Se você tem costume de passar de carro por estradas, então provavelmente já viu um muro gabião alguma vez. Estamos falando justamente daqueles muros de pedras que costumam ficar a margem de estradas e rios. Trata-se de um muro de arrimo, ou muro de gabião, e acredite, esta estrutura é de extrema importância.

O que é Gabião?

O termo “gabião” vem do italiano gabbione, que nada mais é do que um cesto para transportar terra e adubo. Ou seja, neste tipo de muro, ao invés de terra e adubos, há pedras, e ao invés de um cesto, há uma espécia de “gaiola metálica”.

E a construção destas gaiolas metálicas é muito bem trabalhada, sendo feita com aço galvanizado, para que assim ela resista a intempéries sem correr o risco de oxidar. As pedras  ou são posicionadas de maneira manual ou então através de equipamentos especializados, e em seguida costura-se a gaiola com arames.

E, caso você esteja se perguntando para o que estes muros de pedras servem, é simples, para contenção.

O muro gabião apoia-se em si mesmo e seu elevado peso, contendo assim tudo o que possa estar atrás deles, e é exatamente por isso que são postos em beiras de estrada, córregos e rios, para que não ocorram desabamentos que bloqueiem toda a estrada. Ou seja, para contenção, simples assim, e de uma maneira em que o impacto ambiental seja mínimo.

As Vantagens de Utilizar o Muro Gabião

A utilização do muro gabião oferece diversos tipos de vantagens, passaremos sobre as principais logo abaixo.

Uma das grandes vantagens do muro gabião é sua flexibilidade, ou seja, ele conseguem se adequar as movimentações do solo com uma certa facilidade. Por outro lado, estruturas de contenção que sejam mais rígidas podem acabar se rompendo com determinadas deformações.

permeabilidade é uma das melhores e mais apreciadas vantagens fornecidas pelo gabião. Ou seja, enquanto o muro irá permitir a passagem do fluxo de água, ao mesmo tempo ele irá conter quaisquer detritos maiores que estejam sendo levados junto com a água, tudo isso deve-se ao alto índice de vazios que se encontra em sua estrutura. Isso, além de aumentar a segurança da estrutura (pois irá permitir a passagem apenas da água), também favorece a consolidação do solo.

E, ao contrário do que muitos possam pensar, ele é relativamente fácil de ser executado. Sim, ele é um serviço artesanal, e sim, ele requer a utilização de mão de obra qualificada, porém é simples de ser construído, pois sua execução é simples e até mesmo rudimentar.

Empilhar pedras, este é basicamente tudo que você deverá saber para executar este serviço, e convenhamos que isso o ser humano já faz desde a antiguidade. Mas claro que não será de maneira desordenada, mas da maneira correta e organizada para que depois as devidas amarrações possam ser feitas. Mas, só se não necessitar de argamassa ou concreto isso já faz com que a construção deste tipo de muro seja relativamente fácil. E, é claro, por necessitar, em sua grande maioria, apenas de materiais naturais, o seu custo é relativamente baixo.

meio ambiente agradece, além de ser muito belo visualmente. O gabião, além de causar impactos ambientais mínimos (devido ao material utilizado em sua construção ser natural e permitir que se desenvolva vegetação por entre as paredes), também pode ser construído de tal maneira que, além de eficaz, seja também belo e complemente bem o ambiente ao seu redor.

E por último, mas de maneira alguma menos importante, não podemos deixar de citar a durabilidade, sendo que a corrosão é o grande vilão aqui. E para tal, as telas irão receber uma proteção, mas, em casos mais extremos, uma proteção polimérica é requerida sobre o revestimento metálico.

Os 3 tipos de muro gabião

Atualmente há 3 tipos de gabiões que são comumente utilizados, abaixo vamos focar em cada um deles assim como em seus respectivos métodos construtivos:

Gabião do Tipo Caixa

O tipo caixa possui um formato em paralelepípedo, e é o tipo mais utilizado para muros de arrimo. Constitui-se de uma tela de aço para formar as paredes, o fundos e também a tampa do paralelepípedo, o qual será posteriormente preenchido com as pedras.

Este tipo é comumente utilizado em estruturas que sofram de empuxos, tais como estruturas de contenção, barragens (devido a sua permeabilidade), canalizações, dentre outras estruturas.

Como fazer o gabião tipo caixa

É recomendado que o muro possua uma inclinação para dentro do talude de 10%. Assim sendo, quando o talude sofrer uma deformação e vir a empurrar o muro, ele ficará na vertical. Os degraus do muro devem ser direcionados à face do talude, para que assim o próprio peso do aterro atue na contenção. É também necessário a construção de canaletas, afim de proteger o “pé” do muro de erosões e saturações que possam ser ocasionadas pelo escoamento da água.

As gaiolas devem ser montadas já no local onde elas serão utilizadas, com as telas dobradas e estendidas seguindo sempre  as instruções do fabricante. Em seguida os gabaritos são postos  na face frontal do muro, para que seja evitada qualquer deformação por parte da estrutura metálica.

Começa-se então a preencher a gaiola com as pedras, que são aplicadas em três camadas, sempre colocando-as de modo que não sobre muitos espaços vazios. É recomendado que sejam aplicados dois tirantes metálicos (sem serem muito esticados) na primeira camada dos 1/3, de modo que não haja deformações na gaiola.

Você é engenheiro(a)? Não está ganhando o quanto deveria?
Conheça essa oportunidade no mercado. Vistoria Cautelar de Vizinhança

Clique aqui

Após preenche-lá com pedras, a gaiola é então fechada e dá-se inicio ao processo de costura (por todos os cantos) afim de fazer uma ligação entre elas. Remove-se e alinha-se então os gabaritos da primeira camada de gabiões, de modo que seja dado inicio ao procedimento de levantar a segunda camada, igualmente como foi feito com a primeira.pode

Gabião do Tipo Colchão

Similar ao tipo caixa em formato, porém com um tamanho bem menor, o que faz com que ele lembre bastante um colchão.

É mais comumente utilizado em margens de rios e córregos, além de canais, com o intuito de estabilizar e proteger. Pode também ser utilizado em plataformas de deformação, de maneira a proteger a base de canaletas de drenagem, muros e revestimento de taludes.

Como fazer o gabião tipo colxão

Sua execução dá-se inicio com a retirada da base das peças e posteriormente esticando a estrutura metálica no local onde ela será montada. O uso de sarrafos afim de posicionar corretamente as dobras que irão servir de guias para a altura do muro são recomendados.

Ao montar as estruturas, elas são postas na face do talude e, caso ele seja muito inclinado, então estacas de madeira e grampos para estabilizá-lo devem ser utilizados, feito isto, costura-se os colchões para uni-los. Tirantes na vertical devem ser fixados, de modo a unir a base e a tampa dos colchões para que não haja deformações por parte das malhas metálicas.

Começa-se então a colocar as pedras, tomando sempre cuidado com seu posicionamento de modo que não sobrem muitos espaços vazios. É necessário que as pedras passem, aproximadamente, 3 cm da altura do colchão.

Após isto feito, as tampas são estendidas e amarradas em alguma das bordas, e então é esticada e amarrada nas outras bordas, unindo os colchões ao lado.

Gabião do Tipo Saco

É também uma tela de aço que é preenchida com pedras, porém em um formato cilíndrico com suas extremidades amarradas.

É comumente utilizado para obras hidráulicas que necessite de uma solução rápida, ou para grandes profundidades.

Como fazer o gabião tipo saco

Por possuir o formato de um saco, sua execução é mais fácil de ser feita. A estrutura é toda preenchida com pedras no lado da obra e, tendo o auxílio de gruas/equipamentos similares, ela então é colocada no local que é necessária

Não é necessário um cuidado excessivo para o enchimento das pedras, sendo que elas são postas de uma extremidade a outra, fixando-se então os tirantes internos, de modo que o saco fique paralelo ao corte longitudinal.

Onde Utilizar o Muro Gabião?

Como visto acima, o muro gabião possuo diversos tipos e diversas utilizações, mas abaixo nós separamos algumas de suas principais empregabilidades:

  • Contenção para obras tanto viárias quanto ferroviárias;
  • Muros de arrimo em suas mais diversas utilizações;
  • Revestimento em bacias;
  • Como proteção para a margem de um rio;
  • Para a canalização de um rio;
  • Como um elemento arquitetônico ou paisagístico;
  • Obras subaquáticas ou de drenagem;
  • Como suporte para pontes;
  • Dentre outros.

E, caso queira dar uma olhada no valor que será gasto para a construção de um muro gabião, este site poderá lhe ajudar com isto.

Write A Comment