Dicas de Organização: Lar, Quarto, Trabalho e Pessoal!

Para muita gente, é 8 ou 80: ou a bagunça é imensa, ou então a organização chega a incomodar os colegas. Só que a organização (ou a falta dela) não precisam ser coisas tão extremas. Na verdade, com algumas dicas de organização, fica fácil, fácil, manter a ordem da sua casa, quarto, trabalho e até da vida pessoal.

Foi com este objetivo que preparamos este texto. A seguir, listamos vários modos de manter a sua vida e espaços organizados, da forma mais simples possível. Seguindo cada passo com cuidado, você não precisará de muito tempo para deixar tudo em ordem. Sem contar que, com a prática, a organização simples vai virar rotina, parte completa da sua vida.

Continue lendo e descubra várias dicas de organização para seu lar, quarto, para o quarto das crianças, trabalho e para a sua vida pessoal!

Dicas de organização para o lar

Deixar a casa em ordem é uma tarefa mais simples do que pode parecer no dia a dia. Para realizá-la, você só vai precisar fazer algumas mudanças no espaço. Depois, será simples manter tudo no lugar. Veja como a seguir!

1. Desapegue

Um dos grandes problemas da organização em casa é que as pessoas costumam acumular muitas coisas. Roupas, objetos, alimentos… São aqueles itens que você pensa “ah, deixa aí, vai que eu preciso”. Temos uma coisa para te contar: há uma chance enorme de que você não precise de nada! O acúmulo das coisas só serve para isso mesmo: acumular.

Por isso, na hora de começar a organizar o seu lar, você precisa desapegar. Quais são os itens que você não utiliza mais, e que dificilmente vai utilizar? Junte todos eles e prepare-os para a doação. Em seguida, você terá muito mais espaço sobrando. O espaço “extra” é fundamental para posicionar o que você tem, de modo correto e arrumado.

2. Use caixas organizadoras

O próprio nome das tão famosas caixas já indicam sua função: organizar! No mercado, são várias as opções, transparentes, coloridas ou mesmo estampadas… Algumas até mesmo parecem caixas de presentes! Há ainda as com gavetas, divisórias, tudo para facilitar a separação dos objetos.

Se algum espaço da sua casa possui itens um pouco “jogados”, experimente juntá-los em uma caixa organizadora. Podem ser produtos de limpeza, materiais para costura, bijuterias, esmaltes, temperos, brinquedos. Tudo o que você encontrar espalhado pode ser agrupado em uma caixa e depois colocado mais facilmente em um armário ou prateleira. Além da organização, há a melhora no aspecto visual do espaço.

3. Categorize

Imagine que você está em sua cozinha. Existem talheres que você utiliza todos os dias, para as refeições. Já outros são usados apenas para ocasiões especiais. Ainda assim, eles permanecer todos juntos, na mesma gaveta, e a bagunça é comum. Que tal, então, guardar os talheres pouco utilizados em outro lugar? Use uma caixa organizadora, ou outra gaveta do armário. Assim, você abrirá espaço para a organização dos itens.

A lógica é a mesma para outros tipos de objetos, em outros locais da casa. Deixe à mão as coisas que você utiliza com maior frequência, e guarde em um novo ambiente o que é menos utilizado. Isso vai otimizar o espaço e facilitar a visualização dos objetos, sem que você precise mexer em todos eles todas as vezes.

Considere essa mesma dica de organização também para os alimentos. Especialmente se você não contar com uma despensa. Deixe apena os mais frequentes na cozinha, e os outros posicione em um armário ou em outro cômodo com espaço. De qualquer forma, tenha o cuidado de lacrá-los com segurança, para evitar a contaminação dos produtos.

4. Adquira prateleiras

Prateleiras são ótimas para aumentar o espaço para posicionamento das suas coisas. Afinal, elas ficam nas paredes, o que não demanda espaço no chão, como um novo móvel precisaria.

É importante ter, apenas, o cuidado de não exagerar. Prateleiras demais podem tornar o espaço senão menor, visualmente menor. As duas alternativas são ruins, e poderão prejudicar o seu conforto. Além disso, exagero no número de prateleiras pode favorecer o acúmulo de itens — um enorme problema para a organização.

5. Use nichos

Nichos são como prateleiras, só que embutidas nas paredes. Versátil, esse espaço pode acomodar suas caixas organizadoras ou objetos que ficavam espalhados pela casa. Mais uma vez, não exagere, ou o seu lar poderá ficar parecendo com uma colmeia.

6. Prefira móveis funcionais

Móveis funcionais são aqueles que funcionam com mais de um objetivo. Por exemplo, um criado-mudo que funciona como mesa de centro ou camas com gavetas. Ou, quem sabe, camas box e bancadas da cozinha com uma adega logo embaixo. Essas opções embutidas criam espaços extras na casa, e podem ajudar a posicionar os objetos que ficam expostos.

7. Guarde os objetos verticalmente

Principalmente na cozinha, é sempre uma boa guardar os utensílios de modo vertical. Como as assadeiras, facas e tábuas. Nessa posição, os objetos costumam gerar menos volume. O posicionamento de alguns itens assim ainda pode servir como decoração do cômodo!

8. Pendure o que você mais usa

Seguindo a mesma lógica do tópico anterior, você pode pendurar o que você mais usa nas paredes. Alguns ganchos, ou fitas magnéticas, podem segurar algumas conchas e talheres. Assim, os itens ficarão sempre à mão, além de abrirem espaço nos locais onde ficavam guardados.

9. Coloque os alimentos em potes

Separar os alimentos em potes transparentes ou customizados facilita o seu manuseio. Afinal, você saberá o que há em cada um. Eliminar as embalagens originais dos itens ainda facilita a arrumação de tudo, porque as embalagens são “moles” e costumam dificultar a organização nos armários.

Como organizar o quarto?

O quarto costuma ser o cômodo com mais objetos pessoais dos indivíduos. É também, muitas vezes, o local em que as pessoas mais passam seu tempo, e também onde descansam. Devido a estes fatores, é fundamental manter a arrumação do ambiente.

Imagine só desejar descansar, entrar no quarto e perceber uma bagunça infindável. Situações assim podem até dificultar o sono. Ou gerar mais bagunça, já que são comuns os casos em que o morador apenas transfere os objetos da cama para o chão, ou para uma poltrona próxima. Desorganização gera mais desorganização, e arrumar tudo pode ser cansativo.

1. Coloque ganchos na porta do guarda-roupa

Instalar ganchos na porta do guarda-roupa é uma alternativa interessante para organizar os seus cintos. Você também pode colocar ali a roupa do dia seguinte, o que vai evitar a procura das peças pela manhã e a consequente bagunça.

2. Invista em um Cama Loft

Um cama loft nada mais é do que uma cama no alto, como a estrutura de um beliche. A parte de baixo fica livre, e então você pode montar um novo armário. Posicionar um pequeno escritório no espaço, ou ainda uma arara de roupa, também são ótimas opções.

3. Guarde as coisas no lugar certo

Nada de deixar os objetos espalhados, para “guardar depois”. Sempre posicione cada item no local adequado. Inclusive as roupas: após retirá-las, coloque-as na roupa suja, ou então volte com todas para o armário. A acumulação, pouco a pouco, pode se tornar uma enorme bagunça.

4. Tenha cabides suficientes

Acumular várias peças em um mesmo cabide pode tornar o guarda-roupa muito desorganizado. Dessa forma, tenha o mesmo número de cabides das peças que você precisa deixar penduradas. Será mais fácil, até mesmo, encontrar as roupas em meio a tantas.

5. Categorize as roupas

As peças que você mais usa devem ficar logo à vista, para que você não tenha que mexer em todas as roupas antes de encontrar as que deseja. Isso facilitará a manutenção da arrumação.

6. Instale a TV na parede

Sempre que possível, abra espaço no quarto (ou na sala). Um dos meios de fazer isso é instalar a sua televisão em um painel na parede. Móveis multifuncionais e caixas organizadores também podem ajudar.

7. Cuidado com as almofadas

Se você é das pessoas que gosta de várias almofadas ou travesseiros, é importante que você tenha onde guardá-los à noite. Do contrário, é provável que você apenas as jogue no piso. Neste caso, mais do que a bagunça pelo chão, as peças irão acumular ácaros e sujeira. Depois, voltando para a cama, haverá a transferências dessas sujidades, podendo prejudicar a sua saúde.

8. Limpe todos os dias

Não deixe a bagunça acumular no seu quarto. Arrume-a todos os dias, organizando a roupa de cama, colocando os sapatos e roupas no lugar. Ao evitar o acúmulo de itens, você terá maior facilidade em manter o ambiente organizado.

Dicas de organização para o quarto das crianças

1. Separe o quarto em “zonas”

Não importa a idade das crianças: elas provavelmente vão adorar deixar seus itens espalhados enquanto se divertem. Por isso, é importante definir, ao menos, três áreas diferentes no espaço. São elas: a área dos brinquedos, a área de estudos e o espaço para dormir. Assim, será mais fácil para o pequeno (e você) manter os objetos nas zonas a que eles pertencem.

2. Incentive o desapego aos brinquedos

É importante mostrar para a criança que brinquedos e outros objetos quebrados não precisam ficar acumulados. Se não for mais possível utilizá-los, é hora de jogá-los fora. Assim, haverá menos acúmulo no espaço. Os itens ainda em bom estado podem ser encaminhados para a doação.

3. Invista nos móveis multifuncionais

Assim como nos casos anteriores, os móveis multifuncionais são incríveis opções para o quarto dos pequenos. Com eles, o criado mudo pode virar uma mesa, um baú pode servir como banco e as gavetas da cama podem guardar as roupas.

É interessante, ainda, investir nas caixas organizadoras. Assim, os pequenos serão incentivados, desde sempre, a manter a arrumação dos seus pertences. No caso das caixas, prefira as transparentes. Assim, a criança não precisará derramar todas para encontrar o que procura. Afinal, ela poderá ver os itens sem nem mesmo abrir o caixote.

4. Guarde os lápis

Uma das brincadeiras favoritas de muitas crianças é o desenho. Deixar os lápis ou giz de cera espalhados, porém, é uma péssima ideia. Por isso, outra das nossas dicas de organização é investir em estojos ou potes compridos. Com eles, após a brincadeira, todos os gizes poderão ser guardados facilmente.

5. Evite ursos de pelúcia

Os ursinhos de pelúcia podem parecer bonitos e inofensivos. Porém, são um perigo para a arrumação do quarto, já que poderão ser jogados para todos os lados. Esse tipo de brinquedo também incomoda a saúde, pois acumula poeira e ácaros.

Dicas de organização no trabalho

Se organizar no trabalho vai além de manter o espaço limpo e arrumado. Na verdade, o planejamento das suas ações também precisa ser organizado.

Com ambos os cuidados, o colaborador poderá ter seu desempenho aumentado. Além disso, há a diminuição do estresse no ambiente de trabalho, o que contribui para uma vida completamente melhor. Acompanhe nossas dicas de organização no trabalho!

1. Arrume sua mesa

Colocar as coisas da sua mesa em ordem deve ser uma tarefa contínua. Se tirou algo do lugar, volte com ele para ao local correto, após utilizá-lo. Tenha ainda o cuidado de não espalhar vários documentos, pois colocá-los em ordem poderá ser bem difícil.

Ao fim do dia, também não vá embora sem colocar tudo em ordem. Assim, seu próximo dia de trabalho poderá começar de forma mais ordenada e produtiva.

2. Liste as atividades do dia

É sempre interessante manter uma lista de tarefas. Com ela, torna-se mais difícil esquecer de alguma obrigação, o que sempre causa correria e estresse. Ao mesmo tempo, uma lista pode ajudar a priorizar os seus afazeres e a otimizar o tempo disponível.

3. Evite distrações

Na hora do trabalho, busque sempre diminuir as distrações ao seu redor. O foco é fundamental para uma boa produtividade. Um dos principais vilões, neste caso, costuma ser o celular. Assim, evite o acesso ao smartphone durante o turno profissional, e concentre-se ao máximo.

4. Diminua anotações em papel

Acumular papéis pode te fazer se perder entre tantas anotações. Além disso, é sempre importante economizar o material, para a preservação do meio ambiente. Uma dica interessante é utilizar o bloco de notas do computador ou mesmo do smartphone. Acessá-los é bastante simples e, após cumprida, a tarefa só precisa ser apagada ou marcada como concluída.

5. Tenha tudo à mão

Selecione os itens que você precisa no dia a dia, e deixe-os ao alcance. Precisar procurar por canetas, régua ou outros pode provocar grande bagunça.

6. Deixe os documentos em ordem

Evite espalhar documentos pela mesa. O caos, muitas vezes, dificulta a compreensão e o acesso aos papéis. Sem contar que, após a bagunça, ela deverá ser arrumada — trabalho redobrado.

7. Lixo é no lixo

Não acumule papéis ou embalagens para jogar no lixo depois. A cada vez que um resíduo for gerado, coloque-o direto na lixeira. A opção é mais higiênica e garante a organização.

8. Mantenha a postura da coluna

Pode parecer estranho, mas a organização no trabalho também tem a ver com a postura do seu corpo. Com as costas eretas, você se sentirá mais bem disposto a manter tudo em ordem. Ao mesmo tempo, se sentirá mais confortável, algo fundamental para uma boa produtividade.

Dicas de organização pessoal: o que fazer?

A organização pessoal nada mais é do que colocar o seu dia a dia em ordem, junto a qualquer tarefa que você realiza. É por meio dela que as pessoas conseguem distribuir adequadamente seu tempo entre sua vida privada, profissional e social.

Aqueles que não se dão muito bem com a organização pessoal costumam ser taxados, principalmente, de “enrolados”. Afinal, é difícil que essas pessoas cumpram com os seus compromissos à tempo, ou cheguem a um encontro na hora marcada.

Entre as vantagens desse tipo de cuidado está o foco nos objetivos e a clareza de qualquer tarefa. Também torna-se mais simples obter tempo livre e ser mais produtivo, em qualquer atividade. Sem contar que, mais organizado, você cumpre melhor seus horários.

A seguir, listamos algumas incríveis dicas de organização pessoal. Adeque-as às suas necessidades e aproveite já os benefícios de cada uma.

1. Use uma agenda

Para muita gente, utilizar uma agenda parece coisa do passado. No entanto, organizar as suas tarefas e listar os seus compromissos é bastante eficaz. Experimente escrever todas as tarefas previstas, os seus compromissos sociais e de trabalho, e verifique se não será mais fácil se organizar. Com os planos logo ali, na sua frente, é bem pouco provável que você se esqueça deles.

Além das clássicas agendas de papel, você pode experimentar aplicativos de smartphone. Ou mesmo a agenda do próprio smartphone, ou do computador. O importante é ter seu planejamento sempre à mão.

2. Organize seus itens em pastas

Já experimentou chegar na época das Eleições e não ter ideia sobre onde estava seu título de eleitor? Isso é bastante comum — tanto que, em 2018, a Justiça Eleitoral lançou o aplicativo do Título Digital, para facilitar a vida do cidadão. Com o app, o usuário só precisava apresentar seu celular e documento de identificação na zona eleitoral.

A questão é que, se você guardasse seus documentos em pastas e arquivos, situações do tipo não aconteceriam. É sempre interessante agrupar documentos e objetos semelhantes, e organizá-los em um mesmo lugar. Assim, sempre que necessário, você saberá onde procurá-los.

3. Desapegue dos objetos

Se você tem roupas ou objetos que não utiliza tanto, doe-os. isso abrirá espaço em sua casa, e lhe dará noção sobre exatamente o que você possui. Dessa forma, quando necessário, será mais fácil encontrar o que você precisa.

4. Use cores

Um modo de organizar seus objetos, afazeres e documentos de forma bem compreensível é utilizar cores. Você pode, por exemplo, utilizar uma agenda de papel e usar marcadores em diferentes tonalidades. Alguns indicarão compromissos pessoais, outros do trabalho.

Seus objetos também podem ser guardados em caixas de diferentes cores. Assim como suas pastas de documentos. O importante é estabelecer padrões, para que a assimilação das cores evite trabalhosas buscas pelo que você precisa.

5. Defina prioridades

Os problemas, na vida pessoal ou profissional, podem ser diversos. Se preocupar com todos eles de uma única vez, porém, pode causar muita ansiedade. E pior: focar em tudo dificulta o seu foco real em algo. Então, os problemas continuarão. Neste caso, a dica de organização é: defina prioridades. Qual problema, ou mesmo tarefa, precisa ser resolvido antes? Pouco a pouco, o planejamento dará resultados.

6. Não deixe para última hora

Os organizados de plantão sabem que é melhor realizar as tarefas com antecedência. Deixar os compromissos para última hora gera momentos de correria, estresse, e ainda pode bagunçar todo o cronograma de outras atividades.

Logo, se o compromisso já é previsto, planeje sua realização para o quanto antes. Deste modo, ele já estará finalizado na data em que deveria ser realizado.

O cuidado vale tanto para o âmbito profissional, quanto para o pessoal. Para que deixar a faxina para o fim de semana, quando você sabe que receberá visitas logo cedo?

7. Planeje seu Imposto de Renda

“Sério, Imposto de Renda?!”. Sim, Imposto de Renda. Se você precisa declarar as informações à Receita Federal, deve saber o quanto pode ser chato reunir todos os documentos e comprovantes necessários. Então, por que fazer isso apenas no começo do ano?

Conheça os comprovantes necessários, e guarde-os em uma arquivo específico ao longo do ano. Com as datas divulgadas da declaração, então, você só precisará preencher as informações — em vez de procurá-las de uma só vez.

8. Reserve um tempo para você

A dedicação a áreas tão diversas da sua vida pode cansar. Por isso, lembre-se de reservar na sua agenda um tempo para si mesmo(a). Pode ser para um happy hour com os amigos, uma ida ao cinema, para assistir à sua série favorita ou para um banho de banheira. Momentos relaxantes são fundamentais para manter sua saúde, do organismo e mental.

Gostou das nossas dicas de organização? Qual você costuma utilizar, mas que esquecemos de citar? Conte para gente!

você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se concorda com isso, clique no botão ao lado. AceitarLer mais