Melhor Plaina Elétrica: Melhores modelos em 2020

A marcenaria ou os trabalhos em funilaria sempre fizeram uso de ferramentas elétricas como a plaina, a fim de alinhar e diminuir as irregularidades, ou até determinar a espessura de superfícies como madeira e metal durante a sua fabricação. Mas como toda ferramenta, é preciso cautela para escolher a melhor plaina elétrica, se você almeja os melhores resultados.

A madeira não é um material naturalmente liso, mas muito irregular e cheio de falhas, assim como muito outros materiais em estado bruto. Por isso, ferramentas como plainas e lixas servem para desgastar, alisar e remover as irregularidades desses materiais para nivelar a superfície e atingir o formato desejado, a fim de dar o acabamento necessário.

Embora o uso da plaina seja mais comum em madeira, existem também alguns modelos fabricados para uso exclusivo em metal, seja para uma utilização profissional, doméstica, ou apenas como um hobby.

As plainas também podem ser elétricas ou manuais, sendo a primeira mais complexa, pois exige um maior conhecimento e prudência na sua operação, que incluem o uso de equipamentos de segurança.

Assim, para lhe ajudar na escolha da melhor plaina elétrica, selecionamos abaixo os melhores modelos e incluímos um guia completo para facilitar a sua compra.

Confira a seguir!

Seleção dos melhores plainas elétricas do mercado!

Manual ou elétrica, a plaina é capaz de nivelar e desgastar irregularidades de materiais em estado bruto ou não, a fim de alisar ou determinar uma espessura mais adequada na peça durante a sua fabricação.

A seleção abaixo focou nos melhores modelos de plaina elétrica disponíveis atualmente no mercado. Elas podem ser utilizadas tanto no âmbito profissional quanto doméstico, seja para pequenas reformas e serviços, ou como hobby.

Veja abaixo:

Plaina elétrica GHO 26-82 Professional – Bosch

Plaina GHO 26-82 D 127V, Bosch 06015A43D0-000, Azul

Última Atualização foi em: 2 de outubro de 2020 21:50
Em estoque
R$ 1.015,00

Esta plaina elétrica portátil GHO 26-82 Professional da Bosch tem potência de 710 W, capaz de de rotações de 16.500 rpm e uma profundidade de corte 0 – 2,6 mm Rebaixo 9 mm.

Ela vem com 2 lâminas de 82 mm que podem ser reafiadas, placa de base de alumínio estável e plana, capazes de oferecer os melhores resultados no trabalho de aplainar. Além disso, possui encaixe V para mais flexibilidade e praticidade no chanframento.

O modelo ainda conta com Sistema Park Rest que protege a lâmina e a área de trabalho, com Interruptor Lock-off ambidestro. Seu cabo de energia é robusto com esfera giratória conjunta para evitar danos e facilitar a movimentação. ë possível fazer marcações de profundidade em centímetros e polegadas.

Ela é ideal para nivelar e rebaixar superfícies, chanfrar cantos, fixar janelas e portas com precisão, além de aplainar bordas, rebaixo de batentes e molduras de janelas, assim como nivelar madeira no processo de instalação de móveis, decks e painéis de madeira.

PROS:

  • Ajustes precisos
  • 710 Watts de potência
  • 16.500 rpm
  • largura de corte de 82 mm
  • profundidade de rebaixo 0-9 mm / aplainagem 0-2,6mm

CONTRA:

  • Preço alto

A Mais Popular!

Plaina elétrica M1902 3.1/4′ – Makita

Plaina Elétrica 82Mm Makita M1902 Profissional 127V

Última Atualização foi em: 2 de outubro de 2020 21:50
out of stock

Esse modelo de plaina da Makita é considerada uma das melhores plainas do mercado, justamente por ser fabricada pela Makita, fabricante líder no segmento de ferramentas.

Ela vem com 127 V de tensão e 580 W de potência, largura de corte de 82mm e é uma das mais bem avaliadas pelos consumidores.

PROS:

  • Muito popular e bem avaliada
  • 580 W de potência
  • 16.500 rpm
  • largura de corte de 82mm

CONTRA:

  • Não tem


Plaina elétrica PVL625 – Vonder

Plaina Vonder 220 V

Frete Grátis
Última Atualização foi em: 2 de outubro de 2020 21:50
Em estoque
R$ 527,35

A plaina elétrica PVL 625 da Vonder é outro modelo que também costuma ser muito bem avaliado pelos consumidores, porque além da alta qualidade, acompanha um afiador, um gabarito para regular e afiar a faca e uma guia lateral. Ela possui 620 W de potência, sendo muito indicada para desbastar e aplainar madeiras.

PROS:

  • Bem avaliada
  • Potência de 620W
  • Rotação de 16.000rpm
  • Profundidade de corte de 0 – 2. 5 m / rebaixo 9 m

CONTRA:

  • Não tem

Melhor custo-benefício

Plaina elétrica portátil 1555 550W 127V – Skil

Bosch Plaina 1555 550W 127V, Skil F0121555AD-000, Preto

Frete Grátis
Última Atualização foi em: 2 de outubro de 2020 21:50
Em estoque
R$ 449,43

Esse outro modelo de plaina elétrica é também portátil. Ela vem com 550 Watts de potência, 16.000 rpm, largura de corte de 82 mm c/ 2 lâminas reversíveis.

O modelo é indicado para nivelar e rebaixar superfícies, além de realizar chanfros. Além disso, possui empunhadeira adicional antideslizante e ajustável, a fim de garantir maior conforto ao operador.

Também conta com placa em base de alumínio que permite fácil deslocamento da máquina sobre a superfície do material. É capaz de fixação de janelas e portas com precisão, chanfrar cantos e ajustes precisos. Pode aplainar bordas, rebaixo de batentes e janelas e nivelar madeira.

PROS:

  • Aplaina superfícies, realiza chanfros e rebaixos
  • Potência de 550 W
  • Rotação de 16.000rpm
  • Profundidade de rebaixo: 0-8 mm / aplainagem: 0-1,5 mm

CONTRA:

  • Menor potência


Plaina elétrica Rolamentada PL7500 750w 220v – Hammer

Plaina Elétrica 750w 100% Rolamentada Hammer 220v PL7500

Última Atualização foi em: 2 de outubro de 2020 21:50
Em estoque
R$ 480,04

A plaina elétrica PL7500 da Hammer é 100% rolamentada, ideal para aplainar madeira na forma de caibro ou placas, ou materiais semelhantes com alta precisão, além de poder também quebrar bordas e rebaixar. Possui alta potência de 750W e trabalha com 220V.

PROS:

  • Alta precisão e potência
  • 100% rolamentada
  • Baixo nível de ruído

CONTRA:

  • Consome bastante energia

Guia para escolher a melhor plaina elétrica

Para escolher a melhor plaina elétrica é preciso conhecer bem a ferramenta.

Para escolher a melhor plaina elétrica é preciso conhecer bem a ferramenta.

As plainas são ferramentas capazes de desbastar, aparar e nivelar materiais como madeira e metal. Portanto, são ideais para quem lida com marcenaria e até serralheria, pois permite criar superfícies mais planas horizontais, verticais e/ou inclinadas, além de determinar espessuras específicas.

Além disso, a plaina pode ser manual ou elétrica, sendo que alguns modelos são até capazes de criar molduras decorativas, cortar juntas, realizar chanfros, entre outras finalidades.

Mas para poder escolher a melhor plaina para os seus trabalhos, é preciso antes conhecer a ferramenta e saber do que ela é capaz, além de definir a sua finalidade de uso e material a ser trabalhado.

Por esse motivo, explicaremos abaixo tudo o que você precisa saber para escolher a melhor plaina elétrica do mercado.

Leia a seguir:

O que é uma plaina?

Como dissemos, as plainas são ferramentas muitos utilizadas na marcenaria e serralheria, ou por quem realiza os mais diversos trabalhos artísticos em materiais como madeira e metal.

Podendo ser manuais e elétricas, elas servem para desbastar, reduzir dimensões, determinar espessuras e remover irregularidades dessas superfícies, além de poder rebaixar superfícies, chanfrar cantos, fixar janelas e portas com precisão, além de aplainar bordas, rebaixar batentes e molduras, entre muitas funcionalidades.

Normalmente, as plainas são feitas com o corpo em madeira (manual) ou metal (elétrica), enquanto que a sua base e lâmina são feitas em metal afiado. A maioria apresenta um sistema de parafuso capaz de movimentar a lâmina e de permitir um uso mais dinâmico.

O modelo com corpo em metal e elétrico é o mais utilizado, pois são mais fáceis de trabalhar e possuem maior precisão. Além disso, as plainas de metal conseguem deslizar em superfícies que as de madeira não são capazes (úmidas ou resinosas).
Assim, as plainas são ferramentas perfeitas para utilizar em peças pequenas ou delicadas demais para uma serra, ou grandes demais para serem trabalhadas apenas com uma lixa.

Vantagens e desvantagens da plaina elétrica

A primeira grande vantagem de uma plaina é a sua facilidade de manuseio, além de ser uma ferramenta muito versátil de vários usos em um único instrumento. A plaina permite regular a profundidade do corte e moldar madeira.

Outra vantagem é poder optar por plainas elétricas ou manuais, que são baratas e exigem pouca manutenção. Elas são tão dinâmicas que, dependendo do modelo, podem desgastar um material bruto até o seu nivelamento final da peça.

Por isso, é muito útil para ajustar portas e gavetas empenadas ou que não encaixam. Já em relação às suas desvantagens, embora possam regular a profundidade de cortes, são um pouco limitadas, entre outras.

Compare abaixo as vantagens e desvantagens da plaina:

VANTAGENS:

  • Fácil de manusear
  • Possui vários usos
  • Permite regular a profundidade do corte
  • As manuais são baratas e de pouca manutenção
  • Pode ser manual ou elétrica

DESVANTAGENS:

  • Possui ângulo superficial de lâmina
  • Profundidade limitada
  • Pouca capacidade de “vincar”

Indicações de uso para uma plaina

Apesar de sua função principal e criação original ter sido o desbaste e nivelamento de peças, a plaina acabou acumulando diferentes funções com o tempo. Porém, todas as suas funções estão relacionadas ao “corte” de algum material, madeira ou metal, apesar dos diferentes objetivos.

A trabalho de aplainamento de uma peça pode também servir para moldá-la e determinar a sua espessura, assim como criar detalhes, fazendo com que tenha uso específico ou certa exclusividade de design.

Assim, a plaina é capaz de realizar alguns formatos diferentes, como rebaixos, chanfrados, estrias, faceamentos e abaulamentos. Portanto, a plaina pode servir não só para o uso em marcenaria, usinagem ou serralheria, mas em atividades e pequenos projetos e reparos em casa.

Diferenças entre a plaina, raspadeira e lixadeira

No caso de trabalhos em madeira, é possível utilizar diversos materiais e técnicas para a sua modelagem. Mas, principalmente na marcenaria, cada ferramenta tem funções distintas, embora muita gente confunda algumas delas.

É o caso da plaina, que muitas vezes é confundida com a raspadeira e a lixadeira, pois ambas podem fazer a função de plaina. No entanto, a plaina é muito mais potente e precisa para alisar e nivelar as superfícies, além de poder remover longas aparas enquanto elimina imperfeições nas peças.

Mas para que não fiquem dúvidas, conheça abaixo as características dessas duas ferramentas, também muito úteis nos trabalhos manuais de marcenaria:

  • Raspadeira – é uma lâmina em aço bastante flexível, utilizada principalmente na fase de preparação das superfícies. Ela elimina possíveis riscos para promover um melhor acabamento na madeira. Costuma ser utilizada com o uso da lixa ou depois dela. Porém, não possui ajustes de profundidade ou capacidade de modelagem, simplesmente raspam a superfície.
  • Lixadeira – pode ser manual ou elétrica, possuindo um lado áspero para alisar, eliminar protuberâncias ou falhas, sendo mais indicadas aos pequenos trabalhos. Por outro lado, servem apenas para preparação ou acabamento, pois pode causar desníveis na peça pela força utilizada. Possuem também vários tipos de aspereza e exigem mais força manual e maior desgaste por parte de quem usa.

Plaina elétrica X Plaina manual

Diferentes entre si pela tecnologia utilizada, e forma de manuseio, elas servem ao mesmo propósito: aplainar. Sua função mantém-se em tornar as superfícies trabalhadas planas, ou realizar pequenos trabalhos de rebaixo e arte.

Mesmo assim, a escolha por um destes tipos pode causar diferenças de preço bem gritantes. Nós vamos deixar para falar de preços mais adiante, num capítulo específico. Agora vamos comparar os dois tipos dessa ferramenta:Veja a seguir a comparação entre o inversor de solda e a solda convencional:

CaracterísticasPlaina manualPlaina elétrica
FuncionamentoExige mais esforço físicoFunciona com êmbolo rotativo
Sentido de corteExclusivamente em sentido únicoQualquer sentido
RegulagemRegulagens mais finasRegulagem precisa
HabilidadeQualidade depende do operadorMenos exigentes por conta das guias de corte
DesvantagemNecessidade de afiação constanteOferece risco ao operador
CustoMenorMaior

Como usar uma plaina elétrica em metais

Já sabemos que uma plaina pode trabalhar na madeira, mas também no metal. No entanto, por conta da dureza do metal e a necessidade de peças bem maiores ou até gigantes, este tipo específico de plaina costuma ser mecânica (elétrica), ao invés de manuais.

A sua operação é por um sistema de vai e vem, que vai trabalhando a peça de metal de maneira retilínea sobre uma superfície plana. Existem vários tipos de plaina para esse trabalho de serralheria ou usinagem, com características bem distintas, como a plaina vertical e horizontal; e a limadora também vertical e horizontal.

Essas plainas possuem ferramentas de encaixe para mudar as características da máquina, conforme a peça a ser trabalhada e tipo de trabalho. Isso porque a cada processo é necessário um desenho diferente.

As principais funcionalidades da ferramenta são:

  • Desbaste: remover grandes quantidades de material em pouco tempo;
  • Alisamento: fazer o acabamento da peça com games arredondados;
  • Esquerda/Direita: aplainar peças apenas no lado específico;
  • Rasgo: criar vincos, como ranhuras ou estrias, profundas ou não.
Voltar ao menu ↑

Como escolher a melhor plaina elétrica

Para escolher a melhor plaina elétrica, fique atento à s suas necessidades e alguns detalhes do equipamento.

Para escolher a melhor plaina elétrica, fique atento à s suas necessidades e alguns detalhes do equipamento.

Agora que você já sabe o que é uma plaina, suas vantagens, principais indicações e já pode analisar alguns modelos disponíveis no mercado, é chegado a hora de tomar conhecimento de mais alguns detalhes para poder escolher a melhor plaina elétrica, de acordo com as suas necessidades de trabalho.

Portanto, antes de tomar a sua decisão, avalie com atenção os critérios abaixo que podem determinar uma boa compra com mais segurança. Veja só:

Funcionamento

Como já explicamos, a plaina pode ser manual ou elétrica. Por isso, essa é a primeira escolha a ser definida. Ela deve ser feita segundo o tipo de trabalho que você deseja realizar, a demanda de uso e o seu orçamento.

Isso porque, em primeiro lugar, uma plaina manual é mais barata, mas exige maior esforço e mais habilidade por parte do operador. Por outro lado, ela permite regulagens mais finas e dispensa a necessidade de usar energia elétrica, bateria ou qualquer outro tipo de combustível.

Já uma plaina elétrica, como as selecionadas aqui neste post, exige menos esforço ao ser manuseada e pouca habilidade, visto que possui guias de corte. Porém, elas são mais caras, mas dependendo da sua demanda de trabalho podem valer o investimento.

Tipo de plaina

Além de elétrica e manual, as plainas também podem ser de dois tipos diferentes: estacionária e portátil.

A plaina estacionária ou “plaina de bancada”, mantém uma base fixa, é um equipamento bem maior e destinado, principalmente, ao uso industrial, em que há a necessidade de repetições contínuas de um mesmo processo.

A sua finalidade também é bastante diversificada, ao levar em conta também as plainas para metal. Neste tipo, a plaina pode adotar um sistema diferente do êmbolo rotativo, assim como incorporar diferentes peças para diferentes formatos de finalização do material.

Já a plaina portátil é o tipo mais comum nas caixas de ferramenta. No caso da plaina elétrica, ela funciona de modo dinâmico, a partir da habilidade do seu operador.

No entanto, elas podem ser também utilizadas por profissionais e amadores, até mesmo hobbystas. As plainas portáteis também podem variar bastante em tamanho, peso, potência e usos.

Largura da lâmina

Geralmente, as plainas acompanham um número, que varia de 01 a 07, uma marcação que indica a largura da lâmina presente na ferramenta. Essa medida é o que vai tornar o trabalho mais fácil ou mais difícil.

Em geral, recomenda-se a aquisição de plainas de número 02 ou maior, pois as de número 1 costumam tirar “fatias” muito estreitas da madeira, exigindo mais tempo de de trabalho. Portanto, quanto maior o número da lâmina da plaina, maior a sua largura e menos tempo de funcionamento.

Motor

O motor é um diferencial importante que deve ser considerado em se tratando de plainas elétricas. A maioria dos modelos contam com dois tipos de motores: indução ou universais.

As plainas elétricas com motor à indução costumam ser mais resistentes e duráveis que as de motores universais, porém são mais pesadas. Por isso, é mais comum esse tipo de motor em plainas fixas ou de uso industrial.

Já as plainas portáteis contam mais com motor universal, para ter maior portabilidade e facilitar o manuseio. Definido o tipo de motor, a potência dele é outro fator importante, pois ela definirá a efici6encia da máquina, tempo de trabalho e consumo de energia.

Ou seja, quanto maior a potência, mais eficiente e rápida será a realização do trabalho e menor a dificuldade. Porém, maior será o gasto de energia também, dependendo da sua demanda de uso.

Voltar ao menu ↑

Afinal, qual a melhor plaina elétrica?

A melhor plaina elétrica é aquela que se adequa às suas necessidades e ao seu orçamento.

A melhor plaina elétrica é aquela que se adequa às suas necessidades e ao seu orçamento.

Neste guia você pode conhecer alguns modelos, suas características básicas e toda a informação necessária para te ajudar a fazer uma boa escolha. No entanto, sempre pesquise bastante e se informe antes de comprar.

Uma coisa é certa, depois de ler este guia, seja qual for a sua escolha, você vai conseguir escolher a melhor plaina elétrica e garantir uma ferramenta mais cômoda, prática e segura para os seus serviços.

No mais, tudo vai depender das suas necessidades, orçamento disponível e finalidade de uso. Analise tudo direitinho antes de comprar, e boa sorte!