Um dos prazeres em ter um filho é a oportunidade de decorar o quarto dele com carinho e detalhes cheios de atenção. Isso significa, por exemplo, definir as cores principais, os móveis, os brinquedos, a divisão de espaços no cômodo. Tudo isso para oferecer à criança o espaço mais aconchegante possível. Para te ajudar nesta decoração, de um quarto de criança de qualquer idade, definimos algumas dicas principais!

O primeiro passo para criar um belo espaço para criança é levar em conta três princípios básicos:

  1. o espaço deve ser confortável;
  2. precisa estimular a criatividade;
  3. precisa ser divertido.

Estas características são fundamentais porque o quarto de uma criança provavelmente será o cômodo que ela mais utilizará em toda a casa. Para dormir, para brincar, para criar memórias. Por isso, o cômodo deve contar, por exemplo, com móveis seguros e funcionais. Ou seja, a cama, mesinhas, bancos e outros tem que estar adaptados à pequena estatura da criança, oferecendo conforto para sentar e se acomodar.

As peças precisam ainda ter suas quinas arredondadas, evitando assim acidentes com bordas pontiagudas. A qualidade de produção do material é igualmente importante, porque as crianças tendem a subir nos móveis, e caso eles cedam facilmente, podem causar acidentes.

Os tapetes no quarto de criança são também peças curinga. Os tapetes de fibra são mais “fofinhos”, do tipo em que é possível permanecer muito tempo sentado ou deitado com bastante conforto. Uma criança adora permanecer no chão para brincar, e por isso a escolha de um acessório deste tipo é tão atraente.

Decorando as paredes

Na hora de decorar as paredes do quarto de criança, uma ótima opção chão os papeis de parede. As alternativas disponíveis no mercado são as mais diversas, de cores diferentes, desenhos, frases e texturas. Além disso, o papel de parede é muito fácil de ser aplicado, e por vezes você mesmo poderá fazê-lo.

Remover o papel é da mesma forma fácil. Por isso, é prático mudar a decoração do quarto à medida que a criança cresce. Baste mudar o papel de parede que o ambiente ganha uma nova cara!

Por último, as vantagens do papel incluem a fácil limpeza e manutenção do material. Considerando principalmente as crianças mais novas, que costumam apoiar as mãos nas paredes para andar, este benefício é incrivelmente interessante, pois é possível limpar as marcas com maior facilidade do que com tintas comuns.

Pensando ainda na facilidade de limpeza, existe a possibilidade de utilizar as chamadas tintas laváveis. Assim, mesmo que a criança utilize a parede como tela de arte, será mais fácil limpá-la. É possível ainda escolher tintas sem cheiro, que não incomodam tanto durante a aplicação e eliminam qualquer odor após três horas.

Cores e tintas

Independentemente do tipo de tinta escolhido, é importante não carregar muito nas cores. Se todas as paredes de um quarto de criança, ou qualquer outro cômodo, são pintadas com a mesma cor, o espaço tende a ficar “pesado”. Ou oferecer a sensação de que é menor do que realmente o é. Uma boa dica é deixar ao menos uma das paredes em branco. Se as paredes ficarem todas em branco, você pode optar por colorir o teto com uma cor mais chamativa.

Aliás, a escolha da cor é essencial. Cores mais fortes e alegres estimulam melhor o sistema cognitivo da criança, e ajudam em seu desenvolvimento. Tons pasteis e mais claros, por outro lado, proporcionam calma e podem auxiliar as noites de sono.

Outra boa alternativa para decoração da parede do quarto de criança é definir um espaço para que o pequeno possa desenhar. Com esta definição, você pode utilizar uma tinta especial que imita uma lousa de giz. Desta forma, com alguns pedaços de giz na mão, a criança poderá exercitar sua criatividade.

Quarto de criança masculino

Para decorar um quarto masculino, a cor preferida costuma ser o azul. No entanto, não é necessário ficar “preso” a apenas esta opção: diversas outras cores combinam com a decoração de um cômodo para os meninos! O verde, por exemplo, é uma cor que oferece a sensação de alegria, e possui tantos tons que pode facilmente se adequar ao resto da decoração pensada. Assim como o alaranjado, o amarelo, o cinza e até o marrom. O importante é não exagerar no uso das tonalidades e misturas.

Para o restante da decoração do quarto masculino, você pode investir em grandes baús para brinquedos. Um espaço para estudo, independentemente da idade da criança, é da mesma forma ideal. Com uma mesinha e um banquinho, a criança poderá desenhar ou colorir, e quando chegar sua idade de ir à escola, ela já estará acostumada a esta possibilidade. Isso para meninos e meninas, é claro!

Quarto de criança feminino

Para as meninas, a cor preferida costuma ser o rosa. Mas assim como os garotos podem aderir a várias cores, as garotas também podem! Por isso, é interessante escolher tons como o vermelho, o lilás, roxo, alaranjado, amarelo, azul, verde…. A cor escolhida deve ser sempre a principal, e então será possível definir combinações com outros tons e as cores e desenhos dos móveis.

Além do baú de brinquedos e espaços para estudo já citados, o quarto feminino (e masculino!) fica também bastante bonito com quadros pelas paredes, estante e almofadas, que sempre deixam tudo mais confortável.

Que tal usar tons pasteis?

Os chamados tons pasteis são tonalidades mais claras das cores. Ou seja, eles se aproximam mais do branco do que de cores mais vibrantes. Sua utilização, principalmente nas paredes do quarto de criança, traz suavidade e tranquilidade ao cômodo. Oferece também uma sensação de frescor.

Os tons pasteis normalmente combinam com móveis de cores claras, mas nada impede que uma mistura com peças escuras seja feita. Entretanto, é importante fazer um teste, comparar as cores lado a lado antes de adquirir todas as peças.

Qualquer cor pode ter um tom pastel, o que significa que não é necessário manter-se nas pigmentações marrons ou bege para aderir a moda.

E quando o quarto é pequeno?

Quando o quarto infantil tem um espaço diminuto, a tática mais eficaz é escolher poucos móveis, sempre multifuncionais. Um exemplo: ao invés de ter uma cama e um espaço para estudo em opostos diferentes do ambiente, opte por uma cama beliche e utilize o vácuo por baixo dela para organizar uma mesa e cadeira para os estudos.

Misturar muitas cores em um quarto pequeno não é interessante. Nem utilizar colorações muito intensas. Isso torna o espaço mais “pesado”, mais cheio de informação, e pode criar uma sensação desconfortável.

Desconsiderando o tamanho do local, leve em conta sempre a importância de uma boa iluminação. Principalmente para as crianças, ter facilidade em enxergar ao redor é parte do desenvolvimento.

Decoração infantil: alguns cuidados

Na hora de decorar o quarto de criança, alguns cuidados são necessários. Como a escolha dos móveis, já citada: as peças devem possuir sempre quinas arredondadas! A altura dos móveis precisa também ser analisada na hora da compra, evitando assim desconforto pelas peças serem grandes ou pequenas demais para a criança.

É essencial ainda proteger as tomadas com protetores. Do contrário, a criança fica sujeita a choques elétricos. Se a cama for em beliche, é necessário também instalar grade em sua lateral, evitando quedas.

Com atenção a cada detalhe, e aplicando o máximo de carinho em cada um deles, você pode criar o quarto perfeito para seu filho! Lembre-se de levar em conta sua personalidade e a dele para escolher os objetos de decoração, como quadros e brinquedos. Cada detalhe dará um charme e conforto especial ao cômodo!

Veja alguns quartos para se inspirar:

Veja também

 

 

fonte: http://casa.abril.com.br/materia/quartos-de-casal-camas-confortaveis#24

 

casacor natal rn brasil

Escreva um Comentário