Orquídeas com folhas enrugadas: o que fazer?

Cultivar plantas em sua casa ou apartamento é muito semelhante a criar um bichinho de estimação. Os animais apresentam comportamentos diferentes e enviam sinais quando alguma coisa não está bem. Com as orquídeas – e demais flores – a história é a mesma. Ainda que ela aja de maneira mais silenciosa e discreta, suas folhas, caule e raiz estão sempre demonstrando o que se passa com ela. Quando você perceber suas orquídeas com folhas enrugadas, saiba que a situação é séria.

Um problema que merece atenção

Um dos problemas mais comuns é quando se percebe que as folhas começaram a enrugar, principalmente nas orquídeas do gênero Phalaenopsis. As suas folhas, que um dia já foram vistosas, se tornam molengas e sem brilho e com várias rugas. Nessa hora, é preciso de muita atenção porque a saúde da sua planta está comprometida.

Orquídeas com folhas enrugadas indicam um sinal importante de alerta. Significa que a sua planta está se desidratando. Isso acontece porque as folhas não conseguem se alimentar no mesmo ritmo com que a raiz absorve água. A primeira ideia do cultivador é aumentar a quantidade de água diária dada às orquídeas, um erro que pode ser fatal.

Por imaginar que a desidratação está acontecendo, rega-se a planta com mais frequência, mas mesmo assim o cenário não muda, as folhas continuam enrugadas e a cada dia que passa o cenário fica mais feio.

A verdade é que maior quantidade de água está, de fato, fazendo com que as raízes apodreçam por conta do excesso. É um paradoxo, mas as orquídeas com folhas enrugadas só ficam assim porque estão desidratadas pelo excesso de rega.

Orquídeas com folhas enrugadas têm salvação?

Dependendo da gravidade da situação, é possível ou não salvar a vida de sua orquídea através de técnicas simples. Porém, antes de falar sobre elas, é preciso se atentar para outro fato: a espécie da orquídea.

Existem inúmeros tipos diferentes desta planta, cada uma delas com suas características próprias.

Algumas se adaptam melhor ao frio, por exemplo, e cultivá-las em regiões onde a predominância é de calor, como no nordeste, é quase certeza de que não crescerão de maneira saudável. Por isso, antes de comprar a sua orquídea, certifique-se de que a espécie escolhida é adequada para o ambiente onde ela será cultivada.

Dito isso, é a hora de falar sobre os cuidados que você deve ter para cuidar das suas orquídeas com folhas enrugadas no apartamento ou em casa. A primeira delas, é claro, diz respeito à quantidade de água que está sendo colocada no vaso.

Isso varia bastante de acordo com o tipo de orquídea, a estação do ano e o clima da região. Geralmente, plantas desta família devem ser regadas uma vez em um período de cinco a doze dias.

Supondo que o ideal para a sua planta seja uma rega a cada dez dias, no verão, quando as altas temperaturas fazem com que ela se alimente com mais frequência por conta da desidratação, pode ser que você tenha que diminuir esse tempo para sete dias.

No mesmo cenário hipotético, essa mesma planta, no inverno, pode passar a receber rega somente a cada doze dias, pois o consumo menor de água faz com que o líquido fique armazenado por mais tempo no vaso antes de ser captado pelas raízes.

A umidade do ambiente também é um importante ponto para evitar ter orquídeas com folhas enrugadas – muitas vezes isso é mais decisivo do que a própria rega.

Basicamente, essas plantas se dividem em três tipos: as que precisam de umidade uniforme, as que devem secar um pouco entre as regas em certos períodos e as que sempre devem secar um pouco entre as regas. Portanto, é preciso consultar um especialista para saber em qual das três características acima a sua orquídea se encaixa.

O que fazer?

O que você precisa ter em mente é que orquídeas são plantas complexas, que gostam de água, sol e vento, mas nunca em falta ou excesso. Por isso é tão difícil encontrar o ponto certo para que elas sejam cultivadas de maneira correta e cresçam com saúde.

Na maioria dos casos, é a falta de informação adequada que faz com que os cultivadores tomem decisões equivocadas que acabam prejudicando sua orquídea.

Com relação ao vento, leve em conta a altura do seu apartamento. Quanto mais alto, maiores são os cuidados para evitar orquídeas com folhas enrugadas. Sempre deixe-as um pouco na varanda ou na sacada para que elas aproveitem um local arejado. Em hipótese alguma exponha a sua planta a ventiladores ou ar-condicionado.

Por falar em locais arejados, é bom que as regas sejam feitas nestes ambientes. Uma dica é aplicar uma leve ducha nas plantas para ter certeza de que não está exagerando na água. Se possível, faça isso durante a noite para evitar que o calor evapore a água ou force a orquídea a consumir mais. O adubo também é importante, pois ele também influencia na saúde das raízes.

Em épocas muito quentes, uma ideia legal é colocar panos molhados no chão próximo ao vaso. Lembre-se de que umidade é mais importante que excesso de água e isso vai ajudar a fazer com que sua planta se alimente de uma maneira melhor. Mesmo no verão, é essencial que suas orquídeas recebam uma quantidade pequena de sol. Portanto, não deixe de expô-las por alguns instantes durante o dia.

Veja também: Orquídeas que gostam de sol

Por fim, é preciso entender que muitas vezes orquídeas com folhas enrugadas não significam cuidados em falta ou excesso, mas uma demora de adaptação ao ambiente. Isso é muito comum em plantas que foram recém-adquiridas ou quando se troca de casa ou apartamento.

Por isso, antes de tomar qualquer decisão sobre mudar os hábitos que está tendo com a sua planta, consulte alguém especializado no assunto para que ele te dê o diagnóstico mais adequado para essa situação.

O importante é que isso seja feito assim que os primeiros sinais aparecerem. As raízes das orquídeas são delicadas e não demoram a apodrecer em um ponto onde a situação se torna praticamente irreversível, restando apenas algumas técnicas arriscadas para tentar salvar a vida de sua planta.

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.