Sala de jantar pequena com espelho: +102 Fotos e Ideias!

Se você tem um imóvel, sabe da dificuldade em decorá-lo. Não dá para exagerar nos móveis e objetos, senão o espaço parece se tornar melhor. Se a quantidade de itens, por outro lado, é muito pequena, a casa pode parecer um pouco “sem graça”. Achar o equilíbrio é complicado, mas pode se tornar pouco mais fácil com um acessório: o espelho. Por isso, neste texto vamos explicar como decorar sala de jantar pequena com espelho. Acompanhe e descubra como criar um ambiente aconchegante, amplo e incrível!

Como decorar um sala de jantar pequena com espelho?

Espelhos são acessórios interessantes. Além de refletirem objetos e pessoas, o acessório é capaz de aumentar a luminosidade de um ambiente. Pode também tornar o espaço maior visualmente, além de destacá-lo entre todos os outros. Para obter esses efeitos, porém, é necessário seguir algumas dicas valiosas.

Como inserir na sala de jantar uma parede inteiramente coberta por um espelho. Ao tornar a divisória completamente reflexiva, você pode ampliar o espaço do cômodo. Claro, apenas visualmente, mas algo que faz grande diferença.

Como reflete os móveis que estão pelo espaço, o espelho “duplica” o objetos, fazendo parecer que estão em maior quantidade. Logo, há também a sensação de maior espaço disponível.

Ao escolher essa opção, porém, é necessário cuidado. Exatamente pela capacidade do espelho em duplicar os móveis. Caso os objetos sejam posicionados de modo incorreto, você pode acabar por refletir um quadro ou vaso de que não gosta muito. Assim, o resultado será desagradável, o que com certeza não é o objetivo.

Lembre-se também de avaliar bem o espaço de sua sala de jantar. Se ela for realmente pequena, quase minúscula, todos os efeitos do grande espelho serão perdidos. Nesse caso, ao invés de ampliar o espaço, o acessório poderá torná-lo menor.

Se, então, o espaço da sala for realmente diminuto, a melhor opção é por usar de um espaço também menor. Nesse caso, uma única peça média, ou várias pequenas, devem se posicionadas em uma só parede.

Molduras fazem toda a diferença!

Já espelhos com moldura são os mais adequados para quem deseja um visual mais retrô à decoração. Comuns em décadas passadas, o acessório pode ser colorido ou neutro, mas de qualquer modo acabará por se destacar no cômodo.

A moldura costuma ser mais interessante para espelhos pequenos. Se mais grossas, o resultado é sofisticado e interessante. Os diferentes tipos de recortes e desenhos das bordas também poderão criar diferentes efeitos. Para um bom resultado visual, basta apenas adequar o acessório ao seu tipo atual de decoração na sala de jantar.

Caso sua escolha seja por utilizar vários pequenos espelhos com moldura, o efeito será semelhante ao de uma parede cheia de quadros. Ao invés de pinturas ou desenhos, no entanto, as molduras vão exibir o reflexo do espaço. A aplicação é bastante charmosa.

Se as molduras forem de diferentes cores e estilos, a decoração ganha ar jovem e descontraído. Caso você ainda se canse da decoração após certo tempo, poderá apenas mudar o posicionamento de cada espelho, e obter um resultado completamente diferente!

Outra dica é variar no formato dos acessórios. O efeito de cada um será explicado em breve neste texto – continue acompanhando!

Que tamanho é o ideal?

Como já citado, uma sala de jantar pequena com espelho grande só é interessante se o espaço não for muito diminuto. Do contrário, o ambiente poderá se tornar ainda menor visualmente. Além desse efeito, porém, um espelho grande pode dar à decoração um visual muito clean. Nesse caso, é importante que não hajam muitos objetos a serem refletidos. Assim, mesmo “vazio”, o cômodo vai parecer sofisticado.

Já espelhos pequenos devem ser posicionados de forma a complementar a decoração, e não como ponto principal. A não ser, é claro, que seja produzida uma parede cheia de pequenos espelhos, como sugerido anteriormente. Refletindo apenas pequenas áreas, os acessórios criam um visual mais lúdico.

Por fim, há os espelhos médios. As peças são a ideiais para quem deseja criar um ambiente aconchegante e confortável. Principalmente porque eles são fáceis de combinar com a decoração, trazendo maior bem-estar ao ambiente. Mais tradicionais, eles também proporcionam ar de requinte à sala de jantar.

Formatos de espelhos

A definição do formato do espelho da decoração é outro passo importante para criar um visual bonito e elegante dentro de casa. Cada uma das formas do acessório transmite sensação diferente, além de combinar com diferentes objetos.

Os espelhos redondos, por exemplo, são mais delicados. Eles são os mais indicados quando se deseja destacar um ponto focal da sala, apontando a atenção do presente sempre àquele espaço. Se possuir moldura, o acessório pode compor muito bem um ambiente retrô, vintage, especialmente se tiver ornamentação em tons dourados ou rosa.

Espelhos quadrados, por outro lado, são mais clássicos. Eles transmitem a ideia de organização e sobriedade, e por isso são ideais para salas pequenas. Eles podem ser grandes ou pequenos, desde que reflitam o seu canto preferido do ambiente.

Claro, há ainda as peças retangulares. Acessórios nesse formato transmitem tranquilidade, podendo também serem utilizados em diferentes tamanhos. Com moldura, as peças se tornam pouco mais elegantes.

Além destes, há os espelhos com formato irregular. Suas bordas cheias de recortes pou formatos brincalhões acabam por criam uma decoração mais descontraída e moderna. Eles são os mais indicados para quem deseja um resultado jovem e diferente, fugindo do básico na hora de posicionar um acessório tão comum quanto um espelho. As formas ainda dão ao cômodo a sensação de movimento, com muita personalidade.

Onde instalar o espelho?

Para que a sala de jantar pequena com espelho ganhe em sua decoração, o melhor é que haja um parede disponível para a instalação do acessório. Isso não significa que é necessário ocupar toda a parede com o objeto. Na verdade, quer dizer que o ideal é que, quando instalado, o espelho não tenha nada diretamente à sua frente. Ele deve refletir o lado oposto do cômodo, e não algo colado a sua superfície. Do contrário, não haverá benefício algum em sua utilização.

No entanto, se você não possui áreas disponíveis, há uma solução interessante: instalar o acessório nos móveis. Cobrir a superfície de um móvel com espelho, mesmo que numa área pequena, cria um efeito incrível!

Primeiro porque o móvel torna-se único, ganhando em personalidade. Depois, porque você irá refletir espaços que talvez ficassem “esquecidos” por um acessório na parede. Assim, além de ampliar o ambiente, é possível equilibrar o peso do móvel da sala de jantar.

Outra alternativa é posicionar o espelho apenas sobre a mobília. Colocado na parte superior da parede, o acessório já consegue destacar uma parte interessante do cômodo. Contando seu posicionamento, aliás, costumeiramente ele reflete as pessoas que estarão acomodadas à mesa de jantar. O resultado pode ser de um encontro mais interessante durante o jantar. Sem contar que a possibilidade aumenta o campo de visão de todos.

Lembre-se ainda que, além de refletir o ambiente, os espelhos refletem a luminosidade. Logo, se você desejar ampliar a luz da sala de jantar pequena com espelho, deverá posicionar a peça no lado oposto ao que tem maior incidência de luz. Se o objetivo não for este, mas sim de manter a luminosidade atual, o correto é colocar o espelho de forma perpendicular à luz. Ou seja, formando um ângulo de 90°.

Cuidados para instalação

Para que os efeitos da instalação de um espelho sejam apenas benéficos, é necessário tomar alguns cuidados. Como o citado anteriormente, no caso da iluminação. Caso uma quantidade exagerada de luz seja refletida, poderá haver incômodo visual no ambiente.

Logo, é interessante fazer um teste antes de escolher o acessório: utilize um pequeno espelho e “passeie” com ele pela sala, posicionando para os diferentes cantos do cômodo. Caso você perceba um grande reflexo de luz num dos cantos, a posição em que está provavelmente não é mais indicar.

A luz do sol costuma ser bastante incômoda principalmente no horário da tarde. Se você não utiliza a sala de jantar nesse espaço de tempo, ela não deverá ser um problema. É importante lembrar, no entanto, que a luz da lua, à noite, também pode ser bastante intensa em determinados dias, como os de lua cheia.

Apesar de não ser das tão incômoda, ou quente, quanto os raios solares, a iluminação natural pode acabar por incomodar aqueles que têm olhos mais sensíveis. Dessa forma, se você desejar manter a luz natural, mas com a possibilidade de bloqueá-la, poderá instalar na porta ou janela disponível uma cortina. Mesmo que claro, o tecido irá oferecer o bloqueio de luminosidade quando necessário.

Essa cautela, aliás, deve ser tomada tanto quanto em relação à iluminação natural, vinda de uma janela, quanto no que diz respeito a lâmpadas. Se a sala de jantar possuir, por exemplo, um lustre mais chamativo, a reflexão de luz decerto poderá incomodar os olhos. Assim, os pendentes deverão ser bem avaliados antes do posicionamento do objeto reflexivo.

Cuidado com os lustres!

De qualquer forma, é importante evitar inserir na sala de jantar pequena pendentes e lustres com altura muito baixa. Isso poderá “carregar” o visual do espaço, uma vez que haverá mais um grande objeto no caminho visual.

Assim, uma ótima saída é investir na iluminação embutida, ou colocada em rasgos no gesso. Aqui, as lâmpadas ficam posicionadas nas paredes laterais do cômodo. Dessa forma, não há barreira visual que seria criada por um lustre. Além da iluminação se tornar melhor distribuída, o momento da refeição costuma se tornar mais fácil, pois é possível visualizar todos da mesa perfeitamente.

Cuidado também com o que você deseja refletir. Se o espelho for muito grande, e refletir constantemente a imagem de alguém, o visual poderá se tornar cansativo com o tempo. Posicione-o também de modo a refletir um objeto que você goste, pois ele será “duplicado”.

Dicas para uma decoração perfeita

Outro ponto importante a se observar é a altura do espelho. Independentemente de seu tamanho e formato, é interessante que as pessoas possam se visualizar no acessório quando desejarem. Isso significa que é preciso instalar a peça nem muito alta, nem muito baixa na parede. Assim, indivíduos de diferentes alturas poderão utilizá-lo. Caso estabelecer um meio termo seja complicado, a melhor alternativa será pelo espelho retangular.

Além dos espelhos, uma bela decoração de sala de jantar precisa contar com outros móveis e objetos interessantes. Para uma decoração mais jovem e geek, por exemplo, uma alternativa é investir em quadros com imagens da cultura pop. Como de super-heróis, ou imagens relacionadas a games. Combinar pequenos quadros deste tipo com pequenos espelhos tem efeito encantador, e cria ambiente descontraído mesmo durante o jantar.

Já uma decoração mais clássica pode contar com espelhos emoldurados e móveis envernizados. Quando “brilham”, os móveis remetem a décadas passadas, que muitas vezes eram mais elegantes. Se as peças tiverem visual cheio de curvas, ainda melhor.

Para transmitir a sensação de elegância e sobriedade, um lustre e quadros abstratos são os mais indicados. Vasos coloridos também são uma opção, desde que sejam posicionados no lado oposto ao espelho.

Se a ideia for mais rústica, a solução é investir em móveis e objetos cheios de fibras naturais e tramas. Móveis de madeira rústica são igualmente interessantes. Especialmente se a mesa de jantar possuir essa mesma característica.

Que formato de mesa escolher?

Quando o objetivo é uma decoração clean, a sala de jantar deve ganhar paredes claras, de preferência brancas. O cinza, bege ou nude tem efeitos igualmente interessantes. Já o posicionamento de objetos fica mais interessante se espaçado, de modo que seja perceber as cores claras das divisórias. É importante destacar um ponto do ambiente, seja com um móvel visualmente mais “forte”, ou com um ponto de cor, Isso vai evitar que o cômodo clean se torne monótono ou “sem graça”.

Uma sala de jantar pequena ainda merece atenção quanto ao formato dos móveis. Peças redondas, ou arredondadas, são as mais interessantes. Isso porque oferecem a sensação de amplitude, mesmo que o espaço seja diminuto. Além disso, como não possuem quinas, os móveis arredondados evitam acidentes no espaço pequeno disponível para a passagem.

Deste modo, a melhor pedida é escolher mesas redondas ou ovais. Os móveis garantem mais lugares à mesa, apesar de não serem realmente muitos. De qualquer modo, porém, é mais fácil inserir mais convidados num espaço deste tipo do que numa mesa retangular ou quadrada.

Os “tipos” de mesa indicadas

As mesas podem ser produzidas de diferentes materiais. As mais clássicas são feitas de madeira, e podem ser facilmente encontradas no mercado. Não significa, no entanto, que elas precisam ser sempre marrons. É possível sempre encontrar mesas coloridas, polidas, rústicas ou com texturas. Elas podem dar mais “vida” ao ambiente, além de serem ótimo recurso para uma decoração mais bonita.

Mesas de vidro, por outro lado, deixam as pernas dos convidados à mostra. Por isso, é interessante que ela só seja utilizada se possuir base bonita e confortável ao posicionamento de todos. Do contrário, a busca por uma posição confortável durante o jantar poderá causar constrangimento. Além disso, a opção só é indicada caso o ambiente possua boa iluminação.

Considere também adquirir mesas com recurso giratório. Mesmo que o móvel seja pequeno, devido ao espaço, a opção poderá facilitar a “distribuição” dos alimentos na mesa, tornando-os mais acessíveis aos convidados. Assim, o conforto durante as refeições aumenta, sem a necessidade de clássicas frases como ”me passe o sal, por favor”.

De qualquer modo, é sempre importante pensar em como combinar a decoração da sala de jantar com o visual do restante da casa. Se seu imóvel tem peças e móveis mais sóbrios, o mais indicado é manter esse princípio também no espaço de jantar. Se é mais jovem, porém, deverá ser mantido jovem na sala. Esse cuidado vai manter a harmonia entre todo o seu lar. Caso haja “mistura” de muitos estilos, o resultado aparentemente despojado poderá cansar ao longo do tempo. Logo, será necessária uma “repaginada” antes do que você imaginaria – o que não é das melhores opções.

Móveis para sala de jantar pequena com espelho

Para otimizar o espaço da sala de jantar pequena com espelho, outra dica é evitar o posicionamento de muitos móveis. O ideal, na verdade, é que apenas a mesa e cadeiras fiquem disponíveis no cômodo.

Para substituir um móvel como um bufê, que permitiria posicionar alguns petiscos, por exemplo, a melhor alternativa é por móveis que possam ser mudados de lugar. Como uma pequena mesa com rodinhas, ou que seja retrátil. Assim, ela será utilizada apenas quando necessário, e depois poderá ser desmontada ou posicionada de modo a não atrapalhar a movimentação das pessoas.

Visando uma decoração com boa funcionalidade, você pode também instalar na sala de jantar pequenas prateleiras. Elas poderão abrigar objetos de uso comum no espaço, como utensílios e copos. Assim, o acesso às peças será mais rápido, aumentando o conforto de todos os presentes.

Viu só como aproveitar dos espelhos para criar uma bela sala de jantar, mesmo que pequena? Aproveite estas dicas e conte para gente como você utilizou-as em sua casa!

 

 

 

 

Dining Room Mirror Ideas Sets Square Table Mid Century Modern for Mirror Dining Room Table – Intertekarchitects

 

 

 

Mirror Dining Room Table Sophie Mirrored Dining Table Dining for Mirror Dining Room Table – Intertekarchitects

 

 

 

 

Mirrors Dining Room Mirror Ideas Chrome Round Inspirations intended for dimensions 1600 X 1656 – Dining Room tables Design

Veja também

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se concorda com isso, clique no botão ao lado. Aceitar Ler mais