Sabia que existem vários tipos de ar-condicionado no mercado? Com tantas opções, é importante conhecer cada um, para fazer a melhor escolha para o seu caso. Veja no texto!

Os vários tipos de ar-condicionado têm algo em comum: deixam o ambiente com temperatura confortável.

Normalmente, o equipamento é mais utilizado em dias quentes, mas nada impede que ele faça parte do dia a dia. Afinal, o que seria melhor do que deixar a temperatura do espaço sempre do jeito que você gosta?

Apesar disso, é importante ter alguns cuidados com o eletro. Independentemente do tipo do seu ar-condicionado.

Começando pela limpeza do equipamento. O ideal é realizar o cuidado com o ar pelo menos a cada 15 dias, fazendo a limpeza do seu filtro. Normalmente, o filtro é removível e pode ser lavado em água corrente.

Depois de um tempo, também será interessante trocar os filtros por alguns novos. Vale a pena verificar qual o período indicado pelo fabricante do ar-condicionado.

Já a limpeza mais profunda do ar pode acontecer a cada semestre ou um ano. Nesse caso, é preciso solicitar a visita de um técnico, para que ele verifique as condições do equipamento.

Dessa forma, o especialista poderá verificar, por exemplo, se as peças do ar-condicionado continuam funcionando bem. Caso não, elas poderiam prejudicar o funcionamento do eletro e até aumentar o consumo de energia.

Qual a temperatura ideal do ar-condicionado?

Outra dica importante é sempre manter a temperatura média. Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), durante o verão, é bom manter o ar-condicionado em uma temperatura entre 23°C e 26°C. Já durante o inverno, o eletro pode ser ajustado para 20°C e 23°C.

Respeitar uma temperatura média é importante por dois fatores. Primeiro, para a saúde dos usuários, já que o choque térmico ao sair para espaços sem ar-condicionado pode prejudicar a imunidade da pessoa.

Se a temperatura do eletro for mantida em seu ideal, esse choque será menos intenso, com pouco prejuízo ao bem-estar dos indivíduos.

Além disso, a temperatura média evita o “trabalho exagerado” do ar-condicionado. Quando isso acontece, o eletro utiliza mais energia elétrica e pode não dar conta do resfriamento do espaço. Sem contar que é comum que ele “congele” e comece a pingar, além de correr o risco de danos.

Para evitar problemas, também é indicado manter as janelas fechadas quando o ar estiver ligado. Assim, você evitará choques entre temperaturas, o que exigiria um maior consumo de energia do equipamento. Só assim ele conseguiria manter a temperatura ideal do ambiente.

Cuidados importantes com o ar-condicionado

Apesar de mais básicos, os cuidados citados até aqui são essenciais para garantir sua saúde e a durabilidade do equipamento de ar-condicionado. Mas eles não são as únicas ações que você deve tomar para manter o eletro funcionando bem.

Por exemplo: para refrigerar o espaço, o ar-condicionado geralmente utiliza gás refrigerante. Se for esse o caso, é essencial ter atenção à quantidade de gás disponível.

A fabricante do ar vai indicar o tempo ideal para essa vistoria. O cuidado vai evitar problemas como o superaquecimento do compressor ou mau funcionamento do eletro.

Além de limpar o filtro, também será precisa fazer a limpeza periódica de outras partes do equipamento. Como a parte condensadora, unidade evaporadora, dreno e mais. Pesquise sempre sobre a limpeza de cada um e, caso haja dúvida, contrate um técnico para o procedimento.

Alertas feitos, é hora de apresentar os diversos tipos de ar-condicionado que você pode adquirir. Acompanhe abaixo!

Ar-condicionado de janela

Para instalar o ar-condicionado de janela, é preciso fazer um buraco na parede. E, claro, também há a opção de instalá-lo dentro de uma janela, como seu nome sugere.

Assim, parte dele fica do lado de fora do ambiente, enquanto sua parte frontal fica dentro. Na parte de fora, ficará instalado sistema de escape do ar quente. Enquanto isso, na parte de dentro fica o sistema de retorno de ar fresco.

Esse tipo de ar-condicionado é indicado para ambientes pequenos, pois tem boa potência para estes casos. Já para ambientes maiores, sua potência seria reduzida, insuficiente para manter a temperatura do espaço.

Seu formato é compacto e reúne uma peça condensadora e evaporadora em uma só. Além disso, ele é relativamente barulhento. Os sons não são altos, mas os ruídos podem incomodar em ambientes silenciosos.

Ar Portátil

Já um aparelho portátil tem se tornado um dos tipos de ar-condicionado mais comuns do mercado. Isso porque, ele pode ser movido entre os ambientes. Então, o consumidor conta com a vantagem de ter um ar-condicionado móvel, em vez de um fixo em um único cômodo.

Um ar portátil é ideal para pequenos ambientes, pois possui a potência ideal para manter a temperatura deles.

Ainda assim, ele produz certo nível de ruído, que pode incomodar ambientes silenciosos. Não são ruídos extremamente altos, mas maiores do que os modelos split oferecem. Falaremos desse tipo de ar logo mais.

Além disso, é importante que o aparelho portátil seja sempre colocado próximo a uma janela. Dessa forma, ele vai conseguir ventilar o ar quente fora do espaço que está resfriando.

tipos de ar-condicionado

Ar Duto

A instalação do ar-condicionado duto costuma ser a ideal para grandes espaços. Inclusive se for necessário refrigerar vários cômodos de uma só vez. Isso porque, ele fará exatamente a ventilação por dutos, espalhando o ar frio por vários cômodos.

Esse é um dos tipos de ar-condicionado mais comuns nas grandes empresas. Com ele, torna-se dispensável instalar um ar-condicionado em cada ambiente.

Ainda assim, há uma grande desvantagem: a temperatura será a mesma para todos os espaços. Não é possível regulá-la individualmente.

Sem contar que sua instalação é mais trabalhosa, e ele gera um ruído contínuo. De novo, não muito alto, mas mais do que os ares split promovem.

Ar-condicionado Split

O sistema de ar split é considerado uma evolução do ar-condicionado janela. Isso porque, em vez de ter suas duas partes unidas, essa opção separa as unidades. Então, a parte evaporadora e o motor do ar ficam separados.

O sistema é bastante simples. A parte evaporadora do ar fica dentro do ambiente, realizando o seu resfriamento.

Enquanto isso, a parte condensadora, o motor, fica na parte externa do imóvel. O resultado dessa divisão é que o ar-condicionado tem maior potência de refrigeração.

Ele também gera menos ruídos, quase imperceptíveis nos espaços. Isso não incomoda mesmo quando o aparelho está em uma alta potência.

Esse ar é comum tanto em ambientes comerciais, como nos residenciais. Seu visual ainda é moderno e discreto.

De qualquer forma, vale dizer que existem vários tipos de ar-condicionado split. Nós falamos sobre eles a seguir.

Split Hi-Wall

Os sistemas do tipo split hi-wall é bastante versátil e bastante comum em espaços residenciais. Mas ele costuma ser um pouco mais caro, especialmente se comparado ao ar-condicionado de janela.

Outro ponto a se considerar é que ele é mais eficaz para espaços menores. Ambientes amplos e com grande fluxo de pessoas não conseguem alcançar a refrigeração ideal com esse modelo.

Multisplit

O modelo de ar-condicionado multisplit é muito semelhante ao anterior, do tipo hi-wall. Neste caso, porém, o aparelho pode ter duas ou mais evaporadoras, mesmo dispondo de apenas uma condensadora.

O resultado é que é possível refrigerar mais de um ambiente utilizando apenas uma condensadora. Assim, o usuário consegue economizar no gasto de energia elétrica e garantir o conforto térmico em mais espaços.

Mesmo assim, é preciso dizer que a performance dos aparelhos pode acabar reduzida. Claro, em relação ao que ele faria no caso da refrigeração de apenas um espaço.

Além disso, o custo desse sistema costuma ser mais alto, pois o consumidor estará adquirindo “dois aparelhos”, ou mais, em um só.

Split Piso-teto

Esse modelo split também é semelhando ao wi-hall, mas tem como diferença sua forma de instalação. Isso porque ele precisa ser instalado no teto ou no piso. Não na parede, como é comum dos outros tipos de ar-condicionado.

Uma desvantagem dessa opção é que ela tem um consumo de energia mais elevado, devido a sua grande potência. Sem contar que o aparelho é grande, então pode atrapalhar no fluxo de pessoas em espaços pequenos.

Mesmo assim, ele é bastante eficaz na climatização de ambientes, sejam eles grandes ou pequenos.

Split Cassete

Já o chamado split cassete é instalado no centro do ambiente, e não na janela ou nas laterais do espaço, como os outros tipos de ar-condicionado de explicamos até aqui.

Isso significa que ele é um modelo bastante discreto, pois pode ser embutido no teto e disfarçado com gesso ou com o forro.

Sua capacidade de resfriamento é suficiente para ambientes de médio porte. Mas seu custo de instalação é alto, já que é preciso cobri-lo com gesso ou com o forro, como citado.

Até por isso, esse tipo de ar não é indicado para ambientes pequenos. Afinal, seu custo e potência acabariam sendo desperdiçados. Nesses ambientes também não costuma ser possível fazer o rebaixamento do forro, e isso é necessário para instalação.

O ar cassete possui uma bomba de dreno em seu interior, e não precisa escoar a água produzida pelo seu sistema.

Split Quatro Lados

Como seu nome sugere, o split quatro lados têm quatro saídas de ar. Ele pode também ser instalado no centro do ambiente, como o cassete, mas também na lateral ou no canto. Tudo vai depender do espaço disponível e do projeto do ambiente.

Sua capacidade de resfriamento é alta, inclusive para grandes espaços. Ainda assim, esse modelo é mais caro e pode exigir um profissional para a instalação do aparelho.

Split Canto Teto

Entre os tipos de ar-condicionado disponíveis no mercado, esse é o que melhor se adéqua aos cantos das salas. Ele pode ser instalado diretamente no teto, em vez de na parede, o que vai otimizar o espaço.

Outra vantagem do modelo é que ele distribui a refrigeração de forma bastante uniforme pelo ambiente.

Split de Janela

Um split de janela mistura as características do modelo split com as características de um ar-condicionado de janela.

Isso significa que o aparelho é um split, mas a condensadora do aparelho é instalada no espaço que já existe na parede para os equipamentos da janela.

Como a tecnologia é mista, o custo do aparelho costuma ser um pouco mais alto que os demais. Inclusive, ele pode ser mais difícil de ser encontrado no mercado.

Mas o modelo pode ser muito interessante para quem não pode fazer alterações na fachada do imóvel. Afinal, você já vai usar um espaço que tem disponível para instalação., em vez de criar um novo.

Split Inverter

Por último, vamos falar do split inverter. Esse modelo é igual ao split, mas dentro dele ele possui uma peça chamada de inversor.

Com essa peça, o ar-condicionado tem um controle do seu compressor. Isso é algo que permite seu funcionamento otimizado, reduzindo o consumo de energia elétrica do modelo. Em média, esse sistema reduz em até 60% o consumo em relação aos demais modelos.

Como escolher entre os tipos de ar-condicionado?

ar-condicionado

Agora que você já conhece vários dos tipos de ar-condicionado disponíveis no mercado, deve estar na dúvida sobre qual aparelho escolher, não é mesmo?

São tantas as opções que essa decisão será mesmo difícil. Mas, avaliando alguns pontos básicos, você terá mais facilidade em definir qual o mais adequado ao seu caso. Veja abaixo.

Primeiro, considere o tamanho do ambiente. Se o espaço for maior, você provavelmente vai ganhar mais se optar por sistemas do tipo ar-condicionado de janela ou um Split Quatro Lados.

Se o objetivo for resfriar todo um grande ambiente comercial, optar pelo ar-condicionado duto pode ser mais caro inicialmente, mas será bastante eficaz. Especialmente porque você vai garantir a mesma temperatura em todo o espaço, evitando choques térmicos e conflitos comuns por causa do frio ou do calor.

Considere o quanto você deseja gastar. Após avaliar os modelos ideias para a dimensão do espaço, você vai precisar pesquisar pelos preços. Como explicamos antes, alguns tipos de ar-condicionado são relativamente mais caros. Na dúvida sobre o custo-benefício de cada um para os seus objetivos, converse com um especialista.

Dê prioridade para modelos que tenham várias funções de controle. Como a função sleep, que regula a temperatura automaticamente, e o timer.

Com esses cuidados tomados, você terá mais facilidade em encontrar o melhor entre os tipos de ar-condicionado disponíveis no mercado.

Acompanhe também o texto Limpeza de Ar Condicionado: Como Limpar o Ar Condicionado? e saiba como você vai precisar cuidar do aparelho! Basta clicar no link.

Escreva um Comentário