Você sabe como cuidar de girassol? Essa é uma das flores mais exuberantes que existe, com seu tom amarelo e intenso, como se fosse o próprio sol no jardim. Viu, não há como não amar a planta, não é mesmo? Se você deseja plantar girassóis, este texto pode ajudar! Nele, listamos passo a passos e várias dicas para cultivá-lo. Acompanhe!

Apesar de originária da América do Norte, o girassol se adaptou muito bem ao clima brasileiro, e representa felicidade, fidelidade e honra. Seu nome científico é “Helianthus Annuus”, e sua tradução literal é “flor do sol”.

Uma flor de girassol cumpre o mesmo ciclo todos os dias. Acompanha o Sol durante toda a manhã e tarde, e a noite “volta” para a sua posição original. Ou seja, seu nome também se refere ao fato de que a flor gira seu caule e cresce na direção do sol.

Outro aspecto interessante sobre a planta é que ela está associada a várias crenças populares. Na Hungria, por exemplo, acredita-se que, se sementes de girassol forem colocadas na janela de casa, a mulher dará a luz a um menino.

Já no México, as pétalas da flor são refogadas no óleo. Ingeridas pelos noivos, elas garantem a felicidade durante o casamento. Enquanto isso, no Brasil, acredita-se que basta colocar as sementes de girassol na janela de quem deseja engravidar. Com essa ação, “qualquer caso de infertilidade é resolvido”.

O que você precisa saber antes do plantio

Ao contrário que muita gente imagina, cuidar de girassol não é difícil, basta ir cortando as mudas fracas, doentes e com má formação, conforme a planta for crescendo. Depois, fique atento ao espaço utilizado pela planta, para mudá-la a de local caso o vaso ou canteiro não esteja mais apropriado. De qualquer forma, coloque sempre seus girassóis em um local ensolarado, posicionado na direção do sol.

Logo mais, neste texto, explicaremos passo a passo para o cultivo do seu girassol. Antes disso, porém, é interessante destacarmos alguns aspectos importantes sobre os cuidados com essa planta. Começando pelo tipo de girassol para cada espaço de cultivo. Um girassol anão se dá muito bem em vasos e jardineiras. Já as “versões” maiores do vegetal precisam ser posicionados em jardins. Do contrário, elas não obterão os nutrientes e espaço necessários para se desenvolverem.

Durante o cultivo, também é importante manter o solo sempre úmido, mas nunca encharcado. O solo ideal, aliás, é rico em matéria orgânica e bem drenado. O pH da terra é mais interessante quando fica entre 6 e 7,5.

Na hora de plantar o seu girassol, é essencial posicionar as sementes em profundidade de, mais um menos, 2 cm. As sementes devem ser colocadas em local definitivo, pois o girassol não “gosta” de ser transplantado.

Ao mesmo tempo, é importante manter certa distância entre uma semente e outra, entre uma flor e outra. Para um girassol anão, a distância indicada é de 20 a 30 cm. Já para plantas maiores, o espaçamento ideal pode ficar entre 40 cm e 1 metro. Normalmente, quanto maior a separação entre as sementes, maiores serão as flores.

Além disso, o local de plantio deve receber, ao menos, 4 horas de sol por dia. Afinal, a planta gira à procura do astro. Se ela for cultivada no vaso, o recipiente pode ser manuseado, com cuidado, e posicionado em um espaço em que a planta pode se mover à procura da luz.

Características do girassol

Um girassol é uma planta “curiosa”. Para começar, seu tempo de vida é pequeno: de apenas 20 dias. Suas pétalas se tornam ainda mais frequentes e bonitas durante a primavera.

Para garantir esse ciclo, é preciso cuidar da planta com zelo. Inclusive realizando a sua adubação a cada dois meses. O solo em que a plantação é plantada também deve ser bem drenado, não compacto e fértil. A época mais favorável para o plantio é o intervalo entre fins de dezembro e meados de fevereiro.

As alturas dos girassóis mudam, de acordo com a espécie da planta e do local em que ela é cultivada. Um girassol anão, por exemplo, não costuma crescer muito mais do que 40 cm. Já outros, especialmente em campos abertos, podem atingir até 8 metros de altura!

Grande parte dos girassóis possuem pétalas de um amarelo intenso e alegre. Porém, também é fácil encontrar plantas em vermelho ou laranja. Outras, mais diversas, como de pétalas lilás ou brancas, podem igualmente ser encontradas. Inclusive porque, com o tempo, várias espécies foram hibridizadas, “misturadas”, dando origem a novas cores.

Uma incrível vantagem da flor é que ela se adapta a quase todos os tipos de clima. Especialmente aos mais quentes, presentes na maior parte do País. Em todo o caso, a temperatura do ambiente não deve cair abaixo 5°C. Quando isso ocorre, a planta não sobrevive.

Sementes para o cultivo de girassóis

Quem deseja plantar um girassol tem bastante facilidade em encontrar suas sementes. Existem várias espécies da planta, mas a mais comum é a de sementes pretas e brancas. Sementes que também servem para a alimentação de pássaros de estimação, e são facilmente encontradas no mercado. É importante, porém, que a semente não esteja torrada. Após esse processo, ela não mais germina.

Se o objetivo for comprar de sementes de outras espécies da flor, o consumidor pode procurar uma loja de jardinagem. Sites na internet também disponibilizam as opções.

Como plantar o girassol no solo?

“Plantar o girassol no solo” significa cultivá-lo em terrenos, jardins ou campos. Seu modo de fazer é diferente do necessário para o vaso, e deve ser respeitar o seguinte passo a passo:

  • Molhe um papel toalha e coloque as sementes dentro dele, formando uma “trouxinha” de sementes. Os “grãos” não podem ter sido tostados, e devem ter casca;
  • Coloque a “trouxinha” dentro de um saco plástico, para descansar;
  • Verifique as sementes algumas vezes, para vê-las brotar. A germinação costuma acontecer cerca de 48 horas depois do início do processo;
  • Cave um buraco de aproximadamente 5 cm de profundidade;
  • Coloque a semente germinada, com o papel toalha, no solo, e cubra com terra;
  • Molhe a área em que você plantou o girassol.

O processo também funciona trocando o papel toalha pelo algodão. Porém, o papel toalha é mais fácil de “dissolver” no solo e deixar a planta crescer.

Como cuidar de girassol no vaso?

  • Escolha o vaso com tamanho adequado para o número de flores que você deseja plantar. Lembre-se do espaço ideal entre cada semente, citada nos tópicos anteriores. No caso de um girassol gigante, é preciso contar com um vaso de, ao menos, 20 litros;
  • Limpe o vaso e, se necessário, faça furos para a drenagem da água;
  • Coloque um prato ou um pires sob o vaso, e preencha o recipiente com areia. Assim, você prevenirá a reprodução dos mosquitos da dengue e outros;
  • Preencha o fundo vaso com elementos drenantes. Os mais vantajosos são o cascalho e pedaços de tijolos;
  • Preencha o vaso com terra de boa qualidade. Não compacte a terra, pois ela deverá ficar “aerada”;
  • Faça um buraco na terra, com profundidade entre 2 e 5 cm;
  • Coloque as sementes no buraco;
  • Regue o solo todos os dias, até que a semente germine.

Outro modo de plantar o girassol no vaso é usar do método explicado para o cultivo direto no solo. Ou seja, com o auxílio do papel toalha.

Como regar o Girassol?

Assim que planta um girassol, o consumidor precisa ter bastante atenção à planta. Não porque ela exige vários cuidados, mas porque seu solo deve ser mantido úmido. A frequência da rega varia. Para espaços mais frescos, molhar o solo a cada dois dias costuma ser suficiente.

Já para locais de calor intenso, e com incidência direta da luz sobre o solo, a rega deve ser feita uma vez por dia. Uma dica é não encharcar o solo — apenas mantê-lo irrigado. Se sobrecarregar o girassol com umidade, seu caule terá dificuldade de se manter de pé. Especialmente no início do cultivo. As raízes também correm o risco de apodrecer quando há excesso de água.

Para molhar a planta, também é interessante escolher sempre o período do fim da tarde ou noite. Assim, a flor não irá “cozinhar” com a união da água e do calor do dia.

[su_box title=”Quantas vezes tem que regar o girassol?” box_color=”#ffbdba” title_color=”#292929″ radius=”5″]

Essa pergunta é muito relativa, os girassóis amam beber água, porém, água em excesso por trazer diversos problemas à planta..

Uma dica simples é: toda vez que for regar, veja se o solo está úmido. Comece também regando o solo 1x ao dia.

O solo nunca deve ficar encharcado. [/su_box]

Como adubar o girassol?

Como já citado no texto, o ideal é adubar o girassol a cada dois meses. Essa frequência pode ser um pouco maior, caso o solo seja muito pobre em nutrientes. São dois os modos disponíveis para a fertilização.

No primeiro, você pode utilizar o adubo químico, segundo as recomendações da embalagem do produto. Esse tipo de material pode ser facilmente encontrado em casas de jardinagem.

A segunda alternativa consiste no uso de matéria orgânica para a adubagem. A compostagem pode ser feita com restos de vários alimentos vegetais, como a cenoura, batatas e tomates. Para flores no vaso, a adubação química é mais indicada, pois gera menos odores e atrai menos insetos.

Como fazer a poda do girassol?

Enquanto crescem, os girassóis não precisam ser podados. Só é indicado realizar a poda quando várias flores crescem juntas, e podem dificultar o crescimento uma das outras. Eliminar alguns caules pode evitar esse problema.

Em todo o caso, as folhas não devem ser retiradas da planta. Isso porque, elas caem sozinhas, e funcionam como um ótimo adubo para o solo.

Cuidados importantes para os girassóis

Cultivar girassóis é bastante simples, como você pode perceber até aqui. Basta garantir um solo nutrido e úmido, e a planta seguirá seu belo ciclo natural. Apesar disso, porém, é indicado tomar alguns outros cuidados, tão fáceis quanto o cultivo.

Plantas mais altas, por exemplo, precisam ser escoradas. Isso porque, os caules destas podem se curvar, devido ao seu tamanho e peso. Para evitar essa situação, basta posicionar uma estaca fina de madeira, ou plástico, do lado do caule. A planta deve ser amarrada a essa escora, com delicadeza. Assim, não penderá enquanto cresce.

Também é importante não colocar o seu girassol em ambientes muito chuvosos. Como explicamos, a planta não gosta de solos encharcados. O ambiente ideal ainda deve ter entre 18 e 30°C.

FAQ – Perguntas e Respostas

Quanto tempo de vida tem um girassol?

O ciclo de vida do girassol não ultrapassa 12 meses, a partir das sementes. Cultive-o em vasos ou canteiros com bastante composto orgânico, em local ensolarado, mantendo a terra sempre úmida, nunca encharcada ou seca demais.

O que fazer quando o girassol morre?

Diferentemente de outras flores, o girassol não floresce de forma contínua. Na verdade, após seu período de mais ou menos 20 dias de vida, ele começa a secar. Para garantir uma nova flor, é preciso plantar novas sementes. Os grãos da própria planta morta podem ser utilizados. Basta posicioná-los de acordo com as nossas dicas de cultivo.

Escreva um Comentário