercado para que você possa fazer a escolha mais adequada. Confira!

Por que os pisos industriais são importantes?

Os pisos industriais são importantes para a integridade da construção e finalidade do ambiente.
Os pisos industriais são importantes para a integridade da construção e finalidade do ambiente.

A escolha dos pisos industriais deve ser baseada inteiramente na sua finalidade, pois além de serem considerados componentes da construção por possuírem funções determinantes na edificação de um prédio, são eles que irão permitir a movimentação de equipamentos e cargas, de pessoas e de armazenamento.

Sendo assim, os pisos industriais devem apresentar a resistência necessária, para evitar a necessidade de reparos futuros que interferirão diretamente nas atividades da empresa. Além disso, os pisos industriais devem atender requisitos de qualidade e de durabilidade, exigindo alguns critérios de análise e desenvolvimento de suas etapas de implantação, são eles:

  • Análise e verificação do terreno onde serão implantados os pisos industriais, considerando diversos aspectos como compactação e drenagem;
  • Nivelação do solo onde os pisos industriais serão colocados, para facilitar sua instalação e garantir a sua durabilidade e resistência exigidas;
  • Escolha do tipo de concreto que será aplicado;
  • Tratamento dos pisos industriais com selagem das juntas;
  • Utilização de substâncias endurecedoras na superfície ou resinas acrílicas, de acordo com as exigências dos pisos industriais;
  • Aplicação de acabamentos específicos para os diferentes tipos de pisos industriais (caixas de passagem, canaletas, aberturas, etc.).

Onde os pisos industriais são construídos?

Os pisos industriais podem ser construídos em concreto simples, sobre armaduras que controlam as tensões a que serão submetidos, com os reforços necessários para suportar peso e movimentação de cargas e equipamentos, constantemente presentes em edificações industriais.

Nesse sentido, é a fundação do solo que irá fornecer a sustentação e a segurança exigida pela construção, sendo o alicerce seguro para o tipo de piso industrial que será colocado. Isso pode ser feito com diversos tipos de materiais, como sapatas, baldrames ou brocas.

Sobre essa fundação, coloca-se o subleito, preparado devidamente para receber os tipos de pisos industriais distintos, geralmente formado de uma camada resistente que possa suportar os pesos e tensões aplicados sobre eles.

Para garantir a sua durabilidade e resistência, realizam-se os ensaios do terreno, com sondagens e análise do seguinte:

  • Limites de liquidez, atendendo a norma NBR 6459;
  • Limite de plasticidade, de acordo com a norma NBR 7180;
  • Análise de sedimentação, conforme a NBR 7181;
  • Índice de Suporte Califórnia, ou CBR, conforme NBR 9895;
  • Coeficiente de recalque.

Além disso, a sub-base dos pisos industriais deve permitir certa elasticidade na fundação do piso, antes da aplicação do concreto mais adequado para cada tipo de utilização, que deve conter além de areia, pedra, água e cimento, os aditivos necessários, de acordo com a especificação do projeto.

Quais os materiais mais utilizados nos pisos industriais?

O principal material utilizado nos pisos industriais é o cimento, capaz de produzir uma reação junto da água e da areia que proporciona mais resistência mecânica. Para uma maior eficiência, são utilizados cimentos com algumas adições, que definem a sua classificação e resistência, para conseguir pisos industriais de maior qualidade, dependendo dos elementos agregados.

No entanto, é importante destacar que, os pisos industriais devem ser construídos de acordo com as necessidades da empresa, com a correta escolha dos materiais, para garantir as condições necessárias para a empresa manter o seu ritmo produtivo, sem prejuízo de qualquer atividade.

Tipos de pisos industriais

Atualmente, o mercado possui muitas soluções para pisos industriais diferentes, em acordo com as mais diversas necessidades de textura, resistência e possibilidade de pintura de cada piso.

Por isso, os tipos de pisos industriais possuem recomendações específicas se acordo com a área em que será colocado. Confira a seguir os principais tipos de pisos industriais hoje disponíveis:

1 – Pisos industriais de concreto armado

Os pisos de concreto armado, além de mais econômicos, apresentam grandes vantagens sobre os pisos de concreto simples ou asfálticos. Eles são ideais para ambientes externos ou internos, pois proporcionam um acabamento durável e de qualidade.

Além disso, apresentam maior controle de fissuras, reduzido o número de juntas em relação aos pisos de concreto comuns. Apresentam também maior planicidade, alta segurança e durabilidade com menor custo global e distância de frenagem.

Eles podem ter diferentes acabamentos, como por exemplo, vítreo, liso, acamurçado ou vassourado. Sem falar que a sua execução é rápida, assim como a sua manutenção e recuperação.

Leia mais: Piso de concreto: Armado, Polido, Intertravado, etc

2 – Pisos industriais de concreto polido

Pisos industriais de concreto polido.
Pisos industriais de concreto polido.

Muito comum em quadras e indústrias em geral, o piso de concreto polido é resistente aos mais diversos contratempos como manchas e umidade. Se não bastasse isso, esse tipo de pavimento é durável e possui um acabamento muito parecido com o piso de cimento queimado.

Este tipo de piso é perfeito para a criação de um projeto adicionando o logotipo da empresa no chão. Também é extremamente durável. Este tipo de piso industrial resiste a ácaros, bactérias, manchas, vazamentos e umidade, além de durar mais tempo do que o revestimento de epóxi.

Seu acabamento é muito semelhante ao piso de cimento queimado, embora a resistência do concreto seja bem maior do que a queima do cimento.

A única desvantagem para o concreto polido é o quão cansativo ele pode ser para seus empregados. Você pode criar algumas esteiras em alguns lugares para proporcionar uma superfície macia para que seus funcionários não se cansem, se eles ficam sobre o piso na maior parte do dia.

3 – Pisos industriais de Epóxi

Pisos industriais de Epoxi, ideais para indústrias de alto tráfego e cargas.
Pisos industriais de Epoxi, ideais para indústrias de alto tráfego e cargas.

Um dos tipos de pisos industriais mais empregados no setor industrial que opera com maquinário pesado em sua linha de produção é o Epóxi, devido a sua durabilidade. Isso porque ele é produzido à base de uma combinação de resina líquida com um composto endurecedor que se solidifica após aplicado no solo.

A sua composição é muito resistente à ação de atritos e forças, além de ser um dos tipos de pisos mais duráveis. Além disso é antiaderente, menos escorregadio e fácil de ser higienizado e mantido limpo, já que não oferece linhas de argamassa por sua extensão.

Muitos espaços industriais têm piso epóxi, porque precisam lidar com grandes quantidades de tráfego e um monte de pesos, como máquinas. No entanto, é importante ressaltar que os pisos epóxi são mais do que a simples adição de uma pequena camada de epóxi em um piso existente (pintura epóxi).

Endurecedor de superfície para pisos industriais

O endurecedor de superfície para pisos de concreto e Epóxi é um líquido de alto poder de endurecimento, à base de fluorsilicato de magnésio. Suas propriedades e benefícios, são:

  • Reforça e endurece os pisos porosos que não tiveram cura adequada;
  • Tem rápida absorção e dureza moderada;
  • Une firmemente as partículas de cimento, areia e agregados;
  • É ideal para superfícies de concreto envelhecidas;
  • Produz uma superfície respirável, compacta e resistente à abrasão;
  • Melhora a resistência à maioria dos ácidos, álcalis, produtos químicos orgânicos e inorgânicos, óleos e graxas;
  • Dificulta a penetração superficial de pó, óleo, graxa e outros agentes manchadores;
  • Reduz custos de limpeza e manutenção.

Leia mais: Piso Epóxi Industrial: Onde Comprar? Preço m2

4 – Pisos industriais com Pintura Epóxi

Os pisos industriais com pintura Epóxi são duráveis, resistente e fácild e limpar e manter.
Os pisos industriais com pintura Epóxi são duráveis, resistente e fácild e limpar e manter.

A pintura Epóxi de alta qualidade e espessura, é uma tinta de qualidade superior, normalmente variando de 180 a 300 microns, conforme o número de aplicações e densidade da tinta utilizada. É capaz de conferir ao piso industrial de concreto, excelente resistência a ataques químicos, impactos e abrasão.

O seu acabamento possui aspecto brilhante em diversas cores, sendo mais indicada para aplicação sobre pisos de concreto sujeitos a tráfego pesado, onde haja agressividade química, manuseio de óleos lubrificantes e outros derivados de petróleo e necessidade de alta assepsia no ambiente.

É comum ver a pintura Epóxi em estacionamentos públicos, como aeroportos. Ela é capaz de promover ao substrato uma proteção de categoria superior e manter sempre o aspecto agradável de seu estabelecimento, facilitando a limpeza e manutenção do local. Para a sua aplicação usa-se o poliepóxido, mais conhecido como Epóxi.

Ela é muito utilizada na indústria e para pintura de pisos industriais devido a sua alta resistência à umidade e produtos químicos, oferecendo também durabilidade e resistência à abrasão, sendo muito utilizada em indústrias químicas, automotivas, metalúrgicas, e muitos outros segmentos, em que existe alto fluxo de pessoas e equipamentos e onde o piso exija maior resistência. Além disso, a sua aplicação tanto pode ser em ambientes internos e externos expostos ao tempo.

Vantagens:

  • Rápida aplicação e cura;
  • Alta resistência a variações de temperatura;
  • Alta resistência mecânica e abrasiva;
  • Alta qualidade no acabamento;
  • Facilidade para limpeza e manutenção.

Tipos de pintura Epóxi para concreto:

A pintura epóxi é capaz de criar um acabamento durável, com belas combinações de design para o piso. Para isso, existem dois tipos de pintura epóxi para piso de concreto: a pintura epóxi em piso de concreto em uma parte e a pintura epóxi em piso de concreto em duas partes.

  • Pintura epóxi para piso de concreto em uma parte: feita em áreas de 50 cm por 50 cm por vez, com a tintura sendo aplicada na direção mais confortável, com um intervalo de 24 horas para a segunda camada, não mais que isso.
  • Pintura epóxi para piso de concreto em duas partes: pintura epóxi para piso de concreto disponível em duas cores pré-determinadas (cinza e bege), com duas partes que devem ser misturadas por três minutos antes de sua aplicação na superfície do piso, preparado com produto ácido apropriado para ajudar na adesão da tinta no chão.

Leia mais: Tinta Epóxi: Piso, Preço, Guia Completo!

5 – Pisos industriais com Epóxi Autonivelante

O piso Epóxi Autonivelante é mais indicado para áreas onde é necessário um grande nível de assepsia, assim como alta resistência a ataques químicos e abrasivos, suportando trânsito de leve a elevado (pessoas, empilhadeiras e veículos pesados).

O sistema autonivelante possui propriedades de alta fluidez e auto-acomodação proporcionando um acabamento vítreo garantindo assim total proteção ao substrato, com espessuras variando entre 2 a 5 mm. Ele é altamente recomendável para laboratórios, indústrias farmacêuticas, hospitais, indústrias alimentícias entre outras.

Vantagens:

  • Alta resistência química e abrasiva;
  • Alto desempenho mecânico;
  • Aumento na rigidez das superfícies;
  • Aplicação prática e rápida;
  • Aspecto vítreo da superfície;
  • Aplicável sobre variados tipos de substrato;
  • Facilita a limpeza e manutenção da área, extremamente asséptico;
  • Resiste a trânsito pesado;
  • Possui camada única de maior densidade e textura lisa;
  • Acabamento em diversas cores.

5 – Pisos industriais com Epóxi Multicamadas (Multilayer)

Pisos industriais Epoxi multicamadas são altamente duráveis e resistentes.
Pisos industriais Epoxi multicamadas são altamente duráveis e resistentes.

O piso Epóxi Multi Camadas é um revestimento de alto desempenho, indicado a inúmeros ambientes industriais, que consiste na aplicação de camadas sobrepostas de argamassa composta por polímeros epóxi adicionados a cargas minerais de alta dureza, intercaladas por aspersão de quartzo que se incorporam à argamassa por gravidade, propiciando assim maior dureza, regularidade e espessura ao piso industrial.

Ele também conta com a aplicação de um primer epóxi, que objetiva a maior adesão do revestimento ao substrato, variando em seu grau de espessura entre 1 mm e 3 mm, atendendo assim a diferentes solicitações de tráfego e planicidade, suportando trânsito moderado e elevado.

O acabamento em tinta epóxi de alta espessura 100% sólidos complementa o revestimento proporcionando um aspecto brilhante e alta assepsia. A combinação dos diversos elementos que constituem este revestimento de múltiplas camadas resulta em um piso de resistência superior, com padrão estético elevado e alta resistência química e abrasiva.

Vantagens:

  • Alta resistência química e abrasiva;
  • Aumento na rigidez das superfícies;
  • Aplicação prática e rápida;
  • Revestimento impermeável;
  • Alta resistência mecânica;
  • Aplicável sobre variados tipos de substrato;
  • Facilita a limpeza e manutenção da área;
  • Resiste a trânsito moderado e elevado;
  • Revestimento de alta assepsia;
  • Regularização do substrato;
  • Textura semi-lisa ou anti-derrapante;
  • Acabamento em diversas cores;
  • Aspecto brilhante da superfície.

6 – Pisos industriais de Uretano

O piso Uretano monolítico autonivelante é um dos tipos de pisos industriais de alto desempenho fabricado a base de resina uretânica, um poliuretano vegetal em água, isento de solventes e sem cheiro.

Ele oferece alta proteção contra produtos químicos sendo muito utilizado em locais onde se necessita de elevada resistência ao ataque químico, resistência mecânica a abrasão para os pisos onde o tráfego é constante e pesado além de grande resistência a impactos e choques térmicos.

Como por exemplo, áreas de processamento de carnes (frigoríficos e abatedouros), indústrias químicas e farmacêuticas, automobilísticas e onde os pisos exijam grande resistência química, altas temperaturas ou refrigeração e mecânica.

Características:

  • Argamassa uretânica antiácida, impermeável e monolítico (sem juntas);
  • Coeficiente de dilatação semelhante ao concreto;
  • Antimicrobiano (contém agentes que inibem a proliferação de biofilme);
  • Acabamentos liso ou antiderrapante;
  • Não necessita de selador;
  • Rápida aplicação e rápida cura epóxi permitindo a liberação do tráfego na área da aplicação a partir de 12 horas.

Leia mais: Piso para Câmara Fria

7 – Pisos industriais Vinílicos

Dentre todos os tipos de pisos industriais citados acima, o vinílico é o mais resistente à umidade, podendo ser instalado nas mais diversas cores. Além desses benefícios, o piso ainda proporciona mais facilidade de colocação.

No entanto, se o tráfego é intenso, o vinílico não é o piso mais recomendado. Além disso, o seu preço é bastante elevado em comparação com a manutenção de outros tipos de revestimento, e pode ser facilmente danificado. Mas, o vinil resiste à umidade e vem em uma ampla variedade de cores e padrões, sendo muito fácil de instalar e ideal para áreas que necessitem de boa aderência.

8 – Pisos industriais Emborrachados

Os pisos industriais emborrachados são ideiais para absorver impactos.
Os pisos industriais emborrachados são ideiais para absorver impactos.

Os pisos industriais emborrachados são ideais para locais com grande circulação de pessoas e veículos, além de ser altamente durável e seguro.

É antiderrapante, resistente à água, isolante, contribuindo para amenizar o som de fortes ruídos, impede a perda de aquecimento ou de arrefecimento, é hipoalergênico e ainda dispõe de resistência à incidentes como incêndio e inundação.

Além de todos esses benefícios, o piso emborrachado é conhecido por oferecer maciez para quem caminha sobre a sua superfície. Em contrapartida, a borracha tende a ter aplicações menos ideais do que outros tipos de piso industrial e é facilmente riscada. Ela também requer uma grande quantidade de limpeza.

Existem ainda muitos outros tipos de pisos industriais como o Paviflex, piso de PVC, antiderrapante, de sinteco, entre outros. Mas os citados acima são normalmente, os mais utilizados pela sua durabilidade, qualidade e resistência.

Conhecer mais sobre os tipos de pisos industriais disponíveis é essencial para acertar na escolha do tipo certo de piso para o seu espaço. Diante de tantas vantagens, o difícil é optar por um desses tipos de pisos industriais. Mas temos certeza de que você fará uma boa escolha. Até mais!

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se concorda com isso, clique no botão ao lado. Aceitar Ler mais