Laje Cogumelo – O Que É? Vantagens e Desvantagens!

Nós já falamos aqui mesmo no site sobre diversos tipos de laje, entretanto, a laje cogumelo pode ser uma novidade para a maioria das pessoas.

Anúncios

Neste artigo nós iremos focar na laje cogumelo, te mostrando o que ela é, qual sua diferença principal com relação as demais lajes, além de suas vantagens e desvantagens.

Então, caso queira aprender de uma vez por todas do que se trata a laje cogumelo, e se ela é viável ou não para sua obra atual, é só ficar ligado aqui neste artigo até o final!

Preparado? Pois então vamos lá!

A Laje Cogumelo

Mas, afinal de contas, o que é essa tal de laje cogumelo?

Para entendermos o que propriamente dito é a laje cogumelo, vamos voltar ao velho sisteminha existente de uma construção, que é:

Fundação -> Pilares -> Vigas -> Laje

Ok, este é o básico, algo que todos nós já estamos habituados, não é mesmo? Mas e se eu te disser que você pode eliminar as vigas e apoiar as lajes diretamente nos pilares? Parece loucura não é mesmo? Mas é exatamente este o intuito da laje cogumelo!

Laje cogumelo

Anúncios

Repare que a laje é apoiada diretamente no pilar, sem a existência de vigasEntão, sempre que você notar que uma laje está apoiada diretamente sobre os pilares, parecendo não existir vigas, é que muito provavelmente elas não existem mesmo. Lembrando que as lajes aqui podem ser maciças, de concreto protendido ou armado, ou então incorporadas com um material inerte de modo a formar lajes nervuradas. Inclusive, em alguns casos é também possível notar um capitel, circular ou quadrado, no qual a laje se apoia.

Laje cogumelo com capitel
Já neste caso, repare que, ao invés de uma viga, há um capitel entre a laje e o pilar

Ah, reparou como a foto acima, com o capitel, se assemelha um pouco a um cogumelo (bora usar a imaginação nessa galera)? Então, daí você já consegue supor de onde veio o nome…

“Mas usar uma laje sem vigas? Isso funciona mesmo?”

Funciona, é claro, porém é necessário um cuidado enorme por trás disto. As vigas existem por seu papel essencial na estrutura como um todo, então, mesmo que você tenha a opção de retirá-las da equação para utilizar a laje cogumelo, é bom ter em mente que o cuidado por trás deve ser grande.

E por cuidado queremos dizer tanto no cálculo estrutural, onde o engenheiro calculista deverá ter em mente a particularidade da obra e projetar uma estrutura que possa se manter sem a necessidade de vigas, já avisando que o cálculo por trás disto costuma ser um tanto quanto complexo. O maior risco aqui é do pilar simplesmente “furar” a laje, exatamente por isto há a utilização dos capiteis, e isto é algo que o engenheiro deve tomar todos os cuidados necessários para evitar.

E também, é claro, a mão de de obra utilizada para a construção da laje cogumelo deve ser especializado, ao menos a ponto de todos saberem o que estão fazendo.

Dito isto, que tal darmos uma olhadinha nas vantagens e desvantagens de se utilizar a laje cogumelo?

Vantagens e Desvantagens da laje cogumelo

Certo, vamos focar agora no lado bom e no lado ruim deste tipo de laje, assim você poderá ter uma visão melhor da figura final e decidir se esta é ou não a melhor laje para você.

Vantagens

Vamos começar com o lado bom da coisa.

Utilizar uma estrutura de cogumelo irá lhe proporcionar uma produtividade em obra maior, principalmente durante a montagem de escoramento, tendo em vista que ele será montado apenas horizontalmente, já que a estrutura não irá utilizar vigas sobre as colunas.

A laje cogumelo permite que seja possível vencer vãos grandes. Bastante utilizada em estacionamentos pois, utilizando-se deste tipo de laje com uma altura de 30 centímetros, é possível vencer um vão de até 7,5 metros, o que corresponde a uma média de 3 vagas de garagem.

A laje cogumelo ainda apresenta diversas outras vantagens tais como:

  • O pé direito utilizado pode ser mais baixo do que o utilizado na laje convencional;
  • É mais fácil para a passagem de tubulações e dutos;
  • Apresenta uma liberdade maior de ventilação e iluminação ao pavimento;
  • Dentre várias outras vantagens que são trazidas por este tipo de laje.

Desvantagens

Certo, agora que já analisamos a parte boa, vamos também dar uma olhadinha no lado ruim da laje cogumelo, pois tudo o que é bom tem também seu lado ruim.

Pode não parecer a primeira vista, pois estamos eliminando aqui a utilização de vigas, mas o custo da obra é mais elevado. Isto se deve ao fato de que este tipo de estrutura exigem uma espessura maior das lajes, ou seja, seguindo esta linha de raciocínio o consumo de material como aço e concreto é maior, o que acaba inviabilizando o projeto em muitos casos.

Para este tipo de laje existe um fenômenos que nós chamamos de punção, que é quando o pilar atravessa a laje, ou seja, quando o pilar a perfura. Cabe ao engenheiro calculista pensar em um método de contornar este tipo de fenômeno, e para isto ele possui duas soluções possíveis: ele poderá aumentar a dimensão do pilar, o que consequentemente também irá aumentar o material utilizado e seu preço final; ou então ele poderá optar pela construção de capitéis, o que costuma ser a solução mais adotada, tanto por engenheiros quanto por arquitetos em seus projetos.

Anúncios

E claro, para um projeto deste tipo também há a necessidade de contar com uma mão de obra especializada, sendo que nem todos os construtores sabem executar tal tipo de serviço, que necessita ser executado com perfeição.

Conclusão

Se te perguntarem agora você saberá dizer o que é uma laje cogumelo, não é mesmo? Até mesmo quando ver uma em alguma construção saberá identificá-la. Agora, se este tipo de laje é ou não a melhor para se utilizar em sua obra, somente seu engenheiro poderá julgar, mas já adiantamos que para uma obra pequena não há necessidade de se utilizar deste tipo de laje. Dê uma conferida em nossos outros artigos sobre as demais lajes que você com certeza encontrará a laje ideal para você e para seu projeto.

Dúvidas? É só perguntar! Gostou deste artigo? Então é só compartilhar!