Existem inúmeros tipos de concretos usados na construção civil. Todas elas com suas peculiaridades únicas, composições diferentes e procedimentos igualmente diferentes. Por isso, muitas vezes a gente se depara, uma vez ou outra, com um tipo de concreto que não sabemos de nada sobre, como o concreto rolado, o protagonista desse texto.

Parece um nome surpreendente estranho, não parece?  Não dá aquela imagem de concreto resistente que a gente normalmente imagina, mas não se engane! Além de resistente, ele é muito mais do que isso!

Eaí? Quer saber mais?

Prossiga sem precaução.

O que é Concreto rolado?

O concreto rolado (também conhecido como concreto pobre rolado ou brita graduada tratada com cimento) é um material usado em sub-bases e bases de pavimento asfáltico (flexíveis) ou rígido (concreto), em obras como: rodovias, pistas, barragens e pátios de aeroportos ou obras que exigem grande resistência mecânica do concreto (obras de grande porte). A mistura desse tipo de concreto é de consistência seca, aplicado por espalhamento manual ou mecânico e compactado com rolo vibratório liso.

Infelizmente, seu acabamento não é de grande qualidade se comparado aos outros concretos utilizados em pisos industriais ou pavimentação de pistas de aeroporto e rodovias, o concreto rolado é mais requisitado como sub-base.

Sua função principal é de substituir a sub-base empregada em pavimentos flexíveis, que possuem a estrutura da camada de sub-base/base executada com Brita Graduada simples (BGS) ou Brita Graduada Tratada com Cimento (BGTC).

Características e composição do concreto rolado

A composição do concreto rolado não difere dos materiais que são utilizados no concreto comum (cimento, água, agregados e aditivos quando necessário), por consequência, se consegue uma boa dosagem sem a necessidade de se trazer de locais afastados, na maioria das vezes.

Contudo, não é apenas na composição o concreto rolado se assemelha ao concreto convencional, mas também nos seus procedimentos. O controle tecnológico, a dosagem, o lançamento e até mesmo a compactação e cura do concreto para pavimentos rígidos, são todos semelhantes.

Aliás, na questão de controle tecnológico, o cimento deve atender todas as respectivas prescrições normativas em função do tipo empregado. E mais, fique atento ao tipo de agregado utilizado, pois ele deve atender às diretrizes técnicas na presença de granulometria e também aos limites físicos prescritos pela norma ABNT NBR 7211:2009.

Se ambos têm composições e procedimentos semelhantes, então o que o diferenciam?

Embora ambos sejam parecidos, o concreto rolado e o concreto convencional apresentam diferenças bem nítidas durante sua execução em pavimentos rígidos. No caso do concreto rolado, ele é adensado por meio de compactação. Agora o concreto convencional usado para pavimentos, eles são adensados de forma mecânica e executados no interior de formas.

História do concreto rolado

História do concreto rolado

A data de uso mais antiga do concreto rolado, aconteceu por volta de 1893, nos Estados Unidos; local onde a tecnologia desse tipo de concreto se iniciou. Sua camada inferior fora feita a partir de concreto de baixo consumo de cimento e compactada por compressão.

Já em 1944, o concreto rolado se tornou um material bastante recorrente em obras na Inglaterra.


Leia outros artigos sobre concreto


Especificações

Cada procedimento tem especificações diferentes para que as coisas andem da melhor maneira possível, portanto, é bom segui-las para melhores resultados:

  • 1# Dosagem – É necessária a realização da curva de compactação com faixas de umidade de 4,0% a 7,5%, determinando-se massa especifica aparente seca máxima e umidade ótimas. Tais parâmetros são de extrema importância na dosagem dos concretos rolados;
  • 2# Resistência mecânica – A resistência se determina por meio de moldagem de corpos de prova com 15 cm de diâmetro 30 cm de altura, empregando soquete de 4,5 kg e a altura da queda deve ser 45 cm na energia normal na compactação;
  • 3# Controle tecnológico dos materiais – Conforme é escrito na norma DNIT 056/2013-ES, é necessário prescrever um limite para a dimensão máxima característica do agregado em 1/3 da espessura da camada de concreto ou em 32 mm, obedecendo ao menor valor;
  • 4# Preparo – A preparação do concreto rolado deve ser realizado colocando-o em centrais de mistura ou em betoneiras estacionárias. Nesses centrais de mistura, os materiais devem ser dosados em massas. Se pode ainda a dosagem volumétrica em betoneiras estacionárias, desde que tenha o medidor de água e os agregados sejam medidos por volume com recipientes devidamente cubados em relação ao saco do cimento;
  • 5# Execução – O concreto é lançado com a espessura determinada no projeto, sempre prestando atenção para que ele seja lançado em toda a largura da faixa. Uma considerável diferença do concreto rolado em comparação ao concreto comum está no seu transporte, que é realizado em caminhões basculantes, devendo-se ser coberto com lona plástica para impedir a perda de umidade para o ambiente;
  • 6# A cura: O foco principal da cura é evitar a perda rápida da umidade, devendo permanecer parado durante, no mínimo, sete dias. A cura deve ser realizada por meio de imprimação com emulsão asfáltica.

Modo de execução

Graças às características secas do concreto rolado em comparação aos concretos convencionais, ele apresenta menor trabalhabilidade com abatimento de, no máximo, 6,0 cm. Ademais, outra diferença entre o concreto rolado e o convencional está no processo de aplicação.

Primeiramente, o material deve ser cuidadosamente espalhado usando vibroacabadora, distribuidora de agregado ou com motoniveladora e em seguida compactado com rolo compactador liso vibratório autopropelido de 10 toneladas a 15 toneladas. Aliás, é importante que o processo de compactação seja realizado em faixas e que as compactações de faixas subsequentes ocorram dentro de 25% da faixa anterior.

Na hora da realização da aplicação do concreto em campo, é importante que a umidade dos agregados seja conferida por pelo menos duas vezes ao dia e que os ajudes na quantidade de água de mistura sejam feitos quando a variação da umidade possa influenciar nas propriedades do próprio material.

Outra coisa que também vale ressaltar é o controle da umidade do concreto no local da concretagem. A razão para tomar todo esse cuidado com umidade ou excesso de água, são as consequências que elas casam ao concreto, podendo alterar a resistência mecânica e a compactação adequada do material.

Mas qual seria a umidade ideal?

A umidade ideal é aquela que não faz o concreto se aderir aos rolos compressores e nem obrigue a passagem de rolo por muitas vezes, quando está muito seco.

Em outras palavras, o acumulo de água pode implicar em deficiências de compactação e a falta de água prejudica a hidratação de todas as partículas do cimento.

Portanto, é importantíssimo o controle da umidade do concreto rolado na hora da aplicação do material na obra. É possível realizar esse controle com ensaios de Speed Test ou pelo método da frigideira (determinar a quantidade porcentual de água da mistura por meio da relação percentual entre a diferença da massa úmida do material e sua massa seca, dividindo pela sua massa seca).

Por que usar concreto rolado?

Ora, graças às propriedades do concreto rolado é possível obter maior capacidade de suporte e propriedades elásticas da estrutura de pavimentos, já que tais obras necessitam de estruturas robustas.

Além disso, outra vantagem notável do concreto rolado é seu baixo custo, graças ao seu baixo consumo de cimento e menor tempo de liberação da obra, sendo uma boa escolha para aqueles que querem guardar mais no bolso, gastando menos.

Outro jeito de se usar o concreto rolado é em sub-base de pisos. O material fornece um ótimo suporte ao piso, além de não permitir a infiltração de água no seu interior. Além disso, uma vantagem notável do concreto rolado é sua grande durabilidade, mesmo em pátios expostos a intempéries como em pavimento rígido e barragens.

Encerrando

O sentimento de ter aprendido uma coisa nova, é igual cheirar um livro novinho: sentimento de paz e conquista (pelo menos pra mim). Por isso, se esse texto lhe ajudou a tirar dúvidas e a conhecer melhor o intrigante concreto rolado, compartilhe! Quem sabe alguém também não queira saber mais sobre o material mais presente na vida humana, o concreto?

Escreva um Comentário