Telhado Colonial: Como Fazer, Projeto, Varanda +88 Fotos!

Advertisements

O telhado colonial é um grande exemplo de como a arquitetura vai muito além da disposição dos cômodos ou da fachada da casa. Além disso, esse modelo de telhado garante diversas funcionalidades para a casa, sendo um dos mais utilizados em todo o mundo. Isso porque a sua versatilidade e beleza garantem tudo que uma casa precisa para ser bonita e funcional.

Mas para isso, é necessário técnicas e materiais de construção importantes, considerando que um trabalho mau feito poderá implicar em uma série de consequências. Já em relação aos modelos que existem, o telhado colonial se divide em águas, cores, materiais, entre outras características muito importantes para a escolha de um projeto.

Esse modelo de telhado é muito observado em regiões nórdicas. No entanto, esse modelo arquitetônico de telhado também caiu no gosto dos brasileiros, por isso ele é visto amplamente nas construções mais comuns do Brasil.

Se você quer apostar nesse modelo de telhado para o seu projeto, continue a leitura até o final e confira o nosso guia completo sobre o tema. Além disso, você encontrará dicas, informações sobre modelos de telhado, cores que existem, preço do m² e até mesmo como fazer um telhado colonial. Confira tudo isso a seguir e mais de 88 fotos para se inspirar:

 

O que é telhado colonial?

O telhado colonial é um tipo de cobertura de imóveis muito popular e simples. Nesse modelo de telhado, a intenção é deixar que as telhas sejam o centro da atenção. Mas para que isso seja possível, é necessário uma armação resistente que confere o formato e a inclinação correta para o telhado. Além disso, a estrutura também é a parte que define quantas divisões terá o telhado.

Embora as telhas fiquem aparentes, esse tipo de arquitetura proporciona vários aspectos importantes para uma casa. Dependendo da composição utilizada, é possível ter uma casa colonial, clássica, rústica, e até mesmo moderna utilizando telhado colonial.

Já as divisões do telhado, que formam desenhos arquitetônicos muito explorados em casas contemporâneas, é chamado de águas. Essas formas são definidas em meia-água, duas-águas, três-águas, quatro-águas, e sucessivamente. O número de águas simplesmente dita a quantidade de formas que o telhado terá no final do projeto.

 

Onde utilizá-lo?

Embora o telhado colonial seja muito observado em estruturas residenciais, esse modelo de telhado pode ser utilizado em ambientes comerciais. Por exemplo, lanchonetes, hamburguerias, lojas, entre outros tipos de comércios podem ter um telhado colonial. Aliás, essa é uma ótima cobertura para se ter sobre qualquer tipo de imóvel.

Considerando essa enorme variação, também devemos destacar que a sua utilização em ambientes residenciais é muito maior. Por conta disso, vamos frisar apenas a utilização desse lindo telhado em imóveis residenciais. Em uma casa, o telhado colonial pode ser utilizado em toda a estrutura da casa. No entanto, ele pode ser utilizado em conjunto com outras coberturas ou até mesmo para dar um acabamento estético em certas partes da casa. Confira algumas ideias para utilizar o telhado colonial em sua casa:

 

Varanda

Se você não quer apostar em uma casa inteiramente confeccionada em telhado colonial, aposte em pequenos detalhes, como a varanda. Essa pequena parte da casa ficará ainda mais charmosa com os aspectos peculiares que esse modelo de telhado proporciona. Para que o ambiente fique ainda mais bonito, aposte em elementos rústicos, coloniais e clássicos.

 

Garagem

A garagem é um ótimo lugar para ter como destaque o telhado colonial. Além de oferecer uma ótima cobertura e segurança para o veículo, esse modelo de telhado chamará a atenção para essa estrutura pouco valorizada em um projeto de arquitetura. Para que o telhado fique de acordo com a casa, busque combinar elementos como a cor do telhado ou mesmo o formato.

 

Projeto com telhado colonial

Agora, se a sua casa for confeccionada inteiramente com esse modelo de telhado, é importante seguir alguns passos. Isso porque a construção de um telhado necessita de uma série de cuidados, sendo um deles a inclinação.

Um telhado eficiente não deve proteger a casa apenas do frio ou do sol. Ele também deve ser confeccionado para proteger a casa da chuva, e, por isso, o projeto deve ter a inclinação certa para que não acumule água no telhado. Além dessa característica muito importante, é necessário avaliar o projeto da casa para identificar a quantidade de águas necessárias. Confira a seguir o que é cada água de um telhado:

  • Meia-água: telhado formado por um único plano. Nesse modelo, a chuva cai sobre o telhado e corre apenas em uma direção.
  • Duas águas: telhado formado por dois planos com inclinação central. Nesse modelo de telhado a chuva é direcionada para três direções diferentes.
  • Três águas: telhado formado por três planos com inclinação central. Nesse modelo, a chuva corre por três direções.
  • Quatro águas: telhado formado por quatro planos com inclinação central. Nesse modelo de telhado colonial a chuva corre por quatro direções.

 

Partes do telhado

Como já mencionamos, as divisões dos telhados formam águas, que é o mesmo que o plano onde o telhado será direcionado. No entanto, essas não são as únicas parte que compõem o telhado. Há ainda algumas partes essenciais para a composição de um telhado colonial, sendo elas:

  • Cumeeira: no projeto do telhado a cumeeira é sempre a parte mais alta;
  • Rincão: essa parte importante de um telhado é o encontro entre diferentes águas que ocorre na parte mais baixa;
  • Espigão: diferente do rincão, o espigão é o encontro de águas que ocorre nas partes altas do telhado.

Há ainda a parte estrutural do telhado, que geralmente é formada por madeira. Na estrutura do telhado existem os seguintes termos: caibro, ripa, tesoura e terça.

 

Tipos de telhas

Para ter um telhado colonial ainda é preciso definir qual tipo de telha será utilizada. Isso porque atualmente há uma infinidade de modelos, sendo que cada um deles possui suas características. No caso do telhado colonial, o modelo escolhido deve ser a telha colonial, que pode ser confeccionada em barro, PVC ou vidro.

  • Cerâmica: a telha de cerâmica é a popular telha de barro. Esse é o modelo mais utilizado devido ao seu custo-benefício. Isso porque a telha colonial de cerâmica é barata e possui um ótimo acabamento estético. O seu revestimento é o que garantirá mais durabilidade, por isso, aposte em revestimentos do tipo sintético de fábrica.
  • PVC: a telha de PVC também oferece as vantagens observadas nas telhas de cerâmica. No entanto, a fragilidade desse modelo de telha deve ser considerada no projeto. Caso o telhado precise de mais resistência, o mais indicado é a telha de cerâmica. Mas para telhados que não precisam de muita resistência, as telhas de PVC são ótimas escolhas.
  • Vidro: essa terceira variedade de telha é a menos utilizada justamente pela sua alta fragilidade. No entanto, em lugares onde a resistência não é tão importante, ela é uma ótima opção. Ainda mais quando a intenção é proporcionar luminosidade para o ambiente. Sendo assim, aposte em vidro para um acabamento mais bonito e mais iluminado.

 

Cores de telhado colonial

Outro aspecto muito importante que deve ser considerado em seu projeto de telhado colonial é a cor que esse telhado terá. Dentre as opções oferecidas no mercado, há uma grande variedade de cores. Mas ainda assim, as mais comuns são vermelho, branco, cinza, verde e azul.

Para saber qual é a melhor opção para o seu projeto, defina primeiramente o estilo que a casa terá. Se ela for rústica, aposte em cores terrosas como o vermelho e o laranja. Essas duas cores ficam ótimas com estruturas de madeira aparente.

Já as cores cinza e branco, ficam excelentes com projetos do tipo clássico. A fachada de uma casa ao estilo clássico fica ainda mais linda com um telhado colonial na cor cinza ou branca. Independente da cor escolhida, o projeto deve ter sempre um contexto de harmonia entre os elementos.

 

Preço do metro quadrado

A contratação de um profissional para a confecção de um telhado colonial ocorre na maioria das vezes por metragem. Isso significa que o profissional identifica o valor do projeto através de um preço por m². Em média, o metro quadrado de um telhado colonial custa entre R$ 200 e R$ 250.

Essa média poderá variar dependendo do profissional contratado, do tipo de telha, da quantidade de águas e da inclinação que o telhado terá.

 

Como fazer um telhado colonial

Mas se você achou tudo isso muito caro e quer fazer você mesmo o telhado da sua casa, dedique um pouco do seu tempo para aprender as características que esse telhado tem. A primeira coisa que você precisa saber para confeccionar seu próprio telhado é a lista de material necessário. Nesse caso, você deverá medir a área que será coberta e considerar as partes do telhado.

Basicamente, você precisará de madeiras e de telhas para ter um telhado colonial. Mas é importante observar os tipos de madeiras indicados assim como a espessura e qualidade. Considerando esses itens, eles deverão ser adquiridos de acordo com a metragem pretendida.

Para saber a metragem correta, você precisará saber algumas informações importantes sobre o telhado colonial. Confira a seguir um vídeo ilustrativo de como medir e fazer um telhado colonial do zero:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.