Provavelmente você já tenha se deparado com a seguinte situação: Você está lá, construindo e está finalmente entrando na fase de acabamento, mas, então, surge a dúvida: “Como aplicar gesso na parede?”.

Uma situação horrível, sem dúvida.

O pior é saber quando usar ou não a massa corrida ou o gesso, dois processos muito semelhantes, com funções igualmente parecidas. A decisão pode se tornar uma tarefa complicada.

Que só piora ainda mais a nossa situação…

Mas sem pânico, esse texto é exatamente o que você procura. Pois falaremos de como aplicar gesso na parede, diferenças entre esse método e o da massa corrida, e muito mais!

Estamos todos prontos para aprender?

Continue sem precaução.

Materiais

Materiais para aplicação do gesso na parede

Se quisermos uma obra bem feita, precisamos dos materiais necessários para a sua realização. Afinal de contas, não fazemos arroz cozido usando cimento.

A aplicação de gesso na parede necessita de:

  • Quantidade de sacos de gesso suficiente para aplicação na obra;
  • Cantoneiras de alumínio;
  • Régua de 2m (de preferência, que seja de alumínio);
  • Colher ou espátula de pedreiro;
  • Desempenadeira de PVC e aço;

Como aplicar gesso na parede, etapas

Etapas para aplicar gesso na parede

Todos os equipamentos e materiais estão preparados? Ótimo, então podemos prosseguir para as etapas de como aplicar gesso na parede!

Etapa 1 – Preparando a superfície

Se você quer uma aplicação do gesso eficiente e rápida, então a superfície precisa estar nivelada e sem nenhuma rebarba qualquer. Idealmente, não apenas a parte elétrica necessita estar realizada antes da aplicação do reboco, como também a parte hidráulica precisa já estar feita. Além disso, os batentes devem ser presos na alvenaria e a infraestrutura do ar condicionado já instalado.

O tempo de espera para o endurecimento da argamassa, o assentamento do concreto e do reboco, se deve, no mínimo, esperar 30 dias, para assim fazer o levantamentos das paredes e tetos para a aplicação do revestimento com gesso.

Etapa 2 – Limpeza é importante

É importante que a remoção de sujeiras, pregos ou quaisquer tipos de objeto que possa atrapalhar a aplicação do revestimento. Além disso, confira se as paredes estão devidamente planas.

Etapa 3 – Misturando o gesso

Os pacotes existentes no mercado, geralmente, são de 40 kg e em pó. O pó de gesso necessita ser misturado em água, nas proporções de 36 para 40 litros de água para cada saco e é importante seguir uma ordem especifica:

  1. Na masseira, coloque água e polvilhe o pó de forma que preencha a masseira por igual;
  2. A massa precisa está em repouso por cerca de 8 a 10 minutos para a dissolução do pó;
  3. A seguir, uma parte da pasta precisa ser misturada, deixando o restante em repouso na masseira;
  4. Por um período de 3 a 5 minutos, deixe a mistura repousar para a indução da pasta;
  5. Olhe a consistência da pasta, assim que se passar o segundo período de espera, ela já estará pronta para ser aplicada nas paredes;
  6. Após a finalização da aplicação da primeira parte da mistura, o restante que ficou em repouso estará pronto para utilização sem a necessidade de misturar.

Como aplicar gesso na parede?

Existem duas opções de como aplicar gesso na parede, o desempenado e o sarrafeado. Falaremos mais de cada uma delas a seguir.

Como aplicar gesso liso desempenado

A aplicação deve ser iniciada sempre de cima para baixo, além disso, o chão precisa estar tudo coberto com lona para evitar restos ou respingos de massa. Já para fazer o acabamento de quinas e cantos, cantoneiras são sua grande aliada para proteção.

Antes da aplicação da massa, molhe as paredes. No teto, faça a aplicação com desempenadeira de PVC usando movimento de vai e vem. Após disso, comece a aplicação nas paredes, sempre de cima para baixo, nunca de outra forma.

Você é engenheiro(a)? Não está ganhando o quanto deveria?
Conheça essa oportunidade no mercado. Vistoria Cautelar de Vizinhança

Clique aqui

A espessura precisar estar entre 1 e 3 mm, então sempre preste atenção a isso.

Logo na sequência, vem à segunda demão, em sentido cruzado à primeira camada. Para retirar o excesso, se utiliza a régua de alumínio, além de ir conferindo a espessura com o mesmo conforme as referências já determinadas.

Na etapa da nivelação da superfície, utilize a desempenadeira de aço, eliminando ondulações e falhas. Para finalizar, aplique uma última camada para correção de possíveis falhas na espessura final desejada. A etapa do desempeno final precisa ser feita com muito cuidado para que a superfície fique bem lisa e regular.

Esse método é o mais fácil de ambos, mas também é o que apresenta mais irregularidades na parede, tendo uma menor qualidade de acabamento.

Utilizando gesso liso sarrafeado

Nesse tipo de método, o gesseiro faz linhas mestras e define a altura das camadas com o uso de taliscas.

Pera, o que são taliscas?

Taliscas, nada mais é, pequenas peças de cerâmica em formato retangular. Elas são fixadas nas paredes para delimitar a espessura da massa.

Os espaços que foram delimitados pelas mestras e talicas devem ser preenchidos com a pasta de gesso. O excesso é retirado com a régua de alumínio, como se você estivesse passando um sarrafo para nivelar a massa. No final, faça o desempeno com cuidado, para que tudo saia perfeito e regular.

Nesse método, é possível fazer espessuras maiores, que por consequência, acaba escondendo melhor irregularidades na parede, resultado num acabamento de melhor qualidade.

GESSO X MASSA CORRIDA

Ambos os métodos são usados para o preenchimento de imperfeições e nivelação de superfícies de alvenaria – contanto que estejam em um ambiente seco, como sala, quartos e cômodos que não sejam banheiro e cozinha.

Infelizmente, não é possível dizer qual é a opção melhor. Apesar disso, no Brasil, o uso de reboco com massa corrida é ainda um acabamento bastante popular.

Como aplicar gesso na parede é muito similar à aplicação da massa corrida, muita gente pode se confundir, contudo, cada produto é recomendado para situações especificas.

O gesso

É recomendado quando a alvenaria está regular, sem saliências ou reentrâncias significativas, ainda garantindo o alinhamento e planicidade das áreas. Além disso, uma vantagem do gesso é que ele dispensa o emboço e o reboco, principalmente quando os blocos de concreto ou cerâmico são de boa qualidade, sendo uma opção viável para baixas espessuras.

Vantagens do gesso

  • Seu tempo de secagem é menor que a massa corrida;
  • Aplicação rápida, proporcionando economia no tempo e rapidez;
  • É possível ser aplicado diretamente na superfície do concreto;
  • Não é necessário aplicação de seladores antes da aplicação;
  • Mais barato.

Desvantagens do gesso

  • Consome mais tinta por ser um material poroso;
  • Lavagem não é permitida;
  • Não pode ser usada em áreas externas que pode ser molhadas pela água da chuva;
  • Tem menos resistência;
  • Para formar a pasta, o produto precisar ser misturado com água;
  • O acabamento não é tão liso.

A massa corrida comum

A massa corrida (também chamada de PVA) é uma opção viável para paredes que necessitam ser rebocadas. Um exemplo do seu uso é nas paredes que receberão pregos para fixação de quadros ou suporte de televisores.

Ainda mais, sua versão acrílica pode ser usada em cômodos molhados – como banheiro e cozinhas – já que o gesso pode apresentar manchas em contato com vapor d’água.

Vantagens da massa corrida

  • É um material que favorece bastante a pintura, por isso consome menos tinta;
  • Proporciona isolamento acústico, sendo ótimo para lugares barulhentos;
  • Já é vendida pronta no mercado, sem necessidade de preparação;
  • Tem um bom acabamento.

Desvantagens da massa corrida

  • Necessita de aplicação de selador;
  • As superfícies precisam ser chapiscadas com reboco posteriormente à aplicação;
  • Maior custo.

Economizando dinheiro

O revestimento interno mais popular e tradicional é inegavelmente o chapisco, reboco e massa corrida, contudo, é uma técnica bastante demorada e de custo elevado, além de proporcionar muito desperdícios de materiais.

Como aplicar gesso na parede dispensa chapisco e massa corrida, já que é aplicado diretamente sobre a alvenaria, ele economiza muito na finalização de serviço. Principalmente quando a aplicação for feita por mão de obra de qualidade, além de não ser obrigatório pinta-la.

Encerrando

Aprendeu como aplicar gesso na parede? Percebeu que não é tão difícil assim, não é? Se sim, ótimo! Mas saiba que você não era a única pessoa não saber como aplicar gesso na parede, por isso, compartilhe esse texto para aqueles que procuram saber mais sobre esse curioso método.

Write A Comment