Sabe aquelas pequenas palmeiras, que costumam enfeitar a entrada de prédios e salas de escritórios? É bastante provável que elas sejam exemplares da palmeira fênix! Isso porque, a planta se desenvolve muito bem em espaços fechados, além de dar aspecto mais elegante e “verde” ao ambiente.

O nome científico da palmeira fênix é “Phoenix Roebelenii”. Originária da Tailândia e do Vietnã, a espécie é uma das mais de 4 mil palmeiras conhecidas da ciência. Seu visual é ereto, com tronco fino e elegante. Por toda a sua extensão, existem “escamas grossas”, que tornam seu visual ainda mais atraente.

Esse tipo de palmeira possui um ciclo de vida perene. Isso significa que ela demora a completar sua floração — o intervalo pode chegar a até 2 anos. Por isso, é comum que, após este tempo, suas flores, folhas e frutos se desenvolvam durante o ano inteiro. Assim, torna-se fundamental fazer a poda frequente da planta, ou então ela poderá incomodar no espaço em que se encontra.

Outro cuidado importante com a palmeira está relacionado ao dia a dia. Em sua base, a palmeira fênix possui espinhos. Esses espinhos podem ferir, especialmente crianças e animais de estimação. Por esse motivo, não é indicado deixar a planta ao alcance do seu pet ou pequenino. Ao mesmo tempo, é fundamental ter atenção ao momento de poda, para que você não se machuque.

As palmeiras fênix também são conhecidas como palmeiras anãs, tamareiras anãs e tamareira de jardim. A espécie se desenvolve tanto sob sol pleno, quanto à meia sombra.

Isso torna possível plantá-la em jardins amplos, ou ainda em um vaso dentro de casa. É importante, apenas, que a planta receba luz do sol por parte do dia. Deste modo, ela poderá realizar sua fotossíntese e obter a energia necessária para se desenvolver.

Flores e frutos da palmeira fênix

Uma palmeira anã, após seu crescimento total, costuma ter entre 2 e 4 metros de altura. O diâmetro do seu tronco não passa dos 20 cm, o que facilita a sua plantação em vasos.

Durante o ano, a mini-palmeira gera frutos e flores. As flores, amarelas, são pequenas e delicadas, formando uma espécie de cacho. Já seus frutos são de cor vinho-escura, muito parecidos com feijões. A mistura das cores com o verde escuro brilhante das folhas cria um belo visual.

É importante destacar, de qualquer forma, que os frutos da palmeira fênix são bastante apreciados pelos pássaros. Por isso, se a planta for instalada dentro de casa, é preciso ter atenção aos animais. Caso não deseje receber “visitas”, mantenha as janelas fechadas.

Caso prefira, você também pode retirar os frutos da árvore e utilizá-los em um comedouro para os bichinhos. Será a sua chance de atrair passarinhos e admirá-los no jardim ou varanda. Só não esqueça de abastecer o comedouro aos poucos, para que os frutos permaneçam frescos.

Como plantar a palmeira anã?

Plantar uma palmeira fênix é uma tarefa relativamente simples. O que demanda maior “trabalho” são os cuidados que precisam ser tomados na escolha do espaço do cultivo. Afinal, a árvore precisa contar com solo e luminosidade específicas para se desenvolver de modo adequado.

Para começar, uma palmeira-anã prefere a luz direta e contínua do sol. Por isso, a planta é bastante indicada para jardins ao ar livre.

Porém, esse espécime também se dá muito bem em espaços à meia-sombra. Isso significa que ele pode decorar vasos na varanda ou em um ambiente fechado. A opção ainda fica incrível em jardins de inverno. No entanto, é preciso garantir o mínimo de luminosidade à planta.


Veja também:

Tipos de Palmeiras para Vaso: Conheça todos!


Por dia, o ideal é que a palmeira receba, ao menos, algumas horas de sol direto. Do contrário, a árvore não poderá realizar sua fotossínteses, obter energia e se desenvolver.

Assim, prefira sempre posicionar o jardim de inverno ou o vaso próximos à uma janela, ou em um espaço com luz direta do sol, no ambiente externo.

Esse tipo de palmeira também consegue resistir bem ao frio. Logo, ela pode ser utilizada mesmo em espaços climatizados. Evite, apenas, a climatização em temperaturas muito baixas.

As cores da planta podem valorizar bastante o espaço. Seu verde é brilhante, e seus frutos em tons vinho, e flores amarelas, chamam a atenção. Objetos tropicais, indianos, orientais e contemporâneos podem formar, junto à planta, uma decoração ainda mais charmosa.

Como Cuidar da Palmeira Fenix?

Antes de tudo, é preciso dizer que a tamareira de jardim pode se adaptar bem a diferentes tipos de solo. Ainda assim, o mais indicado é que o solo para cultivo seja úmido, rico em matéria orgânica e, principalmente, bastante drenável.

Essa última característica do solo é importante porque a palmeira não responde bem à terra encharcada. A umidade em excesso pode favorecer a proliferação de doenças e fungos na palmeira, e provocar a sua morte.

Com o solo adequado escolhido, seja no jardim ou em um vaso, você deverá acompanhar as seguintes etapas para o cultivo da palmeira fênix:

  1. Faça uma cova na superfície do solo, de modo que todas as raízes da planta se acomodem bem;
  2. O tronco da tamareira anã também precisa conseguir se manter ereto. Por isso, se for o caso, utilize um tutor para fixá-lo. O tutor é um apoio para o tronco da planta;
  3. Insira na cova a mistura de 1 litro de adubo animal (esterco), composto orgânico e areia;
  4. Insira terra para fechar o restante da cova e cobrir o adubo utilizado;
  5. Regue a planta todos os dias, até que ela esteja bem fixada no solo. Depois, disso, faça a rega da planta apenas 2 vezes por semana;
  6. Três ou seis meses após o plantio, faça a adubagem da planta com um fertilizante rico em nitrogênio. São boas opções de fertilizante a uréia, torta de mamona e o NPK na formulação 20-10-10. Escolha apenas um dos adubos, e aplique-o no solo da planta 2 vezes ao ano.

Como fazer a poda da palmeira fênix?

Assim como o cuidado da plantação da palmeira é fundamental, também é essencial realizar a poda rotineira da planta. Isso porque, é a poda a responsável por manter a oxigenação do solo, retirando as folhas mais baixas. A folhagem amarelada ou acometida por pragas precisa ser retirada, ainda, para que a saúde da árvore seja mantida.

As folhas mortas devem ser igualmente retiradas. Assim como frutos e flores que estiverem apodrecendo.

Para a poda de folhas com menos de 2,5 cm de diâmetro e das flores da palmeira, utilize uma faca serrilhada de cozinha. Já para folhas maiores, prefira uma tesoura de jardinagem ou serra manual.

Também é importante utilizar equipamento de proteção. No caso da palmeira fênix, esse equipamento precisa contar com luvas grossas. Afinal de contas, as folhas e os espinhos do tronco podem machucar as mãos. Ao mesmo tempo, é indicado proteger os olhos, com óculos de segurança.

No caso da palmeira ter mais de 2 metros, invista, ainda, em botas, boné e, se preciso, em uma escada segura. Assim, você evitará escorregões, quedas e o calor do sol.

Passo a passo para a poda da tamareira de jardim

Para a poda da palmeira fênix, siga as seguintes etapas:

  1. Esterilize as ferramentas de poda (tesoura, faca ou seca). Você pode usar um maçarico portátil ou a chama do fogão.
  2. Em seguida, mergulhe a ferramenta em uma solução de água e água sanitária. Essa solução pode ser feita com a mistura entre 3 partes de água e 1 parte de água sanitária;
  3. Deixe a ferramenta de molho por 5 minutos, e enxágue-a com água limpa antes de utilizá-la. Esterilize a tesoura ou a faca a cada nova planta que você for podar. Utilizar a ferramenta em várias plantas diferentes, sem sua limpeza prévia, pode facilitar a transmissão de doenças entre os espécimes;
  4. Faça a poda das folhas, frutos ou flores murchos, amarelos ou machucados da planta. Faça o corte na base de cada folha, e não em sua extensão;
  5. Todas as folhas da parte de baixo do tronco devem ser retiradas. O ideal é que o caule da palmeira permaneça à vista, e as folhas sejam o destaque apenas do topo da árvore;
  6. Retire tudo o que foi podado do vaso ou do solo. Isso vai evitar que qualquer fungo ou doença permaneça em contato com o espécime.

Com atenção aos passos a passos explicados, será fácil fácil cultivar e manter a sua palmeira fênix sempre bonita!

Outras palmeiras para o jardim

Além da palmeira fênix, muito comum em jardins externos e de inverno, existem várias outras espécies da planta. Como citado, são mais de 4 mil conhecidas pela ciência! Algumas são bastante simples de se cultivar e cuidar, e podem fazer toda a diferença no seu paisagismo.

Este é o caso da palmeira areca, que atinge nove metros de altura; da palmeira leque, com bonitas folhas em formato de meio-círculo; e da palmeira rabo de raposa. Nesta última, as folhas da planta são muito semelhantes à cauda felpuda de uma raposa — por isso o nome.

Quer conhecer mais sobre outras palmeiras, e assim escolher a melhor para o seu imóvel? Leia também o texto “Tipos De Palmeiras Para Jardins e Vasos”.

Fotos de Palmeiras Fenix

 

Write A Comment