Se você é um arquiteto, ou pretende se tornar um, então saiba que a NBR 6492 – Representação de projetos de arquitetura é aquela Norma que todo arquiteto deve ter sempre debaixo do braço.

E claro, a NBR 6492 não é importante apenas para os arquitetos, mas sim para todos os profissionais da área de construção civil, afinal de contas, se você alguma vez já teve contato com um projeto arquitetônico e viu todas aqueles símbolos e legendas, então sabe muito bem da importância de entender tudo aquilo. É para isto que a NBR 6492 existe!

Então, sem mais delongas, vamos entender qual a real importância da Norma, e os principais aspectos que são englobados por ela.

Entendendo a NBR 6492

O status da NBR 6492 é de “Norma em Revisão”, e você pode inclusive ajudar na elaboração desta revisão clicando aqui, a Norma contém 27 páginas, as quais você terá acesso apenas clicando aqui.

Logo no objetivo central da Norma já podemos ler que:

“Esta Norma fixa as condições exigíveis para representação gráfica de projetos de arquitetura, visando à sua boa compreensão.”

Ou seja, os projetos arquitetônicos são todos regulados e normatizados graças a esta Norma. Imagine só a confusão generalizada que seria se cada arquiteto fizesse os projetos arquitetônicos seguindo uma lógica própria. Nesse cenário seria necessário um manual de interpretação para cada projeto arquitetônico diferente que fossemos analisar, sem contar dos erros de interpretação, que certamente existiriam, que poderiam ser fatais para a construção da obra como um todo. Consegue entender agora qual a real importância da NBR 6492 e da normatização dos projetos arquitetônicos?

E sim, cada escritório de arquitetura costuma possuir alguns elementos próprios que são utilizados em seus desenhos, porém mesmo assim é essencial que a Norma seja seguida a risca. É importante se ter em mente, por exemplo, que os símbolos gráficos de um projeto não irão mudar de tamanho conforme a escala do desenho for alterada, ou seja, para uma escala de 1:50 ou 1:100, o tamanho do símbolo é o mesmo.

A NBR 6492 engloba varias definições fundamentais para a elaboração de um projeto arquitetônico, tais como:

  • Planta de Situação
  • Planta de locação ou Implantação
  • Planta de edificação
  • Corte
  • Elevações
  • Fachada
  • Detalhes ou ampliações
  • Escala
  • Lista de Materiais
  • Memorial justificativo
  • Programa de Necessidades
  • Discriminação técnica
  • Especificação
  • Orçamento

Ou seja, a Norma abrange absolutamente tudo aquilo que deverá estar indicado em Fachadas, Cortes e Plantas. Sendo assim, há uma obrigatoriedade em representar os elementos nas seguintes situações:

Para uma Planta de Situação:

  • É necessário uma simbologia de representação gráfica, de acordo com a que se encontra no Anexo da NBR 6492;
  • Curvas de nível deverão estar devidamente projetadas, além de um eventual sistema de coordenadas referenciais;
  • Indicação do Norte geográfico;
  • Indicação das vias de acesso ao conjunto, arruamento e também logradouros adjacentes, com seus respectivos equipamentos urbanos;
  • Indicação de todas as áreas que serão edificadas, bem como o contorno esquemático da cobertura destas edificações;
  • Denominação dos diversos blocos ou edifícios;
  • Indicação de construções existentes, demolições, remoções futuras e restrições governamentais;
  • Escalas;
  • Notas gerais, desenhos de referência e o carimbo do arquiteto/escritório de arquitetura.

Para Plantas, Fachadas e Cortes

  • Deverá conter uma simbologia de representação gráfica conforme prevista na NBR 6492;
  • Indicação do Norte geográfico;
  • Elementos do projeto devem ser caracterizados: fechamentos internos e externos, circulações horizontais e verticais, áreas de serviço, acessos e demais elementos que forem significativos;
  • Indicação de nomes dos compartimentos;
  • Cotas gerais;
  • Cotas dos níveis principais;
  • Escalas;
  • Notas gerais, desenhos de referência e carimbo do arquiteto/escritório de arquitetura.

Principais Anexos da NBR 6492

Abaixo mostraremos os principais itens que estão no Anexo da Norma, e que devem ser utilizados conforme a necessidade do projeto em questão:

A1 – Linhas de representação

Cada elemento do desenho necessita estar desenhado conforme seu respectivo layer de forma a atender a NBR 6492 e, qualquer pessoa que estiver com o projeto em mãos para uma análise poderá realizar a leitura e entender o que cada linha representa.

A2 – Tipos de Letras e Números

NBR 6492 - Anexos

A3 – Escalas

Na hora de escolher a escala conforme a NBR 6492 é importante se ter em mente a redução futura do desenho, sendo que as mais utilizadas são: 1/2; 1/5; 1/10; 1/20; 1/25; 1/50; 1/75; 1/100; 1/200; 1/250
e 1/500.

A4 – Norte

A representação do Norte geográfico é também outro fator que deverá conter em um projeto arquitetônico, conforme dita a NBR 6492.

A5 – Indicações de chamadas

A6 – Indicação gráfica de acessos

NBR 6492 - Anexos

A7 – Indicação do sentido de subida de escadas e rampas

NBR 6492 - Anexos

A8 – Indicação de inclinação de telhados, caimentos, pisos

NBR 6492 - Anexos

A9 – Cotas

As cotas deverão estar indicadas em metros para dimensões maiores do que 1 m, e em centímetros para dimensões menores do que 1 m. As cotas deverão também atender as seguintes indicações conforme NBR 6492:

  • Deverão estar sempre fora do desenho, exceto quando isto não for possível;
  • Linhas de chamadas deverão parar de 2 a 3 mm do ponto que está sendo dimensionado;
  • Cifras deverão possuir 3 mm de altura, e seu espaço com a linha de cota deverá ser de 1,5 mm;
  • Quando não possível colocar a cota na dimensão que está sendo cotada, a cota deverá ser posta ao lado e seu local exato indicado com uma linha;
  • Em cortes, somente cotas verticais deverão ser marcadas;
  • Evite a duplicidade de cotas.

NBR 6492 - Cotas

A10 – Cotas de Nível

NBR 6492 - Cotas de Nível

A11 – Marcação de coordenadas

A12 – Marcação de Cortes

A13 – Marcação de Detalhes

A14 – Numeração e títulos dos desenhos

A15 – Indicação de fachadas e elevações

A16 – Designação de portas e esquadrias

Conclusão

Muita coisa, não é mesmo? Pois saiba que para um arquiteto conseguir realizar um projeto arquitetônico bem feito a NBR 6492 deve estar debaixo do braço, ele deverá possuir um conhecimento amplo sobre a Norma, é basicamente isto que diferencia um bom profissional de um profissional mediano.

E, caso queira aprofundar seus conhecimentos sobre NBR’s, é só dar uma olhada na categoria especial sobre Normas que nós temos aqui no site. A maioria são NBR’s focadas na construção civil, porém o conhecimento de determinadas Normas poderá lhe ajudar bastante em projetos futuros, não deixe de conferir!

Escreva um Comentário