Alvenaria Convencional - capa

Alvenaria Convencional – O Que É? Vantagens e Desvantagens!

Você sabia que o sistema construtivo mais adotado no Brasil é a alvenaria convencional? Principalmente em obras de grandes proporções?

Você também sabia que ela não precisa de mão de obra especializada? Sim, é verdade! Ela não precisa de mão de obra de alto custo. Tem algo que talvez você queira saber também, a alvenaria convencional tem alto poder de versatilidade, permitindo que o lado artístico da obra se sobressaia.

Tem mais perguntas? Calma lá, aposto que tem muitas muitas, não é mesmo? Se você encontrou esse texto, certamente está no caminho certo para respondê-las, já que falaremos sobre a alvenaria convencional e algumas coisas a mais.

Interessado?

Prossiga sem moderação.

O que é alvenaria

Antes de tudo, vamos primeiro entender a ideia do que é a alvenaria. Se não entendermos esse conceito primeiro, ficará um pouco mais difícil de entender o que é a alvenaria convencional.

Alvenaria, basicamente, é o conjunto de tijolos, blocos/peças sobreposta coladas com argamassa, criando uma espécie de camada vertical. Sua função primária é resistir a cargas (pesos) da estrutura, impactos, proteções acústicas e térmicas, além de vedação de espaços e entre outros.

Anúncios

Para ficar mais fácil de entender, apenas observe como funciona uma pirâmide de cartas. Toda a carga da própria estrutura do material é absorvida apenas pelas cartas colocadas minuciosamente uma na outra, em lugares e formatos estratégicos (triângulos), permitindo transferir todo o peso do material para o chão.

Alvenaria tem uma ideia semelhante, a forma que se é construído a estrutura é o que a faz permitir aguentar todo o peso da construção – Obvio que ao contrário de uma pirâmide de cartas, a alvenaria é muito mais resistente a diversos tipos de pesos e influencias externa (clima, vento, etc.), além de ser construída diferente. (Nada de triângulos feitos de tijolos um em cima do outro).

Atualmente, existem dois tipos de alvenarias: alvenaria convencional e alvenaria estrutural. Ambas tem a mesma tarefa, mas possuem diferenças em sua construção e tem finalidades diferentes.

Então o que é exatamente alvenaria convencional?

A chamada alvenaria convencional, nada mais é um sistema construtivo onde toda a carga da estrutura é absorvida pelas lajes, vigas, pilares e fundação (falaremos melhor de cada uma delas nos tópicos a seguir). As paredes não exercem nenhum tipo de função estrutural, não absorvem nenhum tipo de carga, apenas servindo para fechar os vãos e separar os ambientes da construção. A alvenaria convencional tem quase a mesma função da nossa própria coluna cervical: a coitada vive levando as cargas de todos os nossos acidentes, corridas, imprudências e voadoras desavisadas de amigos malucos, além de nos proporcionar estabilidade para a estrutura corporal humana.

Aliás, as características da alvenaria convencional permite o uso flexível de dimensionamentos de blocos, possibilitando um número maior de possibilidades estéticas no projeto e até mesmo gambiarras. Porém, a mão de obra não requer muita especialização, podendo causar diversos tipos de patologias na obra futuramente, apesar de não ser tanto problema, por ser de fácil reforma. (Ao contrário da nossa coluna, machucou ou quebrou algum ossinho nessa parte do corpo, e já era boa parte da sua vida).

As paredes (vedações) podem ser feitas usando blocos de concreto, cerâmicos, painéis pré-moldados, entre outros. Para a execução, se leva uma quantidade maior de argamassa no assentamento, sendo necessários materiais como formas de madeiras ou metálicas. Além disso, ainda é necessário de chapiscos internos e externos para a execução do emboço.·.

É importante acentuar que a argamassa de assentamento de blocos para alvenaria convencional deve seguir a recomendação de especificação do projetista. Ela pode ser comprada pronta (recomendável pelo fato dela ser mais uniforme e homogêneo) ou ser preparada no local.

Laje

As lajes são constituídas por elementos estruturais, normalmente horizontais e planos de comportamento bidimensional. A sua principal função é receber e transmitir a cargas dos diferentes pisos aos elementos de posição vertical. Além disso, a laje é um produto de concreto armado.

Viga

As vigas são usadas normalmente em sistemas de laje-viga-pilar para a transferência de esforços verticais recebidos da laje ao pilar ou para transmitir alguma carga concentrada, caso sirva de apoio a um pilar. A viga transfere o peso das lajes e dos demais elementos (paredes, portas, etc.) para as colunas.

Pilares

Basicamente, o pilar é um elemento estrutural vertical que pode ser de concreto, madeira, pedra ou alvenaria. Seu nome muda para coluna, se caso for construída em forma circular.

Sua função é receber os esforços verticais da obra é transferi-la para outros elementos, como por exemplo, para as fundações.

Fundações

Anúncios

As fundações são responsáveis de transferir toda a carga da estrutura para o solo, servindo como se fosses os “pés” da estrutura. Elas podem ser classificadas como fundações rasas ou fundações profundas. Mais sobre fundações, clique aqui.

Vantagens da alvenaria convencional

Caso queira dar uma conferida nas vantagens da alvenaria convencional, é só dar uma olhada abaixo no que separamos:

  • Obras de vãos grandes não será problema nenhum;
  • Grandes projetos não se tornam impossíveis graças ao seu esqueleto/estrutura ser de concreto armado e também pela eficiente absorção e transferência de carga;
  • Reformas feitas futuramente não é bicho de sete cabeças;
  • É possível a utilização de portas e janelas fora das medidas padronizadas;

Desvantagens da alvenaria convencional

E, onde tem vantagem também há desvantagem. Dá só uma conferida no “lado obscuro” da alvenaria convencional:

  • Alvenaria convencional é mais cara que a alvenaria estrutural;
  • Tempo de execução é geralmente mais longo;
  • Gera muito entulho, podendo causar impactos ambientais;
  • Como as instalações hidráulicas e elétricas são feitas depois da alvenaria, é necessário quebrar paredes e depois as fecha novamente usando argamassa, causando desperdício e perda de tempo.

Alvenaria convencional racionalizada

Como a alvenaria convencional tem grande capacidade de gerar entulho, é necessário algum tipo de racionalização para evitar o mínimo possível de desperdício de dinheiro e prejuízos para o meio ambiente.

Afinal, não queremos piorar ainda mais a situação do nosso planeta-casa Terra e nem das nossas carteiras, não é mesmo?

Por isso, a alvenaria convencional racionalizada é extremamente importante para a obra. Ela consiste em realizar planejamentos sobre todos os passos de execução de alvenaria, detalhando e compatibilizando os projetos e instalações para evitar e diminuir ou manter o custo da obra bem como melhorar as condições de limpeza e organização do canteiro de obras.

Anúncios

O resultado final, pelo menos o resultado ideal, é a aplicação dos recursos do modo mais eficiente possível. Resultando em menos danos ao meio ambiente e menos dinheiro jogado fora.

Existe vários tipo de medidas para minimizar o problema de geração de entulhos, pelos quais são:

  • Utilização de blocos de alta qualidade;
  • Blocos compensadores;
  • Projeto e planejamento da produção;
  • Treinamento e qualificação da mão de obra;
  • Organização logística do canteiro.

Alvenaria Convencional X Alvenaria Estrutural

A alvenaria convencional tem como a principal característica as vedações, separando ambiente e fachadas. Além disso, ela funciona como um “esqueleto” feito de combinações de pilares, lajes e vigas.

alvenaria estrutural (também chamada de parede portante) tem como sua principal característica um sistema de paredes que tem função de suportar toda a carga da laje ou da cobertura, funcionando como vedação. Pode ser feitas com blocos cerâmicos, de concreto, silício-calcário e até concreto celular. Funcionando como uma espécie de exoesqueleto dos insetos, mas servindo mais para suportar cargas da obra do que para proteção dela.

Ao contrário da alvenaria convencional, a alvenaria estrutural não suporta vãos livres, tem limitações estéticas limitadas e além de possuir reformas posteriores penosas.

Para encerrar

Como você pode ter percebido percebido até aqui, a alvenaria convencional não é um conceito lá tão difícil de entender.

Em suma, alvenaria convencional é responsável pela estrutura não desabar por causa do seu próprio peso ou de outras cargas vindas de fatores diferentes, como pessoas andando pela construção ou objetos pesados dentro do ambiente. Isso tudo é possível pela utilização de vários fatores como pilares, lajes, vigas e fundações para a absorção e transferências de cargas para o solo.

Portanto, é de extrema importância conhecer suas principais funções, já que a alvenaria convencional não é recomendada para projetos pequenos, como casas, por causa de seu alto custo, criação de entulhos e processo demorado. Para obras pequenas, a alvenaria estrutural seria a melhor opção para sustentabilidade e economia.