Sabendo como cuidar do lírio da paz, você terá uma planta muito mais bonita e saudável. Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa sobre o assunto.

Ganhou um lírio de presente, ou se apaixonou por um e comprou? Então, agora você deve estar se perguntando como cuidar de lírio da paz. A boa notícia é que a tarefa é simples, apesar de demandar atenção.

Os lírios são flores perfumadas e podem decorar os mais variados ambientes. No quarto, sala, escritório e até no banheiro, a planta pode dar um up no visual e torná-lo mais delicado. Ou então, mais elegante, dependendo do tipo de vaso que você utilizar.

Considerado fácil de cultivar, este lírio pode atingir até 50 cm de altura. Um lírio da paz tem flores brancas, e por isso seu nome. Seu visual remete à calma e bem-estar, e costuma deixar os ambientes mais agradáveis. A planta floresce nas épocas mais quentes do ano, como verão e primavera.

O visual da planta é bastante característico. Primeiro, suas folhas são bastante verdes, grandes e largas, em um formato triangular. Suas flores também são triangulares, brancas e fazem uma pequena curva ao se fixarem no caule.

Existem dois tipos principais de lírio da paz: o comum, e o gigante. Nesse texto, nós contamos como cuidar do lírio da paz comum, apesar de o passo a passo para o gigante ser muito semelhante.

Porém, se a versão maior da planta for sua opção, recomendamos que você leia este texto, e depois adapte nossas dicas ao porte da flor. Especialmente em relação às quantidades e frequência dos cuidados.

Continue lendo o texto e saiba como cuidar do lírio da paz, deixando-o bonito e saudável.

Outros tipos de lírios

tipos lirio paz

Além do lírio da paz, existe uma série de espécies de lírios no planeta. São mais de 100 variedades, com diferentes cores e tamanhos. Abaixo, apresentamos rapidamente algumas das espécies mais comuns de se cultivar em casa, além do lírio da paz.

Lírio asiático

Um lírio asiático tem flores bem pequenas e cores vibrantes e variadas. Você pode encontrar, por exemplo, exemplares rosa, brancos, creme, rosa, branco e roxo. Normalmente, até, as pétalas têm duas cores, especialmente misturando o vermelho e o branco. Essa espécie não exala muito perfume, mas ainda possui a o cheiro agradável das flores.

Lírio azul

Lírios azuis são mais raros, apesar de bastante bonitos. Sua flores são muito bonitas e seu perfume bastante presente.

Lírio laranja

Os lírios alaranjados representam admiração e são bastante comuns. Suas pétalas em laranja têm um tom bastante forte.

Lírio oriental

Enquanto isso, um lírio oriental tem perfume ainda mais marcante e flores grandes. Sua beleza chama a atenção. Suas pétalas são amarelas e mais finas do que de um lírio comum. Pense em um desenho simples de flor, daqueles que fazemos quando criança. Os lírios orientais lembram muito esses desenhos.

Lírio lilás

Lírios lilazes remetes à pureza e, muitas vezes, são usados como presentes pós-maternidade e para buquês de casamento.

Lírio longuiflorum

Esse tipo de lírio tem pétalas brancas e no tom creme. Elas são mais finas e fazem curva, deixando o centro da flor mais exposto, aberto. As flores são bastante grandes, e muito semelhantes às do lírio oriental.

Como cuidar de lírio da paz?

Uma série de cuidados é importante para manter o lírio da paz bonito e saudável por mais tempo. Mas é necessária atenção, pois em uma série de situações a planta pode adoecer. Se essas doenças não forem tratadas, poderão levar a flor à morte.

Por isso, além dos cuidados diários, repare a planta. Não apenas olhe pra ela, mas repare, em suas folhas, cores, saúde do caule, a saúde das flores e mais. Abaixo, listamos dicas importantes para o cuidado com o lírio.

Escolha o local adequado

O lírio da paz é uma planta que precisa de luz do sol. Por isso, mantenha sempre o vaso da planta próximo a uma janela ou em um espaço aberto.

É importante que a planta receba luz indireta do sol. Sempre indireta, pois a intensidade exagerada pode queimar as flores e folhas.

Ela também deve ter calor e umidade ao seu redor. Com o frio, a flor não se desenvolve. Se estiver no frio ou no calor exagerado, e espécie tende a ficar enrugada e com folhas marrons.

Regue o lírio periodicamente

A rega do lírio deve ser feita de forma periódica, mas não há um intervalo definido para a irrigação. Normalmente, é preciso molhar a planta uma vez por semana, mas tudo depende da observação dela. Sempre que o vaso estiver seco, ele deverá ser regado.

Agora, se continuar úmido, não será preciso mais água. Até porque, umidade exagerada poderá apodrecer as raízes e matar o lírio da paz.

Na hora de molhar a planta, é importante não encharcar a tela. Ela deve ficar úmida, mas não criar poças. Se a água se acumular, elimine o excesso.

Também é importante borrifar um pouco de água nas folhas do lírio, dessa vez algumas vezes por semana. A quantidade de líquido será pouca, então você poderá borrifá-lo uma vez por dia, se preferir. Já o borrifamento nas flores pode acontecer num intervalo maior. A ideia é imitar o clima úmido das florestas, de onde o lírio é original.

Faça a poda

Folhas murchas ou marrons precisam ser retiradas do lírio, pois vão evitar que a planta gaste energia com essas partes. Fora isso, a planta não precisará de pontas, pois não vai crescer de forma exagerada.

Para cortar o que for preciso, use uma tesoura específica para o trabalho. Também é importante que ela esteja afiada e limpa. Inclusive, se houver partes doentes e você cortá-las, limpe a tesoura antes de continuar a cortar a planta. Do contrário, você correrá o risco de contaminar os outros galhos.

Fertilize o lírio da paz

Os lírios da paz não precisam de fertilizante para crescerem fortes e saudáveis. Mas, se você quiser utilizar o produto, poderá, desde que não seja de forma muito frequente.

Nesse caso, use um fertilizante comum 20-20-20. Você também pode aplicar metade ou ¼ da dose recomendada uma vez por mês.

Troque o lírio de vaso

vaso lirio

Muitas vezes, os lírios ficam grandes demais e precisam ser trocados de vaso. Senão, seu crescimento será prejudicado, e ele provavelmente começará a ter problemas de “saúde”. A planta dá sinais, apresentando folhas amarelas e raízes na superfície do vaso.

Geralmente, isso acontece a cada dois anos. Então, é preciso passar a planta para um vaso maior. Nessa troca, você pode usar um vaso de plástico, cerâmica, argilo ou outro. Todos eles precisam ter buraquinhos para a drenagem, para evitar que a água se acumule e as raízes apodreçam.

Já sobre o solo para plantio, dê preferência àquele à base de turfa. Ele vai possuir componentes como cascas de árvore, areia e perlita, imitando o solo de uma floresta. Para transferir o lírio da paz, posicione a planta no vaso e só depois acrescente a terra até a borda. A terra deve ficar ao redor do lírio, e não embaixo, nem em cima dele.

Outra dica: coloque uma estaca ou um palito de picolé no vaso, apoiando o caule do lírio. Como as raízes demoram um pouco a se fixar, isso dará maior segurança à flor. Remova a estaca quando as raízes se firmarem.

Também é possível criar mais de um lírio da paz, em vez apenas de trocá-lo de vaso. Aqui, corte um amontoado de duas ou mais folhas que aparecem longe da parte principal da planta. Plante-a como no caso anterior.

Trate os problemas

O lírio da paz sempre dá sinais quando está passando por problemas. Veja na tabela abaixo quais as situações mais comuns, e como tratá-las.

Sinal

O que é

O que fazer

Solo seco, folhas murchas e amareladas e caule encurvado.

Falta de água.

Regue a planta e faça sua irrigação com mais frequência.

Folhas com pontos marrons.

Excesso de água.

Diminua a frequência da rega. Se não resolver, troque o lírio de vaso, cortando as partes mortas, apodrecidas e pegajosas das raízes.

Brotos verdes.

Excesso de fertilizante.

Deixe a planta sem fertilizar por algumas semanas e, depois, volte a aplicar os produtos com um intervalo maior de tempo.

Folhas amarelas.

Excesso de luminosidade.

Coloque a planta em uma área mais escura, mas sem privá-la totalmente da luz do sol.

Folhas murchas e caindo, bichinhos e uma espécie de teia.

Pragas como pulgões e ácaros.

Lave a planta em água corrente e aplique inseticida não tóxico.

No mercado, existem inseticidas não tóxico. Mas você também pode preparar uma solução natural, com alguns produtos simples. A receita é a seguinte:

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de óleo vegetal

  • 3 colheres de sopa de pimenta-caiena

  • 1 colher de sopa de sabonete natural à base de gordura

  • 1 litro de água morna

Como fazer?

Misture todos os produtos em uma garrafinha spray. Borrife nas folhas da planta. Deixe agir. Para ter a certeza de que o produto não vai prejudicar o lírio, faça o teste de um dia para o outro, em uma pequena parte da flor.

Dicas importantes para cuidar do lírio da paz

Pronto! Se você leu este texto até aqui, já sabe como cuidar do lírio da paz. Mas para esse cuidado contínuo e atencioso, é importante ter atenção a uma série de aspectos. Listamos todos nos próximos tópicos.

Preste atenção no lírio

Como explicamos até aqui, o lírio da paz sempre dá sinais sobre sua saúde. Então, é importante dar atenção a ele, em vez de apenas regar a planta. Todos os dias, avalie bem a cor das folhas, o visual das flores, se há a presença de bichinhos ou mais. Assim, caso qualquer problema aconteça, você poderá agir rápido e cuidar do lírio.

Evite o contato de crianças e pets

Os lírios da paz são venenosos. Por isso, é essencial evitar que crianças e animais de estimação tenham contato com a flor. Esses indivíduos são bastante sensíveis, e podem apresentar intoxicação. Para se prevenir, você precisará também usar luvas de borracha na hora de podar ou lavar a planta.

De preferência, deixe os vasos no alto, na parte mais distante dos móveis. Isso vai dificultar que seu pet ou criança puxe a planta. Se eles mastigarem a flor, poderão sofrer intoxicação e precisar de atendimento médico.

Escolha bem seu vaso

É essencial que os vasos de lírio tenham buraquinhos no fundo, para que as raízes da flor respirem. Isso vai prevenir pragas e que a umidade se acumule e apodreça as raízes. Mas o vaso não precisa apenas ser funcional. Ele também deve combinar com sua decoração.

Você pode escolher vasos de cerâmica, plástico ou mais. Mas se for o caso, você também pode usar um vaso apenas decorativo, colocando outro tipo dentro dele. Por exemplo: um vaso de plástico dentro de um vaso de cerâmica “mais caro”.

Sempre combine o vaso com o resto da sua decoração. Se ela for mais sofisticada, opte por esse tipo de vaso. Se for mais urbana, escolha um vaso com visual urbano, e assim por diante. A harmonia no espaço fará enorme diferença para o ambiente.

Reaproveite o lírio morto

Um lírio, quando morre, ainda pode servir para dar origem a outras flores. Pensando nisso, continue a regar a planta por três meses após ela murchar. Passado esse período, interrompa a irrigação e deixe a haste secar totalmente.

O passo seguinte consiste em retirar o bulbo da terra. Coloque-o em um saco plástico perfurado e coloque na parte menos fria da geladeira.

Deixe-a guardada por quatro meses. Depois, plante o bulbo em um vaso, colocando terra ao redor do lírio. Então, posicione o vaso em um local bem arejado por dez dias. Mude a planta para um lugar bem iluminado e passe a cuidar do lírio normalmente.

Viu só como cuidar do lírio da paz é simples? Basta dar atenção à planta e fazer a rega e poda periódica. A flor é quase autossuficiente, e você poderá aproveitar da sua beleza sem muito esforço.

Escreva um Comentário