Laje alveolar

Laje Alveolar – O Que É? Utilização, Propriedades E Mais!

Procurando rapidez na construção, além de um bom isolamento termoacústico? Então você definitivamente deve ficar de olho na laje alveolar!

Certo, talvez você nunca antes tenha ouvido falar da laje alveolar, mas sem problemas, é exatamente por isto que nós estamos aqui. Neste artigo nós iremos te explicar tudo o que você precisa saber sobre a laje alveolar, para que você saia daqui tendo noção do que ela é e se ela é ou não a ideal para sua obra.

Preparado? Pois então é só continuar a leitura!

A laje alveolar

Laje alveolar

Antes de mais nada, vamos focar no que de fato é a laje alveolar. Esta laje consiste em painéis pré-fabricados de concreto protendido, sendo produzidas com um concreto com alto desempenho, geralmente com uma resistência que é superior a 40 MPa. Seu nome se dá pelo fato dela possuir vários alvéolos por todo seu comprimento, alvéolos estes que são estão ali presentes não por estética, mas para que se possa diminuir o peso próprio destes painéis.

A altura destes painéis varia entre 9 a 30 cm, dependendo de seu fabricante. Sua largura fixa é de 124,5 cm, e alguns painéis podem alcançar vãos de até 20 metros, aliás, uma das principais características da laje alveolar é sua capacidade de vencer grandes vãos. Ela se torna uma opção excelente para locais que tenha cargas de utilização altas, tais como estacionamentos e depósitos.

A laje alveolar é bastante comum em edificações sustentáveis, devido ao fato dela permitir a associação entre instalações que proporcionem uma maior eficiência energética. A NBR 14861 – Lajes alveolares pré-moldadas de concreto protendido — Requisitos e procedimentos, é a Norma responsável por reger todo o sistema de laje alveolar.

Vamos abaixo conferir todos os elementos que compõem este tipo de laje.

Os elementos da laje alveolar

 1 – O painel alveolar pré-fabricado

Anúncios

O elemento principal deste tipo de laje é seu painel alveolar pré-fabricado, que se trata de um painel que é protendido com fios e cordoalhas aderentes. Como já dissemos acima, o concreto utilizado aqui possui uma resistência superior a 40 MPa. Este concreto deverá ser preparado com um fator baixo de água cimento, próximo de 0,3. E mais, por se tratar de um produto industrializado, o cimento que será utilizado no concreto é o que proporciona que a peça tenha uma resistência inicial elevada.

Para que os painéis sejam fabricados, a indústria que os fabrica conta com uma pista de concretagem cujo equipamentos e comprimento elevados são próprios para a protensão. No momento em que o concreto alcança a resistência mínima necessária, os painéis são então cortados e retirados desta pista de protensão para que se dê início a um ciclo novo no processo produtivo.

2 – A capa de concreto

A capa de concreto se trata de outro elemento bastante importante. Entretanto, há casos específicos em que ela pode ser dispensada, mas lembrando que ela é essencial para lajes de piso. Já para o capeamento o utilizado é o concreto usinado convencional.

As funções principais de uma capa de concreto em uma laje alveolar são:

  • Ajudar na solidarização dos painéis alveolares;
  • Alojar as armaduras passivas;
  • Auxiliar na resistência à compressão como uma seção composta juntamente aos painéis, assim aumentando a capacidade de suporte com os esforços de flexão;
  • Regularizar a superfície de acordo com pequenas diferenças existentes entre os painéis;
  • Aumentar o enrijecimento de todo o conjunto, de modo que o conforto quanto a vibração seja melhorado;
  • Aumentar a resistência ao cisalhamento.

 3 – A junta entre os painéis

Os painéis alveolares são produzidos de tal maneira que haja uma saliência nas suas brodas. Uma vez montados, estas saliências formam então juntas que deverão ser preenchidas com concreto.

Nós chamamos estas juntas de chaves de cisalhamento, cujo objetivo é de garantir uma colaboração entre os painéis e a redistribuição de cargas sempre que um painel se encontrar mais carregado do que outro.

Mais do que isto, as juntas ainda ajudam na estanqueidade do elemento como um todo. É bom ressaltar que o preenchimento destas juntas trata-se de um serviço essencial, o qual deverá ser executado em todas as lajes logo após sua montagem e equalização dos elementos.

4 – As armaduras passivas

Há três tipos de armaduras que podem ser utilizadas em uma laje alveolar:

Armadura de distribuição, a qual é utilizada para o capeamento, com o intuito de combater efeitos de retração no concreto do capeamento, além de colaborar para uma melhor distribuição de cargas concentradas, tais como paredes e demais equipamentos. Para este tipo de armação é normal ser adotado telas soldadas ou então vergalhões convencionais.

Armadura negativa, que é utilizada quando existe a intenção de se dar continuidade entre os painéis alveolares de uma mesma direção. Ou seja, esta armadura será posta nos apoios em que há continuidade.

Anúncios

Armadura de reforço, utilizada apenas em situações excepcionais. Ela poderá ser utilizada em regiões de aberturas e furos, ou então como armaduras de ligação com o resto da estrutura, de maneira que uma boa solidarização seja garantida.

As vantagens da laje alveolar

Uma vez que você já possua uma boa noção do que é a laje alveolar, vamos então focar em suas vantagens quando utilizadas em obra.

Se trata de um produto industrializado

A qualidade superior da laje alveolar realmente é uma de suas principais vantagens. Se tratando de um produto industrializado, isto faz com que um controle rigoroso de qualidade esteja por trás de seu processo de fabricação, desde a cura de seu concreto até o envio do material para a obra.

Uma outra vantagem aqui é que os painéis, por serem pré-fabricados, já sairão da industria com as dimensões especificadas em projeto, sem ponto para improvisos, sendo possível apenas realizar recortes caso necessários.

Armazenamento e transporte

Um único elemento que chegará até sua obra já pronto para uso. O que isto significa? Significa que tanto o armazenamento quanto o transporte da laje alveolar são realizados sem maiores problemas. Principalmente quando comparada a lajes treliçadas e nervuradas, as quais possuem vários elementos como vigotas, formas, enchimentos e armação específica.

Anúncios

E claro, com um bom planejamento de obra as lajes já chegarão no canteiro de obra no dia exato de serem utilizadas, o que fará com que elas não ocupem muito espaço por ali.

Rapidez

São elementos pré-fabricados, ou seja, chegou no canteiro de obras é só montar os elementos e pronto. Isto confere a sua obra maior rapidez e agilidade, e a máxima “tempo é dinheiro” se aplica perfeitamente bem aqui.

Melhor ainda, se você dispor de guindastes em sua obra, você poderá realizar a montagem de aproximadamente 300 m² de laje em um único dia. Impressionante, não?

Nada de cimbramento

O cimbramento de lajes costuma ser uma parte realmente cara das obras, tanto a utilização de um cimbramento de madeira quanto simplesmente alugar um cimbramento metálico, ambos são caros.

E se eu te disser que a laje alveolar elimina a necessidade do cimbramento? Uma economia e tanto para sua obra!

Alcance grandes vãos

E claro, talvez a principal vantagem, e que faz com que a laje alveolar seja utilizada em bastantes construções, é a possibilidade que ela traz de que grandes vãos sejam alcançados. Com a utilização desta laje você poderá alcançar vãos de até mesmo 20 metros de comprimento!

Desvantagens da laje alveolar

Mas claro, nem só de coisas boas uma obra é feita. Por mais que a laje alveolar apresente várias vantagens, há também as desvantagens que a cercam, confira abaixo quais são elas

Concretagem

Sim, nós sabemos que se tratam de peças pré-fabricadas, entretanto uma etapa de concretagem in loco não é dispensada, nem mesmo o serviço de uma central de armadura ou então a aquisição de telas soldadas já prontas para a armadura da laje são dispensadas.

Equipamentos

São peças realmente grandes, impossíveis de serem simplesmente carregadas manualmente até sua posição, ou seja, há a necessidade de utilizar equipamentos de grande porte aqui, tais como as gruas, sendo que guinchos e elevadores verticais não são o suficiente. E claro, como você irá içar as peças, é necessário que ela já venha dimensionada para este içamento, com uma armadura de flexão previamente dimensionada, afinal de contas, você não vai querer que sua peça se quebre no ar, não é mesmo?

Atenção a prazos

Esta é uma desvantagem que pode ser facilmente resolvida com um profissional capacitado responsável pelo planejamento da obra. O que se passa é que, por se tratar de peças pré-fabricadas, os demais serviços devem ser dimensionados já pensando nisto, para que no exato dia que as peças chegarem em obra elas não sejam simplesmente postas de lado, mas sim utilizadas já neste mesmo dia.

Localização

Antes de partir para a laje alveolar, verifique se na sua cidade ou região há fornecedores, pois, caso não hajam, pode acabar se tornando realmente caro o transporte destas peças para sua obra, de tal modo que pode até mesmo inviabilizar seu uso.

Conclusão

Agora você já tem uma boa ideia do que é uma laje alveolar, de suas vantagens e desvantagens e de quando é mais indicado sua utilização, não é mesmo? Se atente ao fato de que seu uso depende de diversos fatores que deverão ser analisados para cada obra separadamente, necessitando da opinião profissional do engenheiro responsável pela obra.

Sobraram dúvidas sobre a laje alveolar? Pois basta perguntar nos comentários abaixo, estaremos a postos para lhe ajudar. Agora, se tiver gostado e tirado proveito das informações que foram passadas neste artigo, então não deixe de compartilhá-lo com seus amigos e conhecidos, afinal de contas, nunca se sabe quem você poderá acabar ajudando no processo.