Paisagismo é um campo muito vasto da arquitetura. Ele lida do macro ao micro, desde o planejamento de uma praça até o jardim de uma residência.

Por falar nisso, o tratamento natural em torno de uma edificação é muito importante para a valorização do projeto da volumetria e da fachada da casa.

E, nesse caso, se lida com muitos elementos diferentes, incluindo não só plantas como também equipamentos e acessórios.

Biopet Lagos Ornamentais https://www.vivadecora.com.br/foto/31653/mini-lago-com-pedras

Porque um jardim é muito mais que plantas

Às vezes, um projetista se preocupa muito com a estética do edifício que vai construir. Porém, ele deve lembrar de que tal construção fará parte de um contexto visual. Por isso, de algum modo, seu projeto deve respeitar o entorno imediato.

O espaço aberto ao redor deve ser trabalhado para formar um conjunto. Um jardim não pode ser apenas árvores soltas ou um simples um gramado!

O projeto de paisagismo de um jardim residencial vai contemplar muitos elementos. Tem os vegetais, sendo todo o tipo de espécie – árvores, folhagens, flores, arbustos, gramas, trepadeiras e mais. E também os “não vegetais” – que vão desde caminhos para pedestres a espelhos d’água, piscinas, quadras esportivas e mais. Afinal, o jardim de uma casa pode ter muitas funções e, assim, precisar de coisas diversas!

Atelier de Paisagem

Elementos ornamentais para jardins

De fato, as plantas são elementos muito importantes na elaboração de projetos de paisagismo. Mas, como foi dito, não são as únicas coisas com o qual o arquiteto deve lidar ao planejar o jardim de uma casa.

Existem inúmeras formas de decorar os vários setores que ele vai criar. O profissional pode contar com fontes, vasos, treliças, esculturas, móveis, luminárias e também pedras.

Atelier de Paisagem

Sim, as pedras são bastante usadas em arquiteturas paisagísticas, tanto para ambientes de internos quanto externos. E não é só para propostas em “estilo zen”.

As possibilidades de uso de pedras para decorar jardins são muitas, bem além daquilo que pode ser exemplificado neste texto. Contudo, acompanhe as dicas apresentadas a seguir e tire suas próprias conclusões!

Revista Viva Decora  e Interarte Arquitetura

Por que utilizar pedras para decorar jardins

Há várias boas razões para alguém usar pedras para adornar um jardim. A primeira delas é, obviamente, a estética. Com pequenos pedriscos ou cascalhos coloridos podem-se obter composições lindas e diferentes.

Criam-se caminhos, decoram-se vasos e bordas de lagos, e fazem-se forrações. No fim, todos os recantos acabam ficando bem marcantes ao olhar.

Agora, as pedras colocadas nos jardim também podem servir para mais coisas. Elas podem ajudar a proteger para as plantas, demarcando os limites dos gramados e deixando a terra ao redor das folhagens bem mais úmida – e por mais tempo. Em áreas cobertas com este material não se cresce nada; também não se acumula água, ou seja, não se cria insetos. No geral, tem-se uma aparência limpa e organizada.

Então, o custo de adornar um jardim com pedras pode parecer, num primeiro momento, muito alto. Porém, depois, vê-se que é uma solução bastante econômica diante de tantos benefícios.

Se a pessoa não sabe o que fazer com uma determinada área, e não quer ter muito trabalho, pode elaborar uma decoração mais natural para o seu quintal apostando em pedriscos e cascalhos. Mas, quais pedriscos e cascalhos? Confira a seguir!

Bizzarri Pedras

Tipos de pedras utilizadas para enfeitar jardins

É muito genérico falar em pedriscos e cascalhos para jardins. O certo é especificar quais as pedras mais utilizadas na ornamentação de jardins residenciais.

Agora, antes é preciso dizer que existem aquelas adequadas apenas para pontuar caminhos, outras para por em vasos e ainda aquelas que podem até ser usadas como peças de mobiliários. Mas, claro, tudo vai depender da criatividade do arquiteto paisagista!

ZaaV Arquitetura e Alexandre Furcolin

Conhecendo alguns tipos de pedra pode-se determinar o que se quer fazer com a decoração do jardim. É possível usar pedras comuns e amarronzadas, como as de rio; britas cinzas e irregulares, de construção; ou britas brancas, que são especialmente mais bonitas.

Também tem as dolomitas, com uma textura mais polida. E a argila expandida, em cor marrom e arredondada, ótima para reter umidade e fazer drenagem.

Bizzarri Pedras

Agora, todas as opções anteriores são boas para fazer camadas de forrações. Tem outros tipos de pedras que já servem para a montagem de caminhos e bordas de zonas com água.

São exemplos o basalto, em placas regulares ou irregulares, rugoso; o mármore, em placas mais lisas; e o Granito e a São Tomé, igualmente bonitos.

Daniel Nunes Paisagismo

Como utilizar pedras para decorar jardins

Como se viu antes, existe uma variedade enorme de pedras que podem ser usadas para decorar jardins. Para quintais pequenos, o ideal é a pessoa escolher apenas um tipo.

Já para áreas maiores, podem-se explorar várias – tarefa fácil diante do olhar de um profissional como um arquiteto paisagista.

Revista Viva Decora  e Catê Poli Paisagismo

São boas ideias para serem colocadas em práticas em projetos de jardins residenciais:

  • usar um bloco grande de pedra como estrutura para montar um banco;
  • usar pedaços pequenos de pedra misturados a pedaços maiores para formar caminhos, indicando entradas principais, entradas de garagens, acessos à piscina, pergolados e mais;
  • definição de canteiros, deques e outros cantos atrativos;
  • proteção do perímetro da fachada da casa, fazendo parte de um sistema de drenagem;
  • formação de lagos e cascatas artificiais; e
  • revestimento para muros e calçadas.

Paula Freitas

Viu quantas coisas bacanas e diferentes pode-se fazer com pedras em jardins? Use a sua  criatividade para para a criação de um lindo paisagismo bem decorado no quintal de sua casa!

Estas dicas de pedras para jardim foram criadas pela equipe Viva Decora.

Write A Comment