fossa septica

Fossa Séptica: O que é? Como Fazer?

Você sabe dizer qual a real importância de uma fossa séptica?  Ou como fazer uma? Pois então se você não está por dentro do assunto, basta dar uma lida neste artigo para ver respondidas essas e muitas outras perguntas que você possa ter sobre uma fossa séptica.

Pois então, antes de mais nada, vamos focar em lhe explicar o que realmente são as fossas sépticas e sua real utilidade.

O que é e para que serve uma fossa séptica

Em residências e imóveis os quais não possuem sistemas para escoamento de esgoto, como em construções de interior, as fossas sépticas são bastante utilizadas. Pois é através delas que será possível a realização do tratamento de esgoto sanitário. Ou seja, a função dela é purificar a água proveniente dos vasos sanitários para devolvê-la ao meio ambiente ocasionando o mínio de impacto possível. Isso evita, e muito, a aparição de doenças, pois evita que tais dejetos sejam simplesmente despejados em rios, córregos, nascentes ou diretamente no solo.

E tal processo é basicamente composto apenas pela ação das bactérias, ou seja, quase não há processos mecânicos envolvidos. Vamos exemplificar melhor como isso realmente funciona.

Como funciona uma fossa séptica

O funcionamento de uma fossa séptica não é difícil de ser entendido.

Anúncios

Os dejetos provenientes de vasos sanitários serão despejados em um tanque que deverá estar afastado cerca de 30 metros da residência, sendo que este tanque poderá ser feito por concreto, alvenaria ou qualquer outro tipo de material que obedeça a aspectos básicos de segurança, resistência e longevidade.

Tal tanque deverá medir, no mínimo 1.000 litros, e será nele que irá ocorrer o processo chamado de decantação. Neste processo, a parte sólida irá para o fundo, onde sofrerá decomposição através de bactérias anaeróbicas (e se você não lembra o que é isso não tem problema, é só entender o princípio básico da coisa.

Anúncios

Neste tanque terá uma válvula de escape, sendo que é através dela que os gases que as bactérias irão produzir poderão escapar. E, na medida que a fossa se enche, o líquido irá passar por um cano (que se encontrará na parte superior desta fossa) para o inferior de um segundo tanque, o qual irá encher e obrigar o líquido a passar por um filtro que será formado por areia e cascalho, este tipo de processo é chamado de filtração. Após esta etapa feita, o líquido então irá para um tanque chamado de sumidouro, onde será posteriormente reutilizado ou então devolvido para o meio ambiente.

É claro que este processo acima descrito foi pensando em um tipo específico de fossa séptica, sendo que há construções mais bem desenvolvidas que incluem até mesmo reagentes como o cloro para que a água seja transformada em potável. Mas, independente do tipo de fossa séptica que você for utilizar, este processo irá manter sua estrutura principal, ou seja, sempre tendo como intuito purificar a água.

Veja o vídeo abaixo sobre como funciona


Veja também:


4º Passo

Ligue a primeira e a segunda caixa por um cano curva de 90º. Feche bem as duas tampas, utilize borrachas de vedação de 15 por 15 mm para isto, não se esquecendo de colocar uma “chaminé” (um cano) em cada uma, pois é por onde o gás metano que está acumulado irá sair. Não vede a última caixa, pois é nela que o adubo líquido será retirado. Ponha um T de inspeção entre as três caixas, para o caso de um entupimento.

5º Passo

Porém, no caso de você não querer utilizar o adubo, basta fazer na última caixa um filtro de areia, para que assim a água, sem o excesso de matéria orgânica, possa sair. Para tal basta colocar uma tela de nylon fina sobre o fundo e, sobre esta tela, por uma camada de cerca de 10 cm de pedra do tipo brita 3 e mais 10 cm de pedra do tipo brita 1 por cima, e logo após outra tela de nylon. Após isso, insira uma camada de areia fina lavada e, por fim, coloque um registro de esfera de 50 mm de maneira que a água possa ir para o solo.

Este é dos métodos mais utilizados para se fazer uma fossa séptica, tendo vários outros que podem ser seguidos dependendo da fonte de pesquisa que você utilizar.

Veja abaixo um vídeo sobre como fazer:

Mas e quanto custa uma fossa séptica?

A velha pergunta sobre preços, mas que não pode ser respondida de maneira precisa.

Para se ter uma noção de quanto custa uma fossa séptica antes você deve ter em mente qual tipo de fossa você irá querer. Pois, caso utilize a citada acima, basta fazer um quantitativo dos materiais que você terá de utilizar e pesquisar pelos melhores preços em locais próximos a você. E isso, é claro, estamos falando apenas do material, considerando que você mesmo fará todo o trabalho pois, caso for contratar alguém para te ajudar (ou até mesmo fazer por você), então terá de levar em consideração a hora de trabalho da pessoa que irá lhe auxiliar. Tudo isto deve ser levado em conta quando você estiver considerando fazer uma fossa séptica.

Mas, independente de qual tipo de fossa você escolher fazer, lembre-se sempre de seguir bem as instruções, pois você definitivamente não irá desejar ter uma fossa defeituosa em mãos.