Talvez você não saiba o que é o piso intertravado, mas com certeza você já o viu em algum lugar.

O piso intertravado nada mais é do que blocos de concreto que, quando arrumados, lembram o formato de um quebra-cabeças. A beleza desse tipo de piso é notória, além do fato de sua superfície ser capaz de suportar o tráfego tanto de pessoas quanto de veículos.

A utilização deste tipo de piso não exige que seja usado rejuntes de argamassa ou cimento, isso pois eles são assentados diretamente em uma camada de areia. E, o que os mantém fixos no lugar, é justamente o fato deles serem intertravados, ou seja, parte da carga que cai sobre uma peça é transmitida para a sua peça vizinha devido ao atrito lateral que há entre elas. E para que esse atrito exista, o espaço entre os blocos é preenchido com uma areia fina ou então pó de pedra.

Benefícios do piso intertravado

Fácil instalação é a vantagem óbvia para este tipo de piso. Você pode fazer a instalação manualmente, encaixando as peças da maneira que julgar ser melhor, para tal basta usar suas habilidades de montar quebra-cabeças. Uma grande vantagem neste aspecto reside também no fato de não haver tempo de secagem, ou seja, a partir do momento que você termina a montagem, já pode transitar livremente sobre ele.

Desde que haja um espaçamento correto entre os blocos, haverá então uma drenagem eficiente, e isso fará com que a água proveniente da chuva escoa para os lençóis freáticos. Isso faz com que este tipo de piso seja considerado como sustentável, e possa ser utilizado como uma opção para a taxa de permeabilidade.

A própria superfície deste tipo de piso é naturalmente antiderrapante, fazendo com que ele ofereça uma maior segurança para as pessoas que ali transitem, e principalmente para os automóveis.

Dependendo da coloração utilizada, especificamente as mais claras, isso proporciona menores temperaturas para a superfície do pavimento, e a sensação é ótima para as pessoas que forem trafegar por ali. E, por refletir com uma maior intensidade a luz solar, isso também faz com que este piso gere economia na iluminação pública.

A sua manutenção é simples, isso pois, eles podem ser simplesmente retirados e rearrumados da maneira que convir melhor, isso tudo sem a necessidade de quebrar a superfície. O que é uma vantagem significativa para o caso de haver tubulações abaixo do piso que precisem ser trabalhadas.

Desvantagens do piso  intertravado

Tome cuidado com o deslocamento dos blocos, isso pois, como o piso intertravado é preenchido por areia fina em seus espaços, um processo de limpeza mais rígido pode acabar removendo essa areia, isso faria com que os blocos fiquem “soltos” e acabem se deslocando.

Independente de todos os benefícios que o piso intertravado possa trazer, ele não deve ser utilizado em todo o terreno. Isso pois ele deve recobrir somente áreas em que o deslocamento interno é necessário, ou seja, é necessário que haja cobertura vegetal nos outros locais. Um recobrimento que seja exagerado pode levar a um maior custo de execução e até menos uma menor eficiência na drenagem.

Onde posso utilizar o piso intertravado?

As opções para se utilizar o piso intertravado são inúmeras, e isso se dá ao fato de seus modelos também serem inúmeros (falaremos deles mais abaixo).

Ele é comumente encontrado em áreas de lazer, entretanto, dependendo do modelo utilizado, da cor escolhida e da sua imaginação, ele pode ser usado em praticamente todo tipo de piso. Sendo que, o que muda costuma ser apenas a espessura do bloco dependendo de sua utilização.

Como por exemplo, se você estiver pensando em utilizar este tipo de piso em locais onde o tráfego de pedestres costuma ser level (como por exemplo em passeios e calçadas), então a espessura ideal é de 6 cm. Se você for utilizar este piso para o tráfego de caminhões e veículos leves (como em ruas em que a movimentação de veículos é leve), então o ideal é uma espessura de 8 cm. Agora, para tráfegos que sejam mais intensos, aí a espessura tem de ser de 10 a 12 cm.

Mas não é a mesma coisa que o paralelepípedo?

Esse é um erro bastante comum, mas não, o piso intertravado não é a mesma coisa que o paralelepípedo.

O paralelepípedo apresenta uma trepidação muito grande para o tráfego de veículos, sendo, inclusive, substituído em algumas cidades. O paralelepípedo é basicamente a junção de pedras que se encaixam entre si e cujo espaço vazio é preenchido com pedriscos.

Sendo que o piso intertravado é mais “grudado”, e seus espaços vazios preenchido com areia, fazendo com que ele transmita menos trepidações a quem transite neles.

E quanto custa o piso intertravado?

Uma pergunta que sempre irá surgir é com relação ao preço, sendo assim, vamos abordá-la o quanto antes.

Antes de mais nada é necessário levar em consideração que há diversos modelos (e cores) de piso intertravado para a escolha, tudo dependendo do tipo de projeto que você tem em mente, mas, na média, o valor de cada peça é de R$ 1,50.

Esse preço é somente por peça, já a mão de obra é cerca de R$ 4,00/m², o que faz com que a melhor opção seja você mesmo instalar o piso seguindo as recomendações que daremos mais abaixo.

Os principais modelos

Como dissemos mais de uma vez, há diversos modelos (assim como cores) disponíveis de piso intertravado, sendo que o tipo escolhido dependerá apenas do que você tem em mente. Vamos abordar abaixo os principais modelos, para que assim sua imaginação possa ser atiçada dependendo de seu projeto.

Fileira

Este é o tipo mais simples de instalação, consistindo em basicamente enfileirar seus blocos, seja em linha reta ou diagonalmente.

Trama

Utilizando o mesmo design de blocos citados acima, porém agora dispostos de uma maneira diferente.

Este tipo de encaixe é feito com duas peças lado a lado e na mesma direção, seja ela horizontal ou vertical. E, ao lado dessas peças, se encontrará mais duas dispostas lado a lado, mas agora instalados em direção contrária, ou seja, se as duas primeiras foram horizontais, estas de agora serão verticais. Isso faz com que o design do piso fique realmente muito belo.

Espinha de peixe

Os mesmos blocos utilizados nas duas opções acima, mas, novamente, dispostos de uma maneira diferente.

Neste design os blocos são dispostos diagonalmente, de maneira que dê a ideia de uma espinha sendo formada.

Raquete

Este já consiste em um bloco com um design diferente dos anteriores, que, pelo o que o próprio nome induz, seu formato lembra o de uma raquete.

Ele é instalado com a sua maior parte fazendo ligação com a menor parte de outro bloco, permitindo assim o seu encaixe perfeito.

Ossinho

Como o próprio nome já diz, o formato deste bloco é o de um ossinho de brinquedo.

Sua instalação é feita intercalada, sendo que dois ossinhos ocupam a parte central de um terceiro.

Hexagonal/Sextavado

Seu formato é hexagonal (claro) e lembra um pouco uma colmeia de abelhas.

Devido ao seu formato hexagonal, o encaixe deste tipo de peça é simples, sem apresentar maiores surpresas.

Blocos de grama

Há diversos modelos diferentes para este tipo de bloco, os quais variam de tamanho e de furos, dependendo apenas do tamanho do piso que você quer cobrir.

A grande vantagem neste tipo de bloco é que, os espaços vazios que ele apresenta são preenchidos por grama, o que é excelente para a permeabilidade do solo.

Bloco de 3 pontas

Composto pela união de 3 hexágonos, este tipo de bloco é um pouco difícil de ser encontrado, por não ser tão popular assim.

Sua instalação é bastante simples, devido ao fato de que é um dos que mais remete a um quebra-cabeças.

Em “ondas”

Este tipo de piso possui um formato que lembra as ondas do mar.

Sua instalação é também bastante simples, pois basta encaixar as voltas de uma onda na outra.

Dica

Uma dica muito boa que nós te damos é que você use de sua imaginação. Combine diferentes modelos de piso intertravado entre si, com as mais variadas cores. As opções são enorme  você irá se surpreender com o resultado final.

A instalação

De modo a te ajudar durante a instalação do piso intertravado, nós elaboramos um passo a passo simples que deverá ser seguido.

  1. Caso você deseje desenhos especiais ou o posicionamento diferente de determinadas peças, é necessário que isso seja informado, e datado,  previamente para quem quer que for realizar a instalação;
  2. Nivele (usando pedra brita) e compacte o solo no qual os blocos serão instalados;
  3. Após nivelar com a brita, coloque uma areia de construção;
  4. Agora encaixe as peças de acordo com o design desejado, e as recorte (caso necessário) para dar um acabamento na instalação;
  5. Nos espaços vazios entre os blocos, preencha-os com areia;
  6. E, por último, compacte o piso intertravado novamente.

Limpando o piso intertravado

Tendo escolhido seu tipo preferido de piso intertravado, e tendo o instalado corretamente, a última etapa será a sua limpeza.

A melhor maneira de limpar seu piso intertravado é utilizando de uma vassoura, evite sempre utilizar água com pressão. Isso porque, como já dissemos acima, isso pode acabar retirando a areia que está nos espaços vazios entre os blocos e isso poderá deixar os blocos soltos.

Seguindo estas dicas você poderá aproveitar de seu piso intertravado, e de todas as suas vantagens oferecidas, por anos!

Write A Comment