Desde que as exóticas orquídeas azul apareceram no mercado americano, em 2011, nada mais fez sentido no universo Orchidacea, e muita gente saiu duvidando que elas fossem orquídeas verdadeiramente naturais.

É verdade que elas causaram tremendo alvoroço entre admiradores e consumidores, isso não se pode negar. Afinal, a sua cor azul vibrante era diferente de tudo já visto até aquele momento. Isso porque não costumamos ver flores azuis com frequência, pois a tonalidade é extremamente rara na natureza.

No caso das orquídeas, até existem algumas espécies na natureza que parecem ser azuis, mas na realidade, o pigmento nelas é “púrpura”. Um exemplo disso é o gênero Vanda com suas representantes Vanda coeruleas, que apesar de bastante azuladas, não são capazes de produzir o pigmento azul.

Então, de onde vieram as tais orquídeas azul Phalaenopsis Blue Mystique, lançadas há anos atrás, que deixaram todos tão intrigados? Bem, para começo de conversa da natureza é que não foi. Muito menos prontas da Holanda.

Na verdade, elas foram desenvolvidas por uma empresa americana na Flórida chamada Silver Vase Nursery, a primeira a apresentar a orquídea azul no mercado, se tornando o orquidário mais famoso em todo o continente americano.

Mas nem só de flores, vive o universo das orquídeas. Muito reprodutores puristas vieram a criticar este feito, alegando que, tendo mais de 35.000 espécies naturais de orquídeas espalhadas pelos continentes e uma infinidade de orquídeas híbridas, não há justificativas suficientes que sustentem a necessidade de criar uma orquídea azul colorida artificialmente.

Críticas à parte, o fato é que podemos contar até hoje com a exuberância das orquídeas azul Phalaenopsis e outros belíssimos exemplares. Saiba mais sobre todos eles abaixo!

Como são Obtidas as Orquídeas Azul

As orquídeas azul são artificialmente produzidas, por isso não são encontradas na natureza.
As orquídeas azul são artificialmente produzidas, por isso não são encontradas na natureza.

CURSO GRATUITO DE COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS

✔ Como regar! ✔ Luz e ambientes corretos ✔ E muito mais!

Acesse agora! Clique aqui.

Por acaso, você já ouviu falar na clássica experiência de colorir rosas brancas, colocando suas hastes cortadas dentro de copos de água com corante? A água colorida vai ser absorvida pela rosa através de seus vasos condutores, mudando-a de cor.

Através desta técnica, é muito comum encontrarmos no mercado flores de corte coloridas artificialmente, principalmente rosas azuis e rosas multicoloridas (rosas arco-íris), que fazem o maior sucesso nas feiras e exposições de flores.

No universo Orchidacea, o gênero Phalaenopsis é o mais difundido nesta técnica, criando a espécie de orquídea azul Phalaenopsis Blue Mystique, originalmente branca.

Porém, existem também variedades de outras cores como a Lila Mystique, originalmente branca, porém tingida de lilás; e a Índigo Mystique, originalmente púrpura, tingida artificialmente no azul índigo.

Mas e as orquídeas azul?

Em se tratando das orquídeas azul a técnica é a mesma, porém aprimorada. Pois neste caso, a orquídea não tem a sua haste floral cortada. No entanto, todo o processo é patenteado e a composição fórmula do corante é mantida em sigilo.

A técnica é bastante complicada e utiliza um pigmento orgânico, não é tóxico à orquídea, importado da Holanda. A coloração é atingida através de uma agulha semelhante à de uma seringa, acoplada a um pequeno compartimento reservatório do corante, que perfura o xilema da haste floral, sem danificar os demais tecidos, pois a planta deve continuar viva e desenvolvendo-se normalmente.

Assim, para que seus botões florais, originalmente brancos, desabrochem na cor azul, além de estar viva, a orquídea deve sofrer esta intervenção em condições bem controladas, de preferência em laboratório, para evitar contaminações. Além disso, qualquer deslize pode fazer com que a orquídea aborte a floração.

Muitos já tentaram obter orquídeas azuis através da técnica, mas é muito difícil controlar o fluxo de corante através dos tecidos vasculares da orquídea, resultando em flores completamente borradas de tinta. Além disso, a coloração final fica bem diferente das orquídeas azul produzidas profissionalmente.

O efeito obtido pelos produtores da Phalaenopsis Blue Mystique é um degradê suave de azul em direção ao quase branco das extremidades de cada flor, tendo todas as estruturas das pétalas e sépalas evidenciadas pelo corante, revelando-se através dos veios coloridos.

Informação importante

Vale ressaltar que, ao comprar orquídeas azuis com suas flores já abertas e alguns botões florais, esses botões desabrocham em tons de azul mais claro, devido a ausência do corante. Por outro lado, há casos em que o consumidor pode comprar uma orquídea azul com a cânula de tinta espetada em sua haste floral, para que o efeito do tingimento seja mais duradouro.

Com isso em mente, não é difícil imaginar que depois que as flores caem ou que o corante acabe, elas nunca mais voltarão a ser azuis novamente. Mesmo que o corante ainda provoque um efeito residual do corante, fazendo com que as próximas florações venham em um tom mais pálido, elas se voltam à cor branca de origem.

No início, isso também causou muita frustração e indignação dos consumidores, que acreditavam ter comprado uma orquídea azul para sempre ou nem sabiam que o processo da coloração era artificial.

Hoje, muitas empresas que comercializam as orquídeas azul anexam esta informação à planta, explicando que a orquídea é originalmente branca, tingida por um processo de coloração artificial, temporária.

Ainda assim, muita gente ignora ou não tem conhecimento dessa informação. Da mesma forma, há também vendedores que desconhecem o fato de que se trata de uma flor colorida artificialmente.

Sendo assim, se deseja ter orquídeas azul em sua casa, saiba que se trata de uma coloração artificial, resultante de um processo de tingimento passageiro, em que a planta não é prejudicada. Lembre-se que após o caimento das flores azuis, com sorte a planta produzirá novas hastes florais, desabrochando flores na cor branca original.

Novas pesquisas sobre orquídeas azul

Já temos pesquisas realizadas na Universidade de Chiba, no Japão, que obtiveram uma Phalaenopsis azul, autêntica, através de técnicas de engenharia genética. No entanto, mesmo que ainda considerada artificial, será capaz de produzir flores azuis até o final da vida, embora ainda seja uma planta experimental, que vai demorar estar disponível comercialmente.

Esses cientistas isolaram os genes responsáveis pela produção do pigmento azul na natureza, proveniente da planta antocianina, e os introduziram em na orquídea Phalaenopsis, desenvolvendo uma orquídea híbrida azul verdadeira, mas de coloração mais pálida comparada à colorida artificialmente.

Com os avanços da tecnologia de tingimento, todos os dias surgem novidades no mercado relacionadas às orquídeas coloridas artificialmente. As orquídeas azul continuam sendo as mais populares, mas é possível encontrar orquídeas alaranjadas, esverdeadas e rosadas, em tons que não se encontram na natureza.

Sendo assim, é possível produzir orquídeas de qualquer cor, mas o importante é informar o fato ao público consumidor se a cor é natural ou não. Isso porque não é ético vender flores coloridas artificialmente sem que o comprador saiba disso.

Qual o Significado das Orquídeas Azul

As orquídeas Azul transmitem tranquilidade, paz e harmonia aos ambientes,
As orquídeas Azul transmitem tranquilidade, paz e harmonia aos ambientes,

A cor azul e seus diferentes tons azulados estão relacionados à tranquilidade e paz, como as orquídeas brancas. Assim, orquídeas azul podem representar o seu desejo de harmonia e paz à quem você presentear a flor.

CURSO GRATUITO DE COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS

✔ Como regar! ✔ Luz e ambientes corretos ✔ E muito mais!

Acesse agora! Clique aqui.

A orquídea azul também pode transmitir confiança, lealdade e gratidão, portanto perfeitas para demonstrar os seus sentimentos sinceros de amizade duradoura.

Onde Encontrar Orquídeas Azul

As orquídeas azul são produzidas na Holambra e podem ser encontradas em floriculturas.
As orquídeas azul são produzidas na Holambra e podem ser encontradas em floriculturas.

Como podemos constatar, as orquídeas azuis são raras na natureza porque a cor não costuma atrair polinizadores e ser mais sensível à luminosidade. Por esta mesma razão, não encontramos alimentos azuis.

Além disso, a maioria dos animais não considera a cor palatável, geralmente associando-a a alimentos estragados. Por outro lado, as orquídeas azul são atraentes aos olhos humanos e cobiçadas na decoração, apesar das críticas ao seu modo de obtenção.

Atualmente no Brasil, as orquídeas azul são produzidas na Holambra, através de uma variação da técnica original desenvolvida pelo engenheiro agrônomo Marcos Alexandre, na qual o corante azul é injetado na semente antes de germinar, para ser absorvido pelas raízes.

Orquídeas azul podem ser encontradas nas demais floriculturas, lojas de jardinagem, florálias e até supermercados, dependendo da rede. O importante é tentar saber a sua procedência e ter o folheto explicativo, que informa tratar-se de uma coloração temporária, em que resultará em florações seguintes na cor branca original.

Podemos também encontrar outras orquídeas azuis coloridas artificialmente além da pioneira Phalaenopsis. Nos Estados Unidos, por exemplo, temos as orquídeas Dendrobium Denphal e a orquídea Cymbidium.

Orquídea azul, qual preço?

No Brasil, a maioria das orquídeas azul são Phalaenopsis Blue Mystique, de preço bastante elevado, muito acima da média das Phalaenopsis naturais de outras cores. No entanto, é possível encontrar orquídeas azuis por preços um pouco mais baixos em locais de jardinagem especializados ou feiras de produtores.

No entanto, você jamais irá encontrar orquídeas azul em exposições de orquidófilos, pois este profissionais puristas, as consideram uma aberração devido ao tingimento artificial.

Como Cuidar de Orquídeas Azul

As orquídeas Azul devem ter cuidados especiais para manter suas flores por mais tempo.
As orquídeas Azul devem ter cuidados especiais para manter suas flores por mais tempo.

Como a grande maioria das orquídeas azul são encontradas nas floriculturas, elas costumam vir envoltas de celofane, fitas e cachepot. Assim, recomenda-se retirar todo este material o mais rápido possível. Os cuidados necessários serão os mesmos de como cuidar de uma orquídea Phalaenopsis original.

Em seguida, coloque o vaso em local com ventilação adequada. Observe se o cachepot original possui vazão de água também adequada para as regas. Normalmente, esses cachepots são se papelão, envolvendo um vaso de plástico. Caso saiba como cultivar orquídeas em vasos, troque por um de barro, seguindo todos os passos de costume.

As orquídeas azul devem ser regadas de 1 a três vezes por semana, no horário da manhã. Não as exponha ao calor extremo, apenas ao sol da manhã ou final da tarde.

Enquanto estiver florida, mantenha-a dentro de casa, em um local que receba luminosidade suficiente, e regue apenas quando o substrato do vaso estiver completamente seco. Não será necessário adubar a orquídea nesta fase. Sua floração depende da sua variedade, mas costuma durar de 3-4 meses, em uma média de 30 dias.

Após a floração, há grandes chances da haste floral antiga dar novas flores, se a planta estiver sendo cuidada corretamente. Alguns cultivadores cortam a haste completamente, a partir da base, para que a orquídea tenha tempo de descansar para uma nova floração. Mas isso é opcional.

Agora que você já sabe tudo sobre as orquídeas azul, poderá sair à sua procura e decorar a sua casa com essa belezura. Mas lembre-se, a sua cor azul exuberante não vai durar para sempre!

Write A Comment