Nem tudo que é liso, suave ou aparentemente perfeito, é algo belo. Perfeição, não quer dizer beleza, e beleza, muitas vezes é algo que apresenta muitas falhas. Ora, para aceitarmos o amor verdadeiro e durável, devemos aceitar as falhas da outra pessoa, saber lidar com elas, e evoluir o nosso relacionamento a partir das próprias falhas que cometemos. Existe algo assim, aparentemente cheio de falhas, com um aspecto de ranhuras feitas em sua superfície, não, não estou falando de acnes ou cicatrizes na pele, eu estou falando sobre o grafiato.

Neste artigo você aprenderá o que é o grafiato, e, é claro, a como aplicar o grafiato. Pois então vamos lá!

A beleza das aparentes falhas, o grafiato

Algumas pessoas não gostam de coisas simples, de uma cor só, feita para parecerem uma pintura chapada na parede.

Muitas vezes, queremos ver algo a mais, uma mistura de movimentos. Linhas que parecem arranhões feitos pela vida, fincadas na parede como uma cascada descendo uma linda cachoeira. Entende isso?

Grafiato é esta técnica artística, cheia de falhas, mas de aparência rústica e talvez até mesmo bruta, mas ao mesmo tempo, passando um ar estranhamente elegante.

Essas técnicas, cheias de gramaturas variáveis, no qual as mais grossas formam riscos profundos e de aparência marcante e as mais finais deixam riscos mais sutis e suaves. Uma espécie de música, cheio de ritmos, mas marcadas numa pintura de parede.

Sua aplicação é recomendável em acabamentos em paredes de ambientes internos e externos, mas cuidado, nas áreas internas a textura necessita moderação, pois, mesmo que seja belo, se for em excesso, perde sua beleza. Por isso, é recomendável apenas aplicar essa textura em algumas partes da área interna, para até mesmo enfeitar e deixar mais charmosos certos lugares estratégicos, assim realçando possíveis objetos.

Aliás, além de proporcionar uma aparência única, também é vantajosa seu uso em acabamentos de áreas externas, como em muros ou paredes de fachadas, pois as protege contra infiltrações e umidade.

As vantagens do grafiato

Toda obra tem seus pequenos detalhes que nos ajudam a admirar mais o mundo, porém, também ajudam em outras coisas:

  • Charmoso diferente;
  • Barata e não necessita de coisas caras;
  • Existem diversas cores;
  • Usado tanto interno quanto externamente;
  • Durável;
  • Aplicação sem bicho de sete cabeças;
  • Não tem tanta necessidade de manutenção;
  • Impermeabilidade boa;
  • Previne infitrações;
  • Aplicável em diversos tipos de superfícies, como alvenaria, blocos pré-moldados e entre outros;
  • Existem vários tipos de cores de grafiato, mas se caso não conseguir achar a cor desejada, é possível usar uma base branca para depois pintar por cima usando outra coloração.

As desvantagens do grafiato

Por mais  que as marcas de arranhadura transmitem um ar mais charmoso para o local, existem alguns problemas que podem irritar um pouco.

  • Não sai da parede com facilidade;
  • Deve ser aplicado com o fundo branco primeiro;
  • Difícil de mudar a cor.

Materiais necessários

Para uma boa aplicação, não é apenas necessário a habilidade do pintor, mas também, de ótimos materiais. Um machado bem feito e apropriadamente afiado corta madeira com muito mais rapidez do que um machado cego e mal produzido.

Assim sendo, antes de te ensinarmos propriamente a como aplicar grafiato, você irá precisar de:

  • Fita crepe branca 25mm;
  • Espátula plástica lisa 10cm;
  • Lona plástica 3x3m preto;
  • Mexedor para tinta;
  • Balde plástico para concreto 12L;
  • Riscadeira grafiato;
  • Selador Primer acrílico 0,5;
  • Pincel para paredes 3’’ simples 500;
  • Rolo antirrespingo 23cm 1376;
  • Textura riscado;
  • Desempenadeira plástica para grafiato 16×8.

Como aplicar grafiato

Finalmente, é a hora de colocar a mão na massa. A parte onde o escultor pega argila e começa a esculpir sua nova estrutura. A hora da ação!

Enfim, deixando minha empolgação de lado, é necessário varias etapas para a aplicação de grafiato nas paredes, pelos quais são:

  1. Molduras de gesso e rodapés precisam ser protegidas usando fita crepe. Para o chão e paredes laterais, se usa plástico ou forração.
  2. Antes de aplicar a massa de grafiato, certifique-se bem em verificar tintas soltas escamando, se por acaso do destino se encontrar com um desses malditos, realize a raspagem com espátula. Além disso, corrija trincas e fissuras para depois finalmente aplicar a massa.
  3. Limpe tudo que estive na parede, poeira, óleo ou qualquer tipo de detrito que possa ter nela para não prejudicar o processe de grafiato.
  4. Utilizando um balde próprio para pintura, dilua o primer acrílico com aproximadamente 5 a 10% de água e a mexa até virar uma mistura homogênea. Aplique com uma trincha (pode ser usado rolo de lã também), e vá lanchar um sanduiche ou brinque com seu cachorro, porque terá que esperar umas boas 6 horas para o produto secar;
  5. Em um balde, dilua massa de grafiato com 5 a 10% de água e obedeça as proporções se caso utilizar mais de uma embalagem de massa;
  6. Assim que a massa estiver uniforme, coloque uma camada sobre a desempenadeira de plástico. Comece a aplicação da massa na parede de maneira uniforme e mantendo a espessura;
  7. Após a massa ser aplicada, utiliza a ferramenta risca fácil (algo que aparenta ser um pente), passe de cima para baixo, nunca mudando a direção;
  8. Retire o excesso de massa usando uma desempenadeira, deslizando verticalmente e no mesmo sentido do pente;
  9. Vá dormir, trabalhar, conversar com seu gato, seja o que for, pois a massa pode demorar até dois dias para secar completamente.

Coloração

É possível variar a cor do grafiato. Se desejar, você pode utilizar uma argamassa de cor natural e depois pintar a parede de alguma cor da sua preferência. Porém, a tinta tem que ser especifica para parede.

Ora, além de usar tinta, existe outra opção também: aplicação de pigmento na mistura da massa. É um processo mais barato, já que não será necessário fazer o grafiato primeiro para depois ir para a pintura. Afinal, você já adiciona na mistura da massa de cor natural a cor desejada.

Dica: Faça tudo de uma vez

Esse método não permite emendas, por isso, é recomendado que a aplicação de grafiato seja feito de uma vez só na parede.

Dica²: Seja paciente, o treco demora

Durante a secagem do grafiato, nenhum objeto ou ser vivo deve encostar na parede, isso compromete totalmente o resultado final, causando deformações ou sujeiras na parede.

Grafiato não é textura

Ambas possuem suas similaridades, porém o grafiato costuma ser mais resistente, lavável e de alta durabilidade. Além disso, a textura não suporta chuvas, coisa que o grafiato não tem problema em lidar. Mas a grande diferença de fato entre ambas é a aparência.

A textura possui reentrâncias e alto relevo, podendo até ser usadas vassouras para garantir que o efeito seja destacado na parede.

Já o grafiato são risco que podem ser em posições horizontais, verticais ou posições totalmente diferentes.

Conclusão

Muitas vezes queremos algo diferente, uma beleza diferente.

Uma beleza mais falha, ainda sim, rústica, que faça sobressair outros possíveis objetos presente no local do grafiato. E ainda oferece proteção contra infiltrações,  barata e de fácil de aplicação.

Por isso, saber como aplicar grafiato pode ser o processo que você finalmente esteve procurando para embelezar a sua casa de um jeito diferente e único.

Write A Comment