Subsidio da Caixa: o que é?

Todos nós temos sonhos diferentes, mas existe um desses sonhos que é unanimidade entre as pessoas que buscam uma estabilidade em suas vidas: o sonho da casa própria. Neste novo artigo falaremos sobre o subsidio da Caixa Econômica Federal que é um auxílio do governo para realizar esse sonho.

Resultado de imagem para subsidio casa propria

Mesmo sendo algo muito comum quando o assunto é financiamento habitacional, muitas pessoas ainda possuem diversas dúvidas a respeito do subsídio habitacional, como por exemplo: quem pode contar com essa facilidade, para quem é destinado, entre outros. E neste texto, abordaremos sobre o assunto com intuito de sanar as principais dúvidas sobre esse assunto.

Você sabe o que é subsídio habitacional?

O subsídio nada mais é que um determinado valor concedido pelo governo para famílias de baixa renda que querem comprar um apartamento ou casa. Tem como finalidade a redução das parcelas do fina’nciamento do imóvel, em outras palavras, podemos dizer que o subsídio nada mais é que uma forma de desconto sobre o valor do imóvel.

Resultado de imagem para subsidio casa propria

Para uma família que tem como renda um salário mínimo, comprar o imóvel desejado sem as facilidades do subsídio poderia ser algo impossível. Um detalhe importante que você precisa saber: por ser um doação realizada pela governo, a pessoa não precisa devolver o dinheiro adquirido, no entanto, caso haja alguma fraude, como: possuir imóvel ou renda superior à declarada, o valor deverá ser devolvido.

Como funciona o subsídio?

O funcionamento do subsídio da Caixa é muito simples, veja o exemplo: digamos que o imóvel desejado custa cerca de R$ 100.000,00, o governo poderá liberar o valor de R$ 20.000,00 à título de subsídio, este valor será dado no imóvel ficando apenas R$ 80.000,00 para ser financiado pelo comprador.

A liberação do valor do subsídio depende de alguns fatores a serem analisados, como por exemplo, a renda familiar, localização e valor do imóvel, entre outros. Um detalhe importante sobre a renda familiar, quanto menor for a renda, maior será o valor doado pelo governo para a realização da aquisição de sua casa própria.

Abaixo, veja algumas exigências que o solicitante precisa corresponder para ter direito:

  • Ter no mínimo 18 anos;
  • Ser brasileiro ou naturalizado;
  • Não tenha imóvel financiado;
  • Que não tenha sido favorecido por nenhum outro programa habitacional.

Um detalhe importante sobre o subsídio da Caixa é: o valor recebido não pode ser usado como abate do valor do imóvel, mas sim como forma de abater valores para o financiamento. Outra informação que precisa atentar é: o valor só será liberado na compra de imóveis residenciais e mesmo assim, que se enquadrem no programa habitacional e que esteja dentro da renda familiar.

O subsídio é uma boa alternativa para quem busca esse tipo de saída?

É uma forma excelente de conquistar seu imóvel pelo fato de gastar menos com o financiamento imobiliário. Pode ser utilizado para pagar as parcelas mais baratas, reduzindo desta maneira a incidência dos juros no decorrer dos pagamentos.

Agora, se você não está em um momento econômico apropriado, o subsídio lhe ajudará que o valor pago durante o financiamento seja menor, facilitando e aliviando o orçamento familiar.

Resultado de imagem para subsidio casa propria

Conheça os programas habitacionais que disponibilizam subsídios

Existem diversos programas habitacionais no país. Programas municipais, estaduais e até mesmo federais. A maior parte desses programas habitacionais oferece esse tipo de auxilio para famílias de baixa renda, veja abaixo os mais populares.

  • Casa Paulista;
  • Minha casa, minha vida;
  • Nossa casa;
  • Vila Dignidade;
  • Cohab;
  • CDHU.

Dentre os acima mencionados, o programa que oferece subsídios maiores é o Minha casa minha vida que é focado em ajudar família de baixa renda. Entretanto, existem programas destinados para famílias de classe média que possibilitam a utilização do FGTS e também, linha de crédito pró-cotista.

O programa minha casa minha vida

Como dito algumas linhas acima, este é o programa que mais oferece condições para famílias consideradas de baixa renda e conta com parcerias que o tornam um aliado para a realização do sonho da casa própria, tais como: empresas, estados, prefeituras e entidades sem fins lucrativos.

Esse programa facilitou e muito a compra de imóveis pelo fato de tornar as prestações mais acessíveis, isso sem mencionar a influência positiva sobre as taxas de juros. Se a família optar no financiamento pelo Minha casa Minha vida, os interessados precisam informar uma renda familiar até um determinado valor limite, para, dentro dos valores mensais permitidos, serem divididos em grupos conforme a renda mensal.

Resultado de imagem para minha casa minha vida

Qual é a faixa de renda famíliar?

Existem quatro faixas de rendas que são contempladas no programa “Minha casa minha vida”, lembrando que, para famílias com menores rendas, o valor liberado e os juros são os menores.

  • Faixa 1: Famílias com renda até R$ 1,800.00 podem receber até 90% do valor do imóvel que poderá ser pago até em 120 prestações com valor máximo por mês de R$ 270,00 sem juros;
  • Faixa 1,5: Famílias com renda até R$ 2.350,00, podem receber o valor de R$ 45.000,00 e terem juros de 5% ao ano;
  • Faixa 2: Famílias com renda até R$ 3.600,00, podem receber até R$ 27.500,00, com juros variantes entre: 5,5% a 7% ao ano;
  • Faixa 3: Família com renda até R$ 6.500,00 e com juros que podem girar em torno de 8,16% por ano.

Quais os documentos necessários para apresentar para o minha casa minha vida

É importante estar com os documentos válidos para dar entrada no pedido de adesão ao programa Minha casa minha vida. Você precisará levar, RG, comprovante de renda e também a última declaração de imposto de renda. Esse último é de extrema importância para comprovar o valor recebido no ano vigente.

E as pessoas que trabalham por conta? Como comprovar minha renda.

Hoje em dia, existem muitas pessoas que ganham seu salário vivendo de bico ou pequenos serviços temporários, para essas pessoas que não conseguem um comprovante de renda. Nada mais indicado que a declaração de imposto de Renda, outra possibilidade é, juntar todos os extratos de suas transações bancárias durante seis meses e elas servirão como comprovante de renda.

Como fazer isso? Muito simples, todo dinheiro que ganhar, em vez de gastá-lo, deposite e guarde o canhoto e assim, continue fazendo por seis meses. Um detalhe importante que precisa levar em consideração, geralmente esses comprovantes com o tempo perdem a tinta, aproveite a tecnologia para fotografa-lo com o celular para garantir uma ótima leitura sempre.

Pessoas com restrição no nome podem participar do programa?

Somente as famílias que estiverem na faixa 1 de renda mensal, as famílias que fazem parte das faixas superiores, não poderão participar caso estejam com seus nomes sujos por qualquer razão que seja.

Como faço para financiar pelo minha casa minha vida?

Para famílias de baixa renda que o valor mensal não exceda, R$ 1.800,00. Basta ir até a prefeitura de sua cidade ou em alguma entidade organizadora para se inscrever no programa Minha casa minha vida. Depois de inscritas no programa, essas famílias aguardarão ser sorteadas para as unidades residenciais e, consequentemente, assinatura dos contratados.

Para as demais famílias com renda superior e que desejam ingressar no programa, pode ser feito através da construtora ou de forma individual. Realizando também uma simulação do valor do subsídio, as taxas de juros e os valores da parcela referente ao prazo e a entrada escolhida.

Resultado de imagem para minha casa minha vida

E para realizar o processo individual, o interessado deverá se dirigir com toda documentação exigida até um correspondente Caixa Aqui, ou, agência da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil. Depois de todos documentos analisados e aprovados, o interessado será chamado ao banco para realizar a assinatura do contrato.

Se você estiver interessado em adquirir uma casa própria por meio da compra de um moradia popular, poderá realizar a simulação pelo site do minha casa minha vida, disponível pelo Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Vale destacar que, a Caixa Econômica Federal conta com as menores taxas de juros além de contar com um simulador mais completo.

E para realizar a simulação pelo site da Caixa, tudo que precisa é: nome completo, cpf, valor e idade do imóvel. Claro, vale lembrar que, caso seja solicitado alguma outra informação, é necessário colocar os dados corretos para ter uma ideia melhor dos valores liberados para a realização de seu sonho.

Detalhes finais

E agora que sabe um pouco mais sobre essa oportunidade para realizar seu sonho, nada mais indicado que simular a sua compra e buscar mais informações em uma Caixa Econômica Federal perto de você.

Resultado de imagem para minha casa minha vida

Vale lembrar que, o imóvel também deve ser criteriosamente analisado pela Caixa Econômica ou pelo órgão competente que está realizando o seu financiamento. Se o imóvel não atender as exigências do banco cedente desse programa, ele não poderá ser adquirido para este fim, quer dizer, para  compra do imóvel negado em questão.

Por isso, nada mais indicado que tenha algum outro imóvel em vista e que saiba um pouco a respeito das exigências da Caixa Econômica Federal para escolher um imóvel que poderá ter uma aceitação mais acertada. Com todos esses detalhes acertados e pensados, provavelmente você estará no rumo certo da realização de seus sonhos.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.