Pensando em seguir a carreira, ou apenas precisa contratar um profissional? Descubra o que faz um arquiteto e saiba se você está seguindo o caminho certo!

Saber o que faz um arquiteto nem sempre fácil. Isso porque, existem várias profissões parecidas no mercado, e quem vê de fora não sabe diferenciar todas elas. Por exemplo: você sabe a diferença entre um arquiteto e um design de interiores?

Para começar, é preciso dizer que a atuação do arquiteto é regulamentada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). É ele que define as atividades do arquiteto, faz o registro dos profissionais, fiscaliza a atuação e mais.

Então, o profissional que não for registrado no CAU, não poderá atuar como arquiteto. Outros profissionais da Construção Civil, como o Engenheiro e o Designer de Interiores, têm seus próprios órgãos regulamentadores.

Dito isso, está na hora de explicar o que faz um arquiteto. Continue lendo!

O que faz um arquiteto?

As possibilidades de atuação de um arquiteto são muitas, como explicaremos no próximo tópico. Mas, basicamente, esse profissional é o responsável por projetar espaços, sejam eles casas, prédios, lojas, praças ou outros. Ele estabelece a planta que será executada para as construções.

Mas não apenas isso. É o arquiteto que também define quais serão os materiais mais adequados para as construções. Seu objetivo é organizar as áreas internas e externas dos espaços, para que elas sejam bonitas, funcionais e confortáveis. Logo, o profissional avalia aspectos como a acústica do imóvel, sua iluminação, instalações elétricas e hidráulicas etc.

O profissional ainda avalia a demanda de cada indivíduo e pensa os espaços de modo a atender todas elas.

Um cliente que se preocupa com o meio ambiente, por exemplo, pode precisar que um sistema de energia solar seja instalado no imóvel. O arquiteto deverá definir a obra considerando esse sistema, para que o espaço seja integrado e eficaz.

Finalmente, o arquiteto faz a criação de projetos 3D dos imóveis, para que eles sejam mais facilmente visualizados. O profissional também fará visitas às obras, para ter a certeza de que a planta está sendo executada do modo correto. Se necessário, ele ainda poderá fazer adaptações à planta.

Em que área o arquiteto pode atuar?

projeto arquiteto

Como citado no tópico anterior, um arquiteto pode atuar em diversas frentes da Construção Civil. Mas a escolha por uma área não é limitante. Na verdade, o profissional pode exercer sua atividade em várias delas de uma só vez, se tornando um profissional mais completo.

Aliás, essa proatividade em conhecer muito e de se atualizar é essencial na área. Até porque, novas tecnologias chegam ao mercado todos os dias, sempre com potencial para mudar a Construção Civil. O profissional que não se atualiza tende a ficar para trás.

Além das áreas que citaremos abaixo, o arquiteto ainda pode se dedicar à docência. Dando aulas, ele transmitirá seus conhecimentos na área a formandos e interessados.

A seguir, listamos as atuações mais comuns de um arquiteto. Acompanhe!

Planejamento urbano

O arquiteto que atua com planejamento urbano é chamado de urbanista. Ele é o responsável por planejar bairros, regiões ou cidades inteiras, e tem como objeto projetar os espaços para garantir o bem-estar das pessoas. Logo, o profissional pensa das ruas ao saneamento básico do que projetou.

Restauro de imóveis históricos

Um arquiteto “restaurador” se preocupa com a História e trabalha na restauração de edifícios. Para isso, ele avalia todo o prédio e mapeia os danos que precisarão de conserto.

Depois, ele é o responsável por identificar os materiais necessários e trabalha por mantê-los de modo muito semelhante à obra original.

Além disso, o arquiteto pensa em aspectos como a tinta mais adequada, temperatura do ambiente e combate à umidade. Sem contar que avalia se o edifício já havia passado por restauros, e se é possível retornar ao estado original.

Sabe quando descobrem uma pintura de um século distante no edifício? Isso faz parte do trabalho do arquiteto no restauro de imóveis.

Luminotécnica

A luminotécnica nada mais é do que um modo de definir a melhor iluminação para os espaços. O arquiteto também pode se especializar nessa área, desenvolvendo meios de aproveitar o melhor das luzes natural e elétrica no imóvel.

Para fazer tudo isso, o profissional avalia o ambiente, suas cores, posicionamento e mais. Depois, faz o cálculo luminotécnico, a escolha das lâmpadas e projeta seu posicionamento. Sempre com o objetivo de unir beleza e conforto na iluminação dos ambientes, sejam eles internos, sejam externos.

Arquitetura promocional

Já a arquitetura promocional tem como objetivo chamar a atenção dos consumidores. Por isso, o profissional projeta stands em eventos, espaços comerciais e a decoração de lojas. Essa atuação é relativamente nova, mas tem chamado a atenção no mercado.

Paisagismo

Enquanto isso, o arquiteto paisagista pensará na organização dos ambientes. Seu papel é projetar espaços de modo a harmonizá-los com o solo e a vegetação. Não apenas cuidando desses elementos, mas tornando-os parte do que será um espaço bonito e confortável.

Não significa, porém, que o paisagista só trabalha com o que há no ambiente. Na verdade, ele também leva espécies vegetais ao ambiente, utilizando espécies que se adéquem e tragam os benefícios desejados. Como o abrandamento do calor, melhora na iluminação, cuidado com o solo e mais.

Administração de obras

arquitetos avaliando obra

Arquitetos também podem atuar na administração de obras. Nesse caso, eles acompanham os trabalhos de execução das plantas, garantindo que as normas de segurança e especificações técnicas sejam seguidas. O arquiteto também se torna o responsável por garantir a entrega da obra no prazo adequado.

Fotografia

Quando deseja trabalhar com fotografia, é comum que o arquiteto seja autônomo. Neste caso, o especialista tira fotos das obras e espaços já prontos, entregando-as a escritórios de arquitetura e a construtoras.

Seu conhecimento dos melhores ângulos pode render ótimas fotos. Isso desde que o profissional também tenha conhecimentos em fotografia.

Arquitetos de games?

Sabia que arquitetos podem trabalhar com jogos? Essa área ainda é relativamente nova mas, como o mercado de jogos virtuais não para de crescer, também é bastante promissora.

Nos games, o papel de um arquiteto é projetar cenários, especialmente de edifícios e cidades. Assim, os jogos se tornam mais realistas, conquistando o público.

Quanto ganha um arquiteto?

O piso salarial de um arquiteto muda com o passar do tempo mais, hoje, é definido para uma jornada básica de 6 horas de trabalho. Na hora de contratar, ou de ser contratado como arquiteto, também é importante verificar o que determina o sindicato de arquitetura do seu estado.

Em todo caso, os valores determinados pela Lei 4.950-A/66 são os seguintes (de acordo com o salário mínimo de 2019):

  • Para jornada de 6 horas de trabalho: 6 salários mínimos → R$5.988,00

  • Para jornada de 7 horas de trabalho: 7,25 salários mínimos → R$7.235,50

  • Para jornada de 8 horas de trabalho: 8,5 salários mínimos → R$ 8.438,00

Qual a diferença entre o arquiteto e engenheiro?

engenheira em obra

Muita gente se confunde sobre as funções de um arquiteto e engenheiro. Então, é preciso dizer que eles possuem, realmente, funções muito parecidas, mas que o engenheiro vai além.

O arquiteto, por exemplo, projeta espaços, imóveis. Enquanto isso, além de imóveis, o engenheiro pode projetar estradas, viadutos, pontes e outras obras de grande porte.

Também é o engenheiro o responsável por avaliar o solo, pensar no tipo de fundação, de instalação elétrica, hidráulica e mais. Ele ainda faz o cálculo de custos e prazos, avalia a segurança e qualidade dos materiais.

Enquanto o arquiteto projeta, o engenheiro se envolve mais com a execução da obra, na construção dela.

Qual a diferença entre arquitetura e design de interiores?

Já a diferenciação entre o arquiteto e o designer de interiores é um pouco mais clara. Basicamente, enquanto o arquiteto pensa na estruturação do espaço, o designer de interiores faz a sua decoração.

Mas não pense que o profissional de design apenas pensa no que será mais bonito ao ambiente. Ele avalia bem o uso do espaço, sua iluminação, materiais utilizadas na obra e mais, para só então definir o que dará maior conforto ao ambiente. Conforto de uso do espaço no quesito iluminação, ventilação, mobilidade e outros.

O designer de interiores também escolhe os melhores revestimentos, acabamentos cores e faz a distribuição adequada de móveis no espaço. Não só em casas, mas também em lojas, escritórios, prédios modelo etc.

Pronto! Agora você já sabe o que faz um arquiteto, e as diferenças do profissional em relação a um engenheiro e um designer de interiores.

Se você pretende contratar um desses trabalhadores, converse com um arquiteto e explique o que você deseja. Assim, você terá a certeza de que ele é o profissional adequado naquele momento.

Agora, se o objetivo é estudar e se tornar um arquiteto, nossa dica é outra: pesquise! Pesquise muito sobre o que você pode realizar com cada profissão, e sobre o mercado dela.

Verifique também quais os planos de ensino das faculdades para cada atuação. O ideal é escolher a profissão que tenha disciplinas com as quais você se identifica. Dessa forma, você terá maior facilidade e prazer em estudá-las.

Escreva um Comentário