Um café fresco na xícara e é hora de cuidar das plantas. Assim é o início de cada dia na vida de Thaisa Dalmut, criadora de conteúdo e diretora da Mariée. O que antes era compartilhado apenas com o marido e com outras pessoas próximas, agora é visto por milhares de pessoas por meio do seu perfil pessoal no Instagram. Direto de seu apartamento em Florianópolis, Thaisa Dalmut conversou com o blog Total Construção, e compartilhou detalhes da sua relação com o universo da decoração.

thaisa dalmut

Em menos de três anos, não apenas a rotina da designer e diretora da Mariée Weddings passou a ser compartilhada, mas também o seu estilo de decoração. Com um olhar apurado para a fotografia, Thaisa começou a mostrar os ambientes recém decorados. Adepta do Do It Yourself, a gaúcha registra as transformações de modo leve e divertido, sem medo de comentar sobre os detalhes imperfeitos e as horas gastas em cima de uma única parede de cimento queimado.

O ÍNICIO DO AMOR PELA DECORAÇÃO

Segundo a designer, o amor pela decoração surgiu com o passar dos anos. Gaúcha de Erechim, Thaisa se mudou para Londrina, interior do Paraná. Ali, no começo dos seus vinte anos, foi quando começou a  conhecer esse novo universo:

“Assim que eu saí da casa dos meus pais, fui dividir apartamento. Neste momento, percebi que tinha a responsabilidade de torná-lo aconchegante e gostoso para querer estar naquele ambiente”.

Aos poucos e sem noção de decoração de interiores, Thaisa começou a fazer por conta própria:

“Primeiramente, por dividir com outras pessoas, comecei com o meu quarto, e tornei aquele espaço o mais aconchegante possível, pois ele também era o meu home office. Porém, minhas escolhas eram muito infantilizadas, eu ainda não tinha encontrado o meu estilo”.

À medida que foi mudando de apartamento descobriu as coisas que gostava. Neste início, ela conta que a decoração era montada de acordo com as oportunidades que surgiam naquele momento:

“Eu encontrei um móvel em uma loja de móveis usados que eu me apaixonei Aproveitei essa oportunidade: levei para casa e criei a decoração daquele ambiente de acordo com aquele móvel. Nunca planejado e nem tão arquitetado assim”.

Thaisa Dalmut

A CONSTRUÇÃO DO ESTILO PRÓPRIO

Aos poucos, a designer começou a desenvolver um estilo próprio, com bases nos seus gostos pessoais. Para ela, a decoração precisa ser versátil, com móveis soltos, fáceis de serem mudados de lugar.

“Sempre estou em apartamento alugado, pois me mudo com frequência; Sou geminiana e gosto de mudar as coisas, então, para mim funciona isso: móveis soltos, que eu possa mexer de um lugar para outro, nada muito planejado e moderno”.

Em relação ao seu estilo, como uma boa geminiana, confessa que varia de acordo com o momento, mas conta que atualmente está na vibe boho e vintage, com toques de folk e claro: muitas plantas!

“Eu amo Pinterest, eu vejo as coisas por lá e tento trazer um pouco para minha casa, e sempre fica diferente de um jeito novo. Nunca coloco tendências na decoração, que vão mudar daqui a algum tempo. Além disso, não gosto de cores muito fortes, prefiro que os itens na minha casa sejam atemporais.”

CASA ACONCHEGO

IMG_7727 2

Hoje, além de um estilo próprio, Thaisa consegue compor um ambiente não apenas fotogênico, mas que proporciona bem-estar. Durante a quarentena, viu no seu perfil pessoal no Instagram e no site da Mariée Weddings um crescimento por conteúdos de decoração, que aliam tendências de decoração com um ambiente acolhedor para o home office:

“Acho que as coisas que tornam a casa mais confortável são tecidos, tapetes, almofadas, cores que não são muito fortes, cores aconchegantes, o nude, o bege, o branco mesmo, e plantas, plantas deixam o ambiente bem aconchegante, uma casa confortável”.

As protagonistas dos seus conteúdos são as plantas. Sem dúvida, o que a destaca entre as produtoras de conteúdo na internet são as fotografias e suas dicas de cuidado com as plantinhas.

“Eu comecei a gostar de ter plantas ainda na infância, pois minha família sempre gostou de cuidar do jardim. Durante a adolescência, o meu primeiro emprego foi em uma floricultura, e acho que isso ajudou muito”.

PLANTERAPIA

IMG_5991

“Quando eu fui morar sozinha pela primeira vez, eu vi que faltavam plantas em casa, eu sentia que precisava energizar a casa, e também que elas fariam a diferença na decoração. Então, primeiro eu pesquisei que plantas que protegem a energia da casa para deixar uma energia gostosa, pesquisar em relação ao feng shui, e aí foi aumentando o amor pelas plantas”.

“Fui gostando de acompanhar as folhinhas nascendo, perdi muita planta e foi perdendo que fui aprendendo a pesquisar muito no google, canal no youtube e aí a gente vai entendendo como lidar”.

Estilo de decoração é algo muito particular, mas se tem algo que Thaisa Dalmut pode nos ensinar é que as plantas podem fazer a diferença em qualquer ambiente. Além disso, garante que não é preciso ter medo de começar a buscar referências novas, muito menos de arriscar na decoração.

 

Escreva um Comentário