Construção em madeirite

Madeirite – O Que É E O Que Você Precisa Saber!

Não sabe o que é madeirite?  Pra que ela serve?  Quantos tipos existem e quais são suas peculiaridades? Ou você é apenas um leitor curioso, buscando mais conhecimento?

Não se preocupe, pois esse texto tem a resposta para as suas perguntas, e ainda com um bônus (curiosidade histórica) a mais!

Então, tudo preparado?

Continue sem precaução.

O que é madeirite?

O que é madeirite?

Anúncios

Os chamados madeirites, também conhecidos como compensados, são madeiras modificadas formadas pela sobreposição de lâminas de madeira.

Já que o tamanho da sua superfície é consideravelmente grande, além de seu atrativo baixo custo, o madeirite é uma das melhores escolhas para ser utilizado em fôrmas para lajes, vigas e pilares, como nos tapumes no perímetro de obras ou até mesmo em algumas instalações provisórias, dividindo ambientes como banheiros, canteiros de obras e almoxarifados.

No mercado, o madeirite é vendido em chapas de 110 cm x 220 cm. As espessuras podem variar de 6 mm, 10 mm, 12 mm, 14 mm, 18 mm até 20 mm.

As aplicações

Anúncios

O uso dos madeirites é bastante utilizado em fôrmas para lajes. A escolha varia de acordo com a repetitividade dos pavimentos-tipo e as necessidades de durabilidade.

O madeirite também é bastante recorrente em lajes maciças e pode também ocorrer quando se faz laje nervurada com cubetas (produzindo um assoalho de segurança). Algumas estendem o uso, quando for do tipo resinado, em pilares e vigas, que é comum receberem tábuas de madeira.

Existem vários tipos de madeirites, cada um com suas próprias particularidades. Falaremos delas logo a seguir.

Madeirite resinado

O madeirite resinado, também chamado de madeirite de cola branca, é formado por chapas finas de madeira compensadas unidas por cola, com disposição de modo que as próprias fibras se cruzem. Essa cola pode ser branca, consequentemente, apresenta baixa resistência contra umidade e menor número de reutilização das fôrmas. Sua aplicação é recorrente em criação de barras e canteiros de obras em muitas etapas da construção civil.

Madeirite fenólico

Esse madeirite também é conhecido como madeirite de cola preta. Seu processo é parecido ao da cola branca, mas com certas diferenças, já que possuem mais resistência contra umidade (resistência média) em comparação ao resinado. São bastante utilizados na execução de fôrmas durante a construção da obra, além também em construções pesadas e palcos.

Madeirite plastificado

O madeirite plastificado são chapas de madeiras constituídas por várias camadas sobrepostas, tudo unido por cola fenólica (cola preta). Além disso, no seu lado externo, não se utiliza resina para proteção, mas sim uma película (tergofilme) que proporciona mais resistência à umidade e confere melhor acabamento ao concreto. O madeirite plastificado também tem maior número de reutilizações de fôrmas em comparação a outras.

Seu uso é bastante frequente para produzir formas de muitos tipos para concreto aparente, piso de carroceria e de caminhão, entre outros.

Veja também: Cola para Madeira, conheça as melhores.

Curiosidade histórica: Origem do madeirite plastificado

Curiosidade histórica sobre o madeirite

A origem do madeirite plastificado é atrelada à Segunda Guerra Mundial, sendo uma tecnologia desenvolvida pela Alemanha para ser usada em revestimento de aviões da artilharia aérea.

A principal vantagem do seu uso no revestimento de aviões é sua leveza e impermeabilidade, que proporcionava mais velocidade para as aeronaves alemãs. Assim que a guerra acabou, o método começou a ser utilizado nas reconstruções das cidades destruídas da Alemanha, auxiliando na construção de prédios pré-fabricados com paredes de concreto.

Chapa OSB

Chapa OSB (Oriented Strand Board) são chapas compostas por 3 camadas com tiras de madeira prensadas utilizando-se resina de MUOF (melanina, resina fenólica, ureia, formol). Elas são alinhadas em escamas. Essa peça é recomendada na montagem de canteiro de obras, pisos, tapumes e forros. Ademais, o OSB é produzido de madeira reflorestada de desenvolvimento acelerado, por exemplo, o eucalipto. Ah, mais uma coisa importante, é válido observar que de acordo com a bitola (grossura das chapas), é mudada a montagem dos miolos.

Acabamento

Em certas aplicações de concreto armado em peças aparentes, à escolha de tábuas de madeira ou chapas de compensado não é por causa da produtividade, mas por estética.

Por que não é pela produtividade? Ora, o uso das tábuas é bem pouco produtivo, deixam ranhuras, rebarbas e saliências nas estruturas, tais aparentes defeitos podem ser desejados por pessoas que procuram construções de aspecto rústico e com concreto envernizado.

Agora, para caso onde lajes serão revestidas com forro de PVC, gesso, forros rebaixados e entre outros, as chapas compensadas possuem sim a vantagem de produtividade. Assim como acontece em blocos cerâmicos de vedação vertical, a área de cobertura influencia positivamente em seu uso.

Anúncios

Pode-se existir o desejo da existência de estruturas aparentes, porém lisas. Nesse tipo de caso, chapas de compensado de qualidade alta (normalmente plastificadas) são as mais recomendadas, assim diminuindo possíveis correções estéticas posteriores com argamassa.

Alternativas

Além do uso de telhas de alumínio para serem usados com alternativas para tapumes, em questão de fôrma existem ainda opções aos madeirites ou chapas compensadas.

Uma delas que possuem desempenho similar é o Oriented Strand Board (OSB) que pode ser usado no canteiro ou também como revestimento da edificação, coisa que não acontece com o madeirite, já que ele é encarado apenas como insumo de construção. Em questão de reaproveitamento, existe também a possibilidade de usar fôrmas metálicas.

Cuidando do material

Como o medeirite é um material feito a partir de matéria orgânica (madeira), ele começa a se deteriorar rápido, principalmente quando ele está em um local favorável para isso. O bom cuidado do material é importante para aprimorar o rendimento e aumentar a sua reutilização. Portando, é importante deixar o material em locais secos, sem presença de água ou chuva, além também de evitar exposição ao sol de forma direta. E também é importante a retirada dos pregos no momento de desfazer as formas.

Encerrando

Eaí? Todas as suas dúvidas e perguntas foram saciadas? Se sim, maravilha! Mas saiba que você não é o único, a ter essas dúvidas, inclusive, seu amigo ou algum outro conhecido podem ter as mesmas dúvidas!  Por isso, se esse texto lhe ajudou, os ajude compartilhando essas informações com eles!