Preço do pergolado: Quanto custa um pergolado?

0 30
Advertisements

Sabe aquela estrutura na área externa de um imóvel, formada apenas por algumas vigas e outras peças de madeira na horizontal, “cobrindo-a”? Pois bem, esse é o pergolado, uma opção cada vez mais comum, especialmente nos ambientes residenciais. Acompanhe o texto e descubra o preço do pergolado e suas diversas opções de instalação!

A palavra “pergolado” vem de “pérgola”, um termo em latim antigo que se refere a uma cobertura protetora. A opção sempre foi bastante comum na Europa, especialmente na Itália. No País, essa estrutura é tomada como a extensão de casa, muitas vezes servindo como um espaço para refeições, mas bastante perto da natureza. Pense bem: se você já viu um filme passado na Itália, sabe bem do que estamos falando.

Um pergolado também é bastante comum em jardins. Para integrá-lo ainda mais com a natureza, paisagistas se utilizam de plantas trepadeiras, que sobrem pelas vigas e acomodam seus ramos na superfície do “novo cômodo”. Como resultado, os indivíduos ganham um espaço mais fresco, com a diminuição da incidência solar direta no espaço.

Esse tipo de ambiente é utilizado ainda como espaço de descanso. Não é incomum que ele ganhe sofás, pufes ou mesmo uma confortável cama. Assim, os moradores do imóvel podem aproveitar o espaço para momentos de relaxamento e descanso, inclusive lendo ou assistindo a um filme ao ar livre.

Mas, afinal, como é feito um pergolado?

Para formar um pergolado, é necessário contar com uma série de peças modulares de madeira. São posicionadas, então, vigas, de modo a criar a estrutura vertical do espaço. Em seguida, outras peças são colocadas na horizontal, sobre as vigas, criando um teto “vazado”.

Além da madeira, é possível que o consumidor escolha outros materiais, menos “tradicionais”. Entre eles estão o metal, o concreto e o bambu. Também há a alternativa pela madeira plástica, que consiste em um produto feito com resistente plástico reciclável.

A escolha pelo material mais adequado precisa levar em conta, especialmente, as condições do ambiente. Um espaço sujeito à umidade exagerada e à pouca incidência solar, por exemplo, pode ser beneficiar bastante da madeira plástica. Afinal, a madeira comum seria mais facilmente corroída por problemas como o mofo, demandando manutenção mais constante.

Normalmente, um pergolado é montado na lateral da residência. Pode servir como um novo cômodo, independente, ou como a continuação de outro. Como no caso de espaços como a varanda ou a sala de jantar. De qualquer forma, a estrutura funciona como um espaço de descanso e bem-estar, tanto para os moradores do imóvel, quanto para convidados.

Cobertura da estrutura: opções

Grande parte dos pergolados mantém a sua cobertura aberta. Como já citado, porém, também é uma ótima alternativa investir em plantas trepadeiras, que podem diminuir a exposição do espaço ao sol. A presença do verde e, por vezes, de flores, ainda torna o ar do ambiente mais puro e agradável.

Outras opções de cobertura estão igualmente disponíveis. No caso do desejo de proteção contra a chuva, é interessante utilizar placas de vidro ou de policarbonato translúcido. Assim, mesmo que completamente coberta, a estrutura vai permitir a passagem da luz para o espaço.

Ainda é possível inserir no pergolado alguns tecidos. Tanto como cobertura, quanto em suas laterais, para a criação de um espaço mais íntimo. Nessa situação, é possível manter as “cortinas” laterais fechadas, para um ambiente mais aconchegante e privativo, ou então abertas, dando enorme charme visual ao pergolado. O efeito de movimento provocado pelos forros é igualmente atraente.

Preço do pergolado: Quanto custa um pergolado?

O preço do pergolado varia. Primeiro, de acordo com o seu tamanho, além dos materiais utilizados e do tipo de cobertura preferida pelo consumidor. Caso a estrutura seja feita de madeira, o tipo do material também influencia em seu custo final, tal qual o local, modelo e forma de instalação.

Por isso, é fundamental obter um projeto exclusivo de pergolado. Para isso, você pode contratar um arquiteto, decorador ou paisagista. De acordo com os seus desejos e espaço disponível, então, o profissional poderá definir mais adequadamente o preço do pergolado.

É importante destacar, de qualquer forma, que o uso da madeira costuma gerar custos mais altos. Afinal, o produto precisa passar por cuidadosa preparação. Apenas assim poderá ter grande durabilidade. Além disso, a madeira requer manutenção mais frequente do que outros materiais. Periodicamente ela deverá passar, por exemplo, pelo lixamento e aplicação de tinta ou verniz.

Em todo o caso, é possível definir um custo aproximado do pergolado. Considerando uma estrutura média, o preço do pergolado gira em torno de R$ 400 a R$ 750 o m² construído. Sem contar os custos da consultoria com o arquiteto/ paisagista/ decorador.

Como montar um pergolado?

De modo geral, é necessário contar com, no mínimo, 6 m² para a instalação de uma estrutura de pergolado. Isso uma vez que o espaço precisa acomodar vigas e alguns móveis logo abaixo sua cobertura. Um ambiente menor tende a ser “apertado” e pouco aconchegante.

Caso o material escolhido seja a madeira, é fundamental que ela seja tratada antes do seu uso. Ou seja, ela deve ser lixada e impermeabilizada, para que resista às mudanças climáticas e a outros fatores. Sua proteção também deve existir contra a ação de insetos.

Quando o consumidor deseja utilizar o novo ambiente também durante a noite, é necessária atenção quanto a fiações elétricas no espaço. As instalações devem ser pensadas com antecedência, inclusive considerando a cobertura que será utilizada.

No mercado, é possível encontrar os chamados “kits pergolados pré-montados”. Com eles, o próprio consumidor pode montar a estrutura. Isso uma vez que as peças já vêm devidamente furadas, com um detalhado manual para encaixe uma nas outras.

Quais as coberturas para o pergolado?

Se o objetivo foi utilizar plantas na superfície, invista sempre em espécies trepadeiras. Sejam elas compostas apenas por folhas, sejam aquelas que também contam com algumas flores. São boas alternativas a folhagem do maracujá, a jasmim-dos-açores, a tumbérgia, a rosinha-trepadeira e a dipladênia. Além de pela beleza, é importante escolher as plantas de acordo com as suas necessidades. Algumas espécies requerem sol pleno, enquanto outras só crescem à meia sombra.

No caso da cobertura com vidro, lembre-se de escolher um material que não esquente muito sob o sol. O melhor é que ele bloqueie parte da luz e do calor, para que o pergolado não se torne um ambiente desconfortável.

Já para a escolha de tecidos para a estrutura, prefira os mais claros e leves. Eles serão bons aliados na manutenção de uma temperatura agradável no espaço. Ao mesmo tempo, permitirão um aspecto visual delicado e atraente. O movimento criado pelo farfalhar dos tecidos ao vento é igualmente interessante.

Piso do espaço

Como fica localizado na área externa de um imóvel, é sempre importante que um pergolado conte com tecido antiderrapante. Afinal, o ambiente ficará exposto à água da chuva, mesmo que possua cobertura em vidro. Nessa situação, um chão escorregadio poderia provocar acidentes.

Considerando esse aspecto, há inúmeras opções de pavimento no mercado. Como o porcelanato natural, a madeira, a cerâmica antiderrapante, o piso fulget e vários outros. Sua escolha deverá, então, levar em conta o uso do espaço e a decoração desejada.

Com a escolha da madeira para o piso, por exemplo, é possível obter um local com aparência de um lounge sofisticado e acolhedor. Já o porcelanato proporciona visual atraente e elegante.

Também é uma opção deixar o pergolado sem a cobertura de um piso. Nesse caso, você precisa cuidar da terra ou da grama que formarão a superfície. Em todo o caso, o resultado é mais natural e campestre, e pode combinar com a decoração objetivada.

Móveis para o pergolado

Os móveis posicionados no espaço criado devem variar de acordo com o objetivo do ambiente. Para um local de confraternização e refeições, você pode investir em mesas e cadeiras confortáveis. Já para a criação de um espaço de bate-papo, é mais interessante escolher pufes, sofás ou mesmo uma cama confortável. Assim como para a leitura e descanso. Balanços e redes suspensas também são alternativas para o local.

Que madeira utilizar para o pergolado?

São muitas as opções de madeira disponíveis para a construção de um pergolado. Cada uma delas possui características diferentes: na aparência, resistência, durabilidade, odor, oleosidade. Por isso, é indicado considerar todos os fatores do espaço antes da definição do material, incluindo os fatores naturais a que o produto estará sujeito. Um profissional, arquiteto ou decorador, também pode auxiliar nessa definição.

Acompanhe alguns tipos de madeira indicados para a estrutura de um pergolado:

Teca

Bastante resistente a impactos físicos. Também é resistente a mudanças climáticas e tem enorme durabilidade, já que conta com um conservante natural. Sua cor geralmente é bastante escura, oferecendo grande elegância ao espaço.

Cumaru

Tem enorme resistência ao ataque de insetos e a variações climáticas. Seu tom é castanho-avermelhado, mais próximo do marrom escuro do que do bege.

Peroba

Tem a cor marrom mais clara, e por isso é indicada para visuais mais delicados. A madeira é uma das mais utilizadas na Construção Civil, servindo para vigas, marcos de portas, janelas e mais.

Maçaranduba

Madeira de cor vermelho-acastanhada, a maçaranduba é pesada, dura e resistente, muito interessante principalmente para as vigas do pergolado.

Cedro

Com cor clara, o Cedro é uma madeira leve e macia. É indicado principalmente para quando o consumidor deseja um material trabalhado, com entalhes que potencializem o visual da peça.

Pitomba

Uma madeira pesada e sem odor, ideal para quem deseja neutralidade no espaço. Sua cor vai do castanho-escuro ao bege-amarelado.

Eucalipto

Raramente o eucalipto recebe um tratamento para nivelamento, sendo utilizado em sua forma circunferencial. O resultado é um pergolado mais rústico, ideal para o descanso próximo à natureza.

Ipê

Árvore nativa do Brasil, a madeira do Ipê é densa e pesada. Sua resistência a impactos e ao apodrecimento são pontos a seu favor.

Agora que você já sabe o preço do pergolado e tudo sobre o assunto, pode investir no novo ambiente para seu imóvel! Lembre-se apenas de contar com um bom projeto, e que atenda plenamente aos seus objetivos.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.