Tipos de Janelas: Quarto, Sala e Cozinha e mais

Está construindo, mas não tem ideia de qual janela instalar em seu imóvel? Essa dúvida é bastante comum, já que existem variados tipos de janelas. Escolher a mais vantajosa passa por etapas que consideram sua praticidade, o espaço de instalação e o design desejado para o ambiente.

Para começar, o objetivo principal de uma janela é permitir a luminosidade e ventilação dos cômodos. É por meio dela que o ar do espaço pode ser “renovado”, diminuindo as impurezas presentes dentro de casa. A luminosidade ainda auxilia na economia de energia elétrica, principalmente durante o dia.

De modo geral, a presença da janela adequada ao ambiente promove maior bem-estar dos indivíduos. Ao mesmo tempo, ela pode ser utilizada como um ótimo objeto de decoração. Quando mais ampla e toda em vidro, por exemplo, ela pode dar visual mais clean ao espaço. Já janelas de madeira costumam remeter a um pouco mais elegância e aconchego.

Ou seja, escolher a janela ideal é uma parte fundamental da construção do seu imóvel. Para te ajudar, listamos neste texto os diversos tipos de janelas disponíveis no mercado.

Conhecendo-os, você terá facilidade em apontá-los como uma opção à sua edificação. Assim, a conversa com seu arquiteto, engenheiro ou decorador será muito mais proveitosa. Juntos, vocês poderão chegar à melhor solução de luminosidade, ventilação e beleza.

1 Janela veneziana

Janela veneziana

Uma janela veneziana é feita por lâminas, com frestas que permitem a melhor circulação do ar pelo cômodo. Isso mesmo quando as janelas estão fechadas. O modelo pode ser utilizado em madeira ou metal, sendo que o madeira dá ar mais elegante e aconchegante ao espaço.

Sendo formada por frestas, uma janela veneziana nunca bloqueia por completo a ventilação ou odores vindos de fora do imóvel. Por isso, é fundamental associá-la a uma peça de vidro. Assim, caso seja necessário, o usuário poderá fechar a parte de vidro e bloquear a ventilação.

Caso deseje, o indivíduo também pode deixar a parte em madeira (ou metal) aberta, e cerrar apenas a peça associada. Assim, haverá luz natural no espaço. Janelas venezianas são bastante comuns em quartos.

Também são as peças de vidro que impedem a entrada de insetos e de água neste modelo de janela.

2 Janela Pivotante

Janela Pivotante

Chamada também de vitrô pivotante, este tipo de janela gira sobre o próprio eixo, localizado em sua parte central. Assim, a peça abre para fora, mas de forma vertical. O resultado são aberturas laterais, frestas, enquanto a janela permanece no centro vertical da instalação.

Em alguns casos, a abertura da janela pivotante é horizontal. Ou seja, ela também é aberta para fora, movendo-se sobre um eixo fixo. O modelo é muito comum em banheiros, especialmente na versão horizontal, e em salas de estar.

Para compor uma janela pivotante, os materiais mais utilizados são a madeira e o vidro. Ou de modo separado, ou unidos em uma só peça. A associação dos materiais resulta em peças atraentes e com certo requinte.

3 Janela basculante

Janela basculante

Com uma janela basculante, o consumidor só precisa utilizar uma alavanca central ou lateral da estrutura. Assim, algumas hastes se movem, e a janela tem sua abertura realizada para o lado de fora do cômodo.

Peças desse tipo são bastante comuns em banheiros, cozinha e área de serviço. Uma vantagem da opção é que ela pode ser aberta em diferentes níveis, com maior ou menor entrada de ventilação no espaço. A opção também é chamada de janela maxim-ares.

4 Janela de correr

Janela de correr

Janelas de correr não requerem muita apresentação: elas são as mais comuns nos imóveis. Para abri-las, basta movê-las para o lado. Se uma janela é dupla, é comum que apenas uma das partes, geralmente em vidro, se mexa. Em janelas com quatro peças, as duas centrais possuem movimento.

Uma janela de correr pode ser instalada nos mais variados cômodos, como salas de estar, cozinha e quartos.

5 Janela de abrir

Janela de abrir

Quantos filmes você já assistiu em que, pela manhã, uma personagem acorda feliz e abre suas janelas para contemplar o céu? Nesse tipo de cena, é comum que as janelas presentes sejam de abrir. Com duas partes centrais, elas normalmente são abertas para o lado de fora — mas, em alguns casos, também podem ser movidas para a parte de dentro do cômodo.

Esse tipo de janela é fixada em batente e tem rotação sobre seu eixo vertical. Ele é mais comum nos quartos do imóvel.

 

6 Janela de tombar

Janela de tombar

Uma janela de tombar não possui muita abertura. Na verdade, sua fechadura permite um leve movimento da parte de vidro. Sua base inferior é fixa, e a parte de cima pode ser aberta para o lado de dentro. Ela é comum em salas

7 Janela oscilo-batente

Janela oscilo-batente

Janelas oscilo-batente podem ser abertas de dois modos. Primeiro, de modo lateral, movendo uma das folhas (geralmente de vidro) para dentro do imóvel. A segunda alternativa está em abri-la como uma janela de tombar, explicada no tópico anterior. Para a entrada parcial do vento, a melhor opção é tombá-la. Para entrada total, é mais interessante abri-la.

Instalada em diferentes ambientes, esse tipo de janela pode também contar com veneziana, como no primeiro tópico deste texto. Contudo, a parte de vidro deve ser a que se move de modo lateral ou tombado. A alternativa é ideal para quartos.

8 Janela camarão

Janela camarão

Também conhecida como sanfonada, uma janela camarão é aberta aos poucos, de acordo com a dobradura de suas folhas. As folhas são as partes de uma janela.

Esse tipo de janela é interessante para estruturas mais compridas, pois permite que o usuário escolha mais facilmente a quantidade de ventilação e iluminação desejada no espaço. Seu visual é bastante elegante, e costuma ser utilizado em quartos e salas de estar.

9 Janela guilhotina

Janela guilhotina

Modelos guilhotina requerem cuidado. Isso porque, a abertura da estrutura é feita de baixo para cima. O nome “guilhotina” refere-se ao movimento de uma lâmina ao cortar a cabeça de um indivíduo — o que era comum em séculos medievais.

Uma janela guilhotina não pode cortar cabeças, mas gera riscos de acidentes para crianças. Especialmente porque, se feita da madeira, ela possuirá grande peso. Tomados os cuidados necessários, a instalação da peça pode criar ar mais charmoso ao espaço.

10 Bay Window

Bay Window

É bem possível que você nunca tenha ouvido falar das janelas “Bay Window”. Ainda assim, é muito provável que você já tenha visto alguma. Afinal, a opção é muito comum em imóveis nos Estados Unidos, e é frequentemente mostrada em filmes e séries produzidas no País.

A janela bay window nada mais é do que uma janela instalada em três partes, em uma extensão da parede. Ela cria uma “protuberância”, se projeta no lado de fora do imóvel, como uma varanda.

O modelo pode ou não possuir a possibilidade de abertura, e é sempre instalada em vidro. Mesmo que este seja associado a outros materiais. Afinal, o objetivo de uma bay window é aumentar a iluminação do imóvel, além de permitir a ampla visualização para o lado de fora.

Qual a largura ideal das janelas para cada cômodo?

Com as janelas escolhidas para o seu imóvel, elas poderão ser adquiridas de dois modos: prontas, ou então sob medida. O melhor é sempre avaliar se as peças já no mercado atendem às dimensões do seu espaço e ao seu objetivo.

De qualquer forma, algumas medidas são comuns para cômodos como a sala, cozinha e banheiro. A seguir listamos cada uma delas. Você poderá utilizá-las caso elas façam sentido ao espaço disponível na sua edificação.

Janela da sala

Normalmente, as janelas das salas são mais amplas. Afinal, o espaço costuma ser bem frequentado, e requer bastante iluminação e ventilação. Por isso, é sempre interessante considerar uma largura de ao menos 2 metros para essa instalação. No caso de salas pequenas, a medida pode ser diminuída, mas pode valer a pena mantê-la de modo proporcional.

Outro aspecto que precisa ser levado em conta é o modelo da janela. Quando horizontal, as peças já disponíveis no mercado costumam variar entre 2 metros de largura e 1 metro de altura, e 1,50 metro de largura para 1 metro de altura.

Já modelos verticais podem quase cobrir a área vertical da parede — no caso de modelos mais bonitos, como o pivotante. As medidas da estrutura devem ser determinadas de modo proporcional ao espaço da parede.

Janela dos quartos

Os modelos de janela indicados para o quarto geralmente se encaixam bem com 1,5 metro de  largura. Assim, é possível obter uma boa ventilação e luminosidade no ambiente, mas sem exagero.

Janela da cozinha

Para cozinhas pequenas, é comum que as janelas também sejam pequenas. Porém, é importante considerar a grande necessidade de ventilação do ambiente. Se as dimensões da janela não forem suficientes, haverá constante acúmulo de cheiros e gordura no espaço. Experimente manter medidas como 1,5 metro de largura por 1 metro de altura, 2 metros de largura por 1,20 metro de altura, ou 0,80 metro de largura por 0,60 metro de altura.

As melhores janelas para sala, cozinha, quarto e mais

Como citado ao longo do texto, a escolha pelos tipos de janelas ideais para o seu imóvel precisa considerar uma série de fatores. Tais quais o seu objetivo, design desejado e a área disponível para instalação da janela.

Em todo o caso, porém, é sempre importante lembrar da necessidade de proteção nas janelas. Quando há crianças ou animais em casa, as aberturas devem ser protegidas com telas ou grades. O mesmo para o caso da existência de muitos insetos na região do imóvel — neste caso, é preciso instalar tela mais fina, com esse objetivo específico.

Telas ou grades mudam completamente o visual da janela. Por isso, devem ser combinadas com cuidado. Instalações em madeira, por exemplo, podem ganhar um aspecto pouco atraente quando recebem um desses elementos. É fundamental combinar os estilos entre todas as peças que compõem a instalação.

Outro aspecto importante das janelas é que, sempre que feitas de vidro, elas devem contar com os chamados vidros de segurança. Os vidros de segurança são o temperado (blindex), o laminado e o aramado. A principal característica destes materiais é que eles são mais resistentes a impactos, bem pouco menos sujeito a trincas e quebra. Considerando que as janelas estão em constante movimento, é essencial garantir essa segurança.

Lembre-se, ainda, de combinar os tipos de janelas e materiais das janelas de todo o imóvel. Optar por modelos muito variados em uma mesma edificação pode trazer incômodos visuais, mesmo que ao longo do tempo. É fundamental prezar pela harmonização dos ambientes, assim como você faz com a sua decoração comum.

Veja a seguir os tipos de janelas mais comuns para cômodo, e escolha o que melhor se encaixa aos seus desejos.

Tipos de janelas para quarto

Na hora de instalar as janelas no quarto do imóvel, quase todos os modelos valem a pena. Podemos excluir apenas as opções em basculante e a de tombar. Tanto por seu pouco atrativo visual, quanto pela pouca ventilação permitida por cada uma.

Quando a janela escolhida promove muita iluminação, é importante combiná-la com uma persiana ou cortina. Esse cuidado é fundamental, pois vai permitir maior escuridão no ambiente e garantir noites de sono mais proveitosas.

Tipos de janelas para sala

Janelas para a sala são mais interessantes quando permitem ampla ventilação e iluminação. Janelas grandes são ainda mais interessantes. Por isso, invista nos modelos de correr, de abrir, camarão, guilhotina, veneziana ou bay window.

Tipos de janelas para cozinha

Na cozinha, sempre prefira janelas apenas em vidro. Além do material ser mais simples de limpar, ele não acumula cheiros (como acontece mais facilmente com a madeira). Sem contar que a madeira pode acumular umidade e apodrecer aos poucos, o que não é interessante ao visual, ao olfato, nem ao bolso. Preze sempre pela ventilação e iluminação, e invista em peças de correr, abrir, basculantes ou semelhantes.

Tipos de janela para Home Theater

Um cômodo Home Theater é aquele que remete a uma sala de cinema, com a tela de TV e vários sofás confortáveis. Para aproveitá-lo ao máximo, é fundamental contar com pouca iluminação. Afinal, isso vai garantir menos reflexos da luz sobre a tela.

Nestes casos, vale a pena investir em janelas pequenas, ou que bloqueiem a entrada de luz. Janelas com peças em madeira podem ser interessantes.

Tipos de janelas para sala de jantar

Salas de jantar se tornam mais atrativas se forem bem iluminadas e arejadas. Por isso, escolha janelas maiores, com aberturas amplas, como a de correr, a camarão ou a de abrir.

Tipos de janelas para o banheiro

No banheiro, invista sempre em janelas discretas. As mais comuns no espaço são as basculantes ou de tombar.  Para a garantia de privacidade, escolha vidros foscos e instale a abertura em locais mais altos.

Agora você já sabe tudo o que precisa sobre os vários tipos de janelas disponíveis no mercado! Converse com o seu arquiteto e descubra qual opção se adequa mais ao seu projeto de imóvel.

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se concorda com isso, clique no botão ao lado. AceitarLer mais