Quem nunca viu uma samambaia, não é mesmo? A planta é uma das preferidas de paisagistas! Mas você sabe como cuidar da planta? Acompanhe o texto e descubra o passo a passo!

Saber como cuidar da samambaia é algo essencial para cultivá-la. Isso porque, apesar de bastante comum e simples, a planta merece atenção rotineira. Do contrário, não se desenvolve e morre rapidamente.

O uso das samambaias é diverso. Elas muitas vezes decoram as salas de estar, varandas e escritórios. Também podem aparecer na cozinha e até nos quartos, dependendo do estilo de decoração do ambiente.

Afinal, o que seria melhor do que trazer o verde para mais perto de você, não é mesmo? A presença de uma plantinha sempre pode melhorar o ar e dar um up no bem-estar do ambiente.

Uma samambaia geralmente vive entre cinco e dez anos e pode durar mais, dependendo da sua espécie e das condições que encontrar no ambiente. A planta pode ser cultivada de diferentes modos, de acordo com o espaço disponível e o que você achar melhor.

Por exemplo: você pode optar por plantar sua samambaia em um vaso dentro de casa. Neste caso, só será importante que o vaso seja móvel, para que a planta seja mudada de lugar. Há vezes em que a luz do ambiente não será suficiente, e mudar a samambaia de lugar vai garantir que a planta fique mais saudável.

Outra opção é utilizar samambaias em jardins verticais. É possível formar uma cerca viva com as plantas, posicionando-as uma do lado da outra. Neste caso, as folhas dispersas e maiores criarão um visual bastante bonito, podendo ser despojado ou elegante, dependendo do resto da decoração do espaço.

Finalmente, você pode optar pelos clássicos “vasos de teto”. Ou seja, pendurar sua samambaia no teto do ambiente, de onde suas folhas vão crescer e descer em direção ao solo. É claro que essas folhas nunca chegarão ao chão, mas o visual criado, de uma “cascata de folhas”, é bastante atraente.

Conheça as espécies de samambaia

samambaia

Você sabia que existem várias espécies de samambaia? Segundo especialistas, existem mais de 12 mil espécies presentes no mundo!

Então, na hora escolher a que você deseja plantar, é importante verificar o visual da planta e o seu tamanho. Algumas das espécies crescem mais e, se o seu ambiente for pequeno, a planta poderá trazer incômodos.

Veja alguns dos principais tipos de samambaia abaixo.

Samambaia americana

A samambaia americana é a do tipo mais comum, provavelmente a que você já viu na casa de uma tia ou avó. Isso porque, a planta é muito resistente e muito simples de cuidar, o que facilita o dia a dia em casa.

Normalmente, este tipo de samambaia atinge entre 40 a 90 centímetros. Porém, também há casos em que, sem poda, suas folhas alcançam até 1,5 metro.

Samambaia de metro

Enquanto isso, como seu próprio nome sugere, a samambaia de metro tem folhas que podem atingir metros e metros de altura.

Mais especificamente, é comum que as folhas alcancem mais de 2 metros de comprimento, criando uma grande cascata. Por isso, a planta é mais indicada para cultivo em vasos no teto ou em jardins verticais, sendo plantadas de cima para baixo.

Samambaia prata

O visual da samambaia prata é bem característico, pois suas folhas possuem manchas prateadas/creme. Essas manchas ficam na parte central das folhas, o que deixa verde apenas suas finas “bordas”. O aspecto é diferente e bastante bonito para a decoração.

Uma samambaia deste tipo costuma alcançar altura até 25 ou 30 cm. Ela pode ser cultivada em vasos e até em troncos de árvore, se desenvolvendo bem em ambos os casos.

Samambaia paulistinha

Uma samambaia paulistinha tem suas folhas levemente “enrugadas”, mas quase eretas. Sua altura final é de cerca de 40 cm e ela responde bem ao frio, mas não lida com o calor excessivo da mesma forma.

Samambaia renda-portuguesa

A samambaia renda-portuguesa tem um ciclo de vida semestral: suas folhas se queimam no inverno e rebrotam na primavera.

Já seu visual é de uma pequena árvore, que têm suas folhas pendentes formadas em um grande cacho. A planta não supera 1,2 metro de altura, sendo mais comum que ela permaneça entre 30 e 90 cm.

Samambaia avenca

As samambaias avencas são muito sensíveis ao frio e, por isso, não são indicadas para cultivo em ambientes assim. Seu principal diferencial são suas folhas, que não se assemelham em nada com as das outras samambaias.

Isso porque, as demais samambaias têm folhas mais finas e compridas. Mas a samambaia avenca possui pequenas folhas, delicadas e arredondadas.

Elas também crescem para baixo, mas formam uma cascata menor vaso samambaiae menos “pesada” que as demais. Normalmente, a planta alcança entre 10 cm e 40 cm de altura.

Agora que você já conhece os principais tipos de samambaia, é hora de descobrir como cuidado da sua samambaia. Acompanhe abaixo as nossas dicas!

Escolha o vaso ideal

O vaso ideal para a samambaia é o de plástico. Surpreso? Isso é necessário porque um vaso de barro não retém muita umidade, o que é prejudicial à planta. Se a samambaia não receber a quantidade que precisa de água, ela não se desenvolverá.

Garanta luminosidade à planta

As samambaias precisam receber luz solar de forma indireta. Afinal de contas, o contato direto com a luz pode ser excessivo, queimando as suas folhas.

Pensando nisso, você deve sempre garantir que a planta receba luminosidade por boa parte do dia. Isso mesmo que ela esteja em um ambiente interno. Se for o caso, mude o vaso de lugar até encontrar um local em que a planta fique bem-adaptada.

Mas atenção: as samambaias não “gostam” de ser mudadas de lugar com frequência. Por isso, posicione a planta em alguns lugares na casa e verifique onde ela recebe melhor a luz. Depois de encontrar o lugar ideal, mantenha o vaso ali permanentemente.

O cuidado deve ser semelhante no caso de um jardim vertical. Porém, você precisará tomá-lo antes mesmo do plantio, pois precisará garantir que as condições presentes ali serão suficientes para a samambaia, de modo permanente. Afinal de contas, você não poderá mudar o jardim de lugar.

Proteja a samambaia do vento

A sua samambaia deve receber, no máximo, uma leve brisa. Correntes de ar podem danificar a planta e fazê-la murchar.

Ofereça um substrato nutritivo

Ao plantar sua samambaia, você deverá misturar a terra a um bom substrato. Ele será essencial para garantir os nutrientes necessários à planta.

O substrato ideal possui:

  • 1 parte de areia de construção

  • 2 partes de composto orgânico, incluindo pedaços de pino e folhas em decomposição

  • 1 parte de terra comum

  • 1 colher de chá de carvão vegetal

Use o adubo corretamente

Você pode adubar sua samambaia mais ou menos a cada 40 dias. Para isso, misture:

  • 2 colheres de sopa de torta de mamona

  • 1 colher de sopa de farinha de osso

O ideal é espalhar os compostos misturados sobre a terra da samambaia. Isso vai garantir que o solo e a planta absorvam os nutrientes aos poucos, sem exagero.

Você também pode optar pelo adubo orgânico em spray, seguindo as orientações de sua embalagem.

Faça a rega periódica

Regue sua planta todos os dias, mas sem encharcar o solo. As samambaias precisam de água, mas o excesso de umidade pode apodrecer as suas raízes.

Mantenha a temperatura adequada no ambiente

Normalmente, uma samambaia suporta entre 15° e 21°. Se o ambiente tiver com temperatura diferente, faça o máximo para que ele alcance o ideal. Esse cuidado vai evitar que as folhas se queimem e que a planta fique prejudicada.

Realize a poda regular

Não existe uma regularidade exata para fazer a poda da samambaia. Por isso, realize-a sempre que você achar que o tamanho da planta já ultrapassou o desejado.

Na hora da poda, só tenha atenção à tesoura utilizada. Ela deve ser própria para jardinagem e estar limpa. Se cortar folhas mortas ou tomadas por pragas, lave a tesoura antes de continuar retirando outras folhas.

Limpe as folhas mortas

Sempre retire das samambaias as folhas que estiverem mortas. Assim, você vai evitar que a planta gaste energia e nutrientes com partes que não são mais vantajosas.

Transplante as samambaias

A cada seis meses ou um ano completo, é indicado fazer o transplante da sua samambaia. Ou seja, trocar seu vaso, já que muito provavelmente a planta já terá ultrapassado a capacidade do vaso anterior.

Avalie o tamanho da samambaia para se decidir quanto ao período de troca. Depois, escolha um vaso maior. Com o cuidado, você vai permitir que a samambaia continue a se desenvolver, forte e saudável.

Trate as doenças da planta

Finalmente, você precisará tratar as doenças e eliminar as pragas que aparecerem na samambaia. Para isso, fique de olho na planta, pois só assim você vai perceber alterações. Depois, dependendo do problema, adquira o veneno correto e aplique-o segundo o que a embalagem indicar.

No caso das pragas, prefira retirá-las uma a uma, com as mãos. Pode ser o caso de pulgões e formigas. Isso vai evitar que os pesticidas prejudiquem a saúde da planta.

Viu só como cuidar de samambaia pode ser simples? Lembre-se de que a planta precisa de cuidados todos os dias e de olhos atentos para notar alterações. Assim, ela se manterá sempre forte e bonita!

Escreva um Comentário