Ter controle sobre o consumo de rejunte por m² é algo super importante em uma obra, só assim você estará apto a se programar com antecedência e não ser pego de surpresa.

E é pensando exclusivamente em você, aquela pessoa que gosta de ter um controle total sobre sua construção, que nós iremos te ajudar a calcular o consumo de rejunte por m².

Mas, antes de focarmos diretamente em como calcular o consumo de rejunte por m², vamos entender um pouco mais sobre o que, afinal de contas, é o rejunte e qual é a sua real utilidade.

Para que serve o rejunte?

O objetivo do rejunte é manter os revestimentos vedados, para que desta maneira ele seja protegido contra a umidade, evitando assim a penetração de água e até mesmo impedindo que as peças acabem se descolando da argamassa. Ele também proporciona um aspecto mais visualmente bonito ao revestimento.

Ou seja o rejunte oferecer diversas qualidades, tais como segurança e higiene para seu revestimento, evitando também problemas como deslocamento das peças ou rachaduras.

Uma vez que você tenha em mente para que você deve utilizar o rejunte e que tipos de benefícios ele pode te proporcionar, é também igualmente importante estar por dentro dos tipos de rejuntes que existem. Basicamente há três tipos de rejuntes: cimentício, acrílico e epóxi. Vamos dar uma olhada abaixo mais detalhadamente em cada um destes tipos.

Cimentício

Este tipo é composto de cimento, agregados minerais, polímeros e aditivos (que definem o tipo de exposição que o revestimento terá), e pigmentos (acrescentam cor). Ele possui uma consistência mais áspera, além de oferecer uma qualidade menor de acabamento. Pode ser encontrado em uma versão específica para porcelanato e outra versão para cerâmica. Sua instalação pode ser tanto tanto no lado externo quanto interno da residência, ou até mesmo em áreas molháveis.

Acrílico

Este tipo é composto de cimento, resina acrílica, pigmentos, agregados minerais, polímeros e aditivos. Ele é de fácil aplicação por ser comercializado pronto para uso, ele também possui um acabamento superior. Ele é indicado para pisos, cerâmicos, revestimentos, porcelanatos e pastilhas.

Epóxi

Este tipo trata-se de um produto bicomponente e a base de resina. Ele possui uma resistência mecânica e química elevada, além de ser também bastante impermeável e resistente a manchas e fundos. É necessário que se tenha um maior cuidado durante sua aplicação. Ele é mais resistente, porém mais caro, e proporciona também um ótimo acabamento. Ele é indicado para porcelanatos, piscinas, revestimentos cerâmicos e pisos.

Veja também: Rejunte Epóxi: Preço? Para que serve? Rendimento? Como Aplicar?

Calculando o Rejunte

Agora que você já possui um conhecimento básico de para que o rejunte serve e a diferença entre os tipos de rejuntes existentes, voltaremos ao objetivo principal deste artigo, o consumo de rejunte por m².

O primeiro passo em qualquer obra é a preparação, ninguém simplesmente resolve fazer uma obra em um dia e já a inicia no outro, antes tem de haver uma preparação detalhada, tal como administrar a quantidade que você irá utilizar para esta obra em específico, e é exatamente aí que entra o consumo de rejunte por m².

É necessário uma preparação, para que você não acabe sendo pego de surpresa e tendo de correr para adquirir mais rejunte, ou para que você não acabe comprando mais do que o necessário e tendo um gasto maior. E, é claro que o tempo que será gasto em sua execução também deve ser levado em consideração, afinal de contas, aqui tempo é, literalmente, dinheiro.

E, quando dizemos que o tempo também deve ser levado em consideração é porque, se você utilizar uma quantidade alta de rejunte para um piso, por exemplo, você poderá até finalizar o serviço mais rapidamente (pois a aplicação será bastante fácil), porém irá gastar uma quantia bem maior do que a necessária. Ou seja, tudo tem de ser devidamente calculado de maneira que o equilíbrio ideal seja encontrado.

E o cálculo para consumo de rejunte por m² não é tão simples assim, pois o metro quadrado não é o único fator a ser levado em consideração. Você também precisará incluir nos cálculos o tamanho (comprimento, altura e largura) do piso a ser utilizado, os espaçadores de piso que você irá utilizar, além da área total do local. Pois então vamos aos cálculos.


Veja também:


Calculando o Consumo de Rejunte por m²

Pois então vamos lá, teoricamente falando, para cada 3 m² de área, serão necessários 1 kg de rejunte, ou seja, podemos definir o consumo de rejunte por m² como 0,33333 Kg, ou ⅓.

Entretanto, como foi dito acima, este não deve ser o único fator levado em consideração na hora de realizar este cálculo.

De maneira a demonstrar o cálculo mais lucidamente, vamos pegar um exemplo. Neste exemplo estamos utilizando de pisos de 30 x 30 cm com uma altura de 3 mm, um espaçamento de 2 mm e uma área total de 60 m². Logo:

Piso

  • Largura (A): 30 cm = 300 mm;
  • Comprimento (B) :  30 cm = 300 mm;
  • Altura (C): 3 mm.

Rejunte

  • Espaçamento (D) = 2 mm;
  • Coeficiente de Rejuntamento (CR) = 1,58

OBS: O Coeficiente de Rejuntamento possui um valor fixo de 1,58.

Certo, uma vez com todas as variáveis explicadas e definidas, basta aplicá-las na fórmula abaixo e teremos a quantidade de rejunte que será utilizado para uma área de 60 m²:

Kg/m² = (300 + 300) x 3 x 2 x 1,58/(300 x 300)

Kg/m² = 0,0632

Para uma área de 60 m² temos:

0,0632 x 60 = 3,79 Kg

Lembra que falamos acima que teoricamente seriam 1 Kg de rejunte para cada 3 m²? Pois não foi bem isso que encontramos ao fazer o cálculo. E por quê?

Isso ocorreu pelo fato de que há alguns outros elementos que são (e devem) ser levados em consideração, tais como o tamanho que o piso possui. Então, para saber o consumo de rejunte por m² não se apegue a estimativas, é necessário que o cálculo seja feito.

Geralmente este cálculo é realizado pelo encarregado da obra, mas, se você for o encarregado, então este cálculo é de sua responsabilidade. Porém, caso não queira fazer os cálculos (ou caso a matemática não seja seu ponto forte) há opções de calculadoras online que você pode utilizar para isto. Abaixo deixaremos o link de duas delas:

Como você pode ver o que não falta são meios para realizar tal cálculo, assim sendo, é sempre melhor se programar com antecedência quando for realizar um serviço deste tipo.

Leitura complementar: Como Preparar Rejunte Rápido, Fácil E Sem Desperdícios!

Escreva um Comentário