Mezanino: O que é? Guia Completo!

Você sabe o que é um mezanino? A opção da arquitetura tem se tornado cada vez mais comum, em espaços comerciais e até industriais. Ainda assim, pouca gente conhece esse “patamar” intermediário pelo seu nome propriamente dito.

Também é difícil que as pessoas conheçam todas as inúmeras possibilidades de um mezanino. Afinal, eles podem ser decorados da mais variadas formas, e dar origem a diferentes espaços.

Independentemente do objetivo da estrutura, porém, é preciso que o espaço conte com uma característica: o pé direito alto. O pé direito de um imóvel consiste na distância entre o seu piso e o forro do teto. Uma grande distância entre estes pontos garante que a instalação do mezanino seja confortável aos seus usuários.

Além de ampliar o espaço disponível no imóvel, esse tipo de estrutura cria enorme dinamismo. Por isso, ela é bastante procurada, principalmente, por moradores jovens. Com cuidado, esse espaço também pode ser formulado de modo a criar um ambiente mais privativo e agradável. Ao mesmo tempo, ele pode ser facilmente adaptado à rotina dos seus usuários.

O que é o mezanino?

Um mezanino nada mais é do que um pavimento localizado na metade do pé-direito de um imóvel. Seu nome vem da palavra italiana “mezzanino”, derivada de “mezzo” — “meio”, em português. Seu uso é mais comum para residências e espaços pequenos, em que os poucos metros quadrados disponíveis impedem uma divisão mais aprofundada entre os cômodos.

O mezanino também pode ser instalado entre o primeiro e segundo andar do imóvel, como um “andar” extra.

Para o trânsito para um mezanino, uma escada é instalada. Ela pode ser exclusiva, ou então também funcionar para que o indivíduo chegue ao segundo andar da edificação. Nestes casos, é comum que a estrutura do meio seja montada de modo que o indivíduo sempre passe pelo mezanino.

Tipos de mezanino

São diversas as possibilidades de uso de um mezanino, e elas podem variar conforme o objetivo e, especialmente, a decoração do ambiente. Antes de apresentarmos essas características, porém, resolvemos destacar uma divisão básica entre os mezaninos: a de estruturas residenciais, e a de estruturas comerciais.

Mezanino residencial

Mezaninos residenciais podem ser ambientes de transição ou comporem um novo espaço comum. Normalmente, eles resultam em salas de estar, de TV, bibliotecas, quartos, sala de jogos, de leitura ou de descanso. Basta que o consumidor use sua criatividade junto ao seu arquiteto!

Mezanino Comercial ou Industrial

Já mezaninos em comércios e indústrias são conhecidos como sobrelojas. Geralmente, eles abrigam uma nova seção de produtos, ou até mesmo o estoque da empresa. Assim, o tráfego é mais facilmente limitado aos funcionários, se este for o objetivo do comerciante.

Com um mezanino comercial, o empresário também pode montar o seu escritório com vista privilegiada. Dessa forma, enquanto trabalha, ele pode “vigiar” a atuação de seus colaboradores logo abaixo.

Nestes espaços, também costuma ser comum a existência de painéis movediços. Com estes painéis, torna-se possível “fechar” o espaço, transformando-o em privativo e ideal para reuniões, por exemplo.

Da mesma forma, galpões, bares e restaurantes com pé direito muito alto aproveitam deste tipo de estrutura. Nessas situações, porém, o ambiente geralmente é utilizado como uma extensão do espaço, com atendimento dos clientes ou manuseio dos produtos fabricados.

Estrutura de um mezanino

Os mezaninos são bastante simples de serem construídos, mas precisam ser realizados por um profissional. Afinal, o espaço terá o trânsito de pessoas e o posicionamento de objetos. Por isso, precisará ser seguro. O tipo de material utilizado, aliás, varia de acordo com o seu objetivo de uso. A madeira pode ser interessante para espaços com pouco tráfego. Já o aço e concreto são ainda mais resistentes, e indicados para volumes e pesos maiores.

Ainda para garantir a segurança do usuário, sempre é preciso instalar guarda-corpo no ambiente. O guarda-corpo normalmente é feito em aço, e evita acidentes como quedas.

Quando/onde construir um mezanino?

De modo geral, um mezanino pode ser construído quando o consumidor desejar, desde que o pé direito do imóvel seja alto. Ainda assim, é possível citar algumas situações em que a estrutura é mais utilizada. Listamos essas situações a seguir, com uma série de dicas. Acompanhe!

Quando o ambiente é pequeno

Imagine que seu apartamento, ou mesmo casa, seja pequeno. Isso é cada vez mais comum, já que a população cresce exponencialmente a cada ano, e o espaço para abrigá-la é limitado. Nessa situação, contar com um ambiente extra, como cômodo ou espaço para armazenamento, é algo muito interessante.

Os lofts, inclusive de cidades como Nova York, são ótimos exemplos desse uso. Eles quase sempre possuem mezaninos. Criando um novo ambiente, o trânsito pelos espaços que já existem se torna mais fácil e confortável.

Como um quarto

Um quarto superprivativo e confortável. Isso é o que qualquer consumidor obtém ao utilizar de um mezanino para criar um novo ambiente em casa. Com a opção, você tem maior facilidade, até, em guardar os seus pertences. Afinal, é possível ampliar os closets já existentes. Tornar o espaço como uma extensão do seu escritório é igualmente interessante.

Existem dois modos principais de fazer um quarto em mezanino. O primeiro é construí-lo sem qualquer “parede”, mas apenas com guarda-corpo. Assim, a área aberta parece mais ampla e arejada.

A segunda opção é limitar o ambiente com vidro. Nessa alternativa, o quarto torna-se mais silencioso, pois o vidro impede que parte dos sons dos outros ambientes invadam o espaço. Com o vidro, também se torna mais fácil instalar cortinas. Os tecidos podem ser fechados sempre que o morador desejar maior privacidade, especialmente quando houverem visitantes em casa.

Como um espaço para descanso

Principalmente em apartamentos pequenos, os espaços para descanso são limitados. Geralmente, ou indivíduo se acomoda no quarto, ou na sala. Com um mezanino, porém, pode ser criado um ambiente exatamente para este propósito.

Nessa situação, a criatividade é que vai definir o estilo do espaço. Uma biblioteca privativa, por exemplo, é uma incrível alternativa. Assim como um ambiente cheio de almofadas, ou mesmo um sofá bastante confortável. Um espaço para leitura ou meditação costumam ser os preferidos de quem investe em um belo “mezzo”.

Para áreas comerciais

Como já explicado, o mezanino é bastante comum em lojas, especialmente para o abrigo de seu estoque ou de um escritório. A decoração desse ambiente deverá levar em conta, principalmente, o seu objetivo. Em todo o caso, o ganho de área é bastante vantajoso no espaço comercial, e até no industrial.

Como um corredor de acesso

Ainda é possível instalar um mezanino como um corredor de acesso entre vários ambientes da casa. Assim, mesmo que seja usada para criar um novo espaço, este não será o objetivo central da estrutura.

Criando um sótão

Guardar imóveis, lembranças, objetos não utilizados… Apesar de mais comuns nos Estados Unidos, os sótãos podem ser muito úteis em qualquer imóvel do mundo!

Para fazer o papel de um sótão, o ideal é que o mezanino seja fechado. Assim, as peças guardadas não ficam à mostra, e também não acumulam muita poeira.

Como fazer a decoração de um mezanino?

O tipo de decoração do mezanino varia de acordo com dois fatores principais. O primeiro deles é o objetivo do ambiente criado. Caso a finalidade do espaço seja o descanso, por exemplo, faz muito mais sentido utilizar tons neutros. Eles acalmam e promovem a sensação de tranquilidade. Para um espaço vibrante, as cores também devem ser vibrantes.

Além disso, é preciso considerar o gosto pessoal do morador ou dono do espaço. Com base na decoração do restante do imóvel, torna-se mais simples harmonizar os objetos.

A seguir, listamos as principias características e sugestões de vários estilos de decoração para o mezanino. Acompanhe!

Estilo minimalista

  • Organização é o ponto chave deste tipo de decoração;

  • Cores podem variar entre o branco, cinza, preto e outros tons neutros. O ideal é inserir no espaço apenas alguns pequenos pontos de cores intensas, se o consumidor desejar;

  • Madeira, inox, vidro, espelhos e pedras, como o granito, se destacam no estilo minimalista;

  • Móveis devem ter linhas retas e simples. Apenas peças essenciais devem ser inseridas no ambiente, já que é preciso prezar pela “limpeza” visual e o aspecto organizado do ambiente;

  • É importante prezar pela claridade do mezanino, e ainda melhor se ela for natural;

  • Escritório e quarto: esses são os ambientes mais indicados para instalação em um mezanino com estilo minimalista.

Estilo eclético

  • Mistura objetos de diversos estilos, desde que seja possível criar certa harmonia. Investir em peças diferentes demais, e que não combinem em nenhum grau, pode causar incômodos visuais;

  • Sempre invista em peças antigas e mais atuais, luxuosas e simples etc. O contraponto proporcional dá ótimos resultados;

  • Prefira tons neutros, para que os contrapontos entre estilos se destaquem, ao invés das cores;

  • Utilize o mezanino como escritório ou espaço para descanso, principalmente.

Estilo escandinavo

  • Se destaca por peças artesanais e cores neutras e que remetem à natureza. O branco domina a decoração deste tipo;

  • Alia o tradicional e o moderno, de forma que remeta a países da Escandinávia (Noruega, Suécia, Dinamarca e Finlândia);

  • Cores e objetos têm como objetivo sugerir a amplitude visual do espaço;

  • Claridade do ambiente é fundamental. Então, é interessante investir em janelas amplas ou luzes mais claras;

  • Espaços para descanso ganham muito com a claridade e sensação de paz transmitida por este estilo. Para quartos, é importante investir em cortinas corta-luz, ou poderá ser mais difícil de obter conforto durante a noite.

Estilo moderno

  • Um estilo de decoração moderno preza pela funcionalidade de seus objetos. Por isso, é sempre interessante adquirir móveis multifuncionais e objetos que remetam a características mais atuais;

  • Caso prefira, o consumidor também pode escolher móveis e objetos com estilo mais futurista;

  • Mezaninos modernos se destacam com cores como o preto, branco, cinza, marrom e bege. A ideia é criar ambientes mais “clean” e minimalistas;

  • Evite linhas curvas, e prefira as retas, paralelas e perpendiculares;

  • Qualquer cômodo instalado em um mezanino se dá bem com o visual moderno de decoração.

Estilo industrial

  • Deixa à mostra parte das estruturas da construção, como tijolos, tubulações e vigas;

  • Materiais rústicos e tons acinzentados são os preferidos do estilo industrial;

  • É possível adquirir peças que remetam a fábricas, como metais oxidados, e incluí-los no guarda-corpo ou outras partes do mezanino;

  • Experimente decorar seu quarto ou sala instalada no mezanino com essa decoração.

Estilo clássico

  • Para um mezanino com estilo clássico, é importante usar móveis cheios de detalhes, “ondulados”, com entalhes e pés altos;

  • Tapetes e cortinas devem ter tecidos mais pesados, que remetam a décadas pesadas. Para “compensar”, invista na iluminação e ventilação do espaço. Assim, a temperatura do ambiente será sempre agradável;

  • Cores como dourado, prateado, ferrugem e bordô podem aparecer nos tecidos e móveis do cômodo;

  • Quartos e espaços para descansar, especialmente com uma biblioteca, são ideais para a aplicação deste tipo de decoração.

Estilo rústico

  • Objetos e móveis precisam remeter ao campo para que o mezanino tenha um estilo rústico. Por isso, madeiras mais “duras” visualmente, e peças em ferro, são bastante apreciados pelos decoradores;

  • Paredes em branco e peças de decoração em madeira são ótimas alternativas para o estilo;

  • A claridade e o uso de pequenas plantas potencializam o visual do ambiente;

  • Móveis devem ser aconchegantes e confortáveis, de preferência com mantas, almofadas e tapetes espalhados;

  • Cores neutras e estampas florais e amadeiradas podem aparecer nos mais variados objetos;

  • Um escritório ou quarto com este estilo pode promover a sensação de paz e conforto ao usuário.

Agora você já sabe muito sobre o mezanino e todas as suas possibilidades! Converse com um arquiteto de confiança e solicite um bom projeto para o seu imóvel.

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.