Como armazenar corretamente o botijão de gás de cozinha

Gás de cozinha puxa a inflação de setembro em Brasília Cruzeiro, Brasília, DF, Brasil 13/10/2015 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília Com variação de 19,23% no valor do botijão, o gás de cozinha contribuiu diretamente para o aumento da inflação no Distrito Federal em setembro.

Como armazenar corretamente o botijão de gás de cozinha

O bom e velho gas de cozinha, ou botijão de gás – cujo nome oficial é gás liquefeito de petróleo (GLP)-, está presente nas cozinhas de muitas famílias brasileiras, desde os grandes centros urbanos até os locais mais remotos, onde só ele é capaz de chegar, mas também está presente no comércio, agricultura e indústria.

É mais comum encontrar o gás de cozinha GLP nos clássicos botijões de gás de 13 quilos, mas também pode ser comercializado em recipientes menores, a partir de dois quilos, ou muito maiores, mais voltados para o meio industrial e comercial.

De onde vem o gás de cozinha GLP presente no Botijão de gás?

A combinação de butano e propano, dois gases derivados do petróleo formam o gás liquefeito de petróleo, presente no gás de cozinha, e tem como principal característica o fato de ficar em estado líquido ao ser submetido a um certo grau de pressão, retornando ao estado gasoso quando precisa ser utilizado. Ele é obtido a uma temperatura de aproximadamente 70 °C.

Porque o gás de botijão é um gás liquefeito?

É porque ele assume a forma líquida por conta da imensa pressão dentro do recipiente em que é colocado.

O Botijão de gás de cozinha oferece risco?

Todo cuidado é pouco na hora de armazenar e manusear o botijão de gás de cozinha, por isso, empresas distribuidoras de botijões de gás GLP devem seguir leis de armazenamento bem rigorosas para garantir a segurança dos usuários.

Mas, assim como as distribuidoras devem seguir as normas de segurança, com os usuários isso não é diferente, assim, quem utiliza este tipo de gás de cozinha em casa ou estabelecimento comercial também deve seguir algumas regras específicas para instalação e armazenagem.

O GLP, gás liquefeito de petróleo, mais conhecido como gás de cozinha ou botijão de gás, geralmente comercializado em recipientes de 13 kg, é muito utilizado nas cozinhas das donas de casa e em estabelecimentos comerciais e, claro, é fundamental seguir alguns cuidados para o correto manuseio e armazenamento, e isso devido ao alto risco de vazamento e possíveis explosões.

Pensando nisso, resolvemos mostrar o que você precisa saber sobre o correto armazenamento do botijão de gás de cozinha, confira:

Armazenamento do botijão de gás de cozinha

Vale saber que tanto empresas como distribuidoras de botijões de gás de cozinha têm o armazenamento regulamentado por leis, algumas restritas a determinados estados.

Assim, é fundamental que o uso de botijão de gás de cozinha em residências ou estabelecimentos comerciais sigam as regras de segurança específicas para evitar vazamentos, acidentes e até explosões.

Porém, não apenas devem ser observadas as normas de instalação da válvula, registro e mangueira do botijão, mas, também, a forma como o botijão é armazenado, sendo fundamental os seguintes cuidados:

  • Evitar a instalação do gás de cozinha dentro de residência ou comércio;
  • Jamais colocar o gás de cozinha dentro de armários ou perto de fiações elétricas;
  • Procurar manter os botijões de gás em ambiente externo e em local protegido das intempéries;
  • Manter os produtos na posição vertical;
  • Jamais deitar o botijão de gás, e deixá-lo em posição horizontal.

No mais, vale saber que o uso de botijões de gás de cozinha em apartamentos é proibido em muitos locais, como no Rio de Janeiro, desde 1976, segundo legislação estadual. Isso vale, claro, para apartamentos mais novos, os antigos, que ainda não contam com gás canalizado, podem utilizar o gás de botijão, desde que obedecidas as devidas normas de segurança.

Gás de Cozinha GLP o melhor para o meio ambiente

Para quem não sabe, a energia resultante da utilização do gás GLP, ou seja, do tradicional botijão de gás de cozinha , é mais limpa. O que significa que a produção deste tipo de gás é livre de resíduos tóxicos, respeitando o meio ambiente.

E não é só isso, o gás de cozinha GLP, ou gás de botijão,  é um substituto perfeito da lenha, que muitas vezes é utilizada dentro de residências e ambientes fechados, o que é bem arriscado, e isso por causa do risco de intoxicação pela fumaça e pela emissão de gases nocivos, sem falar que a queima de lenha não é nada benéfica ao ambiente.

No mais, vale ressaltar que o botijão de gás de cozinha é bem mais democrático, visto que não requer a construção de gasodutos ou redes de distribuição, chegando a todos os lugares, tanto em áreas rurais como urbanas. Não é preciso realizar nenhum tipo de obra para sua instalação e utilização do gás de cozinha.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.