trepadeiras

Trepadeiras: Diversas Opções de Espécies

Trepadeiras são plantas que necessitam de outras estruturas ou suportes para se desenvolver, entrelaçando seus caules e ramos. Elas podem ser plantadas no jardim, varanda ou rente aos muros, diretamente no solo ou em vasos.

Há vários tipos de trepadeiras, cada uma crescendo de forma diferente. Como por exemplo, trepadeiras de arbustos escandentes de caule lenhoso com ramificações desde a base; volúveis em que os ramos enrolam-se nas estruturas subindo em espiral; sarmentosas que apresentam um órgão de fixação ou gavinhas para se fixar em tutores; ou ainda do tipo cipó que possuem caules longos e rijos (duros), normalmente amarrados em outras estruturas com amarrilhos.

São plantas muito versáteis que podem ser usadas de diversas formas, como forração ou cobertura para delimitar espaços e dar um colorido especial à sua casa.

Quer saber um pouco mais sobre as trepadeiras? Confira tudo sobre elas abaixo:

O que são plantas trepadeiras?

Trepadeiras são plantas que precisam de suportes ou estruturas para se desenvolverem.
Trepadeiras são plantas que precisam de suportes ou estruturas para se desenvolverem.

As trepadeiras são plantas de caule longo que possuem esse nome por precisarem de um tutor ou suporte para se fixarem. São muitas as espécies de trepadeiras,que se diferenciam pelo tamanho, textura das folhas, cores e flores, mas todas necessitam de estruturas adjacentes para se desenvolverem de forma adequada.

Elas são plantas muito versáteis que costumam oferecer diversas soluções paisagísticas, podendo ser plantadas em canteiros, diretamente no solo ou em vasos. Em todo caso, a sua condução é o fator mais importante para o seu crescimento.

Isso porque se ela não for estruturada da forma correta ou sua poda for feita de maneira inadequada, a sua floração pode ser inibida, prejudicando todo o desenvolvimento da planta.

Sendo assim, é preciso dar uma atenção especial à sua forma de crescimento. Justamente por isso, as trepadeiras são classificadas em função do hábito de seu crescimento. Como por exemplo, existem trepadeiras volúveis, sarmentosas, cipós e escandentes.

Veja as características de cada uma delas abaixo:

Trepadeiras volúveis

Trepadeira volúvel Lágrima de cristo.
Trepadeira volúvel Lágrima de cristo.
Anúncios

As trepadeiras volúveis possuem o hábito de crescimento do caule de forma giratória ou espiralada. Ou seja, quando encontram obstáculos, se curvam e passam a subir em outro local, mantendo a forma de espiral. Dessa forma, vão se enroscando nas estruturas e preenchendo os locais.

Ex: madressilva, lágrima de cristo, campainha vermelha.

Trepadeiras Sarmentosas

Um exemplo de trepadeiras Sarmentosas são as jiboias
Um exemplo de trepadeiras Sarmentosas são as jiboias

As trepadeiras sarmentosas são plantas que possuem suas próprias estruturas especiais para se fixarem, como gavinhas, espinhos ou raízes fixadoras. Isso ajuda elas a grudar e subirem mais facilmente em muros, telhados, treliças e cercas.

Ex: diversas espécies da família Araceae, como as jiboias, filodendrons e monsteras, falsa hera, cipó de são João e amor agarradinho.

Trepadeiras Cipós

As trepadeiras do tipo cipó como as Alamndas possuem flores coloridas e perfumadas.
As trepadeiras do tipo cipó como as Alamndas possuem flores coloridas e perfumadas.

Esse é um tipo de trepadeira que não possui estruturas de fixação e também não se enroscam em tutores (suportes). Por conta do seu caule lenhoso, ela consegue se sustentar verticalmente sem a necessidade de apoio.

No entanto, o peso dos ramos provoca o seu envergamento, fazendo surgir novos ramos justamente nesses pontos. Desta forma, é possível entrelaçar seu caule em estruturas, apoiando-as em tutores, cercas ou árvores.

Ex: Alamanda, sete léguas, bougainvíllea e amarelinha.

Trepadeiras Escandentes

As trepadeiras escandentes como a roseira ou rosa trepadeira é uma linda opção para muros.
As trepadeiras escandentes como a roseira ou rosa trepadeira é uma linda opção para muros.

Este tipo de trepadeira apresenta um porte arbustivo e não necessitam de sustentação. Se cultivadas próximas a árvores ou pergolados, elas necessitam de amarrações para subirem e se espalhar, apoiando-se aos tutores.

Assim, quando atingem o ápice dos tutores, essas trepadeiras desenvolvem alguns ramos pendentes. Por isso, são muito usadas para preencher espaços, delimitar espaços, cobrir muros e pergolados.

Ex: roseira-trepadeira, viuvinha, jasmim-estrela.

Principais espécies de trepadeiras

Existem muitas espécies de trapadeiras para diversas finalidades e gostos.
Existem muitas espécies de trapadeiras para diversas finalidades e gostos.

Há várias espécies de trepadeiras capazes de dar um formato e colorido especial ao seu jardim ou varanda, pois muitas espécies fornecem um grande número de flores de diversos tamanhos, tipos e cores. Dependendo do efeito que você quiser obter, uma será melhor que a outra.

As treliças e os pergolados são excelentes estruturas para apoiar as trepadeiras. Quando plantadas, diretamente no solo ou em vasos para subir nessas estruturas, elas são capazes de usar suas bases para crescer até a cobertura, criando sombra e ambientes mais frescos.

Veja abaixo as principais espécies de trepadeiras mais comumente usadas:

Trepadeira Jade

trepadeiras Jade
Trepadeira Jade na cor vermelha.

A trepadeira Jade é uma planta ornamental perene de crescimento rápido que pode chegar até 20 metros de comprimento. Sua folhagem é densa formando cachos de flores pendentes medem de 30 cm a 1,20 de comprimento, em formato de garras invertidas e de coloração verde intensa, como turquesa, laranja e vermelho.

É uma espécie que aprecia a umidade e o calor, por isso é preciso cultivá-la à sol pleno e meia-sombra. Suas flores aparecem na primavera e no verão. Ela precisa de podas para contenção e renovação da folhagem. Por isso, é preciso ficar atento às podas para não prejudicar o seu florescimento, pois suas flores nascem nos galhos novos e antigos.

Anúncios

Cresce rápido em suportes, por isso são próprias para caramanchões e pérgolas altas e resistentes, formando um denso colchão verde que proporciona sombra o ano todo.

Rosa Trepadeira

Rosa Trepadeira
Rosa Trepadeira cobrindo muros.

A rosa trepadeira é uma trepadeira do tipo arbusto de caules finos, longos e bastante flexíveis, podendo chegar até 6 metros de altura. Dos seus ramos nascem cachos de flores verdes escuras serrilhadas com espinhos.

Suas flores são muito perfumadas, podendo apresentar uma variedade de cores como branca, rosa, vermelha, entre outros. Normalmente, a rosa trepadeira é cultivada apoiada em muros, paredes, cercas, pilares ou pérgolas, e se adapta à diversos tipos de clima.

É preciso ficar atento às regas e nunca encharcá-las, pois apesar de apreciar umidade, ela não tolera quantidades excessivas de água. Assim, regue-a no calor de 2 a 3 vezes por semana, enquanto no frio apenas 1 vez.

Trepadeira Sete léguas

Trepadeira Sete léguas cobrindo parte da lateral da casa.
Trepadeira Sete léguas cobrindo parte da lateral da casa.

A trepadeira Sete léguas é uma planta muito rústica que apresenta ramos longos e ramificados, com folhas de coloração verde brilhante. Seu crescimento é bastante rápido e precisa de suportes bem resistentes e grandes para suportar o seu peso.

Trepadeira Primavera

Trepadeira Primavera sobre a treliça do pergolado.
Trepadeira Primavera sobre a treliça do pergolado.

Também conhecida como buganvília, essa espécie de trepadeira floresce em abundância entre os meses de setembro e dezembro, por isso o nome. Ela é muito popular e cresce com vigor, suportando bem frio, geadas e áreas de altitude elevada. No entanto, recomenda-se plantar em pleno sol, mantendo suas podas de formação e de manutenção anuais, para estimular o florescimento e a renovação da folhagem.

Trepadeira Tumbérgia

Trepadeira Tumbérgia sobre um telhado.
Trepadeira Tumbérgia sobre um telhado.

A trepadeira Tumbérgia é uma espécie que requer poucos cuidados e gosta tanto de sol pleno quanto de meia-sombra. Suas flores azuladas florescem o ano todo, especialmente, na primavera e no verão.

Trepadeira Ipoméia

Trepadeira Ipoméia sobre um carramanhão no jardim.
Trepadeira Ipoméia sobre um carramanhão no jardim.

A Ipoméia é uma excelente opção para escalar grades, treliças, cercas ou pérgolas, se o seu desejo for cobri-las por completo. Ela floresce da primavera ao outono e cresce rápido, de forma bastante rústica. Apesar de delicada no primeiro ano, com o tempo se torna resistente. Também exige sol pleno ou meia-sombra, regas periódicas e podas após o seu florescimento.

Trepadeira Alamanda

Trepadeira Alamanda cobrindo um muro por completo.
Trepadeira Alamanda cobrindo um muro por completo.
Anúncios

A Alamanda é capaz de escalar pérgolas e muros se for providenciado um suporte logo no início do plantio. Ela floresce o ano inteiro e cresce rápido em regiões quentes, em pleno sol e com regas regulares. No entanto, é um tipo de planta tóxica, que deve ser mantida longe de crianças e de animais.

Trepadeira Jasmim-de-madagascar

Trepadeira Jasmim-de-madagascar tem um ar romântico e delicado.
Trepadeira Jasmim-de-madagascar tem um ar romântico e delicado.

Essa espécie de trepadeira é ramificada e com folhas espessas e brilhante. Ela adora claridade, mas não suporta sol direto, nem tolera geada e frio excessivo. Suas flores brancas e delicadas dão um toque romântico à qualquer jardim.

Trepadeira Amor-agarradinho

Trepadeira Amor-agarradinho sobre estrutura de metal.
Trepadeira Amor-agarradinho sobre estrutura de metal.

A trepadeira Amor-agarradinho gosta de sol pleno e é excelente opção para quem precisa conseguir uma boa sombra, pois sua folhagem faz uma boa cobertura. Sua floração é mais intensa no verão e na primavera.

Trepadeira Jasmim-dos-açores

Trepadeira Jasmim-dos-açores sobre uma treliça.
Trepadeira Jasmim-dos-açores sobre uma treliça.

Essa é uma espécie de trepadeira que vai bem tanto no sol pleno quanto em meia-sombra, com período de floração extenso. Seus ramos são longos, finos e bastante ramificados. É uma espécie bem delicada e de textura fina, com flores bastante perfumadas.

Trepadeira Lágrima-de-cristo

Trepadeira Lágrima-de-cristo tem floração cheia.
Trepadeira Lágrima-de-cristo tem floração cheia.

A Lágrima-de-cristo é ótima trepadeira para cobrir pérgolas, porque produz sombra no verão e permite a passagem de luz no inverno. Além disso, ainda floresce nessas duas estações ela, mas cresce lentamente e precisa de sol pleno para o cultivo.

Trepadeira Jasmim-estrela

Trepadeira Jasmim-estrela tem flores bem fininhas e delicadas.
Trepadeira Jasmim-estrela tem flores bem fininhas e delicadas.

A trepadeira Jardim-estrela se adapta a todos os climas, mas gosta mesmo é de sol. Possui flores brancas super delicadas, e requer regas frequentes, podendo cobrir totalmente muros e cercas.

Trepadeira Dipladênia

Trepadeira Dipladênia tem um colorido intenso.
Trepadeira Dipladênia tem um colorido intenso.

A trepadeira Dipladência não tolera encharcamento, frio intenso ou geadas, pois é uma espécie prefere um clima quente. Suas flores tem formato de trombeta, que florescem mais intensamente no verão e na primavera.

Trepadeira Maracujazeiro

A Trepadeira Maracujazeiro possui uma flor lindíssima.
A Trepadeira Maracujazeiro possui uma flor lindíssima.

O maracujazeiro é uma planta que exige bastante sol e adubação periódica para garantir floração abundante (no verão) e frutificação. É uma planta que cresce com vigor, escalando cercas e pérgolas, atraindo muitas abelhas e pássaros.

Pronto! Viu como existem muitas opções de espécies de trepadeiras para você usar como quiser em casa? Experimente uma delas e você vai ver como elas podem trazer um colorido e formatos diferentes ao seu jardim.