A orquídea Dendrobium é um dos gêneros mais numerosos da família Orchidaceae e mais populares do mundo. Originária do sudeste asiático, mais especificamente da Ásia tropical e subtropical, estendendo-se pela Índia, Nova Guiné, Bornéu, Filipinas, Austrália e Nova Zelândia, o gênero é formado um grande número de espécies vistosas, famosas pela sua rusticidade, delicadeza, cores e formas, geralmente de fácil cultivo.

Quase todas as Dendrobium comercializadas são híbridas, por isso existem muitas diferentes formas e colorações disponíveis. Em sua grande maioria, são espécies epífitas, embora hajam espécies que vivam de forma rupícola, em fendas das rochas, ou no solo (orquídeas terrestres) entre material orgânico rico em nutrientes.

Seu nome deriva da união de duas palavras gregas: “dendron”, que significa “árvore”, e “bios”, que significa “vida”; referindo-se à maneira como vivem essas espécies na natureza, presas sobre árvores.

A grande parte das orquídeas Dendrobium apreciam regiões de clima tropical, em que as temperaturas variam entre quente e moderados, florescendo até mesmo no inverno em algumas regiões. Por isso, é uma planta que está perfeitamente adaptada às condições climáticas do Brasil, até em regiões de clima mais frio, onde passam pela diferença térmica de temperatura do dia para a noite.

Uma das espécies mais conhecidas do gênero no Brasil é a orquídea Dendrobium Nobile, mais conhecida por “olho de boneca”, por causa do tom do labelo em relação as pétalas e sépalas, e pela diversidade de cores das flores.

À seguir neste artigo, vamos conhecer um pouco mais sobre a orquídea Dendrobium, como cultivá-la e suas espécies mais populares. Confira abaixo!

Orquídea Dendrobium: Descrição e Taxonomia

A orquídea Dendrobium possui muitas espécies.
A orquídea Dendrobium possui muitas espécies.

O gênero de orquídea Dendrobium foi estabelecido em 1799, mas até o final do século passado foi tratado como um gênero de difícil classificação devido a grande quantidade de espécies.

No entanto, hoje é possível identificar melhor suas espécies através da análise molecular, podendo entender melhor a evolução destas plantas e suas divisões de gênero. Assim, sabe-se hoje que o gênero de orquídea Dendrobium divide-se em dois grandes grupos, um formado pelas plantas do continente asiático e outro pelas espécies proveniente das ilhas do sudeste asiático, sudoeste do Pacífico e Austrália.

Ambos os grupos foram divididos em muitos outros gêneros com características morfológicas similares, com cerca de 450 espécies. No entanto, de uma forma geral, a maioria das espécies produz pseudobulbos altos e roliços que lembram a cana-de-açúcar, com folhas por toda sua extensão, e florescendo em cores variadas.

CURSO GRATUITO DE COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS

✔ Como regar! ✔ Luz e ambientes corretos ✔ E muito mais!

Acesse agora! Clique aqui.

As flores agrupam-se em talos curtos ao longo dos pseudobulbos por toda a primavera até o verão, dependendo da região em que se encontrarem e a forma de cultivo. Suas flores costumam ter largas pétalas e sépalas, com o labelo em um tom diferente, geralmente mais escuro, por isso o nome popular de “olhos de boneca” para algumas de suas espécies.

Orquídea Dendrobium Como cuidar?

Em geral, orquídea Dendrobium são de fácil cultivo.
Em geral, orquídea Dendrobium são de fácil cultivo.

A orquídea Dendrobium é uma planta que está perfeitamente adaptada às condições climáticas do Brasil, mesmo em regiões de clima mais frio, onde passam pela diferença térmica de temperatura do dia para a noite, experimentando um ar mais seco que causa um stress hídrico, fazendo com que a planta até perca as folhas.

No entanto, ao contrário que muita gente pensa, isso acaba permitindo uma floração abundante de belíssimos arranjos florais que perduram em média 20 dias. Já quando cultivada em casa a orquídea Dendrobium deve ser adaptada e seguir algumas dicas para que floresça. Veja mais sobre isso abaixo:

Local de cultivo para a Orquídea Dendrobium:

O local de cultivo ideal para uma orquídea Dendrobium deve ser bem arejado e com muita luminosidade. Regiões em que as temperaturas são mais elevadas e que fazem muito calor, deve-se evitar o sol da tarde para não queimar as folhas.

A orquídea Dendrobium pode ser amarrada em troncos de superfície irregular, sendo quanto mais rugoso melhor. Para prendê-las, basta amarrá-las com cordão ou barbante de fibra natural, colocando um pouco de fibra de coco entre as raízes e o tronco.

Em vasos, devem ser cultivadas em locais com boa luminosidade, dando um certo suporte para os talos das flores, fincando uma vareta e amarrando o talo a ela. Para os vasos, substratos como casca de pinus, carvão vegetal, fibra de coco e esfagno são ideais.

A luminosidade do local, tanto externo quanto interno, deve ser alta, mas com pouco ou nenhum sol direto, para evitar as queimaduras nas folhas. O ideal é mantê-las em um local bem iluminado, com muita luz difusa (indireta).

Em geral, elas gostam de temperaturas intermediárias e também precisam de uma umidade relativa do ar moderada (entre 50 a 60%).

Veja também: Como Cuidar de Orquídeas? Conheça os Cuidados Necessários!

Como regar Orquídea Dendrobium:

Durante a sua época de crescimento, a orquídea Dendrobium necessita de regas regulares e abundantes, que irão manter o substrato sempre úmido, principalmente no verão. No entanto, não se deve encharcar suas raízes para não apodrecer e perder a capacidade de respiração.

Assim, deixa que o substrato seque entre regas. Já durante os meses mais frios, mantenha regas mais distantes, deixando o substrato secar levemente antes de regar novamente. Elas precisam desse estresse hídrico nestes períodos.

Como adubar?

A adubação deve ser constante na época de crescimento para que elas possam acumular bastante energia para a floração e o período de dormência.

Durante o período de crescimento, é necessário utilizar um adubo granulado tipo NPK fórmula 10-10-10, dissolvido em água. Não se esqueça se um dia antes regar bem, para retirar toda a concentração de sais que podem prejudicar a planta.

Como a orquídea Dendrobium floresce no fim da primavera até o início do verão, adube a planta com fertilizante com mais fósforo, como o NPK 4-14-8 no início da primavera, antes do período da sua floração. Podemos também utilizar misturas de torta de mamona e farinha de osso, na borda do vaso (longe dos bulbos).

Como fazer florescer?

As orquídeas Dendrobiums, na sua grande maioria, florescem apenas uma vez ao ano, mas também podem florir mais de uma vez no mesmo bulbo. Para que isso aconteça, é preciso diminuir as regas após o mês de abril, e fazer uma adubação com mais fósforo.

Isso porque à medida que os novos bulbos crescem, eles acumulam energia para a floração, que ocorre 60 dias depois do início do inverno. A rega também já deve ser reduzida, e agora paralisada, borrifando apenas as folhas no final da tarde, ao cair da temperatura, para que a planta sinta a diferença térmica do dia para a noite de forma mais atenuada.

Como replantar?

O replantio da orquídea Dendrobium também tem seus segredos, pois elas possuem raízes finas e frágeis que se quebram com facilidade. Por isso, ao replantá-las, garanta que suas raízes fiquem bem firmes para dar continuidade ao crescimento, caso contrário ela não se desenvolverá.

Normalmente, esse replante é feito quando a planta começar a crescer para fora do vaso, de preferência na primavera quando as raízes começam a crescer. Nunca troque de vaso durante o seu florescimento. A melhor hora para o transplante é quando o crescimento de folhas estiverem se iniciando novamente (2 a 3 meses após o florescimento).

Na troca de vaso, retire as folhas, flores e pseudobulbos mortos, evitando deixar as folhas muito molhadas durante as regas. A mistura de carvão vegetal, pedras pequenas e casca de pinus são ideais como substrato para as Dendrobiums, pois o vaso fica mais arejado, principalmente os de plástico com dreno no fundo.

Substratos

O substrato para cultivar orquídea Dendrobium é importante, pois suas raízes finas, são mais frágeis e suscetíveis a quebras e ao apodrecimento.

CURSO GRATUITO DE COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS

✔ Como regar! ✔ Luz e ambientes corretos ✔ E muito mais!

Acesse agora! Clique aqui.

Sendo assim, quando forem cultivadas em vaso plástico os substratos devem ser maiores e de secagem rápida, como cascas grossas de madeira, pedra e carvão vegetal, misturados a material orgânico como o bokashi, húmus esterilizado, areia, entre outros. Já para o cultivo em vaso de barro, pode-se usar o musgo sfagno ou chips de coco.

Como podar orquídeas Dendrobium?

Para podar as orquídeas Dendrobium deve-se aguardar até que as flores murchem, certificando-se de que morreram antes de podar a orquídea. Além disso, observe o amarelamento ou escurecimento da espiga. Para podar, remova a espiga (na ponta do caule, acima do conjunto superior de folhas), mas não o caule.

Segure a espiga e faça um corte exato em sua base com uma ferramenta de corte afiado. Deixe pelo menos três caules maduros, mesmo que eles não floresçam mais. O melhor momento para isso é ao replantar a orquídea.

Como propagar as mudas?

A melhor forma de reproduzirmos mudas de orquídea Dendrobium em casa é através da divisão de touceiras, ou seja, em partes menores. Cada parte deve possuir ao menos 3 pseudobulbos. Mas lembre-se, as partes divididas levam alguns anos para voltarem a florescer.

Veja também: Minha Orquídea Está Morrendo, o Que Faço?

Espécies de Orquídea Dendrobium mais populares

Existem muitas espécies de orquídea Dendrobium.
Existem muitas espécies de orquídea Dendrobium.

Como dissemos anteriormente, o gênero de orquídeas Dendrobium possui diversas espécies e híbridos, que predominam pela Índia, região do sudeste Asiático, Índia, Nova Guiné, Bornéu, Filipinas, Austrália e Nova Zelândia.

Porém, as principais e mais populares espécies de orquídea Dendrobium que conhecemos seguem abaixo:

Leia mais: Orquídea Denphal: a bela e polêmica Dendrobium híbrida

Orquídea Dendrobium Thyrsiflorum

Espécie de orquídea Dendrobium epífita nativa de vários países da Ásia como Vietnã, China, Tailândia, Myanmar, Laos, Himalaia e Índia. Na natureza, costumam ser encontradas em florestas úmidas de altitudes que podem variar de 1200 a 2000 metros.

É uma planta considerada de fácil cultivo, de médio porte, com cerca de 3 a 5 folhas em cada caule com uma média 12 cm.

Sua primeira floração ocorre aos 3 anos, no final da primavera e no início do verão, dando aproximadamente de 30 a 50 flores de centro amarelado perfumados (de 5 a 10 cm), que se juntam formando cachos lindos, que duram de 5 a 7 dias.

Orquídea Dendrobium Aggregatum ou Dendrobium Lindleyi

orquidea dendrobium aggregatum
Espécie de orquídea Dendrobium aggregatum

A Dendrobium aggregatum, também conhecida como Dendrobium lindleyi, é típica de diversos países asiáticos, tais como China, Laos, Tailândia e Vietnã. Trata-se de uma orquídea epífita, de pequeno porte, cuja floração costuma ser abundante, consistindo em longas hastes repletas de avantajadas de flores amarelas em cachos pendentes.

Orquídea Dendrobium nobile ou Olho de boneca

Orquídea Dendrobium nobile ou Olho de boneca
Orquídea Dendrobium nobile ou Olho de boneca

Embora o gênero apresente tamanha diversidade, um híbrido de Dendrobium, descendente da espécie nobile, logo caiu nas graças do público em geral. Trata-se da célebre orquídea Dendrobium Olho de boneca, assim denominada pela aparência de suas flores, que apresentam um centro circular mais escuro, envolto por uma área mais clara, geralmente branca.

Orquídea Dendrobium anosmum

A orquídea Dendrobium anosmum é uma orquídea epífita, normalmente encontrada em florestas de países como Laos, Filipinas, Nova Guiné, Malásia e Vietnã. Em geral, essa espécie é considerada grande comparada a outras orquídeas.

Anosmum significa sem odor em latim, mas ela tem um cheiro muito agradável em sua floração. Seu cultivo é fácil e é uma das orquídeas mais queridas no Havaí, predominantemente em cores rosa escuro, branca (variedade alba) e roxo azulado.

Orquídea Dendrobium amarela Stardust ‘Chiyomi’

Orquídea Dendrobium amarela Stardust ‘Chiyomi’
Orquídea Dendrobium amarela Stardust ‘Chiyomi’

A orquídea Dendrobium Stardust ‘Chiyomi’ é bastante florífera e considerada de fácil cultivo, sendo resistente às pragas e aos baixos índices de umidade relativa do ar. As orquídeas vermelhas são lindas, mas muito raras, já orquídeas amarelas são muito mais facilmente encontradas e esta espécie em particular, tem um porte compacto, ideal para ambientes internos.

O híbrido Stardust, particularmente, descende da espécie Dendrobium nobile, encontrada no Nepal, e é fruto de diversos cruzamentos e melhoramentos genéticos, resultado do cruzamento entre o Dendrobium Ukon e Dendrobium unicum.

Orquídea Dendrobium kingianum

O Dendrobium kingianum é uma orquídea tipicamente australiana, e sua ocorrência está restrita a uma faixa litorânea, situada na costa leste do país.

Esta orquídea é endêmica das florestas tropicais desta pequena região da Austrália, não sendo encontrada naturalmente em nenhum outro local do mundo.

No seu habitat de origem, a orquídea Dendrobium kingianum apresenta um comportamento predominantemente rupícola, vivendo sobre as rochas. Por este motivo, é conhecida como “the pink rock orchid”.

Orquídea Dendrobium loddigesii

CURSO GRATUITO DE COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS

✔ Como regar! ✔ Luz e ambientes corretos ✔ E muito mais!

Acesse agora! Clique aqui.

A maioria das orquídeas do gênero Dendrobium loddigesii costuma ser temperamental para florescer. Embora seja uma orquídea de crescimento rápido, pouco exigente em relação ao cultivo, capaz de formar grandes touceiras emaranhadas, sua floração é sempre um desafio. Tudo depende das condições climáticas de cada local.

Na natureza, são encontradas em regiões ao nível do mar ou que apresentam temperaturas mais elevadas, condições mais críticas para cultivar qualquer orquídea do gênero Dendrobium, principalmente a Dendrobium loddigesii.

Ela é originária de florestas úmidas, compostas predominantemente por coníferas, localizadas em países como Laos, China e Vietnam.

Suas flores apresentam pétalas e sépalas delicadas, com variações entre o pink claro e o lilás, contrastando com um labelo franjeado, mais claro, com o seu interior colorido de um amarelo gema bem intenso, quase alaranjado.

Orquídea Dendrobium victoria-reginae

Esta é uma espécie de orquídea Dendrobium de rara coloração, flores quase azuladas. O Dendrobium victoria-reginae é típica das densas florestas filipinas, e de aspecto vegetativo bem curioso. Seus pseudobulbos são bastante afilados na base, aumentado de calibre à medida que se desenvolvem. Quando completamente maduros, perdem todas as folhas, assemelhando-se a estruturas sem vida. A surpresa vem com a floração, que surge nas pontas destes caules pendentes, em forma de delicados bouquets, e que pode ocorrer em qualquer estação.

Write A Comment