O país enfrenta uma situação econômica trágica nos últimos anos, com a baixa da oferta de crédito para financiamento e da empregabilidade, diminuiu o poder de consumo. O comércio imobiliário tem sofrido e quem deseja construir procura por métodos de como economizar na construção.

Algumas pessoas optam por economizar de maneira errada, elas não investem em profissionais qualificados e usam materiais de má qualidade em suas obras. Economias essas que futuramente podem acarretar um grande prejuízo.

Existem também alguns detalhes que devem ser levados em consideração como por exemplo o mau uso do dinheiro na construção, o tempo perdido, os processos construtivos ineficientes e a dificuldade de adotar ações sustentáveis.

A pesquisa “Desperdício de Materiais nos Canteiros de Obras”, divulgada pela USP, mostrou que as obras possuem um desperdício médio de 7 a 8%. Já a pesquisa do engenheiro Fábio José Alves, publicada pela mesma faculdade, constatou 30% de danos financeiras com materiais em uma obra específica.

Pode haver perda de faturamento desde a gestão do seu negócio até a metodologia construtiva no canteiro de obra. Por isso, resolvermos pontuar algumas dicas que irá lhe ensinar como economizar na construção.

Dicas para economizar

Planejar

A primeira coisa a se fazer antes de começar qualquer construção é o projeto. Os gastos na construção civil estão baseados no tamanho da obra, quanto mais metros quadrados maior será o custo final da obra. Isto é, analise o quanto você pode investir antes de projetar. Desse modo ficará mais fácil escolher o tamanho da obra.

Planejar um prédio de vários andares, mas só ter condições de construir um sobrado, será uma frustração muito grande, certo? Então, esteja ciente disso e comece a economizar desde o projeto.

Mão de obra qualificada

A maioria das pessoas consideram o fato de contratarem um arquiteto ou um engenheiro algo desnecessário. Porém, é importante lembrar que a média nacional de desperdício na construção civil é de 5% do total da obra.

Investir em um profissional qualificado significa deixar esse percentual abaixo de 5%, e ainda ter a segurança que o seu projeto ficará nas mãos de pessoas capacitadas que irão impedir o uso desnecessário de materiais e buscarão uma maior economia ao longo da obra. As chances de economizar e manter o controle na construção são muito maiores.

Não deixar obra parada

Na maioria das vezes o problema da obra parada está vinculado a erros de planejamento, que acabam sendo gerados por uma gestão deficiente e trás uma perda de faturamento.

Trabalhadores parados em uma obra é consequência da ausência de material, causada por um orçamento defasado, mudanças no projeto e falha no sistema de compras. O motivo também pode ser o mau uso dos materiais da obra.

Caso a quantidade solicitada não acompanhe o que foi previsto em orçamento, isto irá gerar entulho, que pode depois se desvalorizar ou não serem utilizados. No entanto, se a quantidade for menor que o exigido e for necessário fazer uma outra compra, mesmo que seja uma pequena, pode resultar em um preço unitário maior.

Se você deseja economizar na construção civil, comece a pensar no estoque. Um estoque lotado representa um gasto de dinheiro desnecessário na hora errada, o que é capaz de afetar outros pagamentos ou aplicações.

Pesquise antes de comprar

A fase da compra dos materiais tem como costume ser um dos mais entediantes aos consumidores. Isso pois, é preciso diferentes materiais e a compra de cada um necessita de um certo trabalho. No entanto, é primordial pesquisar muito antes da compra. Pois, os valores dos produtos tendem a mudar de uma loja a outra, e a compra realizada logo na primeira loja elimina a possibilidade de encontrar valores bem mais baixos.

Dessa forma, analise muito antes de comprar. Você consegue pesquisar preços na internet, e logo em seguida visitar alguns estabelecimentos comparando os valores. No final da pesquisa, você verá uma grande economia em relação ao preço total primário.

Sempre que permitido, também é interessante comprar de uma só vez todo o material que será usado para a obra. Assim, mais uma vez, é indispensável contar com um bom projeto. Afinal, apenas o engenheiro ou o arquiteto são capazes de calcular com precisão toda a quantidade de insumos abordados no projeto.

A compra inteira dos materiais normalmente trás descontos consideráveis, principalmente quando o consumidor faz o pagamento dos valores à vista.

Cuide dos seus insumos

Um dos maiores prejuízos em uma obra é o desperdício de materiais. Na maior parte, não é pela desorganização dos trabalhadores, mas pela má acomodação dos materiais. Desse modo, é necessário haver no terreno um local adequado para o cuidado com os produtos. Eles precisam ser mantidos sempre em lugares cobertos, protegidos da chuva, vento e sol.

Se você efetuar a compra de todos os insumos de uma só vez, pode ser complicado guardá-los. Nesse caso, peça à loja que realize a entrega aos poucos, com cada entrega sempre respeitando seu cronograma de obra. Isso vai certificar que só permaneçam disponíveis os materiais indispensáveis à aquele momento da construção. Além de evitar o desperdício, essa opção melhora a organização do canteiro de obra.

Invista em sustentabilidade

Para economizar na construção é preciso conscientizar no consumo de água e no uso dos materiais agregados. Cuidar do seu entulho e ter outros atos sustentáveis simboliza oportunidade de economia de dinheiro. Além do mais, agrega valor a sua obra, pois ela se torna ecologicamente correta.

O mercado escolhe cada vez mais construções sustentáveis, por isso, invista em atitudes sustentáveis e reutilize ao máximo os restos de sua obra. Procure certificações sustentáveis, que agreguem valor ao meio ambiente e à sociedade.

Utilize materiais e equipamentos modernos

As atuais linhas de materiais e equipamentos de construção, além de sustentáveis, na maioria das vezes são mais duráveis e de maior qualidade. Podendo deixar sua metodologia de produção muito mais eficaz. Por exemplo, temos o bioconcreto e o cimento magnesiano.

Técnicas construtivas como vigas pré-moldadas, alvenaria estrutural e estruturas metálicas são vistas como mais eficientes e contribuem para a produtividade dentro da obra. Materiais modernos aprimoram o processo de construção, pois são mais descomplicados de manusear e rápidos de executar.

O uso de ferramentas mais modernas, promove a mecanização do canteiro de obras, aumentando a velocidade e qualidade dos trabalhos. Em trabalhos de obras pesadas, com grande volume de material, uma máquina fará o serviço muito mais rápido que vários funcionários juntos.

Neste contexto, é necessário dar atenção especial também aos materiais sustentáveis, que tratam de produtos que procuram preservar ao máximo os recursos naturais e reduzir o desperdício. Tijolos de lã sintética, telhas solares, concreto sustentável e isolamento de papel são alguns exemplos.

Comunicação canteiro de obras e empresa

Uma das necessidades que o canteiro de obra tem com a gestão empresarial é promover a comunicação integrada entre os canteiros de obra e as áreas de administrativas da empresa, de forma mecanizada.

Essa situação é necessária para que as informações não sejam perdidas, não exista a necessidade de retrabalho e para que as soluções sejam mais eficazes e acuradas, para que assim você possa economizar na construção civil. Informações precisas vindas do canteiro de obras, em tempo real, possibilita sincronismo para sua rede de suprimentos.

A precisão e a velocidade também facilitam na supervisão do cronograma físico-financeiro da obra, além da incorporação ao mapa da instituição. Dessa forma, prováveis erros e impactos no resultado das obras são gerenciados bem de perto.

E indispensável usar a tecnologia para conectar os canteiros de obras ao escritório de projetos e ao setor administrativo da construtora. Sistemas de gestão, possibilitam que você faça uso de recursos, como lançamento de pontos diretamente no canteiro de obras, de forma instantânea e integrada.

Uma consequência positiva do uso desses sistemas é a facilidade de fazer uma gestão precisa das horas trabalhadas e turnos extras. E também conseguirá distinguir a necessidade de realocação de colaboradores ausentes.

O bom planejamento e o acompanhamento de todo o processo construtivo, são dois fatores citados que merecem destaque. Para que isso seja realizado com eficiência, é importante modernizar as metodologias e trazer recursos tecnológicos a sua gestão empresarial.

Restaram dúvidas sobre como economizar na construção? Se sim, é só deixá-la nos comentários abaixo e nós estaremos prontos para lhe responder! Agora, caso tenha conseguido retirar suas dúvidas com este artigo, então não deixe de compartilhar com seus amigos e conhecidos, nunca se sabe quem você pode acabar ajudado no percurso!

Escreva um Comentário