Na hora de comprar o piso para sua casa, é importante que você saiba como calcular a quantidade ideal de modo que não sobre ou não falte pisos.

Se sobrar, você acabará guardando aquele piso no “quartinho” e irá deixá-lo lá para sempre, se enganando e dizendo a si mesmo de que “mais pra frente eu uso”. E se faltar isso lhe obrigará a ir novamente até a loja para comprar mais piso, algo que você definitivamente não quer.

Para evitar este tipo de problema, nós iremos lhe ajudar a calcular a quantidade ideal de pisos para sua obra, assim você não terá mais dores de cabeça com isto.

Preparado para aprender? Pois então vamos lá!

Como calcular a quantidade de pisos

Área do local

Antes de calcularmos a quantidade de pisos, a primeira coisa que você deverá fazer é calcular a área do cômodo no qual você deseja inserir estes pisos.

Por exemplo, supondo que você queira calcular a quantidade de pisos necessários para o seu quarto. Neste cenário, a primeira coisa que você deverá fazer é calcular a área total de seu quarto. Supondo que seu quarto tenha 4 metros de largura e 3 metros de comprimento, então a conta seria?

Área = Largura X Comprimento

Área = 3 x 4

Área = 12 m²

Isso quer dizer que nossa área aqui será de 12 m², este é o primeiro dado que você precisa ter em mãos para o cálculo da quantidade total de pisos.

Reto ou diagonal?

Como você irá colocar seu piso, reto ou diagonal? Acredite, isto faz toda a diferença na hora de comprar a quantidade ideal de pisos.

Se você optar por colocar seus pisos diagonalmente, tenha em mente que será necessário realizar diversos cortes, o que resultará em uma perda maior na quantidade de peças do que se você as estivesse colocando retas. Pisos de porcelanato geralmente são colocados retos exatamente para evitar cortes e perdas.

O que nós queremos dizer aqui é para que você opte por colocar seus pisos sempre retos!

Dimensão dos pisos

Uma vez que você tenha a área do cômodo, agora é hora de conseguir as dimensões do piso. É bom ter em mente que não há um padrão universal aqui, as dimensões do piso dependem exclusivamente do tipo de piso que você deseja comprar, então é bom estar atento a isso.

Vamos supor aqui que seu piso tenha 30 cm de largura e 30 cm de comprimento. Vamos então calcular área de cada piso, lembrando que nosso cálculo de área deve sempre ser em metros.

Área = Largura X Comprimento

Área = 0,30 X 0,30

Área =  0,09 m²

O que isso significa? Significa que um piso nosso corresponde a 0,09 m² de área, ou seja, se quiser calcular a quantidade de pisos basta pegarmos a área do cômodo e dividir pela área de um piso.

Para calcular a quantidade de pisos = 12 m²/0,09 m² = 133,3333

Ou seja, você acabou de calcular que a quantidade total de pisos necessárias será de 134. Isso é tudo? Acabou então? Mais ou menos…

A porcentagem de perda

Você acabou de calcular a quantidade ideal de pisos acima, mas mesmo assim você não estará sujeito a erros e a perdas, e é exatamente para isso que a porcentagem de perda serve.

Qual a porcentagem ideal? Depende. Se você for utilizar a colocação de forma reta (que é a que nós te aconselhamos aqui), o percentual de perda é de 10%. Mas, se você optar pela colocação diagonal, então o percentual de perda que você deve considerar será de 30%.

Então, se acima nós conseguimos calcular que a quantidade ideal será de 134 pisos, aplicando o percentual de perda nós teríamos:

Para colocação reta = 134 x 10% = 148 pisos

Para colocação diagonal = 134 x 30% = 174 pisos

Atenção ao rodapé

A altura do rodapé também influencia na hora de calcular a quantidade ideal de pisos. No caso de pisos, utiliza-se um rodapé de 10 cm de altura, já no caso de porcelanatos, é mais comum se utilizar de rodapés de 15 cm. Tenha em mente que, quanto maior for o seu rodapé, mais pisos você terá de utilizar.

Separador

Na hora de assentar pisos, fique atento também aos separadores. A função do separador é ser colocado entre os pisos de modo a definir a correta distância entre eles.

E se tiver dúvidas de como colocar corretamente seu piso, é só clicar aqui que nó te mostramos um tutorial para lhe ajudar com isso.

Utilizando a calculadora para calcular a quantidade ideal de pisos

Na hora de calcular a quantidade ideal de pisos você pode pegar a caneta e o papel, ou pode simplesmente utilizar nossa calculadora abaixo para lhe ajudar com isso.

O intuito de nossa calculadora é justamente lhe ajudar a calcular a quantidade ideal de pisos, e ela é bem simples e didática de ser utilizada. Basta que você entre com as dimensões do cômodo (Comprimento e Largura) sempre em metros, e em seguida entre com as dimensões do piso que será utilizado (Comprimento e Largura), mas dessa vez em centímetros.

Após entrar com estes dados a calculadora já irá calcular a quantidade ideal de pisos que você necessitará, já considerando aqui uma porcentagem de perda de 10%. De grande ajuda para você, não é mesmo?

Dimensões do cômodo

Dimensões do revestimento

Área do cômodo (m²)
0.00
Quantidade de peças
0

Escreva um Comentário