Você está cansado da conta de energia subindo todo mês? Está em dúvida se valeria mais a penas investir na compra de um carro ou na instalação de um sistema de energia solar? Além disso, quer fazer algo pelo mundo e lutar contra o aquecimento global, mesmo que um pouquinho? Mas ainda acha que o preço da energia solar é muito caro, e pensa para deixar pra depois?

Pois então meu amigo, saiba que o preço da energia solar não é tão caro da maneira que você está imaginando. O investimento em energia solar pode lhe trazer grandes benefícios.

E o preço da energia solar, só é mais cara no investimento, mas depois…

…Sai até mais barato que um carro!

Se você chegou nesse artigo, você irá saber de uma  vez por todas se o investimento em energia solar realmente é “cara” desse jeito. Continue lendo!

O calculo do preço de uma placa fotovoltaica

Antes de qualquer coisa, vamos ver como funciona a precificação de uma placa fotovoltaica.

O calculo do preço da energia solar é baseado na sua porcentagem (%) de eficiência em absorver os raios solares e transforma-las em energia. Basicamente quanto maior a porcentagem, maior o preço.

Para saber seu nível de eficiência, é medida a quantidade de Watts por metro quadrado que uma placa fotovoltaica pode produzir.

O seu tamanho também é medido a partir da sua eficiência, quanto maior a capacidade de converter energia solar em elétrica, menor é a placa para a mesma produção de energia.

Tipos de placas fotovoltaicas

A maneira que uma placa fotovoltaica é produzida e montada é o que define sua eficiência. E como já sabemos, quanto maior a eficiência, maior o preço.

Vamos analisar as duas mais eficientes e usadas:

1 – Painel solar fotovoltaico monocristalino

O mais caro e eficientes dos painéis solares, sua eficiência chega até 22%.

Feita de um único cristal de silício puro, cortando em lâminas individuais, para então serem transformadas em células fotovoltaicas. Sua vida útil é de 30 anos, com garantia de 25!

E ainda possuem mais eficiência na presença de pouca luz solar em comparação ao policristalino. O seu tamanho padrão das células fotovoltaicas monocristalinas: 10x10cm; 12,5×12,5cm, 15×15 cm.

2 – Painel solar fotovoltaico policristalino

Sua eficiência é aproximadamente 20%.

Sua produção envolve a fundição de cristais de silício em um bloco, então é fatiado em blocos quadrados e transformado em células fotovoltaicas.Sua vida útil é de 25 anos.

Tamanho padrão das células: 10x10cm; 12,5×12,5cm, 15×15 cm. Elas são mais baratas que a monocristalina…

…Mas cuidado!

Um sistema solar barato não quer dizer que sairá mais barato no final. Dependendo da sua demanda, se optar por uma placa fotovoltaica mais barata e menos eficiente, você precisará de mais painéis e um lugar maior. Assim aumentado os seus gastos.

Se caso você precise abastecer um local que necessite de alta demanda de energia, muitas vezes é melhor pagar por placas solares monocristalina.

Energia solar fotovoltaica residencial, quanto custa?

O preço da energia solar de um sistema de energia fotovoltaica residencial irá depender do tamanho da empresa fornecedora, qualidade do produto, complexidade da instalação e seu tamanho.

Os preços médios a seguir já incluem instalação, projeto e equipamentos:

  • Sistema de 1,32 Kwp, residência pequena: R$ 10.700;
  • Sistemas de 2,64 Kwp a 3,3 Kwp, residência média: R$18.900;
  • Sistemas de 4,62 Kwp a 6,6 Kwp, residência grande: R$29.600;
  • Sistemas de 10,56 Kwp, Mansões: R$ 52.200.

Lembrando que dependendo da sua busca, seja em lojas físicas ou virtuais, esses preços podem variar bastante.

Mais barato que um carro

Muita gente evitar instalar um sistema solar por causa de seu preço inicial. Mas saiba de uma coisa, a longo termo, o uso de energia solar sai mais barata que um carro 0 km.

Não estou dizendo que você deveria largar o sonho de ter um automóvel próprio, não. Eu não estou aqui para tentar convencer você de desistir dos seus sonhos.

Afinal, você tem liberdade de escolha em sua vida.

Eu mesmo adoraria ter um automóvel para ter mais independência de locomoção, sem necessitar ficar esperando um transporte público, além de que eu não precisaria da ajuda de algum conhecido ou parente para me levar ou buscar em lugares longes demais para ir andando.

ENTRETANTO.

O investimento de energia solar, em comparação ao custo de manter um automóvel, custará muito menos para você; principalmente numa época de longos períodos de estiagens em locais que possuem usinas hidrelétricas, fazendo a conta de energia subir para preços absurdos.

Aliás, ainda temos os aumentos sazonais do preço da gasolina, que acarretou até mesmo em greves de grande escala como a greve dos caminhoneiros em 2018; e como a grande maioria dos carros só funciona a base de gasolina, isso aumenta ainda mais o custo de se manter um carro funcionando.

Você sabia que o uso de um sistema fotovoltaico não é necessário pagar IPVA, seguro, manutenção caras e frequentes, nem ao menos toma muito tempo e dinheiro para realizar uma limpeza; assim como um carro faz?

E com a economia gerada com o uso de energia solar, ela pode lhe ajudar na conquista de um carro próprio.

Outros benefícios

Além de ser mais barato do que manter um carro, existem outros benefícios relacionados ao uso da energia solar.

  • O sistema solar pode ser incluído no valor do seu imóvel;
  • Pouca manutenção;
  • Bom para o meio ambiente por ser uma energia limpa;
  • Instalação flexível e rápida;
  • É silencioso e não produz barulho nenhum, e um gerador de energia a gasolina faz, e muito;
  • Possível uso em queda de energia, se a energia elétrica solar for armazenada em baterias.

Agora você já sabe qual o preço da energia solar!

A conta de luz vem subindo estrondosamente, e seus motivos são variados. Segundo a ANEEL, os consumidores irão pagar R$ 17 bi na conta de luz em 2019 para cobrir subsídios.

As principais despesas são:

  • Descontos tarifários na distribuição (desconto para irrigantes; consumidores de fontes incentivadas; companhias de água e esgoto): R$ 8,528 bilhões;
  • Combustível para acionar térmicas nos sistemas isolados: R$ 6,310 bilhões;
  • Desconto para consumidores de baixa renda: R$ 2,380 bilhões;
  • Luz para Todos: R$ 1,078 bilhão.

Só para comparação, eram R$ 16 bi na conta de luz em 2018. Ainda temos a preocupação das secas, que irão piorar com o avançar do aquecimento global, diminuindo o nível da água das hidrelétricas.

Infelizmente, a maior parte da energia brasileira vem dessas usinas, se não tem água para gerar eletricidade, o jeito é voltar para as termelétricas.

Como as usinas termelétricas utilizam a queima de combustíveis fosseis para geração de energia, em consequência, é mais caras que as hidrelétricas. Assim aumentado à conta de luz.

Portando, se ainda está em dúvida sobre se a energia solar vale a pena ou não, lembre-se da comparação que foi feita com os gastos de se manter um carro escrito nesse artigo.

O maior custo é apenas na compra, mas depois que ela é feita, a economia será garantida.

Write A Comment