É possível que você já tenha ouvido falar sobre o muro de arrimo, mas não tenha ideia do que ele seja. Então, este texto é para você, assim como para o caso de você estar apenas procurando mais informações. Afinal de contas, ao longo da nossa escrita vamos falar sobre o preço, modo de fazer do muro, e mais. Acompanhe!

Também chamado de muro de contenção, o muro de arrimo é utilizado para isolar um terreno, e para suportar a terra. Ele é fundamental para a segurança de um lote que possui declive, pois vai garantir que a terra não “empurre” o imóvel construído.

O que é Muro de Arrimo?

Este tipo de muro é construído no espaço entre o perfil original do lote e a área que se torna plana após o corte. Ou seja, bem próximo à parte reta de terra, onde parte do solo foi retirado para a fundação do imóvel.

Logo, a construção vai segurar a parte mais alta de solo, impedindo que ela invada o espaço do imóvel. Isso mesmo que o terreno sofra a ação do tempo e da chuva, o que costumar a terra mais escorregadia. Por isso, aliás, é fundamental que o mura seja erguido por um profissional, com ótimo projeto e materiais. Ele vai estabilizar a pressão da terra e impedir seu desmoronamento.

O responsável pela obra pode estabelecer um projeto de muro de diferentes formas. Primeiro, com blocos cerâmicos ou de concreto, que compõem a alternativa mais comum. Eles podem ser erguidos com ou sem estrutura metálica, de acordo com a necessidade do terreno.

Outro modo de construção é utilizar o chamado solo-cimento, composto pela mistura de terra e cimento. Há também a possibilidade de uso de pedras. O peso das pedras costuma ser suficiente para sustentar sozinho o corte da terra, sem a necessidade de estrutura de metal. O muro pode até mesmo ser erguido aliado à vegetação, em patamar ou inclinado.


Veja também:


Tipos de muro de arrimo

Existem dois tipos básicos de muro de contenção: o por gravidade e o por contenção. Falando do primeiro tipo, a contenção é feita graças apenas ao seu próprio peso. Para isso, é comum que as estruturas possuam grandes dimensões. No entanto, é preciso atenção no seu uso: quanto maior a contenção necessária, maior deve ser o peso do muro.

Um dos muros por gravidade mais comuns é o de alvenaria de pedra. Feita com pedras e argamassa, a armação é apoiada em uma sapata de fundação, ou seja, uma fundação rasa que vai suportar parte do peso que seria colocado diretamente sobre o solo.

Já o muro de sustentação é aquele feito com pedras secas unidas por arame. O resultado visual é de uma espécie de gaiola, que costuma ser bastante empregada em muros em estradas. Sua vantagem é que o muro é permeável, algo importante para a drenagem de vias de grande trânsito.

Por causa dessa mesma capacidade, porém, não é indicado que este tipo de esqueleto seja utilizado em imóveis, pois a absorção fácil da água poderia causar o deslizamento da terra e destruição do imóvel próximo. Este tipo também é chamado de muro de gabião. (Veja também: Gabião: O que é? Como Fazer? Tipos, Preços, Dimensionamento)

Existe ainda a possibilidade de uso do muro de concreto ciclópico. O concreto ciclópico consiste na incorporação de “pedras de mão” ao concreto já pronto. No muro de pneus, por outro lado, são utilizados pneus descartados. Eles são unidos a uma mistura de solo-cimento, e geram uma estrutura forte e barata (uma vez que há reaproveitamento da borracha). Não há estrutura metálica: é a própria terra quem faz a sustentação dos pneus.

Muros de arrimo por flexão

Diferentemente dos anteriores, a parede por flexão requer “ajuda” para suportar o peso da terra. Para isso, são utilizados materiais como barras de aço, bastante resistentes.

Além do aço, cada tipo de construção por flexão pode ter elementos extras. No caso do muro com contraforte, por exemplo, os elementos extras são as paredes de concreto construídas de forma perpendicular ao muro. Você já viu uma contenção assim: ela é bastante comum na barragem de hidrelétricas. Chamadas de contrafortes, essas armações aumentam consideravelmente a rigidez da armação.

Ao mesmo tempo, é possível utilizar a opção de paredão com vigas e pilares, que devem possuir ótima fundação. Uma construção pode contar ainda com técnicas suplementares, como paredes de diafragmas e solo grampeado. A utilização dos recursos varia de acordo com o projeto de contenção desenvolvido pelo profissional.

Muro de arrimo de concreto armado

Entre os muros de arrimo por flexão, podemos citar o de concreto armado, o mais comum utilizado. Ele é erguido apenas com o uso de concreto e barras de aço. Mais do que ótima resistência mecânica, a alternativa é resiste até ao fogo e ao tempo.

Para garantir sua segurança, ainda é utilizada a sapata de fundação, e uma parede específica para a contensão do solo. Assim, a capacidade de sustentação do muro é redobrada.

Muro de arrimo com bloco de concreto

Por outro lado, há o muro com bloco de concreto. Ele é muito semelhante ao de concreto armado comum, mas é erguido por meio de blocos estruturais cheios de concreto armado. Esses blocos são produzidos por cimento, agregados e água, e garantem maior agilidade no erguimento da parede de contenção.

Como fazer muro de arrimo?

Sem dúvida, o principal passo na hora de construir um muro de contenção é contratar um profissional capacitado. Tanto para realização do projeto, quanto para execução da obra. Isso vai garantir que todas as medidas e materiais estarão dentro do necessário para garantir a segurança da estrutura.

Antes da construção do muro em si, é necessário retirar o máximo de água possível da parte de trás da parede. Isso vai aliviar o peso e garantir a construção correta. Para isso, é importante que o solo esteja seco, e que seja armado sistema adequado de drenagem. Os drenos instalados deverão ser permanentes, e serão os responsáveis por levar a água para as laterais do muro, ou mesmo para sua parte frontal, de acordo com o que o engenheiro achar mais adequado.

Entre a terra e os drenos, também é importante posicionar uma camada de brita. Esse cuidado vai evitar que a tração neutra da água leve partículas de terra para os drenos. Caso isso ocorra, os drenos serão entupidos, prejudicando a eliminação da água e a função do próprio muro.

Se preferirem, consumidor e engenheiro podem aderir a uma parede dupla. A opção é mais cara, mas assim como o dreno vai impedir a passagem de água para o outro lado do muro. Nesse caso, é fundamental deixar um espaço de ar entre uma estrutura e outra.

Em seguida, será necessário seguir projeto de construção do muro, de acordo com o tipo da armação definida como mais adequada ao lote. Na de blocos de concreto, por exemplo, eles serão posicionados lado a lado e reforçados pelas barras do concreto armado.

Leitura complementar: Como Construir Um Muro; Aprenda O Passo A Passo Aqui!

Veja o vídeo explicativo abaixo:

O Projeto!

Para produzir um bom projeto, o engenheiro responsável pela obra vai buscar conhecer o solo do loteamento. Assim, ele fará um estudo detalhado, pois a construção e a resistência da parede dependem diretamente da resistência do solo.

Se houver grande acúmulo de água na área, o sistema de drenagem deverá receber atenção especial. Afinal, a acumulação da chuva pode provocar o deslizamento da terra, e mesmo com um muro forte, isso é bastante perigoso ao imóvel.

Em seguida, o especialista avalia quais desníveis deverão ser vencidos e o peso da terra a ser contida. Assim como a necessidade de criação de bermas para equilíbrio, criação de taludes, e do uso de outros recursos de contenção, associados ao muro. Há casos, ainda, em que é necessário fazer o reforço da fundação do lote, independentemente do tipo de parede que será construído.

De forma geral, todo este projeto vai seguir a norma ABNT NBR 11682 – Estabilidade de encostas. A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) determina critérios de segurança para a estrutura, incluindo dados sobre a pressão da fundação, e informações sobre os riscos de deslizamento, tomamento e mais.

Cálculo de Muro de Arrimo. Como Calcular?

É importante lembrar que aos cálculos de um muro de arrimo não tem a ver apenas com a extensão de sua estrutura, ou com a quantidade de materiais que será utilizada. O cálculo deve considerar principalmente a carga adicional promovida pela terra molhada. A “adição” dessa característica ao projeto servirá como uma margem de segurança, garantindo que o muro vai adequadamente suportar o solo a qualquer momento ou situação que torne essa atividade mais difícil.

Muro de arrimo preço: Quanto custa?

O preço do muro de arrimo varia bastante de acordo com o tipo do muro erguido, e dos recursos adicionais necessários para a contenção. O comprimento do muro é outro fator que influencia nos valores a serem pagos, assim como a região do País e o tipo de solo do loteamento. De qualquer modo, o valor médio do m2 é de R$ 350,00 o m2.

Lembre-se de contar com o projeto e auxílio de um profissional capacitado e de confiança. Esse cuidado é fundamental para garantir o sucesso da sua obra e, posteriormente, a segurança da sua família.

2 Comentários

  1. Preciso fazer um muro de arrimo residencial, com mais ou menos dez metros de comprimento por três metros de altura, gostaria de um telefone de contato.

    • Olá Paulo, sugerimos procurar algum pedreiro ou empresa de construção da sua cidade.

Escreva um Comentário