As empresas que exercem atividades de construção civil, principalmente as menores, enfrentam muitos desafios e precisam estar preparadas para superá-los. Um dos desafios é respeitar os prazos, seguindo precisamente o cronograma físico-financeiro da obra.

Os imprevistos quase sempre acontecem. Então, é necessário estar preparado para lidar com eles de forma que não haja atrasos muito grandes. Ao mesmo tempo em que, é claro, seja possível compensar o contratempo.

Também é imprescindível controlar os gastos com mão de obra, materiais e equipamentos. O desperdício com materiais e os elevados custos com mão de obra podem se tornar um grande problema se não forem devidamente monitorados.

Neste artigo, mostraremos como utilizar um ERP na construção civil ajuda a empresa a superar seus desafios com sucesso. Confira!

O ERP e a construção civil

O ERP é um software de integração que ajuda na efetivação do planejamento de recursos corporativos. Ou seja, é voltada para as atividades empresariais. Ele deve reunir todos os recursos para a gestão diária da empresa. Portanto, devem integrar as funcionalidades de um ERP: as contas a pagar e a receber, os estoques, as compras, a administração de pessoal e outros recursos.

Veja também: Planejamento de Obras: O que é? Como fazer?

Trata-se de uma ferramenta valiosa para empresas de portes e segmentos variados. Porém, nem todos os sistemas são próprios para uma construtora ou outra empresa da construção civil. Logo, a necessidade de contar com um software que seja exclusivamente destinado a esse segmento. Nesse caso, o software deve ter todos os recursos fundamentais para a administração de rotina de uma organização, como gestão financeira, produtos e departamento de recursos humanos.

Para satisfazer as necessidades específicas de construtoras ou incorporadoras, ele deve ter recursos específicos destinados ao mercado da construção. Como caraterísticas adicionais importantes, o software deve ser capaz de aproveitar informações do sistema mais antigo e hospedar informações na nuvem. Também deve ser fácil de usar e seu custo-benefício deve compensar o investimento.

A gestão de obras com um software de integração

De fato, há muitos desafios se tornam grandes problemas. Em relação aos materiais é necessário haver controle sobre as compras e o seu consumo a fim de evitar desperdícios e retrabalho. Quanto aos equipamentos, podem ocorrer eventos como dimensionamento incorreto da frota, esperas e deslocamentos desnecessários.

No que se refere à mão de obra, são comuns problemas que envolvem a falta de materiais para trabalhar. Além disso, existem os contratempos relacionados a deslocamentos desnecessários, tempo parado por falta de frente de trabalho. Também há questões financeiras relacionadas ao pagamento de empreitadas e adiantamentos.

São fatores associados a processos operacionais difíceis e que estão condicionados ao bom funcionamento de diversos setores. Para que a obra seja lucrativa e atenda às perspectivas, é fundamental contar com um planejamento eficiente. Além disso, vale monitorar a execução do trabalho etapa a etapa, permitindo o acompanhamento dos resultados e uma interação satisfatória entre os departamentos.

Com um software de gestão, esse controle se torna possível, otimizando operações que impactam diretamente no custo da obra. Os módulos integrados envolvem com eficiência o fluxo de informações da empresa.

Um ERP do segmento da construção civil consegue:

  • ajudar no momento do planejamento da obra;

  • manter sob controle os prazos e os cronogramas;

  • controlar as finanças e as contas a pagar e a receber;

  • promover a gestão da mão de obra e dos materiais;

  • controlar os estoques e fazer a previsão de suprimentos;

  • controlar o fluxo de caixa e os resultados da empresa.

Enfim, um software de gestão integrado promove o compartilhamento seguro de informações de qualquer área do negócio. Os dados são passados de um setor para o outro continuamente, sem interrupções.

A geração de relatórios se torna fácil e prática a partir das informações captadas pelo software. Os funcionários recebem, dessa forma, um feedback mais rápido. Os gestores podem administrar com mais segurança. Podem ainda usar os relatórios a fim de traçar estratégias que ajudam a tomar decisões bem fundamentadas.

 

Também fica mais fácil identificar os gargalos, os desperdícios e os elementos que atrapalham a produtividade. Assim, torna-se mais prática a adoção de estratégias que permitem direcionar processos para que o andamento da obra corra bem.

Dessa maneira, os setores integrados e os processos mais rápidos facilitam todo o gerenciamento da obra. É possível acompanhar com mais detalhes o desenvolvimento das tarefas. O gestor dispõe de feedbacks mais confiáveis sobre como os colaboradores estão trabalhando e se estão efetivamente cumprindo o cronograma.

Os benefícios diretos e indiretos do uso de um ERP na construção civil

A redução de custos é um grande benefício. O investimento em um ERP tem alto retorno sobre o investimento. Conforme dados da CNI (Confederação Nacional da Indústria), mais de 80% das empresas que atuam na construção civil desejam investir em novas tecnologias nos próximos anos.

Atualmente, existem soluções acessíveis e cujos benefícios logo sejam percebidos. Imediatamente há significativa diminuição dos desperdícios e dos gastos desnecessários.

Outros benefícios são:

  • orçamento e cronograma de obras;

  • precificação de serviços e geração de propostas;

  • apropriação de despesas por centros de custos;

  • controle dos custos planejados vs. realizados;

  • melhor eficiência nos processos de suprimentos;

  • gestão do fluxo de caixa e dos resultados da empresa e das obras.

As funcionalidades do software Mais Controle

A Mais Controle é um software ideal para pequenas empresas que atuam no mercado construção civil. Vale a pena destacar algumas das suas principais funcionalidades.

O painel

Esse importante recurso permite obter uma visão geral da empresa e acompanhar o andamento das obras. Então torna-se possível visualizar seus pagamentos e recebimentos, além de analisar os resultados financeiros com rapidez e facilidade.

O catálogo

O catálogo permite cadastrar os serviços por custo unitário ou por composição de custos contendo dados de mão de obra, equipamentos e materiais. Isso viabiliza um bom ganho de tempo na elaboração de orçamentos.

Por meio do catálogo, o gestor pode consultar as composições, a produtividade e o rendimento dos materiais a qualquer momento. Usando a integração com o módulo do SINAPI (Sistema Nacional de Preços e Índices para a Construção Civil), pode-se ter uma referência para elaborar os orçamentos com precisão.

O módulo comercial

Esse módulo elabora orçamentos comerciais tendo como ponto de partida a estrutura dos custos de serviços. Aplicando o BDI (Benefícios e Despesas Indiretas), o gestor pode precificar os serviços e gerar propostas comerciais profissionais.

O módulo de obras

Além do orçamento dos custos, pode-se criar o cronograma físico-financeiro da obra, acompanhando depois o desenvolvimento dos custos planejados versus realizados. Dessa forma, é possível acompanhar os gastos por etapa, bem como a curva ABC de materiais e serviços.

O módulo financeiro

O gestor mantém pagamentos e recebimentos organizados. Pode ainda consultar extratos e relatórios por obras específicas ou por clientes. O financeiro permite classificar os pagamentos por categoria e centro de custos.

O módulo de venda reajustada

Permite a criação e a gestão de contratos de vendas de unidades de imóveis, o controle de reajustes por índices para corrigir valores de contratos, integrado ao contas a receber. Como por exemplo INCC, IGPM ou outros.

É fácil perceber que um sistema de ERP ajuda a evitar prejuízos com materiais, ajuda na previsão de demandas, entre outros pontos positivos. Ou seja, com um sistema completo de ERP destinado à construção civil, a empresa que atua no segmento economiza dinheiro e recursos. Sem falar que aumenta sua produtividade e ajuda a obter mais lucros.

Pensando em investir na ideia do ERP na construção civil? Aproveite para conhecer melhor a Mais Controle e seus produtos: siga sua página no Facebook.

Escreva um Comentário